quarta-feira, 15 de julho de 2015

O efeito Casillas

Compreende-se perfeitamente o entusiasmo que a contratação de Iker Casillas desperta nos adeptos portistas. Não é todos os dias que um jogador com este currículo aceita vir para uma Liga onde infelizmente predominam as bancadas semi-desertas e equipas de fraca qualidade e sem ambição. O guarda-redes é um nome incontornável do futebol europeu desde que assumiu a titularidade do Real Madrid ainda muito novo, e dará uma enorme visibilidade à liga portuguesa em geral e ao Porto em particular.

Enquanto jogada de marketing é indiscutivelmente uma bomba. Não sei se valerá muitas camisolas vendidas, mas ajudará certamente o Porto a conseguir um contrato de patrocínio mais favorável e a vender mais bilhetes de época. 

Desportivamente, não tenho tantas certezas. Deve ser uma opinião consensual a de que Casillas nunca teria saído do Real Madrid se ainda estivesse na melhor fase da sua carreira. Resta saber se estará num nível suficiente que represente a mais-valia que os portistas esperam que venha a ser.

Provavelmente o único caso verdadeiramente semelhante que pode ser usado como comparação é o de Schmeichel, que à semelhança de Casillas veio diretamente de um clube de topo mundial onde era titular, para além de ter conquistado títulos importantíssimos quer ao nível de clubes quer de seleções. Tenho a opinião de que o dinamarquês foi muito melhor guarda-redes que o espanhol, mas também acho que chegou ao Sporting já mais longe do seu auge. A forma física estava definitivamente muito longe da ideal, e a motivação com que veio não seria competitivamente a mais saudável: só lhe faltou dizer que vinha para o Sporting para usufruir de umas férias (bem) pagas.

Mas a verdade é que Schmeichel acabou por ser fundamental para o fim do jejum de 18 anos do Sporting. Não tanto pelo que defendeu, mas sobretudo pelo seu carisma, pela sua liderança e voz de comando que representava para o resto da equipa.

Acredito que Casillas chega bastante mais motivado ao Porto do que Schmeichel ao Sporting, mas será que poderá ser o líder que o Porto precisa? Nomeadamente com o afastamento de Quaresma, a previsível perda de influência de Hélton - depois das declarações que (não) fez de Lopetegui - e a mais que provável saída de Jackson? Por um lado, não me parece que Casillas tenha perfil para isso, mas por outro não podemos ignorar que vem para uma equipa carregada de espanhóis que cresceram a admirá-lo. E Lopetegui não se importará seguramente de entregar a Casillas um papel de grande relevância dentro do balneário.

Não me parece que o desconforto demonstrado por Hélton relativamente a Lopetegui venha a constituir um problema para o clube. Duvido que o brasileiro tenha neste momento uma grande influência junto dos colegas, atendendo que praticamente todos os jogadores do plantel entraram no clube já com Lopetegui como treinador. Para além de Hélton, apenas Alex Sandro, Maicon, Herrera, Quintero e Varela vêm de trás.

A questão mais discutível é a financeira. É verdade que o Real Madrid comparticipa uma enorme percentagem do salário do jogador, mas para que alguém justifique um custo salarial de 5M na liga portuguesa precisa de garantir muitos pontos. Olhando para os golos sofridos pelo Porto na época passada - 13 golos sofridos em 34 jogos, poucos dos quais terão sido responsabilidade dos guarda-redes - parece uma tarefa bem difícil que Casillas (ou qualquer outro guarda-redes, na realidade) consiga contribuir para uma melhoria significativa desses números. E como em qualquer outro investimento considerável, há que considerar o custo de oportunidade: o (muito) dinheiro gasto no salário de Casillas poderia ser usado na contratação de um ponta-de-lança de valor indiscutível que ajude a esquecer Jackson. Se bem que, atendendo ao arrojo dos dirigentes portistas no ataque ao mercado, uma coisa provavelmente não impedirá a outra. Mas essa é uma questão para outro post.

Mas questões desportivas e financeiras à parte, sendo eu um adepto de um clube adversário do Porto, não posso deixar de admitir que esta contratação é muito positiva para o futebol português. Jogadores deste nível nunca serão demais.

37 comentários :

  1. O Porto tem agora uma folha salarial de 10 milhoes de € brutos pelos guarda-redes no plantel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sobra? Hélton, Fabiano, Andrés Fernandez, Gudiño, Ricardo, Kadu, e Bolat, certo? Para além do Fabiano foi emprestado mais algum?

