quinta-feira, 25 de junho de 2015

Ondas de festejo

Só recentemente vi os vídeos que os LionHearts fizeram da final da Taça, da série Nós Vamos à Bola. Para quem não conhece, é um grupo de sportinguistas que leva uma câmara para o estádio, filma os jogos, e depois edita num vídeo de duração de cerca de 10 minutos. É um trabalho que resulta muito bem porque passa de forma fiel e genuína aquilo que todos vivemos nas bancadas, sem os especialistas da CS a debitarem opiniões, sem repetições, apenas emoção. Antes faziam-no em todos os jogos em Alvalade (e em alguns fora), agora limitam-se apenas aos mais importantes.

Para o final da Taça fizeram 2 vídeos, um dedicado aos 90 minutos regulamentares, o outro aos penáltis e festejos.

O que achei mais curioso nestes vídeos em particular foi a (não filmagem) do 2-2 de Montero. A câmara está desviada ligeiramente para o lado e acaba por não mostrar o golo a ser marcado. Mas ouve-se bem o ambiente no estádio. E há ali um espaço de poucos décimos de segundo em que se percebem 3 vagas de festejo: o 1º na bancada sul (do lado da baliza onde o golo foi marcado, onde eu estava), depois uma outra vaga (que suponho ser da central) e finalmente all hell breaks loose na bancada norte, onde estavam a maioria dos nossos adeptos.

O facto de as bancadas serem baixas e estarem muito afastadas do campo complicava a quem estava numa superior a tarefa de ver o que se passava na baliza oposta. E fica a sensação que muitos dos que estavam na bancada norte terão percebido que era golo mais pelos festejos da bancada sul e dos jogadores do que por terem visto a bola dentro da baliza...

Enfim, detalhes de um momento de grande felicidade que ainda hoje, quase um mês volvido, continua a mexer comigo.

Se tiverem oportunidade coloquem os auscultadores e vejam a partir dos 11m20s do 1º vídeo que coloquei. O golo é marcado precisamente aos 11m36s.



22 comentários :

  1. Isso das bancadas está trocado. Os golos foram para o lado sul.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lool , é a norte dos que estão na norte :-) negativo+negativo=positivo (sul)

      Eliminar
    2. Eu estive na lateral Sul e tb foi dificil perceber o golo com tanto ressalto, imagina o pessoal a "sul"

      Eliminar
    3. Obrigado pela correção, azueira. Para mim as nossas claques estão sempre na bancada sul... :) Um abraço.

      Eliminar
  2. Pouco depois, vi por aí num blog com pretensões a ser sério, mas lampião (uma espécie de C...na p... a dar os primeiros passos), a afirmação que o Sporting, o presidente, os adeptos, teriam festejado exageradamente a conquista da Taça de Portugal, o que provava que havia uma certa belenezição do clube.

    Retorqui que era tipicamente lampiã a arrogância de decretar o nível correcto de festejo de rivais. E que pelo menos, tínhamos festejado ordeiramente, sem desacatos de assinalar, e sem furtos em armazéns de outros clubes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valdemar, eles sabem lá.

      Ganhámos a competição de forma limpa, contra tudo e contra todos.

      Ganhámos no Dragão, apesar de um penálti mal assinalado a favor do Porto que poderia ter dado o empate. Eliminámos o Nacional, apesar de o árbitro ter expulso incorretamente o Miguel Lopes na 1ª mão. E demos a volta na final de uma forma épica, apesar de uma arbitragem com uma gritante dualidade de critérios. Não era suposto termos ganho a Taça, mas cá está ela.

      E festejámos na nossa casa, sem tendas VIP nem barracadas.

      Que blogue escreveu isso, só por curiosidade?

      Eu lembro-me bem das assistências que eles tinham no estádio quando não ganhavam nada. A maior parte até tinha vergonha de dizer que era do Benfica.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Esta taça é mais do que uma taça, uma nova era no Sporting NÃO uma nova era sem a conquista de títulos, espero que seja o primeiro de muitos.

