quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Comparação dos plantéis de Sporting, Benfica e Porto entre 2014/15 e 2015/16

Após mais uma longa e penosa janela de transferências que, como é costume, foi dominada por rumores de intermináveis entradas e saídas das quais a esmagadora maioria acabou por não se concretizar, é altura de fazer o balanço do que mudou nas armas que Sporting, Benfica e Porto apresentarão esta época em relação ao ano transato. Estarão mais fortes ou, pelo contrário, mais débeis por causa dos negócios que foram fechados?

Vou fazer de seguida uma comparação entre épocas dos onzes-tipo, alternativas de banco disponíveis e treinador de cada equipa, colocando uma cor diferente que caracterize se a evolução foi positiva, negativa ou neutra. A vermelho estão as posições em que o clube piorou, a amarelo as posições em que não houve grande variação, e a verde os casos em que se registou uma melhoria.

Coloquei nos onzes-tipo alguns jogadores que atualmente se encontram lesionados (nomeadamente William, Ewerton e Salvio), pois mais cedo ou mais tarde serão opção para os seus treinadores. Neste tipo de análise não faz sentido excluir os atuais lesionados, pois qualquer jogador está sujeito a qualquer momento de ficar impossibilitado de dar o contributo à sua equipa.

Este exercício baseia-se na perceção que tenho do estado das equipas após as suas pré-temporadas e primeiros compromissos oficiais. Como qualquer avaliação preliminar, está sujeita a sofrer alterações significativas ao longo da época em função das surpresas agradáveis e desagradáveis que vão sempre surgindo.



Sporting


Na minha opinião o valor facial dos jogadores que constituirão o melhor onze de Jorge Jesus é inferior aos que estavam disponíveis na época passada. Não me parece que Ruiz venha a estar ao nível do melhor Nani da época passada, estou convencido que o Sporting estava melhor servido na lateral direita com Cédric, e para já não estou seguro que Teo Gutierrez seja um upgrade significativo em relação a Montero. Todos os outros potenciais titulares transitaram da época passada.

A conversa é outra em relação à profundidade do plantel. O Sporting parece ter mais e melhores alternativas em praticamente todas as posições em campo do que há um ano, algo que seguramente será essencial à medida que os meses forem passando e o desgaste e as lesões começarem a acumular-se. As aquisições de Naldo e Aquilani, a promoção de Gelson para o lugar do apagado Capel, e a existência de Montero como 3º avançado dão a Jesus soluções de qualidade que não existiam na temporada anterior. Para além disso, não se deve ignorar que, tendo o Sporting um plantel maioritariamente composto por jogadores jovens, seguramente que o acumular de minutos e experiência da época passada os poderá ajudar a conseguir prestações mais consistentes.

Em relação ao treinador, considero Jorge Jesus um upgrade em relação a Marco Silva.

A aposta da direção parece-me clara: manter o mais possível o talento existente e rodeá-lo de alternativas que elevem a competição pela titularidade, confiando na capacidade do treinador em conseguir extrair todo o potencial dos jogadores. Veremos se isso será suficiente para a tão desejada conquista do título.



Benfica


Apesar de o Benfica ter registado um número apreciável de compras e vendas de jogadores, o reflexo no onze base foi muito reduzido. Por um lado, deram-se as saídas de Maxi e Lima, mas por outro nenhuma das contratações parece ter capacidade para tirar o lugar de forma indiscutível a quem já era titular na época passada. Nélson Semedo tem muito potencial mas tardará ainda a atingir o nível de Maxi, pelo que aqui o Benfica não estará tão bem servido. A substituição de Lima foi melhor tratada, pois acredito que Mitroglou marcará golos suficientes para fazer esquecer o brasileiro. E Jimenez parece ser perfeitamente capaz de lutar pela titularidade, caso confirme os atributos que mostrou na liga mexicana.

O banco do Benfica na época passada já não era famoso, e esta época parece não ter melhorado significativamente. A exceção está nas posições de guarda-redes (Ederson à partida dá mais segurança que o traumatizado Artur) e ponta-de-lança (ficarei muito surpreendido se Jimenez / Mitroglou não marcar muito mais golos que Derley).

Quanto ao treinador, tenho muitas dúvidas que Rui Vitória consiga superar o trabalho de Jorge Jesus. As circunstâncias são suficientemente semelhantes às do ano passado, pelo que essa questão ficará certamente respondida no final desta época.

