quinta-feira, 17 de setembro de 2015

A novela peruana

Começando pelo óbvio: no meio de toda esta novela à volta de Carrillo, o Sporting sairá sempre mal da história caso a renovação não se concretize. O peruano chegou muito novo ao Sporting, foi sendo trabalhado e valorizado ao longo de quatro temporadas, trabalho esse que se arrisca a dar um retorno financeiro nulo caso o clube não consiga chegar a acordo com o jogador para prolongar o contrato.

Aqui ficam algumas reflexões sobre a novela peruana que está a bater recordes de audiências em Portugal.


O pecado de adiar a renovação 

Neste momento é fácil criticar a direção por ter deixado arrastar as negociações até um período perigosamente próximo da data em que o jogador passará a ser livre de assinar por outro clube. No entanto, convém que não haja memória curta em relação a este tema. Há apenas um ano e quatro meses, Carrillo foi alvo de uma das maiores assobiadelas coletivas que me lembro de terem sido dirigidas a um jogador nosso. E isto não aconteceu nem no Dragão nem na Luz. Foi em Alvalade, no último jogo da temporada 2013/14, quando Leonardo Jardim o retirou a poucos minutos do intervalo quando perdíamos com o Estoril de Marco Silva.

Eu não consigo entender os adeptos que assobiam a própria equipa durante um jogo - porque têm o final para "dizer" de sua justiça -, mas acho particularmente degradante quando o fazem dirigindo-se a um jogador em particular. Parece óbvio que Carrillo era um dos jogadores menos populares para o universo sportinguista, e faltavam nessa altura dois anos para o final do seu contrato. Será que encarariam a renovação Carrillo como uma prioridade na altura?

Só com Marco Silva é que o peruano aliou ao seu inegável talento a consistência que lhe permitiria assumir o estatuto de titular indiscutível. Ou seja, apenas por volta de outubro / novembro de 2014 é que Carrillo começou a sobressair como um jogador imprescindível à equipa, altura em que começaram também as notícias da intenção do clube renovar com o jogador.

Pode-se alegar que a direção teria a obrigação de antecipar a explosão do jogador. Isso até pode ser verdade, mas eu diria que a esmagadora maioria dos sportinguistas não ajudou em nada o processo pela forma como tratava Carrillo até este se assumir definitivamente como um dos jogadores mais importantes do plantel.


As complicações da renovação

É difícil perceber o que é verdade no meio de tantas informações contraditórias que vão saindo diariamente. Há quem diga que Carrillo quer renovar mas que está preso ao seu contrato com Casareto, que prefere enviá-lo para outras paragens. Há quem diga que o peruano quer experimentar outros campeonatos. E há ainda quem diga que encara com bons olhos uma mudança para Porto ou Benfica.

Ou seja, fica complicado fazer juízos de valor quando há tantas vontades em jogo: a do jogador, a do empresário, e ainda de Pini Zahavi, que detém 50% do passe. A questão do empresário israelita é provavelmente a mais complexa de todas, pois à primeira vista também não tem nada a ganhar com a expiração do contrato - já que perde em definitivo os direitos económicos que detém.

Se é verdade que a direção do Sporting está disposta a pagar a Carrillo um valor acima do que paga a Rui Patrício e Adrien, diria que estão no limite daquilo que pode ser feito. No entanto, esta minha compreensão desapareceria se o entrave nas negociações estiver no valor da cláusula de rescisão - que atualmente está nos €30M. Se o Sporting conseguisse renovar e vender o jogador por €25M seria um grande negócio do ponto de vista financeiro. Será portanto um capricho tentar forçar o aumento da cláusula para os 45 ou 60 milhões da praxe. Havendo abertura dos jogadores para isso, ótimo. Não havendo, não é motivo suficientemente importante para ser um deal-breaker.


E se Carrillo não quiser renovar?