      Já agora, o que é o termo belenização? para mim neste momento belenização signifca ser prostituta, ser submisso, não ter honra, logo, o nosso Sporting está cada vez mais longe disso, portanto o termo está desatualizado.

      Se é para comparar financeiramente, então que se comece a utilizar estrela amadorização, beira marização, alvercização ou algo do género, também aqui o nosso clube está cada vez mais longe disso.

      Eliminar
    3. Que chatice o Sporting venceu a taça e exagerou nos festejos....é claro que todos nós deviamos era chorar ou então para a coisa ser mais animada deviamos andar todos ao estalo uns com os outros.
      Bonita foi a festa dos lampiões à pedrada uns com os outros...isso é que é festejar mas prontos essa nova moda não pegou no Sporting.

      Só quem lá estava ou quem é adepto do Sporting é que sabe o sofrimento que passou e já por isso esta foi uma das vitórias mais saborosas do Sporting Clube de Portugal.

      Uma equipa que jogou mais de 100 minutos com menos 1 jogador,uma equipa que a menos de 10 minutos do final perdia por 2 golos de diferença,uma equipa que vence um jogo após o prolongamento nas grandes penalidades,e há um blog que acha que os adeptos exageraram...ahahahaha o que eles queriam era ter uma vitória tão ÉPICA como a nossa.

      Eliminar
    4. Taça de Portugal - Sporting Clube de Portugal
      Passado dois dias do êxito do Sporting é altura de reflectir sobre o sucedido no pós-jogo. Antes disso, salientar que não retiro mérito da reviravolta do Sporting no jogo, transformando esta vitória em algo épico que culminou nas grandes penalidades. Grande espírito, muita garra e espectacular vitória, que com todo mérito, levantou o troféu no Jamor.
      Posto isto, o pós-jogo é algo desproporcional, desfasado da realidade e empolado de uma tal maneira que parecia estar em questão o campeonato nacional ou uma final europeia. Digo isto porque um clube "grande" , não festeja Taças desta maneira, não vão ao estádio os jogadores e são chamados um a um ao centro do relvado, não são recebidos na varanda da Câmara Municipal de Lisboa. Com todo o respeito, este tipo de comemorações é para equipas como o Vitória de Guimarães, Académica, Rio Ave, entre outros que conseguem este troféu de 20 em 20 anos ou mais, estas comemorações são típicas dos clubes "pequenos", e neste caso, não critico.
      Agora ver um "grande" a festejar assim, torna-o pequeno, porque um grande está habituado a títulos, e mesmo que não ganhe alguns anos, não é uma Taça de Portugal, que faz mudar as coisas, porque é apenas uma Taça de Portugal. Um grande quer mais. Será que os adeptos do SCP já estão acomodados a este estatuto e festejam taças como de campeonatos se tratasse? Quero acreditar que não, porque neste caso, é caso para dizer, " ganhou-se uma taça, perdeu-se um grande do futebol português". Mete-me alguma confusão ver como os adeptos do Sporting (alguns) festejaram este troféu, e os verdadeiros sportinguistas, aqueles que coabitaram com grandes momentos do seu clube,sabem do que estou a falar, o Sporting merece mais, merece que mesmo nas vitórias, se comporte como um grande do futebol português e não como mais um clube!!!
      Por fim, espero mesmo que tenha sido a sede de títulos que fez exagerar os adeptos do Sporting na hora de festejar, e não adeptos que acomodados ao estatuto menor que têm neste momento, fiquem felizes em ganhar uma taça de 7 em 7 anos.

      in "Blog do Desporto", facebook

      Eliminar
  3. este golo foi qualquer coisa, de longe o que festejei mais efusivamente na bancada. E o futebol é isto. Esta alegria que se sente por um golo tão importante marcado aos 92 minutos, dificilmente se repete com outra coisa qualquer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a loucura. E concordo, as circunstâncias todas que envolveram o jogo, fazem com que uma explosão de alegria destas seja difícil de repetir. Um abraço.

