segunda-feira, 20 de julho de 2015

Ponto de situação do plantel

Depois de terem sido fechadas três contratações nos últimos dias e após ter sido feito o anúncio dos convocados para o estágio na África do Sul, parece-me um bom momento para fazermos um ponto de situação do plantel do Sporting.

Guarda-redes: Rui Patrício, Marcelo Boeck e Azbe Jug

Partindo do princípio que Rui Patrício não sairá, a incógnita em relação aos guarda-redes passa por saber qual será o papel que Azbe Jug terá no plantel. Será que está pronto para ser o nº 2 após três anos e meio de utilização quase nula em França? O mais provável é que o esloveno acabe por transitar para a equipa B no final da pré-época. Depois de um ano a jogar, estará seguramente pronto para assumir o lugar de nº 2 - não esquecer que o contrato de Marcelo termina no final desta época.

Defesas direitos: João Pereira, Esgaio

A ausência de Miguel Lopes acaba por não surpreender atendendo às notícias insistentes de um possível empréstimo. Quer João Pereira quer Esgaio parecem-me dois jogadores que têm mais para oferecer ofensivamente do que defensivamente, o que faz sentido atendendo ao papel que Jorge Jesus gosta de atribuir aos seus laterais. Creio que estaremos um pouco pior do que estávamos com Cédric.

Defesas centrais: Paulo Oliveira, Ewerton, Tobias Figueiredo, Rúben Semedo, Naldo e Ciani

A lesão de Ewerton e a pouca experiência das alternativas levaram à contratação de Naldo e Ciani. Não conheço os jogadores nem faço ideia de quais serão os seus pontos fortes e fraquezas, mas se Jorge Jesus conseguiu fazer de Jardel um parceiro de defesa fiável para Luisão, estamos conversados em relação à capacidade que tem para criar centrais competentes - nomeadamente para o nível de competição que encontrarão em Portugal.

Espero que Tobias Figueiredo seja emprestado a outro clube da I Liga poucos dias antes de a janela de transferências fechar.

Rúben Semedo foi incluído na convocatória, mas segundo o que se tem escrito estará a ser testado mais para a posição de médio defensivo. Como defesa central, sendo tantas as alternativas, parece ter o caminho completamente bloqueado.

Defesas esquerdos: Jefferson e Jonathan Silva

Aqui estamos bem servidos e não há motivos para mexer. Será o ano da explosão de Jonathan?

Médios defensivos: William e Rosell

Com a lesão de William, arranjámos um problema para esta posição. Não me parece que se justifique a contratação de um jogador para os dois meses de competição em que William estará ausente, pelo que entre Rosell, Adrien, Wallyson ou - quem sabe? - Rúben Semedo terá que se arranjar uma alternativa que dê para os gastos.

Médios centro: Adrien, João Mário, Wallyson e André Martins

Assumindo que Adrien não será vendido, esta posição tem bastantes alternativas de qualidade. André Martins poderá não ficar no plantel, já que está a entrar no último ano de contrato.

Extremos: Carrillo, Capel, Gélson Martins, Carlos Mané e Iuri Medeiros

A renovação de Carrillo é para mim a primeira prioridade dos assuntos a resolver. Depois da esperada saída de Nani, seria preocupante não podermos continuar a contar com o peruano. Gélson parece estar a ser a revelação da pré-época. A permanência de Capel surpreende-me, já que me parece que não tem muito mais para oferecer à equipa e tem um salário demasiado elevado para o rendimento dos últimos dois anos.

Pontas-de-lança: Slimani, Montero, Tanaka, Bryan Ruiz e Teo Gutierrez

Cinco jogadores, dos quais apenas o argelino é um verdadeiro 9. Seria importante ter outro jogador com características semelhantes às de Slimani no plantel. Em relação ao lugar de segundo ponta-de-lança, não faltam alternativas. Aliás, são tantas que faz com que seja provável que Tanaka acabe por não ficar no plantel.

De fora: Miguel Lopes, Sarr, Slavchev, Labyad, Viola, Wilson Eduardo

Se a ausência da convocatória de Sarr, Slavchev e Wilson Eduardo não surpreendem, havia alguma expetativa em relação ao que Labyad e Viola poderiam mostrar a Jorge Jesus. Miguel Lopes e Viola já tinham o handicap de serem jogadores caros cuja eventual venda terá que ser repartida com outras entidades. Labyad será a maior desilusão, caso a sua ausência da convocatória não tenha a ver com questões físicas.