As duas hipóteses em cima da mesa são manter o jogador no plantel e continuar a utilizá-lo normalmente, ou então colocá-lo a treinar com a equipa B. A primeira opção tem a vantagem óbvia de estarmos a aproveitar até ao fim o rendimento desportivo do atleta, que seguramente será muito importante para ficarmos mais perto de alcançar os nossos objetivos para esta época. A segunda opção tem o mérito de abrir espaço a outros jogadores como Mané, Gelson ou Matheus - que sabemos que farão parte do futuro do clube - e de dar um recado da forma de agir para futuros casos de renovações que fiquem num impasse.

Se fosse eu a decidir, com base no que sei (ou seja, aquilo que é público), mantinha Carrillo no plantel até ao fim. Não me parece que faça sentido estarmos a abdicar do seu talento na época em que decidimos apostar forte na conquista do título. Se achámos boa ideia pagar salários altos a jogadores como Teo, Ruiz e Aquilani - que nunca renderão valores significativos numa venda futura -, então parece-me lógico que se olhe para esta última época de Carrillo como um custo de oportunidade e não pelo lado do investimento que nunca terá retorno.

Mas isto é com base no que sei. Se eu estivesse na posse de todos os factos relevantes deste processo, provavelmente decidiria em função do comportamento do jogador para com o clube. Carrillo sempre disse de forma clara o que queria? As suas exigências são razoáveis? A dificuldade em renovar deve-se ao empresário ou ao facto de o Sporting não ter capacidade para igualar essas exigências? Então se dependesse de mim Carrillo continuaria no plantel às ordens do treinador. Carrillo teve comportamentos dúbios e erráticos nas negociações apenas para ganhar tempo e ir mantendo-se a jogar, não tendo qualquer intenção de renovar com o Sporting? Equipa B, nem podia ser de outra forma.

51 comentários :

  1. Mestre,

    Um bocado OFF mas IN-TOPIC. Uma coisa que me está a chatear sobremaneira esta época, e gostava de pedir resposta/comentário aos outros sportinguistas (ou saber se sou eu que estou paranóico), é:

    Porque raio é que ESTE ano, todas as negociações, indecisões, avanços e recuos, intenções, esquecimentos, perdas, sprints, esforços negociais... está tudo na imprensa? Tudo! Muito antes de se resolver! São novelas intermináveis com contornos extenuantes e tortuosos em que o Sporting acaba por sair sempre manchado.

    ESTE ano, surpreendentemente (atendendo ao historial desta direcção), o Sporting acaba por ser um grande derrotado de tudo aquilo que aparece nos jornais antes de tempo. Foi o Danilo, o Douglas, o Cervi, etc, etc, etc... o Téo e o Ruiz lá vieram... agora o Carrillo.

    É que isto chateia. A mim chateia-me. As decisões deviam aparecer nos jornais assim: "Aconteceu isto. O Sporting contratou este menino ou aquele numa manobra rápida e de sucesso". Sem excepção.

    Isto a mim revela-me uma estrutura muito porosa e nem quero entrar aqui em suspeitas do nosso novo treinador porque isso a mim então ia-me deixar mesmo arreliado (para além do facto de estarmos a fazer jogos de uma parte e a piorar o nivel exibicional a cada jogo que passa). Eu ouvi um passarinho dizer que a boa imprensa que tem é uma "troca de favores", se é que me entendem.

    Gostava de saber se têm a mesma opinião, caríssimos colegas sportinguistas, cujo bom senso tanto aprecio e que me faz vir aqui a este blog todos os dias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gonçalo,

      Não consigo esclarecer e não quero retornar ao tema BdC Vs Marco Silva, mas parece evidente que a atribuição de culpas que foi feita ao Marco Silva no ano passado (ainda que subrepticia) não cola, pois agora sabe-se ainda mais...

      Eliminar
    2. Oh Gonçalo, bem observado e bem notado.. de facto tens razão.

      Por mim, atribuo isso ao facto do divórcio/separação de JJ com o LFV ter sido doloroso.. e daí a Maquina da Nationale Propaganda Encornada estar a fazer marcação cerrada a tudo, tudo o que diga respeito ao vosso clube.

