terça-feira, 11 de agosto de 2015

E o prémio "Aziado da Semana" vai para...

... oh, atenção, temos um empate no 1º lugar da votação:

Jorge Baptista, pelas muito profissionais declarações feitas momentos antes do jogo de domingo...

via canal ContraAMentiraDoFutebolzinhoPortuguês

... e Miguel Amaro, pelo magnífico texto que escreveu na ressaca da vitória do Sporting! (nota: o destaque a negrito em determinadas partes do texto é da minha responsabilidade).


O CÉREBRO GANHOU CONTRA O MEDO

No post anterior (este) antecipei que JJ ia ganhar Supertaça. O meu tiro era certeiro, claro, pois foi baseado nas declarações do treinador do Sporting, ou seja, ele ganharia sempre.
Venceu o Sporting mas não me parece uma vitória de um treinador cerebral. Ganhou porque foi melhor equipa, jogou mais, entrou para vencer. Isto frente a um adversário mais fraco, individual, coletivamente e com muito menos atitude, vontade de vencer, chamem-lhe o que quiserem, e era aqui que queria chegar pois o jogo revelou que JJ se enganou nas declarações anteriores à Supertaça.
O Benfica não está igual ao do seu tempo, como Rui Vitória mostrou em termos táticos. No entanto, revelou algo do seu antigo treinador, algo que o Benfica de JJ mostrava quando defrontava adversários mais poderosos: medo. Nesse aspeto, infelizmente para os adeptos encarnados, as águias não mudaram, apesar de terem trocado de treinador.
De resto, fiquei também desiludido com JJ no final do jogo. Pensei que o mestre da tática nos ia explicar a todos que o golo do Sporting nascera de um lance imaginado por si. O disparo de Carrillo a desviar em Teo pensei que fosse uma jogada de laboratório preparada durante a semana. Afinal não foi, a jogada foi mesmo fortuita.
Além de o Sporting ter sido melhor e de ter merecido vencer, ficam duas notas negativas neste jogo, ambas por parte da equipa de arbitragem. O auxiliar anulou um golo limpo aos leões - algo que JJ ficou a saber logo de seguida e "atirou à cara" do 4º árbitro - e Jorge Sousa não considerou penálti uma falta clara de Carrillo sobre Gaitán. Imaginem, estimados leitores, o que seria com a situação ao contrário: o Benfica a vencer por 1-0 e o árbitro não assinalar uma grande penalidade clara a favor do Sporting. Nem quero imaginar...
Como aperitivo para a época a Supertaça foi um bom jogo. Provou o anunciado por JJ: a Liga vai mesmo ter três candidatos. Concordo com esse aspeto mas discordo no seu mote: o Sporting é candidato ao título porque tem boa equipa. Juntou à base da época passada craques como Teo, Ruiz e Aquilani e ainda tem João Pereira no lugar de Cédric, por exemplo. Ou seja, os leões estão com muitas soluções e assim é mais fácil lutar pelo título mas estaria na corrida fosse Leonardo Jardim, Marco Silva ou Manuel Machado o treinador, naturalmente é candidato com JJ.
Por último, uma pequena nota. JJ guardou uma substituição para os últimos 30 segundos. Compreendo estas manobras quando uma equipa mais pequena está a conseguir um resultado positivo contra outra maior. Quando a equipa mais forte, a que tem melhores jogadores, está a vencer e até a dominar já não consigo entender. Ou melhor, não entenderia se fosse Guardiola ou outro dos super treinadores do mundo a fazer uma substituição assim. Sendo feita por um técnico que passou quase 20 anos em clubes pequenos até consigo entender. Há coisas que nem o tempo mudam e a essência é uma delas.
P.S. Antes que apareçam os comentários do costume, a chamarem-me lampião com azia ou algo do género, deixo aqui um aviso a quem não me conhece. Não sou adepto de nenhum dos três grandes, por isso, era-me completamente indiferente o vencedor da Supertaça. Na época passada gostei da vitória do Sporting na Taça de Portugal pois os leões eram treinados por Marco Silva. Eu, como outros estorilistas, sou "Marcosilvista" e fico satisfeito com os seus triunfos. E por ser fã do antigo treinador do Estoril considero que o Benfica cometeu um erro na escolha do técnico para esta época, embora também simpatize com Rui Vitória. O tempo nos mostrará se os encarnados não ficavam mais fortes com o ex-técnico do Sporting. Não porque seria uma vingança para com o rival mas por Marco Silva ser melhor treinador do que os dois que disputaram esta Supertaça.