Aposta na formação?

Até ver, Esgaio, Rúben Semedo, Wallyson, Iuri Medeiros e Gélson Martins estão na luta por um lugar no plantel. Palhinha lesionou-se mas estava a ser uma das figuras da pré-época. E não faltará muito tempo até que Matheus Pereira tenha a sua oportunidade. A aposta na formação está boa e recomenda-se.

19 comentários :

  1. Bom resumo MdC o qual subscrevo!

    Com o possível 4-4-2 teremos médios a mais parece-me, sobre a defesa acho que o JP substituirá bem o Cédric (espero que tenha evoluido um pouco nos centros :) ... e esteja mais "controlado" afinal de contas vai jogar no SCP).

    Sobre os alas não compreendo a insistência no Capel ... parece-me me óbvio que o jogador tem outros planos.

    Vamos ver como vão ser agora as vendas e os empréstimos ...



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sérgio, sem dúvida que se o JP conseguisse melhorar esses dois aspetos seria uma excelente adição ao plantel... Um abraço.

      Eliminar
  2. Mestre,

    Bryan Ruiz não é ponta de lança.
    Tem mais caracteristicas de 10 de que de 9.

    Em relação a defesas direitos acredito que deves ter bebido qualquer coisa antes de escrever esse paragrafo para dizer que ficamos pior que Cedric. Então um jogador que a única opção que nos dava era chegar à linha e mandava uns cruzamentos, quase todos maus, era bom?
    Se estavas a falar defensivamente, então ok, já estava num nível bastante bom, mas ofensivamente era mau. Tanto João Pereira como Esgaio são bastante superiores ofensivamente a Cedric e JJ irá trabalha-los defensivamente, portanto não estou preocupado com essa vertente, pelo que poderás alterar esse teu parágrafo para...."vamos ficar bastante melhor".

    Em relação aos outros não tenho nada a acrescentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, estou a ver a vinda de Ruiz menos para extremo e para jogar mais como apoio ao PL. Mas vamos ver onde será utilizado.

      Em relação aos defesas direitos, não vejo que o João Pereira e o Esgaio cruzem melhor que o Cédric... aliás, esse era um dos grandes problemas do João Pereira na primeira passagem pelo Sporting.

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Boas MdC,

    Gostava imenso que JJ apostasse no Matheus Pereira, vejo ali um diamante em bruto.
    Slavchev tem o que JJ gosta para o meio campo... Estranho a sua ausência. Tobias, Esgaio, Tanaka e André Martins estão a mais.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me parece que se beneficie o jogador queimando etapas.
      Em chegando a taça dos carteiros, nada me surpreende que tenha oportunidades, se...
      Não podemos esquecer que o jogador tem vindo a treinar com os A's, pelo que vai ganhar um andamento que, depois nos B's, terá que evidenciar. A ver vamos.

      Eliminar
    2. Acredito que o Matheus venha a ter oportunidades ainda durante a época... começando a ganhar rodagem na B e se corresponder às expetativas, trabalhando-se os principais defeitos, não tardará a ser chamado pela equipa principal. Um abraço.

      Eliminar
  4. Patrício
    J Pereira P oliveira Cianti Jefferson
    william adrien
    carrillo Ruiz
    Teo Mitroglou

    ResponderEliminar
  5. joao mário entra na equipa enquanto william está no estaleiro. Espero que dos 2 centrais contratados haja um que se aproveite

    ResponderEliminar
  6. Acho que o Slimani irá sair. Com a possibilidade da entrada do Mitroglou, não haverá espaço para tantos bons jogadores e parece que a contratação do grego é uma possibilidade fortíssima, visto o que ele escreveu na página do facebook.

    Relativamente ao resto, acho que deveríamos continuar a procurar alternativa ao William. Se de facto o JJ quis o Danilo, então é porque não haverá lugar para o Rosell. Na posição DD, aquando da contratação, não assumi que João Pereira viesse para ser titular, mas ao que parece será mesmo e acho que será uma das nossas maiores lacunas, visto que ele defende pouco e mal. Relativamente aos centrais, vi algumas coisas do Naldo e pareceu-me ter qualidade. O Ciani desconheço completamente. Aquilo que eu desejo é que nenhum deles seja um César.

    Estou bastante confiante para a nova época. Acho que precisamos de mais 1 ou 2 reforços e o plantel fica fechado e pronto para atacar a nova época. Temos juventude, experiência, mas principalmente muita qualidade. Dá-me prazer só de imaginar uma dupla Montero/Teo na frente de ataque.