      Vocês SCP podem ter muita gente nos Mass Media de Lixoboa, mas o tal Manto Encornado ainda é mais poderoso que vós!!!

      Eliminar
    3. Duarte, na altura do Marco, sabiam-se os podres entre o Marco e o Bruno de Carvalho.

      As negociações para trazer jogadores, do que me lembro, até eram bem levadas a cabo, sem levantar muita onda.

      Esta época é diferente. Sabe-se TUDO! Isto só dá azo a avanços dos nossos adversários, comentários jocosos, dessiminação de boatos por todo o lado. Não pode ser!

      Eliminar
    4. Na minha opinião há uma particularidade comum ás negociações em que se “soube tudo” … envolviam jogadores e/ou empresários sul americanos, que são mais dados a negociações tipo “leilão” e com recados pela imprensa.
      Não acredito que a fuga da informação para a imprensa, parta inicialmente da estrutura do Sporting.

      Eliminar
    5. Eu não penso que o culpado destas informações toda que saem para fora seja o Jesus. Acho que isso é uma conclusão absurda e há vários exemplos de fugas de informação do ano anterior.
      Mas de facto estas fugas de informação preocupam-me. Alguém mete nos jornais informação privilegiada, de última hora. Uma coisa que o BdC prometeu é que estas coisas iam deixar de acontecer. Compreendo que seja muito difícil e que ele não consiga controlar tudo. Mas começa a ser demais... Por exemplo, no 1º ano do BdC, as notícias surgiam nos jornais, mas eram mentira. Fintávamos os jornalecos com muita pinta. Principalmente relativamente a contratações. Neste momento quase tudo o que vem nos jornais é verdade. E isto é muito preocupante...

      Eliminar
    6. Não me parece dificil.
      Se colocares toda a info cá para fora, irão aparecer novos interessados (ou velhos mas que esperavam outra altura do mercado para atacar) e assim começa a batalha e os valores vão-se avolumando.

      Eliminar
    7. Há uma coisa importante: fala-se muito do Sporting, mas muitas coisas são apenas coisas lançadas para o ar para desestabilizar. O Aquilani veio e ninguém soube. O Paulista veio e ninguém soube. O Ciany e o Naldo foram contratados e ninguém soube. O João Pereira veio e ninguém soube. Muitas vezes as coisas são conhecidas através dos empresários e dos clubes a quem queremos comprar, porque também lhes convém.

      Para não falar nas coisas que é o próprio clube a deixar sair por que convém.

      No meio de tanto barulho há que perceber que se tratam de muitos processos e cada um desses processos tem muitos intervenientes.

      Mas concordo que o clube pode fazer melhor nesse departamento.

      Eliminar
    8. Na verdade, o Mestre tem razão. Naldi, Ciani, Paulista, Aquilani e João Pereira foram processos impecáveis.

      Mas não pode ser 50/50. Desculpem-me o perfeccionismo mas isto deve ser muito fácil de descobrir e detectar. Basta passar certos boatos em jeito de confidência, um a cada um dos "suspeitos". O que fizer saltar primeiro cá para fora é o "culpado".

      Eliminar
  2. O pecado de adiar a renovação

    Carrillo durante os seus 4 anos no Sporting foi um jogador irregular e só a época passada e o inicio desta época é que provou que pode vir a ser um jogador de TOP.

    Vejo enormes coincidências no inicio de carreira do Nani e do Carrillo no Sporting e no tratamento que lhes foi dado pela massa adepta do Sporting.Simplesmente portaram-se de forma vergonhosa.Assobiadelas colectivas são inadmissíveis.
    Compreendo como eu faço muitas vezes um desabafo espontâneo agora orquestras de estúpidos não entendo nem me conformo.

    As complicações da renovação

    Dados os conflitos de interesses existentes entre a vontade do Sporting,a vontade do jogador ,a vontade do empresário(já lhe devem ter assobiado ao ouvido com muitos euros) e a vontade do Zahavi não vai ser nada fácil a questão da renovação ou será mesmo impossivel.

    E se Carrillo não quiser renovar ?

