quarta-feira, 20 de maio de 2015

Resultado maldito

Não me tinha apercebido até ter ouvido Jaime Mourão-Ferreira no Grandes Adeptos de segunda-feira que os 10 empates do Sporting no campeonato terminaram todos com o resultado de 1-1.


Ainda poderíamos somar o empate de Maribor, particularmente maldito pela forma como os eslovenos chegaram ao empate. De toda a época, apenas o empate caseiro com o Wolfsburgo teve um final diferente.

Curiosamente, também as duas derrotas que temos no campeonato registaram o mesmo resultado: 3-0.

7 comentários :

  1. Analisando rapidamente:

    1ª Volta:
    Academica e Beleneses na primeira volta foram um mix de mau arranque com mau planeamento (contratações que chegaram tarde, treinador novo/ideias novas, problemas disciplinares com jogadores), logo reparto as culpas por BdC e MS.

    Benfica: resultado normal

    FCP: embora normal o resultado, tivemos tudo para ganhar, faltou sorte e alguma maturidade

    Paços de Ferreira: se tivesses uma defesa a sério aquele golo não o sofríamos e provavelmente tínhamos ganho na mesma o jogo por 1-0

    Moreirense: falta de atitude, se MS soubesse motivar para os jogos "pequenos" não tínhamos empatado.

    2ª Volta
    SLB: o grande azar/momento da época, tudo podia ter sido diferente se não fosse o golo, que importa lembrar só uma equipa muito ingenua sofre (tentar meter em fora de jogo uma bola bombeada no último minuto com 5 ou 6 gajos a correr para a nossa área?? que meninos!)

    Belenenses: não vi o jogo, mas provavelmente foi desmotivação do jogo anterior, se sim, novamente MS não soube motivar decentemente, pois ainda nada estava perdido, pelo menos para o 2ª lugar.

    Paços: enfim, nesta altura acho que a motivação não era a mesma, mesmo assim acho que apesar de nos termos posto a jeito tivemos algum azar na forma como sofremos

    Estoril: falta de motivação/objectivos reais

    Olhando para trás, diria que fizemos uma segunda volta excelente, não é muito difícil de acreditar que se tivéssemos vencido o SLB, que qualquer um dos 3 empates que vieram a seguir provavelmente tinham sido diferentes.

    Por isso acredito, com um pouco de melhor planeamento, e com um treinador a fazer uma segunda época, mesmo com apenas esta base de jogadores (trocando 1 ou 2 consoante as vendas que faças), tínhamos condições de ganhar algo para o ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa analise Fernando.
      10 empates a 1 bola, há coisas do caneco...

      Eliminar
    2. Tb concordo com a análise Fernando!

      Eliminar
    3. Fernando, na minha opinião no empate com a Académica houve também responsabilidades dos jogadores. Heldon podia ter resolvido o jogo passando para o Montero num lance de golo certo, William podia ter evitado a expulsão, Carrillo podia ter evitado aquela decisão dentro da área...

      No jogo com o Belenenses no Restelo houve não só desmotivação, como também antecedia o Wolfsburgo e teve aquele péssimo dia do Rui Patrício. Mas também tivemos sorte ao empatar no último suspiro...

      De resto, estou totalmente de acordo.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Em resumo, mais do que os pontos perdidos fora de casa, em que a maioria deles se podem considerar justos esta época perdeu-se essencialmente com os empates em casa, ao não conseguir desfeitear, em jogos em que fomos muito superiores, um conjunto de equipas que vieram estacionar o autocarro a Alvalade, como Moreirense, Belenenses, Benfica e outras :)

    ResponderEliminar
  3. Um desses uns já veio depois dos Olés! O golo do titulo, a meu ver. Autocarro? Se fosse o Mourinho era um génio....

    ResponderEliminar