terça-feira, 17 de novembro de 2015

Génio incompreendido

33 comentários :

  1. Só não concordo com a frase do L'Equipe. Não há dúvida que Zidane é que foi o Barbosa francês.

    ResponderEliminar
  2. Pena apenas que o Pedro Barbosa não tenha querido ser maior. Ele tinha magia nos pés, mas era, como diz o video, com muita calma...

    ResponderEliminar
  3. É, é mais um da Formação.. o problema dele é que comia muitos croissants e no seu lugar na sua geração haviam outros ainda melhores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele fez as camadas jovens no porto, mas onde deu nas vistas, foi no Guimarães, na altura o sporting foi busca-lo, dizia-se, para subtituir o Figo que tinha sido vendido nesse ano. Acabou por ficar 10 épocas, periodos de altos e baixos mas os altos era de categoria mundial....Quinito disse uma frase que o define: “Se tivesse dinheiro, comprava o Pedro Barbosa e punha-o a jogar no meu quintal, só para mim”.

      Eliminar
    2. Em talento, o Barbosa até metia o Rui Costa a um canto. Só o Figo o superava.
      Mas como não tinha cunhas na Seleção e era um crime meter o pintas no banco só porque jogava na fiorentina, passou ao lado da Seleção. Ainda assim, nas poucas vezes que era chamado costumava marcar. Tivesse ele jogado metade do tempo que davam a outros com metade da sua qualidade...

      Eliminar
  4. Passa o caralho mas não passa o merda. Lel.

    Grande Pedro, o meu jogador preferido de sempre do Sporting.

    ResponderEliminar
  5. Um génio. Que pena que só teve 1 treinador de jeito em toda a sua carreira de SCP. Tivesse ele crescido com JJ e a história mudava de figura.

    ResponderEliminar
  6. Adorava o Barbosa!! Vou sempre preferir os jogadores com classe, com inteligência e com perfume nos pés...como o Barbosa!

    Por isso hoje adoro ver jogar William e João Mário.

    ResponderEliminar
  7. Pequena penalidade Apresentado por Mestre de Cerimónias à(s) 08:00

    Sendo um Blogue um espaço de interacção, comentei e lancei-lhe um repto ontem (Magnifico DeeJay16 de novembro de 2015 às 19:03) a propósito do seu post em epigrafe, não obstante ainda não ter obtido qualquer comentário da sua parte continuo a aguardar a concretização do mesmo:

    Mestre de Cerimónias, depois desta analise pertinente sobre o trabalho de outros convido-o a rever a sua analise ao Benfica 0-3 Sporting, pois no meu modesto entender está pouco consistente atendendo aos critérios por si previamente definidos.
    Considerou única e exclusivamente um lance ocorrido ao minuto 8' fazendo tábua rasa de todos os outros lances por si elencados.
    Quando diz e passo a citar "Para além disso, valorizo mais os erros críticos de arbitragem que acontecem primeiro......." significa para mim isso mesmo mas também não desvalorizar por completo todos os outros ocorridos à posteriori.
    Regards!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me apercebi, MD. O princípio que sigo, e que sempre segui, é que um lance crítico pode mudar completamente o rumo de uma partida. Se o Benfica tivesse marcado um golo aos 8 minutos, é perfeitamente legítimo pensar que poderiam ganhar o jogo. É esse o raciocínio que fiz. Também seria perfeitamente possível que o Sporting ganhasse, daí ter assumido um 1X2. Um abraço.

      Eliminar
    2. Caro MC, obrigado pela sua resposta mas ainda não estou convencido dos argumentos apresentados na mesma, melhor dizendo do argumento.
      Bem sei que é muito mais fácil elencar os erros dos outros do que fazermos autocritica, diz-me a experiencia de vida.
      Seria mais comodo para mim dar o assunto por encerrado, mas isso seria ir contra os meus princípios, o que lhe peço é tão só que volte a analisar o jogo em questão atendendo a que o argumento referido não é valido levando em linha de conta exclusivamente os seus critérios.
      Sendo os critérios por si definidos os seguintes:
      Considero lances críticos:
      • penáltis assinalados ou por assinalar
      (8': Luisão pede grande penalidade por agarrão de Bryan Ruiz, o árbitro não assinalou penálti - decisão errada,….)
      • cartões vermelhos diretos mostrados ou por mostrar
      (47': Fejsa agride Adrien, o árbitro mostrou-lhe amarelo - decisão errada, Fejsa devia ter sido expulso)
      • 2º amarelo exibido a um jogador que leva à sua expulsão, ou que tenha ficado por mostrar
      (42': Samaris faz uma falta sobre Bryan Ruiz e atinge-o com o braço, o árbitro não qualquer cartão (Samaris já tinha um amarelo) - decisão errada, no mínimo justificava o 2º amarelo e, eventualmente, até o vermelho direto)
      (84': Slimani, já com amarelo, faz uma falta dura por trás sobre Gaitán; o árbitro considerou não haver motivo para mostrar cartão - decisão errada, Slimani devia ter visto o 2º amarelo)
      • golos marcados em fora-de-jogo
      • golos anulados (incluindo golos não anulados por fora-de-jogo, desde que os intervenientes diretos da equipa que defende não desistam da jogada)
      Para além disso, valorizo mais os erros críticos de arbitragem que acontecem primeiro. Uma expulsão perdoada aos 15' é completamente diferente de uma expulsão perdoada aos 80', assim como um erro com um resultado em aberto é bem mais prejudicial que um erro com um resultado decidido.