    Bem primeiro quero dizer que não me lembro na época passada da titularidade do Maxi Pereira ser posta em risco apesar do seu contrato expirar no final da época.

    Ontem o Rui Pedro Vaz explicou que a situação do Carrillo com a do Maxi Pereira nada tem a ver uma vez que o Maxi já tinha renovado duas vezes com o Benfica como quem diz que o Carrillo agora precisa de fazer o contrato da vida dele e o Maxi já o tinha feito.

    Ora bem mais uma razão para o Maxi ter renovado o contrato com o Benfica uma vez que afinal o dinheiro até nem era problema.Penso que depois do fim do negócio da coca na Porta 18 este senhor mudou para as anfetaminas mas a ainda não está adaptado à nova droga que utiliza.

    Passando à frente não tenho dúvidas que enquanto o Carrillo estiver ao nível que tem estado o JJ vai continuar a apostar nele,agora o meu receio vai para as reacções dos adeptos em relação a ele o que pode vir a trazer instabilidade ao jogador e consequentemente ao Sporting.

    Se se chegar a um limite teremos de apostar no Mané e no Gelson.Serão naturalmente os eleitos a não ser que o JJ tire um coelho da cartola.


    ResponderEliminar
  3. MdC,

    Concordo na generalidade, mas não posso deixar de observar que o facto de muitos adeptos assobiarem o Carrillo não podia NUNCA ser um critério para avançar ou não para a renovação.

    Supostamente, o clube não é gerido de fora para dentro. A renovação dele nessa data (Maio de 2014) não seria nunca contestada, como não foi a renovação de uma série de jovens da equipa B que pouco ou nenhum futuro tinham na altura, ou mesmo de casos como Diogo Salomão.

    Além de que, sendo inadmissível a forma como Leonardo Jardim se portou com Carrillo nesse jogo contra o Estoril em particular, e sabendo a SAD nessa altura que já estava de saída para o Mónaco, poderia (e deveria) ter aproveitado tal facto para o "acarinhar" e porventura renovar por valores bem mais simpáticos.

    Quanto ao aproveitamento desportivo, de acordo. Já basta não ganhar dinheiro, é escusado perder o contributo desportivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Duarte, a renovação do Carrillo já em maio de 2014 não se podia equiparar a uma renovação de um jovem da formação ou mesmo do Diogo Salomão. Seria sempre um processo bem mais complexo...

      Eliminar
    2. Mestre,

      Referia-me ao impacto juntos dos sócios, não à peculiaridade do negócio. Vem no seguimento do seu argumento sobre ser assobiado pelos sócios.

      Eliminar
    3. OK Duarte, estou de acordo que o clube não pode ser dirigido de fora para dentro, mas parece-me impossível que uma assobiadela daquelas não influencie de alguma forma a atitude de uma direção para com um jogador. Ou seja, não devia influenciar, mas na prática nenhuma direção é imune ao sentimento generalizado dos seus adeptos. Um abraço.

      Eliminar
  4. estou farto desta novela,

    é um jogador, não é uma maquina infalível, se até em Madrid assobiam o Ronaldo, qualquer outro jogador no mundo passa a ter total legitimidade para também ser assobiado.
    vão-me dizer que se carrillo sair não ganhamos um jogo? até perdemos uma eliminatória a duas mãos com ele a jogar os dois jogos, independentemente dos roubos.

    nem com Nani que era isto e aquilo foi assim tão preponderante na equipa e já tinha uma experiência maior que todos os jogadores juntos do nosso campeonato, sem contar com os 3 grandes, porque raio o Carrillo irá ser assim tão fundamental?

    claro que se ficar irá ajudar, não em todos os jogos, porque até Ronaldo fica 3 jogos seguidos sem marcar, a diferença é que passado 3 jogos, nos dois seguintes marca 8 golos(é único este Ronaldo)

    mas fogo já chega desta novela!!!