A estratégia de ataque ao mercado do Benfica pareceu-me errática. Não vejo grande benefício na venda de Lima, não só porque se desfez uma dupla que valeu mais de 40 golos, mas também porque logo a seguir contrataram dois jogadores de preço igual ou superior para a mesma posição. Ao mesmo tempo, não se fez qualquer esforço para reforçar a defesa, composta por jogadores na fase descendente da carreira e privada de Maxi.



Porto


A norte passa-se o inverso em relação aos clubes de Lisboa: estabilidade na equipa técnica, mas uma revolução no plantel. As saídas de Jackson, Danilo, Alex Sandro, Oliver e Casemiro seriam sempre complicadas de compensar, e numa primeira avaliação - que, reforço, admito que poderá estar errada - não me parece que o Porto tenha conseguido repôr o talento perdido em qualquer uma dessas posições. Maxi e Danilo Pereira não deixam de ser boas contratações, mas não estão no mesmo nível dos seus antecessores. Oliver não foi substituído (Bueno será o que mais se aproximará, mas é uma adaptação), pelo que a dinâmica do meio-campo acabará por ter que mudar. Aboubakar valerá muitos golos, mas não é Jackson. E em relação à posição de defesa esquerdo, no meio das muitas incógnitas há apenas uma certeza: dificilmente algum dos quatro candidatos (Layún, Indi, Cissokho e Angel) igualará o rendimento de Alex Sandro. Em contrapartida, Casillas é um upgrade evidente em relação a Fabiano, e Imbula poderá ser um caso sério se Lopetegui conseguir tirar o melhor partido das suas características.

Também no banco a melhoria é generalizada. Mais opções nas laterais (Ricardo não deixava de ser uma adaptação), meio-campo (ter como alternativas André André, Rúben Neves, Sérgio Oliveira, Evandro e, em certa medida, Bueno, é um luxo que mais nenhum treinador em Portugal tem) e alas (saíu Quaresma, entraram Corona e Varela). A situação de backup do ponta-de-lança piorou: não me parece que Osvaldo consiga igualar a boa média de golos de Aboubakar na época passada.

Lopetegui mantém-se. A experiência do futebol português é outra, mas por outro lado a pressão e a tolerância para os erros por parte de direção e adeptos não deverá ser a mesma.

Confesso que não encontro grande lógica na forma como o Porto decidiu atacar o mercado. Pareceram gastar quase todas as fichas no meio-campo (Imbula, Danilo, André André, Sérgio Oliveira), apesar de já terem Rúben Neves, Evandro, Carlos Eduardo, Quintero e Herrera. Não tocaram nos defesas centrais (posição em que não têm nenhum jogador de nível internacional ou de potencial assinalável). Osvaldo pareceu uma solução de último recurso para o ataque, que envolve riscos em função do seu comportamento passado. Quaresma foi mandado embora apesar da boa época, e o substituto acabou por aparecer apenas no último dia de mercado, por um valor muito elevado. Ou seja, o arrumar de casa do Porto pareceu mais orientado por questões políticas do que desportivas. Como resultado, o plantel acaba por ser mais desequilibrado do que deveria depois de tanto dinheiro gasto, ficando a meu ver demasiado dependente do rendimento de 3 ou 4 jogadores-chave: Aboubakar, Brahimi, Maxi e, eventualmente, Imbula. Falta saber como se integrarão os reforços de última hora.

39 comentários :

  1. Bom dia.
    Estão os 3 plantéis mais fracos mas mais equilibrados qualitativamente.
    O Benfica se estivesse a jogar com um defesa direito no lugar de estar a jogar com um não jogador mantinha o nível do ano passado... Mas o rv tem de ganhar a simpatia dos adeptos e como não vai lá pela competência tenta atirar jovens para o campo. A cabeça dele é do género "estamos a perder... Lá vai mais um jovem". O Benfica tem o melhor jogador do campeonato, o 2o melhor marcador do ano passado, o melhor defesa e o melhor gr (casillas ainda não teve trabalho)... Não tem é treinador.
    O Sporting melhorou no treinador e as alternativas mas perdeu o seu melhor jogador individualmente... E apesar de Cédric ser mau o jp consegue ser pior. Tem o melhor médio do campeonato. Mas os defesas são fracos fracos! De resto mantém e os jogadores vão jogar mais porque tem um treinador melhor.
    O porto tem o lopetegui que não dá mais que aquilo. Perdeu os melhores excepto o brahimi... Mas reforcou se bastante.. Depende do que lopetegui (agora são vocês que tem de dizer mal o nome :) ) conseguir não estorvar.
    Como já disse anteriormente... Depende do que rv e lopetegui não estragarem e do que jj construir. O Benfica ou é campeão ou fica em 3o...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Nuno, o papel dos treinadores em tirar o melhor partido dos respetivos plantéis será determinante.

