segunda-feira, 14 de março de 2016

Na proteção do património do Sporting Clube de Portugal

Numa semana dominada pelo dérbi e pela distribuição de panfletos a apelar para o despertar dos sportinguistas, a atualidade sportinguista foi também marcada ao de leve pelo anúncio da recuperação de percentagens de direitos económicos de Rui Patrício (17,5%), Adrien Silva (30%) e Rúben Semedo (10%).


O Sporting é agora detentor de 100% do passe de Rúben Semedo, de 80% do passe de Adrien e de 82,5% do passe de Rui Patrício (os restantes 17,5% foram cedidos em 2012 a Jorge Mendes como contrapartida da renovação do guarda-redes).

O pormenor: concretizando-se a renovação, a Gestifute receberia os 17,5% do passe, mesmo que a agência de Jorge Mendes nada tivesse a ver com o assunto

Mais três recuperações de passes concretizadas, naquela que tem sido uma das imagens de marca desta direção: a restauração e valorização do património do Sporting Clube de Portugal, seja na forma de obras como a construção do pavilhão ou a renovação do multidesportivo, ou pelo esforço em garantir que os direitos económicos dos jogadores ficam na posse da SAD, de forma a que esta possa ser a principal beneficiária de eventuais vendas dos jogadores que são trabalhados e desenvolvidos diariamente.

Fonte: R&C anual de 2012/13
Hoje, o Sporting detém percentagens significativas de todos os jogadores do plantel (com exceção de Carrillo e Tobias). Mas num passado não muito distante, a realidade era bem diferente - como se pode ver na tabela ao lado.

Felizmente, passou-se de uma política em que se vendiam percentagens de passes de jogadores da formação para pagar a água e eletricidade, para outra em que os passes dos jogadores são encarados e protegidos como deve ser, ou seja, como um dos principais ativos da SAD. 

Entre outros casos, registaram-se as seguintes recuperações de passes:

Adrien Silva: 30% -» 80%
André Carrillo: 30% -» 50%
André Martins: 30% -» 95%
Carlos Mané: 60% -» 100%
Cédric Soares: 50% -» 100%
Cristian Ponde: 55% -» 75%
Diego Capel: 60% -» 95%
Diego Rubio: 25% -» 50%
Filipe Chaby: 27,5% -» 50%
Iuri Medeiros: +20%
João Mário: 35%-»75%
Marcelo Boeck: 50% -» 65%
Matheus Pereira: +20%
Ricardo Esgaio: +25%
Rúben Semedo: 90% -» 100%
Rui Patrício: 65% -» 82,5%
Tobias Figueiredo: 30% -» 50%
Wilson Eduardo: 30% -» 95%
William Carvalho: 60% -» 100%

Atualmente, excetuando o caso de Bruno Paulista (que continua a necessitar de ser esclarecido devidamente pela direção), o Sporting não abdica de ficar com a principal fatia dos direitos económicos dos seus jogadores.

Compreendo, no entanto, que esta faceta da direção liderada por Bruno de Carvalho não tenha sido devidamente referida nos tais panfletos que andaram a ser distribuídos em Lisboa. Para mencionar de forma completa todos os progressos registados na propriedade dos passes dos jogadores, não sobraria espaço para mais nada.

38 comentários :

  1. Mestre, num blogue sportinguista, um tipo anónimo qualquer defendia que a reestruturação tinha sido iniciada pelo Godinho. Que os méritos da gestão BdC já tinham sido planeados pela anterior direcção.

    Tive que lhe lembrar precisamente estes factos sobre os quais escreves hoje.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valdemar, o Godinho de facto começou as conversações, mas se tudo tivesse sido feito da forma como ele estava a pensar, o Sporting deixava de ser o clube autónomo que, felizmente, ainda consegue ser hoje. De qualquer forma, se o Godinho continuasse no clube, a incompetência deitaria tudo a perder num par de semestres.

      Eliminar
  2. MdC os restantes 20% do Adrien pertencem ainda hà Gestifute (+1 renovação bem sucedida) assim como os 17,5% como falaste do Rui Patrício, para além disso pelos vistos o SCP na altura da renovação teria abdicado para os jogadores 30% e 17,5% do passe respetivamente, ou seja a renovação do Adrien em 2011 custou ao SCP 50% dos seus direitos económicos gestores de TOP ... e anda BdC "O Perigoso" a dar cabo disto tudo!