      Eliminar
    2. Der Mann, penso que o Casillas recebe do Porto, 5milhoes "limpos" por época, esse valor que referes tem que ser superior.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. Belfodil os 5M€ são brutos :)

      Ele ganharia 24M€ nas próximas 2 épocas no RM, assim sendo o RM pagou-lhe 14M€ e o FCP pagará os restantes 10M€ durante as próximas 2 épocas ... adicionalmente o RM ficou de pagar a diferença entre os impostos que serão pagos em portugal (sobre os 10M€) e o que seria pago em Espanha ... resumidamente o RM pagou e bem para se ver livre do Casillas.

      Eliminar
    6. Ok, sendo assim faz sentido então os 10 milhões por todos os guarda-redes.

      Não deixa de ser curioso a relação do RM-Porto:
      - Casillas, toma lá 14 milhões e vai para o Porto
      - Queremos o Casemiro, tomem lá 7.5 milhoes(diz que pode ir até aos 15)
      - Tomem lá 31 milhões pelo Danilo e tragam-no cá para o ano.

      Assim à primeira vista, este RM, parece uma instituição de caridade dirigida para o Porto.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Para mim, a pergunta que se impõe é: 'Então e o Antero Henrique?'

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vende. Aliás qualquer polémica para aquelas bandas não vende jornais nem traz audiências, isto costuma ser demonstrativo da dimensão dos clubes. Olha-se também para as capas dos jornais, a bem ou a mal, vê-se qual é o clube que vende mais.

      Eliminar
    2. Acho que é mais por outro lado: noticias sobre o Casillas não trazem o risco de ossos partidos ou ameaças morte.

      Se, um dia, o Pinto da Costa for preso, contratam o Messi.

      Eliminar
    3. História engraçada sobre o Antero: no dia a seguir à polémica ter estalado, escrevi um tweet sobre o facto de O Jogo se ter "esquecido" de referir na capa que o Antero era arguido. Quem me responde pouco tempo depois? Um subdiretor do JN, a dizer que só nos meus sonhos é que o Antero tinha sido constituído arguido... bem, vejam a conversa... :)

      LINK

      Aquele caso deve estar a incomodar muita gente lá por cima...

      Eliminar
    4. Mestre, isso dava direito a post. Estes tipos esquecem-se que o que espetam na net fica para sempre. Mais um "isento".

      Eliminar
    5. O JN é parceiro do Porto, abertamente... a isenção nos temas da bola fica na gaveta. :)

      Eliminar
    6. É giro olhar para a lista dos parceiros premium do Porto: JN, Doyen, Gestifute...

      LINK

      Eliminar
    7. Troca fantástica de tweets, Mestre. Estou com o belfodil, é material de post. Se esse Daniel Pontes não fosse do porto, passava bem por um dos trolls residentes do blog...

      Eliminar
    8. Mestre, cuidado, não te vá um dia destes aparecer um macaco à porta de casa :))

      SL

      Eliminar
    9. Curiosamente ainda não me respondeu ao último comentário que fiz... deve estar de férias. :)

      Eliminar
  4. "Tenho a opinião de que o dinamarquês foi muito melhor guarda-redes que o espanhol, mas também acho que chegou ao Sporting já mais longe do seu auge."

    Mestre, tenho outra opinião, Schmeichel veio no auge da carreira, campeão inglês e campeão europeu. Acho que até foi a das épocas(98/99) em que ele fez mais jogos pelo MU. Grande contratação do Sporting e umas das peças fundamentais para o titulo. Não consigo ver o Casillas a ter a influencia que ele teve. Sejamos sinceros, um era um autentico Boss, o outro(Iker), epah, meu rico Helton.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a dizer que o Schmeichel era pior que o Casillas quando cá chegou, apenas que a distância para aquilo que ele já tinha sido era maior. De qualquer forma, é como dizes, o Schmeichel era um patrão ultra-carismático e que não admitia que ninguém se desconcentrasse em campo.

      Eliminar
  5. Pelos valores que são esta contratação é completamente injustificável. A do Casillas e a do Maxi (16M por 4 anos?). São valores insustentáveis para a realidade portuguesa. Para além de que a baliza do Porto não estava nada mal servida.

    Muito curioso para ver onde a realidade financeira do Porto vai dar...