      Eliminar
    2. Pelo que percebo de português: Jefferson (que é o melhor defesa esquerdo da liga), Ewerton (acho que Luísao já deu tudo o que tinha para dar e como tal, em forma, o melhor central da liga), Naldo e Paulo Oliveira (competentes) completam uma defesa fraca fraca?? Lolol

      Eliminar
    3. Afl pelo que eu percebi falta mas suas contas um defesa direito... Ou não da jeito meter nas conta? Jefferson é o melhor mas não é bom... E não é muito superior ao eliseu. Naldo? Oliveira? Com aquela qualidade que minimamente pressionados chutam para a frente? Ewerton com 2 meses de jogo vindo da 2a divisão russa e é o melhor defesa da liga? Já foram tantos os vossos centrais que foram melhores que o Luisão... Oniewu, boulharouz, tonel, polga... Ja todos esses foram melhores que Luisão... Ok. Por isso é que vocês são sempre os melhores e depois a culpa é dos árbitros.

      Eliminar
    4. Alias o jj gostou tanto dos centrais do Sporting no ano passado que mandou vir logo 2...

      Eliminar
    5. E não esquecer que o tipo que leva às 7 de cada vez é o melhor redes da liga...

      Enfim, opiniões são como os cus: toda a gente tem o seu e dá quem quer...

      Eliminar
    6. Eu falei apenas nos defesas que considero bons. Obviamente que tendo três defesa competentes, o quarto pode desequilibrar negativamente mas num todo a defesa do Sporting é boa. Preferia o Cedric ao JP sem dúvida, mas espero que o JP perceba as suas limitações e jogue com isso.
      Não sou grande fã do Luísao, antes do JJ era comido a torto e a direito pelo Liedson, paitos e restantes. Mas não o considero mau.

      O que é que uma coisa tem a ver com a outra? Acho que o Ewerton é completo. Muito bom tecnicamente, muito bom no passe, rápido, forte, bom nos duelos individuais e/ou aéreos.
      Já o Luísao no um para um é mediano, na corrida é melhor nem falar, pelo ar é muito bom mas se tens visto os jogos, aquela defesa anda a patinar que nem o João Pereira em casa contra o Cska, e Arouca, moreiresnee e Estoril não têm nenhum Musa nem Doumbia.

      Eliminar
    7. Valdemar levou 7 e teve culpa em quantos.. 0. O Patrício nunca levou 7? Ups... Ja deve ter mais golos sofridos o Patrício agora 27 anos que o jc aos 35 ou 36.
      Afl o Luisão não era tão bom antes do jj mas de base era melhor que os vossos 3...claro que os vossos vão melhorar com o jj mas a data.. O melhor é... O Luisão. Pergunta ai ao teu treinador! O ewerton individualmente é o vosso melhor... Os outros 2 são mauzinhos... Embora (mais uma vez) vão evoluir. A defesa do Benfica patina devido ao treinador e aquele dd... O Luisão tem de estar com 4 olhos... 2 para o posicionamento dele e 2 para tentar adivinhar qual é o buraco que o Semedo vai abrir desta vez. Ainda bem que não saiu o cska... Se o arouca aparece 3x isolado... Contra o cska até dá arrepios.

      Eliminar
  2. MdC,

    Análise complicada de ser feita no entanto parece-me equilibrada.
    Basicamente o trabalho dos treinadores (e dos árbitros) será determinante nos próximos 2 meses para podermos avaliar quem a partir de Dezembro irá lutar pelo titulo.
    SL,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, Sérgio. E acrescentaria uma coisa: também será importante ver as movimentações do mercado em janeiro. Parece-me que o Sporting terá que vender, e se a Champions correr mal a Benfica e Porto também poderão ter que encaixar algum dinheiro de vendas.

      Eliminar
    2. Nuno, de acordo quanto ao lado direito da defesa do benfica. Não se percebe a aposta no Nelson quando tem 2 internacionais A no banco (ou bancada).

      Desacordo quanto ao lado esquerdo. Mesmo com as lacunas que apresenta o Jefferson bate o eliseu claramente.