De Jorge Baptista não há muito a dizer: falamos de um comentador de quem se podem esperar as maiores cambalhotas possíveis no discurso. Relembro, por exemplo, a forma como apelou à chamada de Rúben Neves à seleção, usando de forma totalmente oposta o argumento a que recorrera quatro meses antes para defender a exclusão de Adrien Silva do Mundial 2014. (LINK).

Pois bem, Jorge: ganhámos, vibrámos (será assim um pecado tão grande celebrar um título e uma vitória sobre o rival de sempre?), mas euforias como se tivéssemos ganho a Champions? Eu pessoalmente não tive conhecimento de quaisquer festejos no Marquês nem de nenhuma massa humana a deslocar-se ao estádio para receber a equipa e o novo troféu. Os sportinguistas comportaram-se como se comportariam os benfiquistas - agora mais habituados a conquistas de títulos - se a vitória tivesse caído para o outro lado.

Por outro lado, já não se pode dizer que Jorge Baptista se esteja a comportar da forma que a sua posição deveria exigir, ao utilizar uma linguagem rasteira e insultuosa para com todos os sportinguistas. Devia ter vergonha na cara.

Quanto a Miguel Amaro, acho graça que diga com tanta certeza que Marco Silva seja assim tão melhor treinador que Jorge Jesus. É que até ver os onzes de que um e outro dispuseram não são assim tão diferentes: Cédric é melhor que João Pereira (na minha opinião, claro), Naldo ainda não demonstrou ser melhor que Ewerton, Nani é Nani e Bryan Ruiz, sendo evidentemente um jogador de enorme classe, nunca conseguiu na sua carreira atingir o melhor patamar competitivo do português, e Teo ainda não revelou as qualidades que o levaram a ser contratado. E ainda há esse pequenito pormenor da lesão de William Carvalho.

Mais: Jorge Jesus tem pouco mais que um mês de trabalho - e com grande parte do plantel a chegar já com a pré-época em andamento. Num período de tempo muito reduzido, é seguro dizermos que Jesus conseguiu pôr a equipa a fazer coisas que o Sporting de Marco Silva nunca conseguiu ao longo de toda uma época, mas se quisermos fazer comparações mais justas talvez seja sensato esperar mais uns meses.

Se Miguel Amaro, jornalista, é assim tão Marcosilvista ao ponto de desejar de forma tão transparente as derrotas do Sporting e de Jorge Jesus (o que nem é compreensível em relação ao treinador, que nada teve a ver com o processo de despedimento de Marco Silva), se calhar é melhor abster-se de comentar direta ou indiretamente os resultados do Sporting. Porque não dedicar-se mais ao campeonato grego? Talvez lhe faça melhor à saúde. Mas o essencial em tudo isto é que Miguel Amaro deveria saber que é indiferente ser-se parcial por ser benfiquista, portista ou sportinguista, ou por ser marcosilvista ou jorgejesusista. Jornalista não deve ser parcial, ponto. E muito menos deixar que essa parcialidade afete de forma tão visível o seu trabalho.

39 comentários :

  1. Mestre, depois de 2 anos de ataques constantes ao presidente do Sporting com quase 0 efeito, eis que agora se virão para o anti-cristo 2(Jorge Jesus).

    Os 2 últimos troféus em Portugal foram conquistados pelo Sporting, a dor começa a ser cada vez mais intensa e pelos visto já chega ao ponto de um comentadeiro "isento" ofender os adeptos do Sporting.

    #lidem

    ResponderEliminar
  2. Esse fuínha fala tanto em esquinas, pode ser que um dia ao virar uma, tenha um azar qualquer e acabe a apanhar os dentes do chão com os dedos partidos.

    ResponderEliminar
  3. O "jornalista" Miguel Amaro deveria ter tido o cuidado de deixar passar mais uns dias antes de regurgitar esta espécie de texto pois assim talvez não lhe tivesse fugido a boca para a verdade quando escreveu esta frase: "(Rui Vitória) revelou algo que o Benfica de JJ mostrava quando defrontava adversários mais poderosos: medo." Obrigado e estamos cá p'ra mais! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Chirola... sem querer acabou por elogiar o Sporting e Jesus. É o que acontece quando se deixa a azia controlar a atividade cerebral.

      Eliminar
    2. ia comentar a mesma coisa

      é mesmo tótó :-)

      mário almeida

      Eliminar
  4. http://www.dn.pt/desporto/interior.aspx?content_id=1488848

    Trata-se do mesmo espécimen, certo?