      Concluindo:
      Dois lances críticos a favor de ( o outro clube), sendo que um é um pretenso penalti aos 8' que daria ou não um golo (valorizado pelo critério erros críticos de arbitragem que acontecem primeiro), e o outro a expulsão do Slimani fazendo co que o SCP fica-se reduzido a dez jogadores aos 84' (erro com o resultado decidido).

      Dois lances críticos a favor do SCP erros com um resultado em aberto , duas expulsões 42' e 47' tendo como consequência imediata o facto de (o outro clube) ficar reduzido a dez e nove jogadores respetivamente, repito factos com consequência imediata com o resultado em aberto.

      MC perante os argumentos que apresento consubstanciados em factos por si elencados, e atendendo as regras por si definidas, só me resta pedir-lhe que com humildade reconheça que se equivocou e proceda à alteração de 1x2 para um inequívoco 2.
      Regards!

      Eliminar
    3. Aditamento:
      Justificação do requerimento da alteração de 1x2 para inequívoco 2:
      porque o resultado final do encontro não foi nem (o outro clube) 0-1 Sporting, (o outro clube) 1-1 Sporting, (o outro clube) 1-2 Sporting, (o outro clube) 0-2 Sporting, mas sim inequivocamente (o outro clube) 0-3 Sporting
      Regards!

      Eliminar
    4. DJ, então deves ser tu o magnífico speaker de alvalid,l que na sua normal angústia de clube pequeno, não se atreve a pronunciar, por reverência e complexo de inferioridade, o nome mais Glorioso do futebol nacional.

      Eliminar
    5. O nome mais Glorioso do futebol nacional é Rodolfo Reis (e não Dias). Já agora, Rodolfo escreve-se com "o" e não "u".

      Eliminar
    6. Não chirola, Rudolfo é nome de baptismo e escreve-se com u pois o meu avô era Rudolph. Agora tu deves ser do Cerco do Porto e não deves saber isso.

      Eliminar
  8. Comentário que me ficou sempre na memória, no jogo contra o AZ Alkmaar, na segunda mão, no prolongamento salvo erro o comentador diz algo do género:

    'O Pedro Barbosa hoje não se farta de espalhar magia pelo Alkmaarder Hout'.

    ResponderEliminar
  9. Um génio mesmo, pura classe naqueles pés. Infelizmente atravessou uma fase contorbada do Sporting e nuca atingiu o destaque total que merecia. Ainda assim, presença crucial nos 2 únicos títulos que temos nos últimos tempos.

    ResponderEliminar
  10. O problema deste génio incompreendido é o clube onde foi parar. Se tivesse tido a sorte de ter ido para o Glorioso ou mesmo para os fruteiros, seria hoje um jogador emblemático do futebol nacional.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim. Qualquer monte de merda que dê uns chutos na bola, deste que tenha uma dessas cores vestida, pelo menos em Portugal, será sempre o maior. Quanto mais ainda se fosse um jogador como o Pedro Barbosa.

      Toda a gente ainda delira com os pormenores do Nelson Oliveira, esse craque.

      E mais digo, tivesse o C.Ronaldo nascido de vermelho, ja tinha uma estátua sua a substituir a do marquês, e a comunicação social em peso a a apoia-lo para as bolas de ouro, ao invés de andar sempre a fazer vênias a merda do anãozinho que so sabe jogar em Barcelona, com a maioria da escumalha deste país a assobia-lo, como quando ele vos teve de mostrar o dedo do meio..

      E bem educado foi ele. Tivesse sido eu, e ainda mandava era uma cagada la no meio, que é a unica coisa que a grande maioria de voces merecem.

