quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Rescaldo da estreia de Casillas na Champions pelo Porto

Para se perceberem as observações feitas neste post é preciso ter visto o 2º golo do Dinamo Kiev. Aqui fica:



E agora sim, o rescaldo da estreia de Casillas:

video




40 comentários :

  1. Sei que se fosse o Sporting a sofrer um golo destes iríamos ter choradeira para uma semana. E eu acho que o golo é bem validado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Explica lá isso ao choramingas do teu treinador!

      Eliminar
    2. Se fosse eu também validaria o golo. No momento em que se apercebe que está em fora-de-jogo, o jogador alheia-se do lance.

      Eliminar
  2. Há um momento em que se vê o jogador do Kiev a fazer-se à bola e depois sim desvia-se portanto para mim o golo é mal validado.

    Isto de se ir em terceiro lugar causa muita azia...basta ver as capas da Bola e do Record...até Dezembro já sabemos o que nos resta !...

    Acredito que o JJ faça alguma gestão do plantel durante o jogo de hoje pois o desafio mais importante será com o Nacional, de qualquer das formas não poderemos desvalorizar uma competição como a Liga Europa.É possivel Carrillo ir para o banco mas não pelas razões que esses jornais querem dar !...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Record e um jornal claramente Sportinguista por isso nao percebo este comentario e a Abola tambem ja nao e o que era. Dito isto nao acredito que Carrilo va para o SLBenfica,se for e para o Porto.PS:Parabens por fazerem um post que nao e a falar do Maior.

      Eliminar
    2. Tirei isto de um artigo do Mais Futebol, escrito na sequência das alterações à interpretação do fora-de-jogo posicional pelo International Board:

      "As alterações que entraram em vigor a 1 de julho não dizem diretamente respeito à letra da lei, mas à sua interpretação, que é enquadrada pela FIFA num documento («Interpretation and guidelines») que serve de referência para as equipas de arbitragem. É esse documento que tem alguns pontos modificados pelo International Board. nomeadamente o que explica a noção de «Interferir no jogo».

      Até agora, o texto em vigor defendia que um avançado em fora de jogo posicional interferia no jogo sempre que o avançado procurasse «impedir que um adversário possa jogar a bola, obstruindo claramente o seu campo de visão, ou fazendo gestos que no entender do árbitro possam ser fator de engano ou diversão». A alteração proposta retira a última parte, substituindo-a por uma formulação mais simples: «impedir que um adversário possa jogar a bola, obstruindo claramente o seu campo de visão ou disputando a bola». "

      Eliminar
    3. Ou seja, a alteração foi feita para retirar a subjetividade da interpretação do movimento de um jogador em fora-de-jogo posicional. Pode fazer-se ou não ao lance (ou fingir) o que quiser, mas desde que não impeça um adversário de disputar a bola ou tape a visão, então não se marca o fora-de-jogo.

      Eliminar
    4. Mas o MdC acha que o jogador não impediu a visão do GR?
      Parece-me o ponto fundamental da questão.
      O Iker vê o balão para a área e (agora entramos no campo da subjetividade) quando o jogador em fora de jogo se desvia ele é atraído por esse movimento (em menor ou maior grau) e perde (por milissegundos que sejam) a visão da bola e fica sem reação.
      Abraço.

      PS - O golo bem anulado ao Casemiro, em Basileia, o ano passado tem algumas semelhanças (Marcano desvia-se para não ser atingido pela bola/tapa visão ao gr).

      Eliminar
    5. Mr. Blue, creio que o apontamento da obstrução do campo de visão se limita simplesmente ao impedimento de o guarda-redes ver a bola. Se a atenção do Casillas foi desviada por uma movimentação de um jogador em fora-de-jogo posicional acaba por não ser relevante para este caso, porque me parece que a bola sempre esteve visível. Aliás, isso parece relativamente claro no vine que coloquei.

      Eliminar
    6. Não me lembro dos pormenores desse lance em Basileia. Lembro-me apenas que o árbitro demorou uma eternidade a anular o golo...

      Eliminar
    7. "Se a atenção do Casillas foi desviada por uma movimentação de um jogador em fora-de-jogo posicional acaba por não ser relevante para este caso"
      É aqui que divergimos.
      Um GR não pode ser penalizado por se "distrair" com o comportamento em campo de alguém que está fora de jogo.
      Quando o balão/passe é feito o Casillas não está no posicionamento do árbitro assistente para saber de imediato que aquele adversário está deslocado. Tem uma ideia, não a certeza.
      Ele reage ao movimento desse adversário (deixando de ver a bola, na minha opinião), impedindo-o de reagir ao movimento do jogador em posição legal.
      Acha que o se o jogador em fora de jogo fosse eliminado da jogada o GR ia ficar onde ficou?
      Abraço.

