sábado, 30 de janeiro de 2016

Balanço das arbitragens: 18ª e 19ª jornadas

Sporting 2-2 Tondela (Luís Ferreira)

29': Nathan Júnior cai na área após choque com Rui Patrício; o árbitro assinalou penálti - decisão errada, o jogador do Tondela já vai em desequilíbrio após tropeçar na relva e falhar o controlo da bola, Rui Patrício corta a bola, e o choque era inevitável

29': Na sequência desse lance, Rui Patrício é expulso - decisão errada

57': Após remate de Bryan Ruiz, Tikito corta a bola sobre a linha; o árbitro assinala inicialmente penálti por mão na bola, mas o árbitro assistente corrige a decisão - decisão certa, o corte é feito com a cabeça

=: erro duplamente penalizador ao assinalar um penálti e expulsando Rui Patrício (1)


Estoril 1-2 Benfica (Vasco Santos)

52': No golo de Mitroglou existiram algumas dúvidas sobre a legalidade da sua posição no momento do passe - decisão certa, o grego está em jogo

65': Dúvidas sobre se a bola atravessou a linha de golo da baliza do Estoril - as imagens não são elucidativas, pelo que não há forma de saber com certeza se deveria ter sido ou não golo do Benfica

=: arbitragem sem influência no resultado


Guimarães 1-0 Porto (Manuel Oliveira)

90+2': Aboubakar bate com o braço na bola, e vê o segundo amarelo - decisão errada, não parece haver um movimento propositado do jogador para cortar o lance

=: o erro aconteceu numa altura em que já era muito complicado chegar ao empate; como tal, considero que a arbitragem não teve influência no resultado



Paços Ferreira 1-3 Sporting (Artur Soares Dias)

31': Edson Farias disputa uma bola com Adrien dentro da área do Paços, o árbitro assinala mão de Adrien - decisão errada, duplo erro: o jogador do Paços toca primeiro a bola com a mão e depois empurra Adrien; penálti por assinalar a favor do Sporting


35': Diogo Jota cai na área após contacto com Naldo, o árbitro considerou simulação - decisão certa

=: apesar do erro, arbitragem sem influência no resultado



Benfica 3-1 Arouca (Manuel Mota)

12': A bola bate no braço de Lisandro Lopez dentro da área; o árbitro não assinalou penálti - decisão errada, o jogador do Benfica aborda o lance de braço aberto e acaba por intercetar a bola após toque de David Simão

=: penálti por assinalar a favor do Arouca quando o resultado era 1-0 (1X)



Porto 1-0 Marítimo (Jorge Ferreira)

22': Segundos antes do golo de André André, há um cruzamento sacudido por Salin, que atira a bola contra o braço aberto de Aboubakar; o árbitro não considerou mão na bola e deixou seguir - decisão certa, o braço de Aboubakar estava numa posição recuada e não era provável que a bola lhe embatesse no braço jogador, como tal deve ser considerado um lance casual

23': Maxi Pereira cai na área ao passar por Fernando Ferreira, o árbitro não assinalou penálti - decisão certa, há contacto, mas não parece ser suficiente para o derrubar, Maxi deixa-se cair

37': Maxi Pereira cai na área após empurrão de Patrick, o árbitro considerou simulação - decisão errada, existe um empurrão pelas costas ao jogador do Porto 

50': Maxi Pereira cai na área ao chocar com Romário Leiria, o árbitro não assinalou penálti - decisão certa, os dois jogadores dirigem-se para a bola e embatem ombro contra ombro

=: apesar do erro, arbitragem sem influência no resultado



Estatísticas da jornada



Estatísticas acumuladas



Classificação



Jogos com influência da arbitragem no resultado



Erros de arbitragem com o resultado em aberto



Erros de arbitragem com o resultado em aberto agrupados por árbitro, desde 2013/14


30 comentários :

  1. A partir deste post acaba a credibilidade destas análises. O patrício não arrancou pela raiz o avançado do Tondela? OK. O nível baixou mesmo de modo a agradar a multidão de infiltrados que agora aparecem. RIP o artista do dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso significa que já cá não voltas mais?
      Boa viagem!

      Eliminar
    2. Momento stand-up comedy logo pela manhã...

      Eliminar
    3. Deves ser cego. Melhor, deves ser arbitro.

      Nos queremos o SPORTING CAMPEAO!

      Eliminar
    4. Basicamente o post so tem credibilidade se o Nuno concordar com as análises?