    PS; Mestre, esclarece-me uma dúvida. No sorteio do play-off o Sporting poderá apanhar algum tubarão ou será cabeça de série?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda está por decidir... se shakhtar E ajax passarem a 2a pré-eliminatória não somos cabeças de série...

      Eliminar
    2. Porquê Teo/Montero?
      Acho que temos de ser sensatos e ver que não irá nenhuma alteração ao 11 inicial (no início da época) sem contar com as saídas do plantel e lesoes.
      O JP entra pro Cedric, Ruiz para o lugar do Nani, o Ciani para o Ewerton bem como alguem para o lugar do King.
      Não faz sentido tirar o nosso maior matador (Sli) quando ele tem tudo para marcar o dobro dos golos esta época, visto o nosso futebol passar a ser um jogo de passe para o pé e jogadas terminadas com um simples encosto para o fundo da baliza.
      Se calhar não logo nos primeiros jogos, mas depois disso temos tudo desde potencial até qualidade para executar este futebol na perfeição.

      Eliminar
    3. Valha a verdade que, cabeça de série ou não, venha o diabo e faça a escolha. Mas, é evidente, há adversários "mais incómodos" que outros...
      O que tenho como certo é que a equipa, se realmente é candidata a campeã, tem que entrar sem complexos e para ganhar aos 2ºs, 3ºs, o que for, classificados de outros campeonatos, por mais competitivos que sejam.

      Eliminar
    4. Lion discordo totalmente. Se formos cabeça de série evitamos jogos com Valencia, Man Utd, Leverkusen, Lazio e Shakthar/Ajax...

      Eliminar
  7. Parece-me bem que o Labyad se ponha a mexer. Dá-me ideia que o que ele quer é sol, putas e vinho verde. Como Portugal só lhe oferece Sol em parte do ano e o resto não é compatível com o Sporting, vai ter de se pôr a andar.

    Tenho pena do Viola, mas se o treinador acha que não se enquadra no sistema que ele quer implementar teremos de aceitar.


    Coloquei um comentário nesta notícia do Rascord (http://www.record.xl.pt/futebol/nacional/1a-liga/sporting/detalhe/mario-rui-ciani-e-fisicamente-fora-do-normal-963523.html) a dizer que achava irónico a forma como injectaram a martelo na peça a referência que o Mário Rui foi formado no Benfica quando fez a esmagadora maioria da sua formação no Sporting (6 anos para época e meia), mas claro que o meu comentário não foi aprovado ao invés da merda de comentário que lá está publicado. LOL

    ResponderEliminar
  8. Só um comentário, penso que quem vai jogar a defesa direito vai ser o Esgaio. O Mitroglou se vier, o Slimani com muita pena minha vai embora, espero estar enganado. No lugar do WC , penso que o jesus ainda se encontra a testar algumas opções, mas se não encontrar, no jogo da supertaça joga o Adrien.

    ResponderEliminar
  9. A grande incognita prende-se com a alternativa viavel ao W.Carvalho... os esquemas tacticos do JJ limitam-se ao mesmo: 4-1-3-2, com 3 medios ofensivos muito subidos e 2 P.Lança. Ou a equipa é muito solidária ou corremos o risco de ter um medio defensivo muito exposto. Gosto muito do Wallyson e pode ser a grande surpresa do 11 do JJ. O Rossel, na minha opinião, não tem "rotação" suficiente para a posição (pra mim um 'flop').

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O J nunca meteu as suas equipas a jogar em 4-1-3-2, mas sim em 4-4-2 em que um dos médios sobe menos porque tem menos capacidade técnica, e o outro faz o que bem lhe apetecer pois é pau para toda a obra. Apenas com Matic o Benfica jogou com 2 MC com muita capacidade técnica. Não vai ser agora que vai mudar esta forma de jogar, pois toda a sua estrutura técnica sabe bem como meter cada jogador a jogar da forma que querem neste sistema.
      No máximo poderá jogar com 2 médios mais posicionais tal como fez no ano passado quando veio a Alvalade para segurar o jogo. Felizmente no outro clube tinha 2 toscos a jogar à bola e isso não foi suficiente, mas na 2ª mão da pré-eliminatória do playoff isso poderá ser um sistema bastante válido, bem como nos primeiros jogos do campeonato em que as pernas vão abaixo mais rapidamente

      Eliminar