      PS - Gostava da opinião de algum ex-árbitro, coisa que até ao momento não li nem ouvi... Posso estar completamente errado e serviria de jurisprudência para o futuro.

      Eliminar
    8. Bem ou mal validado, um jogador de futebol, principalmente sendo um guarda-redes, deve sempre disputar o lance até ao momento em que o árbitro interrompa a jogada.

      Este lance faz-me lembrar o típico braço no ar do defesa a pedir fora-de-jogo ao assistente.
      Quando vê que o assistente não assinala fora-de-jogo é que começa a correr.
      O mesmo se passou com Casillas, fez-se ao lance quando já era tarde.
      Não pode, lixou-se com F grande e custou uns milhões ao Porto este erro.

      SL

      Eliminar
  3. Eu a pensar que na primeira pagina do jornal de o jogo de hoje, vinha em letras grandes azuis carregadas a bold a seguinte frase “LOPETEGUI IRRITADO COM COSTA POR ESTE NÃO DEFENDER PERANTE A UEFA QUE O GOLO É MAL VALIDADO” ou então “LOPETEGUI NO FINAL DO JOGO, NÃO COMPRIMENTA COSTA” ou então “LOPETEGUI TRAMA E PROVOCA COSTA” ou então “LOPETEGUI EXIGE QUE COSTA DEFENDA A EQUIPA”. Senhores do jogo devem estar distraídos ou será que que são uns cãezinhos bem educados na mão do dono COSTA ?

    ResponderEliminar
  4. Bom dia.
    O problema é olhar de para o lance pelas cores!
    Um jogador a 2 m do local para onde é o passe não tem influência no comportamento da defesa? Acho que é óbvio que tem!
    Mas no ano passado já um golo do belenenses deste género (não propriamente igual) com o avançado fora de jogo na trajectória da bola e vou golo... Resultado... Tudo muito feliz. No mesmo ano há um golo anulado ao sporting por um jogador na zona onde é finalizado o lance estar fora de jogo.. Ui.. Colinho... Nem teve influência apesar de estar a 1m... Choro.
    Como é óbvio para todos se a nossa equipa não estiver a jogar aquilo é fora de jogo.
    Ps... Mas ri me muito! O palerma do basco a festejar o golo de raiva e levar com aquele golo. Já agora... O maxi lá fora também leva cartões... Será que é perseguição internacional?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este gajo é uma seca... sempre com estas bocas foleiras

      Eliminar
    2. Nuninho FDP matins,BAZA daqui grande FDP vermelhudo,verme reles,azeiteiro FDP

      Eliminar
  5. muito complicado este golo... não é um remate à baliza, podemos aceitar o critério do assistente de não considerar a posição do jogador pois não toca na bola. Se tivesse invalidado o golo, também seria uma boa decisão.

    ResponderEliminar
  6. A questão não é a comum "de o jogador em fora de jogo "não se fazer" à bola", como muitas vezes acontece.
    Aqui o jogador em fora de jogo tem que se desviar para que a bola não lhe acerte, sendo que a posição onde estava (em fora de jogo) retira a visão da bola ao GR.
    Parece-me óbvio que foi mal validado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim mas há uma repetição em que num primeiro momento o jogador do Kiev se faz à bola e depois desvia-se daí a minha ideia de estar em fora de jogo.Até aí para mim parecia-me legal !...

      Eliminar
    2. Mr. Blue, parece-me bem validado, pelo motivo que coloquei num comentário mais acima. Um abraço.

      Eliminar
  7. aquilo que muitas vezes acontece é o jogador não se mexer ou correr no sentido contrário da jogada, portanto para fora da área. Isso sim é não interferir na jogada. Aqui é muito complicado.

    Por mim dou o total benefício ao assistente, qualquer decisão é boa.

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão do golo ser ou não ilegal é menor, para mim a decisão do apitador daria para os dois lados, passe a expressão, a questão aqui maior é o Porco estar a ganhar 2-1 a 5 minutos do fim e o Lototegui ter feito entrar um avançado ao invés de segurar o resultado com mais uma unidade no meio campo.