      Eliminar
    3. Carlos franco parece que respondeu no comentário errado e vou lhe responder. Nelson joga para dizer que lançou jovens... Para poder haver algo de não negativo (não é de positivo é mesmo não negativo). Jeff bate claramente eliseu? Vá lá ver quem é que anda sempre a por os avançados adversários em jogo no Sporting... Jeff cruza bem e por isso da nas vistas... Eliseu levou com o selo de adaptação de mais um defesa esquerdo e jogue o que jogar o pessoal não sai do raciocínio de ataca bem mas defende mal porque é adaptado. Mas é só a minha opinião. Fixe fixe é ve los correr pela linha e chutar uns balões para a área.

      Eliminar
    4. (alguns problemas a publicar)

      Verdade o que diz do Jefferson. Tem problemas com a linha de fora de jogo. Tem problemas em perceber que deve pressionar antes da bola estar controlada pelo adversário.

      Prefiro estes problemas que se resolvem ( se tiver um mínimo de inteligência pois tem quem puxe por ele) do que a falta de rins do eliseu que não tem volta (eh eh) a dar.

      Eliminar
  3. Como isto anda muito parado.. Cá vai.. E aquela simulação em que a bola vai em linha recta e depois começa a curvar? Se não fosse o cabeceamento ainda dava uma volta de 270 graus e seguia sozinha para a baliza...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá estás tu com as tuas cenas ... isto não é como a tua casa que é um entra e sai!

      Eliminar
    2. Nuno, a simulação tem 3 repetições de 3 vistas diferentes. a 1ª - que sai da câmara de filmagem que vai para cima da bola no ponto mais perto da linha de fundo. a segunda, duma câmara estática sobre a linha de fundo. e a terceira que é a que acompanha o árbitro. nessa, dá a ideia que a bola sai em linha recta apenas porque o árbitro se movimenta para a esquerda, logo, a câmara acompanha o seu movimento o que nos dá essa ilusão. aqui pretende-se provar que, ao dar aqueles passos para a esquerda, o árbitro nunca poderia ter visto a bola a sair.

      SL

      Eliminar
    3. Nuno este tema ficaria esclarecido com a repetição da camera de fora de jogo. Infelizmente as imagens "perderam-se'. Quando isto acontece (só me lembro na btv no inicio) sabemos porque acontece. É pena.

      Eliminar
    4. Carlos não é a UEFA que tem de provar que a bola saiu... O Sporting é que tem de provar que não saiu... O ónus da prova é de quem acusa.
      Agora aquela simulação? Uma bola que vai 25m em linha recta e depressa em 5m faz uma curva de 90 graus? Qual Beckham qual que. Reclamem da mão no golo... Reclamem do corte com a mão cá... Agora aquilo? Quanto mais mostrarem aquilo mais convencem as pessoas que a bola saiu.

      Eliminar
    5. O árbitro esta fora da area nunca marcaria aquilo. O de baliza esta de costas, a olhar para a baliza (a propósito, há coisa mais estúpida??) E o auxiliar corre para dentro. Quem marcou então?
      Ao agarrar-se ao 3D mostra qual é a sua opinião do lance.

      Eliminar
  4. Bom dia, Mestre

    Tens de começar a convidar o Nuno Martins para escrever posts em parceria contigo. O brilhantismo de tudo o que diz no seu comentário das 9h42 é patente e tem que ser recompensado. Porque não torná-lo moderador deste blogue?

    Ah, desculpem... depois lê-se o comentário das 11h16 e percebe-se bem ao que vem!

    Sabiam que houve um clube que, mesmo ali no fechar da janela de transferências inglesa veio, desesperado, tentar humildemente com a contrapartida de dez (10) milhões (MILHÕES) de Euros (€), tirar o grande capitão, aquele colosso dos rins duros e das cabeçadas que ganham campeonatos na pequena área, o melhor defesa central de sempre a jogar na Liga Portuguesa, o fabuloso Luisão, do fabuloso Benfica!? O homem vale 10 milhões de euros com 34 anos! É um craque, um deus, um astro na terra! E o Luís Filipe Vieira o que disse? "Não! Nunca! Jamais! Em tempo algum!"

    Quem me dera ser do Benfica. Aqui o nosso amigo Nuno Martins quando leu a notícia, deve-se ter vindo. Que gozo, que orgulho, que loas deverão ser feitas ao presidente deste clube de vermelho vestido que oferece gelados à testa de todos os seus adeptos e que estes continuam a aplaudir, contentíssimos e deliciados...