    SL,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sérgio, creio que tanto no caso do Adrien como do Rui Patrício, as percentagens agora recuperadas eram pertença dos próprios jogadores. Belos negociadores que tínhamos do nosso lado.

      Eliminar
    2. é isso que está no comunicado:

      "as quais haviam sido cedidas aos jogadores respetivamente ... em 4 de Setembro de 2012 e 20 de Agosto de 2012".

      +1 renovação e ficávamos com 0 dos direitos económicos.

      Eliminar
  3. Mas Bdc nao presta...sao uns liricos se pensam que nos vao por contra o presidente!
    Continuem a ladrar!

    ResponderEliminar
  4. Este bandido está a dar cabo do Sporting, acordem!

    Volta Godinho...

    ResponderEliminar
  5. E mt perigoso...ainda pode reerguer o Sporting em toda a sua plenitude!!
    Deve tar armado em Joao Rocha...

    ResponderEliminar
  6. e em relaçao ao Iuri Medeiros... temos 100% dos direitos económicos?

    Temos também uma boa base de jogadores na B com 100% dos direitos económicos sobre vários jogadores importantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, não encontrei informação sobre a percentagem de passe do Iuri que o Sporting possui neste momento.

      Eliminar
  7. É continuar a trilhar este caminho. Mas a recuperação final só será atingida quando as VMOCs forem pagas, ou seja se tudo correr como planeado a merda feita pelas anteriores direcções vai demorar quase tanto tempo a ser limpa como o tempo que elas passaram no Clube.

    Há 3 anos, nem nos meus melhores sonhos imaginaria tal cenário. Há 3 anos estávamos em plena campanha eleitoral.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muitas pessoas que se esquecem disso, Bernardo. A recuperação é notável, e existe ainda muito para ser feito até 2026.

      Eliminar
    2. Exacto. Mas é muito bom sinal as pessoas esquecerem-se disso, é o que o candidato Bruno de Carvalho dizia... "Quero que os Sportinguistas deixem de se preocupar tanto com as finanças e que passem a preocupar-se mais com o que se passa nos pavilhões e campos onde o Sporting se apresenta", e isto não era um pedido aos sócios para perderem o sentido crítico, era mesmo porque estávamos à beira do abismo e as finanças eram, de facto, o assunto mais importante na vida do SCP. Felizmente o desejo dele realizou-se.

      Resta manter o mesmo rigor, e trazer mais títulos para casa. Ontem foi um grande dia, estamos de volta!

      Eliminar
  8. O Sporting está no bom caminho enquanto o Bruno de Carvalho seguir as guidelines do Godinho Lopes !...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hail Godinho Lopes...
      May God protect ur ass,in prision

      Eliminar
  9. Faltou falar sobre o mais importante: recuperou as percentagens a que preço? Será que foi por livre vontade ou haveriam cláusulas que o obrigavam a comprar (tipo Ola John no Benfica)?

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Negativo! Se reparares a politica de recuperação de passes é transversal ...não se prende com um ou outro.

      Eliminar
    2. eheheheh... Foi obrigado pela cartilha do Godinho, não se está mesmo a ver... Como se o garoto Coreano fizesse alguma coisa boa por sua livre e espontânea vontade...

      #cartilha
      #guidelines
      #dossiers
      #LampsForGodo

      Eliminar
    3. Mas seria interessante sabermos quanto pagou o SCP por estas percentagens recentes.. provavelmente custou o Montero. heheh

      Cumprimentos

      Eliminar
    4. JF, há-de ter havido um preço a pagar, obviamente. Mas o ónus tem que ser colocado em quem os cedeu, e não em quem os recuperou.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    6. Sim, sim, os lagartões do Adrien e do Patricio foram obrigados a assinar com o clube até ao ao final da sua carreira. LOLZ

      Eliminar
  10. Isto está parado.
    Faça lá um post sobre o Benfica... Pode ser sobre o encostanço do JC :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se queres ler sobre o venfique vai para o geração bastarda.