    SL

    ResponderEliminar
  5. O carrillo sabe que pode sair para fazer um melhor contrato se estiver livre... e sabe que se renovar fica preso por uma clausula absurdamente alta num clube que pouco se interessa com os interesses dos seus jogadores (exemplos de slimani e jefferson) e com contrato de longa duração, sendo que é publico! Carrillo quereria estar no sporting até 2020? Preso até aos 28 anos?
    O sporting faz a melhor oferta que pode. Acho que a partir dai... mãos lavadas! Um pouco como o Benfica com o maxi.. traçar uma linha e não ultrapassar essa linha! Entre coloca-lo a jogar ou aparte... se jogar podem pelo menos tirar vantagem desportiva, se não jogar nem vantagem desportiva nem financeira. Será que o Benfica tinha sido campeão sem maxi?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Slimani tem contrato até 2020 mas a clausula de rescisão é de 30 milhões, não me parece que seja "absurdamente" alta.
      O mesmo para Jefferson que tem uma cláusula de rescisão de 20 milhões de euros.

      Eliminar
    2. As cláusulas de rescisão com as quais os nossos adversários tanto apreciam marrar, têm o objectivo óbvio de resguardar a venda do jogador. De dar o poder de decisão ao clube. Não da obrigatoriedade de vender o jogador por esse preço. Veja-se o caso Éric Dier que saiu por 5 milhões sem que nada pudéssemos fazer contra isso. (Ainda assim pelo lucro de um Garay)

      Eliminar
    3. Não esquecer também que o SCP já por 2 vezes aumentou o salario de Slimani.
      E pelo que se fala também quer aumentar o salario a Jefferson.

      Eliminar
    4. Eu penso que desta vez o Nuno se referia ao facto de terem sido colocados de parte quando fizeram birras devido a possiveis transferencias

      Eliminar
    5. Valdemar claro que tem a finalidade de resguardar " a venda do jogador... E o jogador entre estar resguardado ou saber que a entidade patronal o liberta de houver uma possibilidade sólida de melhoria contratual prefere qual? Adivinhe lá...
      João slimani 30M não é absurdamente alta? Um valor que nunca irá valer... Nem 50% desse valor. Se isso não é absurdamente alto temos noções diferente.. Só isso.
      Fernando ao slimani? 2x? Com a táctica de ou assinas ou não jogas. É com um patrão desses que um jogador livre e que pode ficar a ganhar mais vai assinar? É que esses exemplos funcionam muito bem com os jogadores que não tem capacidade negocial... Quando o jogador passa a ter capacidade negocial! Você assinava?

      Eliminar
    6. Nuno Guer.. perdão, Martins,

      Qual vai ser a cláusula do Cervi?

      #macaquinhosdeimitação

      Eliminar
    7. Boa sar.. Com esse argumento de quase trocar o nome deixou me sem resposta. Liga ao teu presidente e ele que esperimente esse com o carrillo pode ser que renove!

      Eliminar
  6. Lembro-me de faz 2 AG's atrás, alguém fez a pergunta sobre a renovação do Carrilho, ao que BdC respondeu: "fundos... e não posso dizer mais nada sobre este tema"
    Se acham que isto está a acontecer simplesmente porque o Sporting quer pagar pouco ou porque o Sporting se atrasou na renovação, então são muito ingénuos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se assim for, porquê deixar o processo arrastar-se até Setembro deste ano? Não houve oportunidade de vender? Houve e ele recusou? Tudo isto é estranho.

      Eliminar
  7. MdC,

    Este seu paragrafo diz:
    "Pode-se alegar que a direção teria a obrigação de antecipar a explosão do jogador. Isso até pode ser verdade, mas eu diria que a esmagadora maioria dos sportinguistas não ajudou em nada o processo pela forma como tratava Carrillo até este se assumir definitivamente como um dos jogadores mais importantes do plantel"

    Saber por exemplo que ontem Ponde foi dos mais criticados pelos adeptos na Academia? Devemos ou não renovar segundo esse parágrafo?
    Elói, Salomão entre outros renovaram contratos sem explodir....em que ficamos? Foram más renovações ou boas?