    Têm um problema de surdez quase todos. Não ouvem nada que tenha a ver com 9,5Kg, com cartões de sócio de outros clubes, com festejos de vitórias sobre o Benfica quando era amigo do Dono do Porto, com casos polémicos... Isso, segundo eles, "não tem nada a ver com o Benfica".

    Ai quando ele cair.

    Eu, se apoiasse um clube destes, ficava caladinho, no meu canto. Tinha vergonha. Tenha vergonha, Sr. Nuno Martins. Esse post incendiário das 11h16 só serve para confirmar a classe da grande maioria dos adeptos. Porque não um post de apoio ao CSKA, ou a gozar com o Bruno de Carvalho, ou a mandar o Inácio para a prisão? Essas nunca ficam velhas.

    Seu idiota.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles não tem é vergonha na cara.

      Eliminar
    2. Goncalo, mais ridículo que o Luisao por 10 é o cristante por 20. Enfim.

      Eliminar
    3. Está a ver, Nuno? Essa última já tem mais piada.

      Agradeço o esforço. Agora pode voltar a servir gelados e enfiá-los na testa dos seus amigos benfiquistas lá no Novo Geração Benfica, onde pelos vistos é rei e senhor e toda a gente lhe presta vassalagem.

      Por aqui, mantenha o registo leve e menos hipócrita que nós agradecemos.

      Eliminar
    4. Não Gonçalo... Lá censuram me devido à contradizer as mentiras de alguns deles.

      Eliminar
    5. Nananinanão...

      Ainda há pouco lá estive. E olha que os teus comentários são bastante aplaudidos. Tens três ou quatro amigos que se ajoelham em êxtase quando verborreias.

      Ah, já agora aconselho todos os sportinguistas (opá, obrigado Nuno! Ainda bem que me lembraste...) a ver os comentários no ultimo post do Novo Geração Benfica e a constatar a percentagem de gente, supostamente do Benfica, que segue um blogue assumidamente benfiquista e que, face a um post muito semelhante ao que o Mestre fez cá ontem (hmmmm... estranho), a única coisa que lhes parece urgente comentar é, a saber:

      . Bruno de Carvalho
      . Doyen
      . VMOCs
      . Dinheiro da Champions que o Sporting não vai ter
      . Custos de 70M por época
      . etcs...

      Nem digo mais. Vão lá ver. É de rebolar a rir. Tanta azia e mesquinhez. Mas escusam de tentar protestar... o meu comentário não foi aprovado, devia ser demasiado "real".

      Eliminar
    6. O nuninho FDP martins é isso mesmo:.Um menino que na escolinha já tinha tiques de Panasca rabujento,cheio de traumas e que agora com 31 aninhos, pelos vistos está igual:Nuninho FDP vermelhudo-BAZA daqui FDP

      Eliminar
  5. O Sporting tem o melhor plantel. Melhor Gr, melhor defesa, melhor meio campo , melhor linha avançada e melhor treinador. O porto bons jogadores, mas falta equipa e treinador. O Benfica vai ser a risada do campeonato. Equipa de velhos, falta tudo treinador outra risada. Vai lutar pelo 4 lugar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahaha....esperamos bem que sim Carlos.

      Eliminar
  6. Parabéns pela análise Mestre. Não concordo com tudo mas também é para discutir que isto serve.

    Sporting:
    Não penso que vamos sofrer muito com a ausência de Nani. Na primeira metade da época passada ele teve uma importância bastante grande no que de bom fizémos mas na segunda aconteceu o contrário, o que é sinal da sua irregularidade que infelizmente o fez deixar a Premier League para rumar a um campeonato menor como é o turco.

    Benfica:
    É mais do que óbvio que para além da fulcral diferença, para pior, no que se refere ao treinador, existe uma grande perca na troca de Lima por Mitroglou. O primeiro era um jogador móvel, que tanto marcava como assistia e que combinava muito bem com Jonas. O grego é um pinheiro que devido à sua imobilidade força Jonas a ter que fazer o papel que na época passada era feito por...Lima.

    Porto:
    Não acho que vão ser essas as escolhas para o meio campo e ataque. Penso que Herrera não fica no 11 inicial, creio que Corona veio para jogar numa das alas e acho que Lopetegui vai ser forçado a meter Brahimi no meio pois o Catálogo Doyen não lhes conseguiu arranjar ninguém que substituisse o Oliver. Eles bem tentaram o excelente Lucas Lima mas o brasileiro pelos vistos não é parvo.