      Eliminar
    2. Para mim este golo fica a par do golo do Miguel Garcia contra o AZ.Se contra o AZ quase
      que partia a mesa de vidro da sala de estar neste último quase que desatava a chorar como um menino.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. É verdade, o golo do Miguel Garcia também é inesquecível...

      Eliminar
    5. O mais perto que tivemos disto nesta última época foi o golo frente ao Benfica em Alvalade.
      Que pena depois aquele balde de água fria tão imerecido.
      Na final da taça aconteceu precisamente o contrário e é por isso que o futebol nos desperta esta imensa paixão.

      SL

      Eliminar
  4. Eu como estava na bancada norte não percebi como a bola entrou e perguntei a quem estava a meu lado e no final do jogo a quem estava na tribuna,sim na tribuna ou nos lugares VIP do Jamor,e ninguém me elucidou como foi o golo.Só através da TV foi possivel entender alguma coisa do lance.

    Eu não vi o ressalto da bola mas sim vi o Montero a encostar para o golo,agora o que me fez mais confusão é que o Montero não festejou e aí fiquei confuso se o golo tinha sido ou não validado.Ele não festejou o golo e parou os festejos do resto da equipa !...
    Depois vi os jogadores do Sporting a virem para o seu lado e a festa nas bancadas já era grande,a festa e a minha emoção.

    Confesso quando o Slimani marcou o golo fiquei com um misto de alegria e angústia.Alegria porque se reduzia a diferença mas angústia porque era a sensação de morrer à beira da praia...se perdessemos por 2-0 aceitava a derrota com mais facilidade,depois com o 2-1 até ao 2-2 foi como se costuma dizer aguenta coração.

    Outra das imagens que não me esqueço foi o grande número de adeptos que aos poucos e poucos foram saindo do estádio vergados a uma derrota pesada.Depois foi vê-los regressar com o golo do Slimani mas mesmo assim havia muita descrença.Com o 2-2 foi o que se viu.Uma festa de arromba.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King Lion, eu nem reparei nos "não festejos" do Montero, senão também teria ficado momentaneamente na dúvida... :)

      Um abraço.

      Eliminar
    2. MdC
      Pois mas eu como estava na bancada norte fiquei confuso com toda a situação.A coisa que me deixou mais descansado foi o fiscal de linha não ter a bandeirinha levantada e correr para o meio campo.

      Eliminar
  5. Estive ali na Norte, não sei bem porquê mas tinha uma crença ...

    Já não tinha voz mas GRITEI-O como nunca FESTEJEI-O em comunhão e chorei, abracei, saltei e até dancei .

    No fim a GLÓRIA tão merecida é algo que nunca irei esquecer .



    ResponderEliminar
  6. Excelentes imagens até aos golos do Sporting, que pena não ter sido possível gravar estes em condições.
    Mas no meio daquele turbilhão de emoções, era quase impossível.

    A loucura apoderou-se de toda a gente no golo do empate.
    Á minha volta fez-se uma clareira e gente que estava a ver o jogo ao pé de mim simplesmente nunca mais os vi.

    Nos penalties senti uma imensa confiança na equipa e uma certeza como nunca tive de que aquela taça já não nos fugia, mesmo depois do Alan colocar os de Braga em vantagem.

    No final, pude ficar a apreciar a festa de todos os que me rodeavam, a emoção era enorme e vi gente com 50 e 60 anos a chorar como crianças e isso meus amigos, não tem preço.
    Vi inclusive um sportinguista ajoelhada a rezar como se estivesse em Fátima, emocionado até mais não e a levar abraços de todos os que estavam à sua volta.

    Foi a minha quarta final de taça e em nenhuma vi o Sporting perder, pelo que me posso considerar um felizardo por star lá no momento certo e poder comemorar as vitórias do nosso clube :)
    Espero poder repetir a dose na próxima época.

    SL
    José

    ResponderEliminar