    ResponderEliminar
  5. Eu sempre disse que na supertaça jogávamos contra os hipócritas . Resultado final foi Hipócritas 0 – SPORTING 1. Na próxima 6º feira começa o campeonato e vamos ter que jogar em cada jornada deste campeonato contra 2 equipas. A equipa adversária e a equipa dos Hipócritas. Próximos jogo Tondela + hipócritas – SPORTING. Se o Sporting começa a ganhar ……. Vai cair a mascara a muito hipócrita . Esperemos para ver……

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, já antes do jogo eu tinha dito que tínhamos que ganhar.

      O troféu tinha um significado especial, o de derrotar uma tropa de imbecis, desleais, avençados, hipócritas e filhos da puta em geral que esperavam de facas afiadas.

      Mas o que eu sei é que ter o mundo inteiro contra uma equipa é receita para o sucesso dessa mesma equipa.

      Ou muito me engano ou esta onda de inimigos (rivais não são para aqui chamados) vai ter o efeito oposto, o de unir jogadores, equipa técnica e dirigente e adeptos em torno do clube.

      Contra tudo e contra todos, costumam aparecer as vitórias.

      Mais um planeta alinhado.

      Eliminar
  6. No texto do Amaro eu escrevi:

    "Na peida.

    Na peida de lampionagem e de comentadeiros, passe o pleonasmo.

    Na peida"

    Comentário que ficou imediatamente visível, mas foi, posteriormente apagado.

    Cada escriba Record tem regras diferentes para aceitar comentários aos textos. Uns só depois de aprovação, outros aprovam logo mas apagam depois.

    Seja como for, o mentecapto leu. E isso dá-me gozo.

    Ao Jorge Baptista, jornalista que até considerava sportinguista, mas isento, porque nunca era abertamente pró-Sporting, verifico agora que tem a mão de alguém pelo cú acima, qual fantoche humano. Não sei como nem particularmente quem. Mas o clube é óbvio.

    E como ex-estudante de jornalismo, posso afirmar que são ambos maus jornalistas.

    No outro dia alguém dizia que nos dias de hoje já não seria possível que a Supertaça portuguesa ostentasse o nome de algum jornalista honrado.

    Ninguém imagina a Supertaça Miguel Amaro, Supertaça Jorge Baptista, Supertaça Joaquim Rita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah... supertaça Joaquim Rita... talvez quando o Vieira for presidente da FPF. :)

      Eliminar
  7. Eu voto no Baptista. Atribuir a culpa da derrota do SLB ao Jesus e a da vitória do SCP a... ninguém, é um contorcionismo aziado inultrapassável. Quanto aos insultos do Baptista... já deve ter percebido que não vai ser possível continuar a ganhar a vida com certas teorias.

    Os bois tinham ficado calados com a reviravolta na Taça de Portugal. Agora, estrebucham que nem porcas à vista da mesa de desmanche. Chiem para aí, hienas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enganei-me, queria dizer que o meu voto vai para o Miguel Ramos

      Eliminar
  8. De certa forma isto até é bom.

    Estão desesperados. Andaram dois anos a massacrar um "garoto" recém chegado ao futebol e vêem o tipo a ganhar os dois últimos troféus disputados no futebol português, a recuperação financeira do Sporting, um envolvimento fantástico dos sportinguistas com recordes de gameboxes vendidas e assistências em Alvalade, uma grande equipa em formação, jovem, com um potencial tremendo quer em termos futebolísticos quer de valorização de activos. Entretanto os outros andam com equipas velhas, sobrevalorizadas, caras, mal dirigidas e com os activos empenhados a terceiros.

    Se tiveram pouca sorte com o "garoto" não lhes auguro grandes perspectivas com a tentativa de assassinar o carácter do Jorge Jesus, pelo menos perante quem conta, os Sportinguistas. Tal como para o "garoto", para Jorge Jesus estes dementes são para serem comidos de cebolada ao pequeno almoço.

    Eles que continuem a distribuir gelados para as testas dos 245782 biliões. Nos continuamos o nosso caminho. O regresso d'O Crónico!

    SPOOOOOOOORTING!

    ResponderEliminar
  9. Relativamente ao golo, a forma como a bola entrou é fortuita, obviamente, mas a jogada não o é.

    Antes do remate do Carrillo, o Sporting trocou a bola 11 vezes de pé para pé e com a mesma a passar por 9 jogadores diferentes (só João Pereira e Slimani não participaram). João Mário - Patrício - Naldo - Ruiz - Adrien - Jefferson - Naldo - Oliveira - João Mário - Carrillo - Teo - Carrillo - golo

    Desafio qualquer um a encontrar uma sequência de 11 passes seguidos do Benfica ao longo dos 90 minutos.
    O desvio do Teo é fortuito, a jogada não é. E tem, claramente, o dedo do Mestre.

