quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

#DiaDeSporting: deslocação de risco máximo

Não há lugar a qualquer tipo de descanso ou relaxamento. Depois da brilhante vitória frente ao Porto, segue-se hoje uma deslocação de risco máximo a Setúbal, onde nos aguardam uma equipa em excelente forma, um relvado em mau estado e um temporal que ameaça não dar tréguas à hora do jogo. 

Zeegelaar e Bruno César foram convocados pela primeira vez e, segundo Jorge Jesus, existirão seguramente mexidas em relação à última partida. Não acredito que o treinador esteja a pensar em fazer qualquer tipo de poupanças, pelo que quaisquer alterações que faça deverão ser pontuais, em função da condição física dos jogadores e das características do terreno e do adversário. Aposto no onze que os jornais estão a dar como provável: Bruno César deverá entrar - não esquecer que já treina há quase dois meses com a equipa - para o lugar de Matheus.


Já agora, há que acrescentar aos fatores de risco a nomeação de Jorge Ferreira. Alerta máximo para toda a equipa e, em particular, para Paulo Oliveira, que terá que ter cuidados redobrados para não ver o 5º amarelo que o afastará da partida com o Braga.

20 comentários :

  1. Singelo contra dobrado no amarelo ao Paulo Oliveira.

    ResponderEliminar
  2. Risco máximo mesmo.Que não aconteça como na Madeira.Jogar sempre no máximo para não se lembrarem só de quererem vencer o jogo quando estão a perder ou nos últimos minutos.

    ResponderEliminar
  3. Golaço de Iuri !

    http://desporto.sapo.pt/multimedia/videos_futebol/#/video?28133

    ResponderEliminar
  4. A maior condicionante pode vir a ser o tempo, embora este seja um meio campo estanque condizente ao terreno pesado que porventura se fará sentir consoante a drenagem do mesmo

    SPORTING

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande jogada colectiva sempre em posse, começa a ser uma imagem de marca a forma desenvolta como no último terço do campo o SPORTING absorve as linhas recuadas das equipas adversárias,

      Adicional a um registo da melhor defesa da competição

      Perante uma defesa e opositores de outro calibre Suk parece permeável e omnipresente, talvez rumores de uma transferência ou estar a jogar contra a futura equipa???

      Seja como for estou curioso de o ver jogar em ataque continuo.

      Até ao momento grande jogo do William

      Eliminar
    2. ChutaChuta

      Penalty no lance anterior sobre o mesmo, insisto o colectivo em soberbo momento

      Eliminar
    3. Mestre
      Desculpe tantos post

      Mas tenho desde algum tempo vindo analisar a postura entre o nosso William e Danilo do puerco e atendendo ao que vi dos dois nos últimos 3 anos, Danilo sempre transportou uma equipa com a sua qualidade e na ausência de colectivo e individualidades com o mesmo potencial hoje onde está joga um futebol com substancial acréscimo de rigor embora continue a detectar falhas graves no jogo sem bola, ora William em Alvalade desde LJ que o lançou tinha a uma arma exponencial que lhe dava vantagem, o bloco baixo que Jardim adopta para as suas equipas onde o trinco/libero tendência a ter uma presença muito forte táctica e física no contacto.
      Em relação aos técnicos pôs LJ com o Marco e agora o jogo roda e circula sem tanta influência do médio de contenção e aqui é onde estagna o diferencial no jogo de influência do William sobre a equipa na zona de construção, isto pode ser considerado positivo ou negativo?

      O que eu penso é de que com JJ a posição que referencio é fulcro no gene ideológico do treinador o qual tem William sobre comandos e variáveis que devem estar a ser matutadas pelo pupilo o qual deverá estar sobre o efeito de mutação e absorção,

      Jorge Jesus é muito rigoroso com este tipo de pormenor e porventura teremos um WCarvalho diferente na primavera

      SL

      Eliminar
    4. Grande momento do jogo:

      PASSE do WILLIAM a J.JESUS

      Eliminar
    5. GreenDevil, o único mau momento de Jesus na partida, grande passe de William à linha com possibilidade de progressão na ala e má receção de JJ eh eh eh
      SL

      Eliminar
  5. ChutaChuPa outra vez e quem é a nossa

    PUTA

    ResponderEliminar
  6. Será que é desta que o choco chocho se cala e desaparece daqui ?

    A fruta empatou !

    ResponderEliminar
  7. Este meio campo tem que jogar em Alvalade contra o próximo adversário que explora muito bem o contra ataque,

    ChutaChupem e João Mário "Turbo" a fechar o corredor exterior dos alas do Minho e manter a pressão alta no último terço opositor

    O trabalho do "Capitão" numa mescla posição 8,5 a recuar e a pressionar a saída de bola é subliminar

    Até aos 85' tivemos 2 remates contra e uma vantagem de 6 golos? Será a ausência de Ruben Semedo na obrigatoriedade da cláusula resposta ao resultado de hoje?

    Manter este treinador os próximos 10/12 anos, é

    OBRIGATORIAMENTE UMA EXIGÊNCIA

    ResponderEliminar
  8. A corrupção a norte está a desvanecer com a idade e a evolução tecnológica porque os métodos eram descaradamente mafiosos no velho registo siciliano ultrapassado,

    A sul é complicado a tecnologia aproximou os

    TELEFONEMAS, ofertas ilícitas (Vouchers e Caixinhas moçambicano)

    Descaradamente APAF e o seu timoneiro Mor vitorcorruptPereira insistem a estender a passadeira à PASSARADA colombiana,

    Mudar o paradigma obriga limpar a MERDA em escala desde a FPF e CJ

    Para tal todos unidos somos poucos

    SL

    ResponderEliminar
  9. Seis zero sem penaltis é muito futebol.

    ResponderEliminar
  10. Estrondosos, mais uma vez e Campeões de Inverno, porque os pasquins se "esqueceram" de o mencionar. Grande estreia de B. César, o Divino Islam a fazer como sempre, Aquilani a dizer presente e J. Mário a lembrar-nos que um dia (mais próximo do que pensávamos) nos irá deixar com os cofres cheios. Agora, Ganhar ao braga.

    ResponderEliminar
  11. Estrondosos, mais uma vez e Campeões de Inverno, porque os pasquins se "esqueceram" de o mencionar. Grande estreia de B. César, o Divino Islam a fazer como sempre, Aquilani a dizer presente e J. Mário a lembrar-nos que um dia (mais próximo do que pensávamos) nos irá deixar com os cofres cheios. Agora, Ganhar ao braga.

    ResponderEliminar