quarta-feira, 3 de junho de 2015

Época ganha ou época salva?

Época ganha ou época salva? Esta é uma questão muito interessante que seguramente dividirá os sportinguistas. Não sei se essa divisão acontece apenas por questões de interpretação dos resultados obtidos: em alguns casos, a resposta será seguramente dada em função da tomada de posição de cada um face à polémica Bruno de Carvalho / Marco Silva; noutros, será a recusa em aceitar que qualquer época que não termine com a conquista do campeonato possa ser abertamente considerada como positiva, em função da grandiosa história do Sporting Clube de Portugal.

A meu ver, para definirmos se uma época pode ser considerada ou não de sucesso, temos que analisar sobretudo à luz dos resultados e das condições que tivemos para os obter, mas também olhando para a história recente do clube.

Analisando o nosso percurso no campeonato, fica a ideia de que poderíamos ter feito melhor. Não digo que seria obrigatório terminarmos numa posição superior àquela em que terminámos, mas a meu ver tínhamos condições para nos mantermos na luta pelo título durante mais tempo. Se a atitude competitiva da equipa tivesse sido outra naqueles empates no primeiro terço de campeonato (nomeadamente Académica, Belenenses, Paços e Moreirense) e na humilhante derrota em Guimarães, poderíamos ter evitado a perda de pontos suficientes para acompanharmos Benfica e Porto na classificação até às últimas jornadas. O balanço que faço é, portanto, que tivemos uma participação um pouco abaixo das expetativas.

Na Liga dos Campeões tivemos uma participação bastante digna. Acabámos por ser eliminados por uma decisão de arbitragem escandalosa. A vitória em casa com o Schalke, a recuperação de 1-3 para 3-3 em Gelsenkirchen com um jogador a menos, a excelente segunda parte na receção ao Chelsea e as boas exibições com o Maribor deixaram uma imagem bem positiva da equipa na Europa. Uma vez despromovidos à Liga Europa, também fizemos um bom par de jogos contra o Wolfsburgo. Ou seja, acabámos na posição mais previsível em função do pote em que estávamos no sorteio. Na Liga Europa éramos cabeças de série mas houve manifesto azar ao nos ter saído a equipa alemã. Resumindo, tivemos uma participação na linha das expetativas iniciais.

A Taça da Liga, em função dos constrangimentos ditados pela direção, era um não-objetivo. Foi útil apenas para lançar Tobias Figueiredo e para dar minutos de competição aos menos utilizados e jogadores da equipa B. 

A conquista da Taça de Portugal foi, evidentemente, o ponto alto da época. O percurso começou com uma vitória categórica no Dragão, seguindo-se depois um conjunto de jogos bastante acessível até nos qualificarmos para a final. Em alguns deles ainda passámos por alguns sobressaltos, mas com maior ou menor dificuldade acabámos por nos impor. A final com o Braga acabou por ser um desfecho épico para a competição e para a época do Sporting. Creio que superámos as expetativas nesta competição, sobretudo pela vitória alcançada no Dragão.

Perante isto, o que dizer da época na globalidade? Para mim, é uma época ganha. Podemos afirmar à boca cheia que um clube como o Sporting não pode ficar satisfeito apenas com uma Taça de Portugal, mas eu não concordo com isso atendendo às circunstâncias que vivemos. Não só temos o handicap de termos uma aposta desportiva fortemente condicionada pelo acordo com a banca, como também não podemos ignorar o facto de que há sete anos que não ganhávamos nada. O hábito de vitória ajuda a atrair mais títulos e, por outro lado, a falta de hábito de vitória representa um acumular de pressão que nos grandes momentos se tem virado demasiadas vezes contra nós. Esta conquista deixa libertar muito desse vapor, aumentando o nível de confiança dos adeptos e da própria equipa, para além de poder significar um importante passo para o crescimento dos nossos jovens jogadores.

Como é evidente, não podemos continuar a ficar satisfeitos para sempre conquistando apenas a Taça de Portugal. O desafio que se abre agora é outro: consolidar o hábito de ganhar e de estar em todas as decisões até ao final.

36 comentários :

  1. Mdc podia fazer um post parecido com o que fez para o rps com o marco silva na cerimonia da camara... fazia do genero de onde está o wally e adaptava ao marco silva!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Marco Silva via-se bem, o sorriso de satisfação por lá estar é que nem por isso. :)

      Eliminar
    2. Mandarem no para trás do roupeiro... Como poderia estar feliz? Acha que o seu presidente está a espera do jj?

      Eliminar
    3. eh lá orcalhada, mais respeito para com o Paulinho.

      Eliminar
    4. Olha lá Martins, para ti é Sr. PAULINHO ! Ai,ai,ai,ai.... E já agora Sr. Exmo. PRESIDENTE...... E se Jorge jesus for para o Sporting (Eu digo já que não quero), mas se for, vais passar a chamar Sr. Jorge.....e também já agora, podes ir buscar uma garrafa de agua que eu estou cheio de sede.....

      Eliminar
    5. Quando o vosso dono lhe chamou deficiente não pediram vocês mais respeito...