      Eliminar
    2. Não me parece que faça grande sentido aquilo que o Inácio disse sobre o JC. Eu gosto de meter carvão, mas tem que ser carvão de qualidade. :)

      Eliminar
    3. O que o Inácio ouviu lá ele saberá. E como ele até hoje não foi apanhado com mentiras como o Guerra, o Rui Gomes da Silva, o Correio da Manhã, os Octávios Lopes e Ribeiros, etc. tudo aquilo que ele diga tem mais credibilidade do que o que essa pandilha debita. No mínimo tem o direito ao benefício da dúvida, coisa que os outros não têm. E como tudo o que essa pandilha debita não tem o mínimo de credibilidade, e no entanto é divulgado, debatido, e tratado como se de factos se tratasse, o mínimo em nome da coerência e da dignidade alheia é fazer o mesmo com as palavras do Inácio. O mínimo.

      Eliminar
    4. O que o Inácio disse sobre a situação do JC é 100% correcto. Informacão dada por um membro influente da estrutura lampiónica.

      Eliminar
    5. O que o Inácio disse sobre a situação do JC é 100% correcto. Informacão dada por um membro influente da estrutura lampiónica.

      Eliminar
    6. O Inácio não foi apanhado em mentiras? Diz que disse nunca é mentira... Mas se há quem saiba o que é ser encostado é ele.
      Como diz o JJ "estão a atirar com serradura" e aquilo nem serradura é.
      Simba o Benfica que jogou com o maxi a titular o ano todo e que joga com o Elíseu sem renovar é o mesmo Benfica que encosta o JC? Ter noção da realidade dava lhe jeito.

      Eliminar
    7. Não, Nuno Martins, o Inácio nunca mentiu. Acaba com as cambalhotas a tentar desviar as atenções.

      Eliminar
  11. HOJE, OS LAMPIÕES SÓ APARECERAM ÀS 11 HORAS!
    SEJAM ECOLÓGICOS, NÃO LHES DÊEM CONVERSA E PODE SER QUE SÓ APAREÇAM ÀS 23!
    A RETER, MAIS PORMENORES FANTÁSTICOS DO IURI MEDEIROS NO JOGO DE ONTEM.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este apelo melancólico, só prova que somos os mais fortes.
      Não lhes dêem conversa, porque senão eles nunca mais nos largam. São muitos e têm bons argumentos, tanto retóricos como pontuais e classificativos.
      E depois não conseguimos contrapor com nada, pois eles limpam as modalidades todas. Por isso, mais vale ficarmos calados.

      Eliminar
    2. Associar a palavra "argumento" a lampiões é um insulto a Aristóteles, o pai do pensamento lógico.

      Uma conversa entre um Sportinguista e um lampião é pura perda de tempo, não faz qualquer sentido, visto que o Sportinguista está num patamar cognitivo muito superior. Basta imaginar o que seria uma conversa entre o Rogério Alves e um lampião de nível médio como o Pedro Guerra... Seria um programa de comédia!

      Eliminar
  12. A recuperação de percentagens dos passes de jogadores, é sempre uma medida positiva de gestão. Isto se os conseguirem vender.
    Por outro lado é estar a deitar dinheiro fora, pois não vai ter retorno financeiro porque ninguém lhes pega. Estão há 5 anos para vender o WC, 10 anos para vender o Franguício e 20 para vender o Beto ao Real. Dado que o Bruno Carneiro diz que não necessita de vender jogadores, para quê o investimento?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eh eh

      És tão palhacito que nem das luta.

      O gaitas, o Luísao ainda aí estão por amor à camisola!!
      Lolada !
      Já o SCP querer ter ambições e querer manter a base da equipa é não "conseguir vender "...

      Claro que depois dos euros do mendespoly (1€ = 50) já é difícil de perceber qual é o formação que sempre teve mercado (vender mal, infelizmente, é outra história) .

      Eliminar
    2. Para um lampião um bom investimento tem de ser em vouchers de 4 refeições para árbitros e observadores. É a garantia de 0 penalties e 0 expulsões.

      E se algum arbitro se esquecer de quem lhe dá de comer em restaurantes de luxo, desce de divisão como exemplo para os restantes.

      E temos de assumir que em países do 3º mundo, como Moçambique, Portugal, etc... é um investimento que dá retorno desportivo.

      Eliminar
  13. Amigos,
    Apetecia-me responder a este melro, mas era dar-lhe demasiada "cunfia" e não quero!
    Façam como eu...
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A si, caro amigo, desejo que não lhe falte saúde, pois pelos vistos argumentos faltam. Principalmente quando se tentam arranjar palavras para rebater a verdade.

      Eliminar