      Eliminar
    5. É basicamente mais uma cena de o mundo contra os iluminados... Todo o mundo vê um pênalti óbvio... Os iluminados tentam negar a realidade. O coroado já não serve? O Pedro Henriques já não serve? O único árbitro que disse que não era pênalti foi o bdc...

      Eliminar
    6. E hoje vamos ganhar. E vamos continuar a ganhar por muito mais tempo.

      Tu vais continuar aqui, a grunhir.

      Eliminar
    7. Pensava que já não tinha credibilidade, Nuno... :)

      Eliminar
    8. Para além de que isto não devia ser surpresa, já tinha dado a minha opinião sobre o lance. Todas as repetições que vi apenas reforçaram a minha opinião. De difícil análise, mas não era penálti e muito menos vermelho.

      Eliminar
    9. Nuno olha bem para o pé direito dele na jogada e verás que ele já estava em queda antes do contacto, eu para mim aquilo foi um penalti bem "cavado", porque a única forma de ver que aquilo não era penalti era com recurso às tecnologias, porque da forma que o arbitro estava a ver o lance era muito difícil de decidir e tendo em conta que é preciso decidir naquele momento, é daqueles erros que para mim se acaba por aceitar, porque o lance era de uma análise muito difícil, além disso a equipa também só se pode queixar de si mesma pela forma displicente como entrou em campo.

      Eliminar
    10. Ahahahah.

      Tu, que avalias os lances consoante a cor da camisola vens criticar o dono do blog! Está certo! És tu que tens moral para avaliar a credibilidade dos outros.

      Por falar nisso, e porque não respondeste...já percebeste que eu apenas fui procurar aquilo das ofensas à integridade física, porque foi essa a queixa feita pelo teu clube?

      Eliminar
    11. Bom, com esta do patrício o MdC provou que é um avençado da estrutura verde.

      Eliminar
    12. Tal e qual. Costuma comer caviar no museu da cerveja.

      Eliminar
    13. Vai ao LIDL buscar alimentos com cartão oferta pré-pago.

      Eliminar
    14. Sou avençado do Sporting em final de contrato, Rudolfo. Se me pagarem 2,5M de prémio de assinatura troco já! :)

      Eliminar
    15. Não faça isso MdC, para além de ofender a memória do Inzébrio, iria obrigar o Pinóquio Gil e demais papoilas saltitantes avençadas que por aqui pululam, a renegociar os seus (deles) contratos com o OrelhasMidas. Era logo um chorrilho de queixinhas na Estrutura vermelhóide.

      Eliminar
    16. Pense lá bem homem, ter de ir aos briefings e suportar a presença da Morsa e demais invertebrados do Coro Angelical, nem com o ordenado do Tábarato... :)

      Eliminar
    17. Em final de contrato e por esse valor perfeitamente compatível, ao nível do Tábarato, pondero seriamente contratá-lo para a minha futura campanha.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Pois

    https://giant.gfycat.com/CoolNiceChrysalis.webm

    ResponderEliminar
  4. Mestre, veja bem esta imagem:

    http://i.imgur.com/9FiUjPt.png

    Independentemente do jogador do Tondela já estar em queda meio segundo antes do impacto, o Patrício ataca a bola com os pitons levantados e acerta PRIMEIRO no jogador! Só esta entrada do Patrício é motivo para falta e expulsão, mas neste caso ainda tinha a agravante do avançado do Tondela estar isolado.

    Mas não querendo perder mais tempo a discutir um lance tão evidente, pergunto:

    Porquê que no jogo do SCP, mesmo retirando o penalti e expulsão (aos 29min), ou seja, supondo que o resultado estaria empatado e havendo apenas 60 minutos de jogo o Mestre conclui que o resultado mais previsível seria unicamente a vitoria do Sporting, mas, no jogo do Benfica, supondo que o arbitro apitava o penalti aos 12 minutos e o Estoril conseguisse marcar (o que não seria certo) e havendo ainda 75 minutos o Mestre conclui que o resultado mais previsível seria a 1X?

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JF, o contacto entre ambos existe, é indiscutível, e era inevitável. Mas o facto é que o Nathan ia em desequilíbrio, não tinha a bola controlada, e o único jogador que joga efetivamente a bola é o Rui Patrício.

      Eliminar
    2. Mestre, foi uma resposta muito pouco convincente. Mas como referi, nem vou perder mais tempo a discutir algo tão evidente.