    E se "têm" esse dinheiro podiam tê-lo aplicado muito melhor, na minha opinião.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Keep calm... os 4 milhoes(que pode chegar até 6) brutos é que está a rebentar com o futebol portugues.

      #all_in
      #Obiang
      #dinheiroDeSangue
      #AnaGomesContinuasAserUmaVaca
      #oDinheirodosrussoseDosAsiaticosEdinheiroLimpo

      Eliminar
    2. Concordo. Mas lá está, acho que ainda vão estourar mais 4 ou 5 milhões em salários num ponta-de-lança - para além do Casillas, Maxi, Adrian e Tello. De onde vem o dinheiro? Doyens e afins, suponho. Mas isso vai ter um custo muito pesado no futuro. Escreverei sobre isso amanhã.

      Eliminar
    3. Mestre sabemos bem como são estes fins de festas. É recuar uns aninhos e ver o que foi o pós-Duque depois das equipas de craques. E não acredito nas boas intenções da Doyen em ajudar o Porto, têm de haver custos bastante elevados para estes brilharetes.

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    6. Não há almoços grátis, PM... tão simples quanto isso.

      Eliminar
  6. Atenção que o argumento de que o Porto está a viver acima das suas possibilidades, cai um pouco por terra pelo facto de que só em 2 jogadores facturaram 66 milhões de euros. Fora tudo o resto que vao facturando com "excedentários".
    E isto é algo que vai acontecendo com certa frequência de ano para ano.

    Ora, a confiar nesses valores, acho até normal que o Porto invista parte desta quantia, na sua equipa de futebol.

    O que não acho normal é ver um clube a orgulhar-se do seu toque de Midas e depois andar em "contenção", apresentando resultados financeiros apenas razoáveis e que não espelham essa mesma capacidade impar de facturar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. J. isso seria verdade se o Jackson já tivesse sido vendido ... algo que pelos vistos ainda não foi :).

      Eliminar
    2. Mas mesmo que seja vendido, jogadores de classe mundial cujo passe é detido maioritariamente pelo Porto são uma espécie em vias de extinção. E esse será o grande problema do Porto nos próximos anos.

      Eliminar
    3. E entraram os 66M nas contas do Oporto?

      Mesmo dando como certo que o Jackson já foi transferido. Alguém avise o atlético de Madrid...

      Eliminar
    4. Dos 31M€ do Danilo pelos vistos só entraram 23M€ :) ... quase que não dava para cobrir o preço de aquisição.

      Seria engraçado os adeptos Portistas verificarem qual o valor pago em intermediações na aquisição e posterior venda do Danilo!

      Eliminar
    5. Entraram 26,5. Isso ja foi verificado

      Eliminar
  7. Caro Mestre,

    É inegável que o Schmeichel veio numa situação de pré-reforma (quem não se lembra dum jogo em que o nosso redes não subiu ao relvado para fazer o pré-aquecimento? Ou ver recente entrevista com o Nuno Santos que confidenciou que o gigante dinamarquês se tinha recusado a dar umas corridas no mato), mas julgo que a motivação competitiva era boa, porque o Sporting desde cedo que se posicionou na disputa do 1º lugar e o entusiasmo à volta da possibilidade de ser quebrado um jejum de 18 anos seguramente que contagiou o nosso guarda-redes, como contagiou os restantes jogadores.
    Quanto a defesas importantes, o jogo da taça de Portugal na luz é inesquecível, e lembro-me bem do jogo em casa contra o FC Porto, em que Schmeichel foi importante para segurar o resultado numa fase em que o Porto carregava fortíssimo na nossa baliza.
    Casillas tem uma excelente folha de serviços mas está longe de me causar o entusiasmo que Schmeichel causou ou que, na atualidade, apenas Buffon, Petr Cech ou Neuer me causariam.
    SL

    ResponderEliminar
  8. aquilo que um redes do porto tem de ter nas provas nacionais que é o 1X1, defender gajos isolados nas costas da defesa, isso o casillas não tem.

    sair a jogar desde a defesa que era uma das coisas que o lotopegui não desistiu de fazer também vai mostrar as limitações do redes.

    qual a utilidade de casillas no porto quando tinham bons redes? nennhuma.

    ResponderEliminar
  9. Continuam os movimentos dos clubes satélites do Mendes para as grandes negociatas e lavagens de dinheiro !...

    http://www.marca.com/2015/07/15/futbol/equipos/valencia/1436942157.html

    ResponderEliminar