      PS: Eu vivi este filme no ano passado com Sonso Silva em Alvalade contra o Carnide.

      Eliminar
    2. @Rasteiro,

      Se me deixassem fazer o Euromilhões depois de saber a chave, também acertava facilmente...

      Eliminar
  9. Quem não quiser ver que o problema aqui é outro, não veja. Mas eu percebo que custa admitir que pagam meia dúzia de milhões de euros por ano a um guarda-redes que sai daquela maneira dos postes. Ou na maioria dos golos que o Casillas sofre por andar ais papéis é por fora-de-jogo posicional dos adversários? A bola tinha que ser sempre dele, ponto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que está no FCP o Iker sofreu 6 golos (jogos de preparação incluídos), quantos foram então por andar aos papéis?
      Terão que ter sido mais que 3 para "a maioria" (desde que está cá, que é do que se fala quando se refere "meia dúzia de milhões") bater certo.

      Já eu diria que 2 dos que sofreu foram em fora de jogo, outros 3 foram por inépcia de dois companheiros de defesa. Sobra 1, que foi um golo normal.

      Eliminar
    2. Acho que o titular contra o Benfica vai ser o Helton! O casillas ainda está na linha de baliza.

      Eliminar
    3. Obviamente que não me refiro aos golos que sofreu pelo porto, blue. Vê os golos que sofreu nos últimos anos pelo Real Madrid. O Casillas sai mal da baliza a cruzamentos e esse é que é o problema. Não me parece que aos 33 anos comece a aprender...

      Eliminar
    4. Férenc, o contexto RM para mim não me interessa nada, nomeadamente os últimos 3-4 anos, pq ele viu a sua confiança minada pelo JM. Aliás, é revelador verificar que a maior parte dos erros dele nos últimos anos de RM foram no Bernabeu onde a pressão do público pró-JM era enorme.

      Não o acho mau a sair dos postes, acho que ele é contido nessa matéria porque só gosta de sair pela certa e porque sabe que nos postes tem grandes reflexos que lhe permitem resolver algum problema de uma "não saída".
      Mas ok, tenho olhar azul para o lance e para o Iker, reconheço ;)

      Abraço.

      Eliminar
    5. Olhe que são mais do que pensa.
      É ir ver um jogo ao Bernabeu e verá (estive lá na 1ª mão da supertaça espanhola de agosto de 2014 - pós vitória na CL - e o que alguns fizeram ao Iker é inqualificável). Embora atualmente a situação se possa ter diluído pois a questão era nitidamente JM vs Iker e já nenhum dos dois por lá está.

      Eliminar
  10. Por isso é que isto das opiniões é interessante, eu acho que este tipo de lance tem de ser invalidado, o jogador inclusive sente a necessidade de se desviar da bola...portanto está a influenciar a jogada senão não se desviava, ninguém aqui pode dizer com 100% de certeza que o facto desse jogador estar naquela posição faz com que o GR não aborde o lance de forma diferente. E um pormenor, essa imagem não mostra mas num primeiro reflexo o jogador ainda se faz à bola mas depois desiste ao ver o colega em boa posição.

    ResponderEliminar
  11. No FC Porto não somos choramingas, nem calimeros.. nem crucificamos jogadores. A culpa do empate, é de quem fez a falta e de quem deixou que a bola fosse marcada logo. A culpa é de todos, dos defesas principalmente. E mérito do avançado ucraniano!!

    Entretanto, para os mais ignorantes ou distraídos, queria aqui dizer apenas isto:

    FCP - 7 Títulos Internacionais
    SLB - 2 Títulos Internacionais
    SCP - 1 Títulos Internacionais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou matematicamente,

      FCP(i) > 2 * (SLB+SCP)(i)

      Eliminar
    2. Pois. Quando se compram títulos de campeonato no supermercado, está-se folgado para jogar títulos internacionais.

      Eliminar
  12. O lance é claramente legal, tal como as leis demonstram.
    Penso igualmente que o Casillas não tem culpa. Casillas é apenas mais um dos jogadores que pensou que o árbitro iria marcar fora-de-jogo e por tal, não se fez ao lance mais cedo.
    Isto dos jogadores só pararem depois de o árbitro marcar a falta, ou fazerem carrinhos em campos pelados (dando tudo por tudo mesmo a perder por 10-0) é só até aos iniciados. Depois disso começam os tiques de vedetas.

    ResponderEliminar