    MdC neste campo há quer pragmáticos:
    1- Jogador tem potencial para valer e render dinheiro que se veja ao clube?
    2- Valor que podemos conseguir no mercado cobre o que foi gasto durante o tempo que jogador esteve no clube?
    3- Perfil do atleta enquanto homem, interessa?

    Se tudo isto for favorável a renovação deve acontecer, independentemente de ser assobiado ou se tentar ou não fazer futurologia.

    SL

    ResponderEliminar
  8. "clube que pouco se interessa com os interesses dos seus jogadores (exemplos de slimani e jefferson)"

    Falamos do que clube? Do que anda à anos a prometer ao Gaitan sair ou daquele que promete ao Luisão?

    Meu caro olhe para casa e depois critique o que quiser....

    Incrivel é que o SCP trata tão mal os atletas, sobretudo esses 2, que um renovou no inicio de época com aumento de clausula, e o outro esta em negociações para.....

    ResponderEliminar
  9. Se fosse eu a decidir (com base no que é público), afastava o Carrillo da equipa.
    Se é verdade que já tinha acordado com o presidente a renovação do contrato, se os valores já estavam acertados e só faltava assinar, se havia reuniões marcadas para por preto no branco… e agora o jogador anda a arrastar a situação, então há fundamentos para ser afastado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo a 100%
      Caso o jogador ande a tentar enrolar-nos para ganhar tempo.
      Nenhum jogador por mais bom que seja se pode achar maior que o SCP porque nunca o será!

      Eliminar
  10. Se o jogador não quer renovar e assumir isso, deve jogar até ao fim da época.
    Se o jogador voltou com a palavra à trás e está a arrastar o processo (exigindo sempre mais e mais), deve ser afastado.

    ResponderEliminar
  11. A minha opinião é de que o jogador deve ser afastado imediatamente da equipa do Sporting. Faça treino físico num relvado qualquer bem longe dos outros e que amoche até ao fim da época.

    Conto que esta direcção fique pelo SCP durante muitos anos e isto servirá, assim como a rigidez negocial na altura de Bruma e Ilori, para mostrar a outros tantos "talentos insubstituíveis" que a entidade que lhes paga o ordenado e com a qual assinaram contracto, deve sair beneficiada por fornecer as condições para o crescimento e explosão de um atleta.

    O Carrillo, tirando o ano passado e este, jogou ZERO! E mesmo neste tem momentos de paragem cerebral que não ajudam em nada a equipa. Sempre que me lembro da displiscência dele num dos lances de golo do CSKA até me dá vontade de partir tudo!

    Já para não falar que o espaço que ocupa como "titular indiscutível" na cabeça do Jorge Jesus, deixará em aberto uma posição facilmente preenchida por qualquer dos talentos a despontar no momento (Gelso, Carlos Mané e Matheus Pereira).

    ResponderEliminar
  12. Uma coisa e certa. O Inacio falou de mais outra vez

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falou de mais porquê? O Inácio simplesmente disse que: "se o Carrillo fôr homem para manter a sua palavra, assina na segunda-feira". Pelos vistos estamos a ter a resposta. Agora a culpa é do Inácio?

      Eliminar
    2. Primeiro quem garante que as palavras do inacio sao verdade? Segundo estes assuntos nao se tratam em publico.

      Eliminar
    3. Não falou não. Já se sabia bem onde isto ia dar e ele tratou de passar o odioso para o jogador... Antes se tivesse atrapalhado.

      Eliminar
  13. Bom, eu não faço ideia se o Carrilho quer ficar ou sair, se o empresário quer que ele fique ou não, se o Zahavi quer que ele fique ou não, quais os valores envolvidos para todas as partes neste negócio, clausulas de rescisão, duração do contrato, etc. etc.