    Dá para ver a jogada completa no link abaixo, a partir do minuto 8:08.
    https://www.youtube.com/watch?v=IDDC5SWiu1s

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A reacção do Palmelão, eheh, alguém que comece a fazer uma colectânea de gifs do Octávio para no fim enviar para os comentadeiros "insentos".

      https://youtu.be/IDDC5SWiu1s?t=8m58s

      Eliminar
    2. Fizemos por merecer a sorte que tivemos no golo, Trovador. E nessa altura já devíamos estar a ganhar por 1-0 e a jogar contra 10...

      Em relação ao Octávio, gosto da forma agregadora como se tem apresentado. Nota-se que teve prazer no regresso ao clube e já se começa a notar que será extremamente útil. Não tem medo de dar o corpo às balas, o que será ótimo para salvaguardar presidente e treinador.

      Eliminar
  10. Incham porcos aziados. E "calimero" és tu, meu fdp.

    ResponderEliminar
  11. Incham porcos aziados. E "calimero" és tu, meu fdp.

    ResponderEliminar
  12. O aziado da Sic Notícias também foi nota 10.
    Chegou ao cúmulo de afirmar: "este é o mesmo treinador que levou 5 no dragão!!", como quem afirma: "ele não vale nada", até: "ganhou o que ganhou porque....é o benfica e TUDO o resto menos ele, fez por isso".
    Que cabeçorra! A melhor sensação é vencer e depois esfregar na fuça destes cabeçudos nojentos!

    SL!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa foi mais uma das pérolas do mongolóide Rui Anormal da Silva, outra foi que o JJ nunca tinha vencido algum troféu e o Rui Vitória já lhe tinha ganho uma taça de Portugal,até o Domingos era mais titulado do que o JJ.

      Eliminar
    2. JPereira, se por um lado há motivos para nos indignarmos com este tipo de palavras, por outro dá um certo prazer ver a forma desconcertada como reagem aos sucessos do Sporting. Um abraço.

      Eliminar
  13. Portanto para este cromo é melhor andar a chorar pelos cantos do que ganhar uma competição e ficar feliz.E porque temos que levar com estes pseudo-jornalistas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inqualificável. Gostava de saber se ele usou essa técnica com os filhos dele - fazendo-lhes a vida miserável para não sofrerem demasiado mais tarde.

      Eliminar
  14. Mestre ainda não tinha vindo aqui brindar a vitória na Supertaça! Um abraço leonino! Venham mais conquistas!

    Incrível a postura desse labrego do Jorge Baptista. Incrível como esta besta vai à televisão comentar futebol. Vai caindo a máscara a todos estes merdosos com tempo de antena no nosso país.

    ResponderEliminar
  15. Acabei de ver o Jorge Batista numa esquina ... mas não estava a chorar estava de joelhos de frente para um gajo que o devia estar a ajudar pois o Jorginho parecia aflito ... engasgado vá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suponho que não seja um daqueles engasganços que se resolve com uma côdea de pão... :)

      Eliminar
    2. MdC não reparei ... ainda estava/estou concentradissimo a festejar a vitória de Domingo como se fosse a champions LOL :).

      Eliminar
  16. Abençoado Carlos Queiroz quando lhe enfiou um banano naquelas ventas.
    Um gajo com a exposição mediática que tem, na "tribuna" onde está devia ser mais comedido nas análises que faz. Seja com o Sporting seja com quem for.
    Contudo, a SIC pugna por nos dar um painel bem "isento"...um bem-haja...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LdM, falou como se estivesse numa tasca a falar com os amigos... enfim.

      Eliminar
  17. E tudo escumalha!! E deixa-los ladrar!! Cada vez mais me convenco que devemos ignorar esta corja e seguir o nosso caminho indiferentes ao grunhir desta "gente"
    Eles estao em panico com o despertar do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há várias pessoas que andam nitidamente mais mal dispostas, Fernando...

      Eliminar
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  19. Eu, por acaso, até gosto do Jorge Baptista. Aprecio a forma contundente como ele diz as coisas, embora nem sempre concorde com o conteúdo.
    Desta vez reconheço que foi longe demais. Enquanto Sportinguista não me revejo nada naquela descrição, nem, tão pouco, aos Sportinguistas em geral. Acho muito mais um comportamento bipolar lampião... Mas pronto. Ele lá deverá ter as suas motivações.
    Provavelmente azia...

    ResponderEliminar
  20. É por isso que eu defendo o tratamento "especial"para esses vermelhudos:FDP ,sempre!! Ah a propósito, será que se conseguiu correr com eles deste blogue?o único que ainda frequenta é o Nuninho Martins,mas anda calminho!Até sexta em Aveiro para apoiar o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

    ResponderEliminar