      Mas Mestre, não deve ter reparado na segunda questão que fiz, qual o motivo para ter decidido o resultado provável final de formas diferentes?

      No jogo do SCP, estando 0-0 e a restar 60' o Mestre conclui que o resultado final mais provável é a vitória do Sporting;

      No jogo do SLB, supondo que o árbitro marcasse o tal penalti, o Estoril poderia ou não chegar ao empate e, a havendo ainda 75' para se jogar, o Mestre concluiu que o resultado mais provável é o empate ou a vitória do Benfica.

      Consegue explicar o motivo para ter sido tão "incoerente" em duas análises semelhantes?

      Eliminar
    3. JF

      Se te estiveres a referir ao jogo Benfica Estoril da primeira jornada, o estoril não empataria, mas sim ficaria a ganhar.

      Parecem-me existir diferenças entre os dois jogos.

      Cerca de 80% dos penaltis dão golo, o Benfica teria 80% de probabilidades de ficar a perder 0-1. Com o SCP ficaria 0-0. Para além disso o Estoril é bem melhor equipa que o Tondela e existe um factor anímico negativo quando um clube grande sofre um golo em casa.

      Este factor anímico é significativo até quando um grande está a ganhar por dois golos e o clube pequeno reduz.

      Ponderando todas as variáveis e tendo em conta que o Estoril teve muitas oportunidades e o Benfica marcou os 4 golos nos últimos 15 minutos, percebo o critério do mestre.

      Mas na minha opinião, até nem acho penalti este lance do Luisão, assim como não acho o do João Pereira contra o Passos de Ferreira em alvalade, porque considero que os jogadores não chegavam à bola e o contacto não é demasiado forte. Contra o Tondela o penalti é discutível, mas nunca seria expulsão pelo mesmo critério. O jogador dificilmente marcaria golo, porque não vai com a bola controlada, vai chegar *a bola ao mesmo tempo que o patrício e para além disso até tropeçou na relva.

      Mas é uma questão de critério, eu gosto arbitragens com critério largo, a permitir contactos e bom senso na marcação de penaltis.

      Eliminar
    4. Francisco Lima, erro meu. Refiro-me aos lances da jornada 19, Benfica - Arouca.

      Eliminar
    5. Devido a um erro meu, volto a reformular a questão:

      No jogo do SCP, estando 0-0 e a restar 60' o Mestre conclui que o resultado final mais provável é a vitória do Sporting;

      No jogo do SLB, supondo que o árbitro marcasse o tal penalti, o Arouca poderia ou não chegar ao empate e, havendo ainda 75' para se jogar, o Mestre concluiu que o resultado mais provável é o empate ou a vitória do Benfica.

      Consegue explicar o motivo para ter sido tão "incoerente" em duas análises semelhantes?

      Cumprimentos

      Eliminar
    6. São casos diferentes, JF. No caso do Sporting, houve um prejuízo para o Sporting, que acabou por determinar o resultado final. Nestes casos não dou o benefício da dúvida ao clube "pequeno", sem querer ofender o Tondela.

      No Benfica - Estoril, o Benfica foi beneficiado. O Estoril ficaria a ganhar 0-1. Merece o benefício da dúvida de pelo menos conseguir um empate. O 2º golo resulta de um penálti não assinalado. Foram 2 erros que desbloquearam o resultado. Duvido muito que o Benfica conseguisse chegar à vitória, daí o X.

      Eliminar
    7. Mestre, refiro-me ao Benfica - Arouca que analisou nesta jornada (19)!

      As situações foram idênticas!

      Sporting 0-0 Tondela - 60' para jogar, o Mestre diz que o resultado provável é a vitoria do SCP;

      Benfica 1-1 Arouca (caso concretizasse o penalti) - 75' para jogar, o Mestre diz que o resultado provável é 1X.

      Eliminar
    8. Entre os dois jogos a diferença apenas está relacionada com a qualidade da equipa Tondela/Arouca e no tal factor anímico de uma equipa que chega ao empate.

      Mas considerando o tempo que ainda existia para jogar, o facto do Benfica ter marcado mais dois golos e ter jogado bem, na minha opinião, deveria ser considerada apenas a vitoria do Benfica, tal como no caso do Sporting.

      Contudo, preferia estar empatado 0-0 com o Tondela a 60 minutos do fim, que 1-0 e penalti por marcar, frente ao arouca, com 75 minutos por jogar.

      Eliminar