    Todo o santo dia saem novas informações para a praça pública. Umas serão verdadeiras, outras não fazem qualquer sentido e muitas delas contradizem as anteriores. Portanto, partindo do princípio que eu não faço puta ideia do que é que se está a passar, aqui vai a minha opinião sobre as 2 hipóteses possíveis para este caso:

    1H: Sporting renova com o Carrilho. Na minha opinião acho que o jogador teria interesse em renovar contrato com o clube mediante determinadas condições. Salário de topo dentro das possibilidades do clube; prémio de assinatura condizente com o valor de um atleta do nível do Carrilho (Não me venham dizer que têm 4M para pagar pela totalidade do passe do Cervi mas não têm 2M para dar ao Carrilho por 50% do passe); e clausula de rescisão que não prenda por completo o jogador ao clube (>25M). Eu, no lugar do Carrilho, queria começar a receber o quanto antes um salário que espelhe aquilo que faço em campo, queria já receber o prémio de assinatura, queria continuar a evoluir nas mão de Jesus, não queria ficar um ano a treinar com a equipa B e queria uma cláusula de rescisão no máximo de 25M para poder sair e jogar noutra liga mais competitiva assim que surja a oportunidade. Para o Zahavi, faz sentido que ele siga este percurso. A gula do empresário e a lealdade do jogador ao mesmo poderá dificultar este cenário.
    Estou confiante que o jogador vai renovar com o clube e desenganem-se aqueles que pensam que temos alguma possibilidade de ganhar o campeonato nacional sem o peruano.

    2H: O jogador informa o clube que irá sair no final da época. O contrato chega ao fim e o jogador está no seu direito de tomar essa decisão. Neste caso o Sporting tem de falar com o jogador e perceber se ele quer sair para o estrangeiro ou se reconhece a possibilidade de ficar por Portugal, indo para benfica ou para o porto. Se o jogador tornar publica a sua decisão de sair para o estrangeiro, agradecendo todo o apoio do clube e dos adeptos em comunicado, revelando todo o seu compromisso com o clube até ao final do contrato… acho que o jogador deve continuar a ser aposta na equipa principal. Caso ele não dê essa garantia, não teremos outra solução se não o afastar do plantel principal e coloca-lo a treinar com a equipa B. Para mim é impensável ter no plantel um jogador que já está comprometido com um concorrente direto ao título.

    ResponderEliminar
  14. O Carrilho vai ficar de fora dos convocados já para o jogo de hoje.

    Para mim é mais um episódio lamentável da direcção, voltamos aos velhos episódios do passado que tanto prejudicam o desempenho desportivo do clube como o desempenho financeiro, não se vende, não se renova e fica-se sem o melhor extremo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poderia o Sr. Obama esclarecer o que é que a direcção fez que não deveria ter feito, ou o que não fez e deveria ter feito?

      Eliminar
    2. Quem é que disse que com ele, jogador no último ano de contrato só jogaria se renovasse?
      Referindo-se ao trabalho de anteriores direcções.
      Afinal faz como eu digo, não faças como eu faço.

      Eliminar
    3. Ora, não é óbvio?

      Não disponibilizou croquetes em quantidade e variedade suficiente nos camarotes.

      Indispõe qualquer pessoa.

      Eliminar
    4. Pagar fortunas a empresários para renovar NÃO! Ser sério com o clube não é para todos! Sporting é mais importante do que qualquer carillo ou empresário. Baixar as calças acabou!

      Eliminar
    5. Por exemplo o processo do Cedric foi muito bem gerido, desde cedo a direção percebeu que não iria renovar, vendeu-o e contratou um substituto.

      Deveria ter agido da mesma maneira com o Carrilho, ou seja, estabelecer desde cedo um prazo para ele renovar (Julho), caso ele não renovasse seria vendido, contratavam outro jogador para a sua posição e estava o caso encerrado.

      Eliminar
    6. Não foi à toa que foste eleito duas vezes! Pragmatismo acima de tudo.

      Eliminar
    7. Barack,

      O Carrilho ao contrário do Cédric pertence em 50% a um fundo, isso meu caro faz muita diferença.