      Eliminar
    6. Epá Martins. Ciúmes do teu quiducho?

      Eliminar
    7. Ó Martins, também apostaste no Lampiões-Penafiel?

      http://www.dn.pt/desporto/interior.aspx?content_id=4602035

      Eliminar
    8. E tanto falas do Lopetegui e do Marco Silva mas não vejo o mesmo tratamento dado ao Chiclas, que é o único em final de contrato. Aí, tudo são rosas da parte do manto protector da comunicação social. É renovação para aqui, tudo acordado para acolá e não vejo nada. Então ninguém pega no catedrático lá fora?Pudera... Com os resultados na Europa, sem o colinho, toda a gente viu a valia da peça. E se ele já trata a língua portuguesa como trata, havia de ser bonito vê-lo a tentar fazer o mesmo em inglês ou espanhol. Mas, para vocês, meio mundo quer o catedrático. E ele ri-se, claro, está feito o caldinho para continuar a mamar uns milhões valentes.

      Eliminar
    9. Ferreira não sejas analfabeto e lê os textos... Boa notícia... No último Parágrafo diz "provavelmente o Benfica até foi vítima" de corrupção.

      Eliminar
    10. Sim, claro. Vocês são sempre vítimas. Quando um não quer, dois não dançam, meu amigo!

      Eliminar
    11. ihihihihihihi. O que eu me estou a rir com isto! Se ele ficar nos Lamp's o Orelhas vai empenhar a Luz, o Seixal e os joelhos do Mantorras. Se for para Alvalade, os lampiões ou estrebucham e passam-se da mioleira, esgotando todo o stock de tinto carrascão, ou ele já não presta. Depois ponho-me a imaginar o Chiclas com o Bruno de Carvalho, o antagonismo de ideias sobre a formação entre os dois e como a comunicação social vai atacar o tipo que elevou a sobre-humano durante seis anos e lacrimejo de alegria a imaginar os Guerras, Delgados e companhias com a cabeça a sair fumo e a reunir de emergência na BTV. Fantástico.

      Eliminar
  2. Caro mestre,

    Pelo contexto actual, época ganha. Pelo que é o Sporting e pela sua história nem tanto...

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Só espero que o BdC não começe a dar tiros nos pés e estragar o que de bom tem feito. Vamos ver o que nos espera.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Ele não tem feito outra coisa desde que pegou no clube, não é verdade? Só tiros nos pés.

      Eliminar
  4. Boa tarde,

    Ainda não me decidi se acho que foi uma época boa ou má, no entanto considero que houve mais aspectos positivos do que negativos.

    Mestre, gostaria de deixar uma sugestão, se me permite: Vi hoje o mapa de pagamentos da Premier league aos clubes por direitos televisivos, e pessoalmente acho à anos que esse modelo é o exemplar. Acho que este tema poderia merecer uma análise:
    http://www.premierleague.com/en-gb/news/news/2015-16/jun/020615-premier-league-payments-to-clubs-in-season-2014-15.html

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  5. um bom post da tasca:

    http://atascadocherba.com/2015/06/03/uma-duvida-que-me-assiste/

    directo e conciso. Tenho a mesma dúvida

    ResponderEliminar
  6. Agora sim, hora de balanço.

    Quando se faz um balanço, não nos podemos alhear das circunstâncias. E para mim as que verdadeiramente contam foram: a) limitações económicas e financeiras do clube; b) mudança de treinador; c) aquisições; d) saídas de jogadores chave em sectores chave; e)muitos mais jogos; f) aspectos de organização interna que se foram resolvendo.

    Não tenho dúvidas em afirmar: com a Taça de Portugal, a época é positiva.

    No campeonato, apesar de ficarmos em terceiro, há coisas positivas a tirar: só 2 derrotas, muitas boas exibições e consistência mesmo quando as coisas não corriam tão bem. O ano passado o Sporting ficou a 7 do 1º. Este ano, ficou a 9. O que tramou o Sporting foram os empates da 1ª volta, e não será alheio a isso a instabilidade no sector defensivo criada pela saída de Rojo e Dier. Slimani fora numa altura crucial da época também não.

    Na Liga dos Campeões, a participação foi digna. O que já não é pouco.

    A Taça da Liga acabou por servir para lançar jogadores de futuro. Positivo, apesar de tudo.

    Na Taça de Portugal, o nosso pior jogo foi o da final. Acabou como acabou, que mais se pode pedir? :) (acho que foi a primeira vez que senti lágrimas nos olhos com um golo do Sporting. Perdoem-me... se me acham demasiado racional)

    A equipa B começou aos soluções, mas o balanço também é francamente positivo.

    Deixei de fora propositadamente a questão com o treinador. Sempre que houve mais fumaça, ganhámos e jogámos melhor.

    O que se passou nas modalidades pode também ter ajudado a empurrar o futebol.

    Projectando a próxima época, o que de positivo fica desta só vai ter sequência se não houver mudanças profundas.Mas sobre isso falaremos daqui a algumas semanas.