    No fim acredito que a equipa com o melhor treinador vencerá...e mais não digo! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Duas notas, Chirola: Mitroglou acaba por ser um jogador mais adequado ao futebol que Rui Vitória encoraja, ou seja, cruzamento para a área. Lima não seria mais eficaz neste tipo de jogo. Em relação ao Corona, parece-me que será para lutar com o Tello. Não vejo o Lopetegui a apostar insistentemente no Brahimi no meio. A acompanhar nas próximas jornadas. :)

      Eliminar
    2. Gostava de ver o brahimi no meio contra o Sporting :)

      Eliminar
  7. O único problema do Benfica e Porto tem a ver com as contratações disponíveis do catálogo da Doyen sports por isso algumas parecem estranhas e desenquadradas na maioria das contratações elas são impostas e o clube pouco pode fazer por isso!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Daniel, parece-me que o Benfica vive à margem da Doyen, mas altamente dependente de Jorge Mendes. Na realidade vai dar ao mesmo...

      Eliminar
  8. Boa análise Mestre. Só sinto saudades do Nani até ao jogo do Bessa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Carlos. Nesta comparação considerei o Nani pré-lesão.

      Eliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Excelente analise. No Blog Influencia arbitral também se publicou uma analise comparativa dos candidatos, aproveito para comentar em relação a esta vossa publicação.

    O actual plantél do Benfica tem uma valia muito semelhante ao da época anterior, do onze titular sairam o Maxi Pereira e o Lima, atletas de 31 e 32 anos que no seu curriculum apresentam 3 e 2 campeonatos conquistados nas suas careirras desportivas. É certo que fruto da aposta nos jovens da equipa B, para a posicão de lateral direito entrou o Nelson Semedo de apenas 21 anos, mas atenção já tem 114 jogos e 8 golos marcados como Senior (já tem 4 épocas inteiras de experiência). Para o lugar de Ponta de Lança entraram 2 boas soluções com o ADN de titulos que se pretende nestas equipas, o Mitroglou que aos 27 anos já tem 6 campeonatos nacionais no curriculum e o Raúl Jimenez que aos 24 anos tem 2 campeonatos nacionais no curriculum.
    Assim, mesmo considerando que o histórico de 3 campeonatos ganhos pelo Jorge Jesus é muito superior ao do jovem Rui Vitória que esta ainda a dar os primeiros passos num clube que luta por titulos, o Benfica como mantém no plantel 16 campeões nacionais (8 bicampeões) mantem grandes probabilidades de fazer uma época muito semelhante ao da época anterior, ao substituir no onze dois jogadores com mais de 31 anos por outros 2 que têm pelo menos menos 5 anos em princípio será benéfico em termos do rendimento fisico do elenco durante uma época inteira.

    No F. C. Porto, o actual plantél é inferior ao da época passada, perdeu jogadores ainda numa boa idade competitiva, como o Danilo, Alex Sandro e Jackson Martinez já com 2 titulos de campeões nacionais no curriculum, além do Quaresma que conta com 6 titulos de campeão, que por ter já 31 anos os dirigentes consideraram que já não teria muito a acrescentar para novas conquistas. Dos jogadores que entraram apenas o Casillas e o Maxi trazem o ADN caracteristico dos campeões, tendo no curriculum 5 e 3 titulos nacionais respectivamente mas infelizmente com 35 e 31 anos não é expectável que consigam acrescentar a equipa todas as suas melhores caracteristicas que evidenciaram durante a carreira. Por isso dificilmente o F. C. Porto conseguirá conquistar mais pontos que a equipa do ano anterior.

    Já o Sporting é a única equipa que parece evidente que melhorou o seu potencial neste defeso, que pela entrada do Jorge Jesus, quer pela entrada de Bryan Ruiz e do Teo Gutierrez que aos 30 anos trazem experiência ao plantel e principalmente 6 dos 10 titulos de campeão que em conjunto todos os jogadores trazem no curriculum (Bryan Ruiz já conquistou 4 campeonatos nacionais e o Teo Gutierrez 2). Uma vez, que o Sporting manteve a maioria dos titulares e dos jogadores já titulados apenas perdeu o Nani (tem 4 campeonatos no curriculum). Do onze titular saiu também o Cedric que foi substituido também aqui outro jogadores muito experiente e que aos 31 anos tem 1 titulo no curriculum. Tal como referes resta saber se este incremento de qualidade no Sporting chegará para terminar a época no 1º lugar.

    ResponderEliminar