      Eliminar
  15. a questão é simples...

    a direção oferece 10, o carrillo pede 15... isso significa negociar.
    a direção oferece 10, o carrillo pede 500... isso significa deitar conversa fora.

    não sei em que ponto estamos. Pode ser uma opção, achar que o jogador pode estar perturbado com o assunto e ficou de fora... ou pode ser uma conclusão do processo. A direção atingiu o ponto máximo e daqui em diante terá de ser o lado do jogador a tomar a iniciativa da negociação.

    ResponderEliminar
  16. Por regra concordo, mas desta ponho-me de lado.
    Futebol, enquanto negócio que também o é, deve ser pautado por regras básicas de ganhos e perdas, ou seja, vamos nós valorizar o peruano que está apenas há ano e meio (nem tanto vá) a jogar como deve ser (há 2 anos não valia tuta e meia), para depois sair a custo zero. Recordo que já cá mora faz 4 anos e aí nada se falou...
    A meu ver, e bem, a direção deve apresentar uma proposta de contrato (algo realizado e negociado), sendo que, legitimamente poderá não ser aceite. Aí escuso-me a concordar em valorizar alguém que não tem interesse. Gelson e sobretudo Mané, são nossos e querem jogar servem perfeitamente.
    Que saia, e que saia pela "equipa C"

    Abc

    ResponderEliminar
  17. Mestre, li por aí esta explicação que faz todo o sentido:


    «segundo aquilo que tem sido possível apurar, temos isto:

    -O Sporting comprou o Carrillo na altura do Godinho, e nessa compra o Zahavi entrou com uma parte do dinheiro (o tal empréstimo feito pelo Zahavi) para a compra do jogador.

    -Mais tarde, ainda na altura do Godinho, o Sporting vende 50% do passe do Carrillo a um fundo encabeçado pelo Zahavi, ficando esse fundo com direito a um X (cerca de 160 mil euros) por cada ano do Carrillo no Sporting.

    -Depois disso, não sei se ainda na altura do Godinho ou já na altura desta direcção, o Sporting pagou ao Zahavi o tal dinheiro com que ele tinha entrado na compra do jogador, entendendo assim que portanto o Zahavi individualmente já não tem direito a nada da parte que pertencia ao Sporting, que era de apenas 50%. Daí que a certa altura se tinha dito que o Sporting não reconhecia nada ao Zahavi do passe do Carrillo. Mas isto apenas dizia respeito ao tal empréstimo que ele tinha feito na altura de compra, e que já só poderia incidir nos 50% que o Sporting tinha... Nada disto tinha que ver com o fundo encabeçado por ele.

    Ou seja, da maneira como os génios Godinho, Freitas e Duque fizeram o negócio Carrillo, isso fez com que o Zahavi ficasse com 50% do Carrillo através de um fundo, e ainda teria direito à totalidade ou parte dos 50% que o Sporting detinha, pelo tal empréstimo na altura da sua compra. Para além dos tais 160 mil euros que o fundo recebia por cada ano do Carrillo no Sporting.

    Um verdadeiro negócio de MERD.A do trio Maravilha, que agora o "garoto" tem que resolver!!!

    O Sporting entende que, relativamente aos 50% do passe do Sporting, que o Zahavi não pode tocar, porque o tal empréstimo foi pago durante um prazo definido para o efeito.


    Dito tudo isto...

    Entretanto a FIFA (e bem!) acabou com o TPO, portanto: O Sporting na renovação de contrato com o Carrillo, tem que ficar com 100% do seu passe... Logo, o Sporting tem que adquirir os 50% que pertencem ao fundo do Zahavi.
    Logo, o que está a lixar tudo isto, mais do que prémios ou €€ para o empresário do jogador, é precisamente a questão do fundo do Zahavi.»

    Se isto for verdade, cheira-me que o Carrillo não renova mesmo. E nesse caso concordo que seja encostado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Müs

      E se o contrato expirar o Zahavi continua com os 50% dos direitos económicos ou a única possibilidade de o dito fundo rentabilizar a sua % do passe é vendendo a sua parte ao Sporting ?.

      Eliminar
    2. Boa pergunta. Não faço ideia.

      Eliminar