    Quanto à envolvente externa, pouco deve mudar (oxalá me engane): a comunicação social a deitar abaixo, a semear a mentira, a desconfiança e a especulação. A arbitragem comprometida com quem lhes atribui as classificações e faz circular a massa. As baixarias que falseiam a verdade desportiva vão continuar, com ou sem fundos.

    Só que os mitos que vão tentando criar sobre o Sporting vão caindo um a um. Já não se poderá dizer que BdC não ganha títulos. A grande diferença é essa. Paineleiros, empresários, e outros moscardos da bola, continuarão a fazer o que têm vindo a fazer, só que com uma Taça de Portugal enfiada no cu (em sentido figurado, porque é um troféu bonito e valioso).

    Viva o Sporting!

    ResponderEliminar
  7. Mestre vem depressa que as coisas estão a precepitar-se....

    http://www.dn.pt/desporto/sporting/interior.aspx?content_id=4605526

    http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=4605543

    Em relação ao post, não fosse o golo do Jardel e a coisa tinha sido muito diferente. E mais uns quantos empates infantis em casa. Portanto época salva.

    ResponderEliminar
  8. fdx, esse trolha vai mesmo treinar o Sporting? a ser verdade já acredito em tudo. Ele que traga o capela e o paixão senão tamos fdds na mesma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. https://www.youtube.com/watch?v=krrWbl4BrhA

      parte 2

      Eliminar
    2. Bem apanhado Diogo, estou com mixed feelings em relação a isto. Por um lado estou contente com a confusão que isto está a provocar nas galinhas e de supostamente o rui vitória(lol) ir para lá mas por outro lado, este gajo no Sporting... não sei não

      Eliminar
  9. http://www.dn.pt/desporto/benfica/interior.aspx?content_id=4605577

    http://i3.kym-cdn.com/photos/images/newsfeed/000/353/279/e31.jpg

    ResponderEliminar
  10. "http://i3.kym-cdn.com/photos/images/newsfeed/000/353/279/e31.jpg"

    ahahahahahahahahahahahahahahah podes crer. muito bom.


    Será que o Sobrinho vai ser o nosso Abramovich ?

    ResponderEliminar
  11. lol, ainda por cima já andam a dizer que o homem vai ganhar menos:

    http://expresso.sapo.pt/desporto/2015-06-03-Jesus-a-caminho-do-Sporting-por-salario-menor-do-que-no-Benfica

    ResponderEliminar
  12. Os sabichões da Visão de Mercado dão um contrato de 3 anos a 6 milhões por época.

    A minha alma está parva. Muito vai ter que ser explicado. Se isto for verdade aguardo com muita curiosidade a conversa da apresentação de JJ em Alvalade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Não acredito nisso. Se não há dinheiro para renovar com Carrillo como é que agora aparecem 18M para o JJ a que se teria de somar a indemnização do Marco Silva. Ainda por cima um cacha exclusiva do grupo do oliveirinha. Parece-me mais o forcing final do Mendes para convencer o kadafi dos pneus a abrir os cordões à bolsa.

      Eliminar
  13. Vão andar os 2 às turras desde o primeiro dia, vai ser bonito...

    ResponderEliminar
  14. Epa se isto for verdade começo acreditar num dos gajos que anda faz tempo a escrever num dos blogues do meu clube (no geração) a dizer que o Sobrinho vai pagar o Jesus e colocar vários jogadores em Alvalade. Isto parece bastante contrario ao que têm defendido até agora.

    ResponderEliminar
  15. Estou MUITO triste com a saída do Marco Silva.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quero que o são Marco se f*da, no entanto também não posso ficar contente com um azeiteiro que passou meia duzia de anos a ofender o Sporting sempre que essa oportunidade lhe foi dada.

      Eliminar
  16. Mas faz algum sentido andar 2 anos em poupanças extremas com a corda na garganta, e agora dar 6 milhões ou algo parecido por um treinador!?
    MS vem de fazer uma grande segunda volta pelo Sporting e ganhou a Taça de Portugal.
    É uma tremenda injustiça despedir o homem desta forma.
    Fodaxxx

    ResponderEliminar
  17. J.

    Justo? Mas isso há no mundo da bola? O Jardim no ano passado foi justo com o Sporting?

    Atenção que não estou a defender o que quer que seja.

    ResponderEliminar
  18. ahahahahahahahah!

    oh pá...! BRUNO Faz-me um filho!!!!

    De génio. De génio!!! três tiros no porta-aviões!

    Grande Bruno!!!

    E prá malta que acha que vamos pagar muito plo Jota Jota, relembro as vossas conversas sobre como seria mais importante pagar 3 milhões por um bom treinador que estoirar 3 milhões por época em 3/4 cepos... Pongole? Sem salários custou 3 anos de Jorge Jesus.

    OLHA A CABEÇA, OLHA A CABEÇA... OLHA A CABEÇA DO LAMPIÃO CONTINUA A INCHAR, CONTINUA A INCHAR... LÁLÁLÁLÁLÁ...

    ResponderEliminar