      Eliminar
  11. PedroC (parece um nome da casa dos segredos 23) então também concordas comigo que se ele tivesse vestido de vermelho e branco, hoje seria idolatrado a nível nacional. Não há dúvida que isto de jogar no Glorioso dá outro estatuto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Hoje comi frango ao jantar, não havia água por isso ia beber whisky, como o Eusébio, mas não sou digno dele ainda. :(

      Eliminar
    3. Afinal ele é o motivo pela qual se pode dizer que hoje se homenageiam vencedores de concursos de bebida no panteão.

      Eliminar
    4. Rudolfo (parece nome de cão), então não concordo?

      Foi como eu disse. Neste momento da historia, podia-se albardar um belo monte de merda com uma camisola do Benfica, que iria ser idolatrado certamente pela maioria do país, patrocinado pelos "braz" das televisões.

      Mas há duvidas? O Benfica goza de tal estatuto, que até droga pode ser traficada no seu estadio, por empregados do clube, que até isso se pode transformar num grande acto de gestão.

      Goza de tal estatuto, que os flops que compra, ao serem castigados por fazerem aquilo que sempre fizeram na carreira deles, é logo considerado um otimo acto de gestão, enquanto outros na mesma situação, mesmo gastando muito menos dinheiro, são quase gozados, e considerados incompetentes.

      Alias eu nem sei, dado as coisas estarem como estão, porque é que nao fazem um campeonato so para voces. Ficavam a jogar sozinhos, e assim poupavam-nos ao imenso cheiro a merda que emana das vossas gargantas.

      Falando em montes de merda, na realidade vendo bem, já se veem muitos vestidos de vermelho em branco. Não sao todos, mas a grande maioria serão certamente.

      Voces são uma escumalha de merda, que so aparecem quando o rei faz festa. Quando andaram na miseria, ate tiveram que rebentar com parte do estadio, para nao se notar tanto que chegavam so a ter 4 ou 5 mil pessoas e no estadio em dia de jogo para o campeonato. Não fosse a tralha que vos sustenta, e já nem existiam.

      O Pedro Barbosa ganhou nos anos em que esteve no Sporting, mais titulos do que voces na mesma altura.
      Ponto final.

      Certamente que não estará muito triste, por não ter partilhado balneário com craques como o Chano, o Paulo Madeira, e principalmente com o paneleiro do Calado.

      Eliminar
    5. Duarte Silva, todos sabemos que o Peydoteu era homem de várias mulheres, poligãmico militante e se na altura houvesse um Gabinete de Apoio à Vítima ele seria certamente o mais denunciado. É esse o homem que vão homenagear no sábado e que querem ver no Panteão?

      Eliminar
    6. PedroC (parece nome da casa dos segredos 24, homens musculados com cérebro do tamanho de uma ervilha- verde, claro está) enquanto tu dizes que "Vocês são uma escumalha de merda" eu não preciso de insultos para vos descrever, pois respeito a identidade de cada um. São assim como que uns betinhos arrogantes, com a mania que ainda possuem o título de viscondes mas passam mais necessidades do que qualquer membro do proletariado. E a noblesse esquece-se que já foi ultrapassada largamente, em prestígio, títulos, simpatizantes, merchandising,ecletismo por pelo menos 2 clubes, mas não quer acreditar e comportam-se como se ainda fossem os maiores do pedaço.

      Eliminar
  12. "betinhos arrogantes, com a mania que ainda possuem o título de viscondes"

    Meu rico menino, vens bater a boa porta com merdas destas.

    Cago bem em cima dessa mentalidade, que se calhar ate tens razao, ainda aparece muito em certos sectores do meu clube.

    Mas comigo nisso nao tens hipotese, porque de visconde tenho pouco, e ainda menos de betinho. Nao tenho problema nenhum em "andar ca em baixo" a mandar gajos como tu para o caralho.

    Nos andámos em baixo a muito tempo. É verdade. Temos ganho muito menos que os outros. É verdade. Nao ha como argumentar contra.

    Mas mesmo assim nunca o Sporting Clube de Portugal se viu abandonado pelos seus, apesar de tudo o que foi acontecendo. Se isso tivesse acontecido, ja nao existia.

    Tivesse a tua agremiaçao, ou a casa de putas la do norte, estado na situaçao em que nos tivemos nos ultimos anos, e a unica memoria que existia delas era o espaço dos bifanarios onde voces se vao enfrascar para depois andarem a mandar very lights aos outros.

    Mas nos estaremos ca para ver, quando a bandidagem que vos gere saltar ca para fora, depois veremos quem chia mais.

    ResponderEliminar