sábado, 25 de junho de 2016

Uma questão de fé e de tomates

Fernando Santos tem recorrido frequentemente à palavra , quando questionado sobre aquilo que poderemos esperar da seleção no Euro 2016. Ontem, na conferência de imprensa, explicou o motivo da sua fé, atribuindo-a à crença que tem nos seus jogadores.

Percebo a ideia e partilho-a parcialmente. Depois de ver o que Nani, Cristiano, Quaresma e João Mário fizeram contra a Hungria, também tenho fé que os jogadores tenham passado a ter mais fé nas suas capacidades e nas dos colegas. Afinal, não é todos os dias que se recupera três vezes de uma desvantagem. E tenho fé que procurarão jogar de forma a que o todo seja superior à soma das partes, coisa que, até agora, raramente aconteceu. Se conseguirmos mais momentos como o do segundo golo contra a Hungria, estaremos mais perto do sucesso.



Mas também gostava de poder dizer que tenho fé no selecionador, em como tomará hoje as decisões certas para defrontarmos com êxito o adversário mais difícil que nos calhará em todos os jogos que disputaremos (com exceção da final, se lá chegarmos). Infelizmente, aqui a fé já não é tanta.

Ao fim de 3 jogos de preparação e 3 jogos a doer, não se notam melhorias no jogo português. Não inspira nenhuma confiança o facto de termos sido tão macios defensivamente contra a Hungria. É verdade que os húngaros foram tremendamente eficazes e tiveram sorte na forma como marcaram os três golos, mas fomos nós que nos colocámos a jeito para os sofrer, tal como já tinha acontecido no golo que a Islândia nos marcou. Logo, contra a Croácia, terá que haver muito mais concentração nos momentos defensivos, caso contrário Modric, Rakitic, Perisic e companhia não terão contemplações.

Chegamos, portanto, à questão dos tomates.


Fernando Santos não pode ter receio em mudar o que tem de ser mudado. Na realidade, não tem muito a perder: o pior que pode acontecer é não melhorar (sinceramente, pior exibição do que a da primeira parte contra a Hungria, com os jogadores que temos, é impossível), o melhor que pode acontecer é encontrar novas soluções, qualificar-se, e ganhar uma equipa que possa tirar o máximo partido das qualidades dos nossos jogadores.

21 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. 10 jogadores de Portugal tocaram na bola antes do golo, nem sempre a intensidade e a melhor opção.
    Se o predestinado tem tocado na bola talvez o melhor golo do Europeu não tivesse acontecido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O porquinho Gil queixava-se, nessa jogada, de não lhe terem passado a bola! :D

      Eliminar
  3. Tomates?

    Só se for os dois que tem na boca.

    Um do Mendes e outro do Coelho.

    Talvez tenha mais um ou dois no cu.

    Treinador medíocre.

    Mas a culpa é nossa, adeptos, aceitar a merda que a fpf faz sem refilar.

    ResponderEliminar
  4. O meu 11 para hoje seria

    R.Patricio
    Cedric
    Pepe
    Fonte
    Raphael
    William
    Adrien
    J.Mario
    Rafa
    CR7
    Nani

    Mas temo que o do Nandinho seja

    R.Patricio
    Vieirinha
    Pepe
    R.Carvalho
    Raphael
    Danilo
    Moutinho
    A.Gomes
    Renato
    CR7
    Nani

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O João Mário vai ser titular, tem sido dos melhores.

      Escolheria o mesmo onze

      Eliminar
  5. Ele não põe o Adrien e isso não consigo entender. Não ganhamos já com imensos jogadores do Porto? Entao? A falta de tomates é grande e se viermos para casa a culpa sera do Fernando que é só mais do mesmo.

    ResponderEliminar
  6. Ele não põe o Adrien e isso não consigo entender. Não ganhamos já com imensos jogadores do Porto? Entao? A falta de tomates é grande e se viermos para casa a culpa sera do Fernando que é só mais do mesmo.

    ResponderEliminar
  7. Não passam a bola à Rena?

    Buhuhu.

    Então o que dirá o Adrien?

    ResponderEliminar
  8. Aburla, logo na 1ª pág (é a única que espreito, valha a verdade) faz a apologia do merdinho, do gomes e do amuado. Com comentadores assim, que há-de o descolhoado do Santos fazer? AA vontade, claro.
    Este é o melhor momento para valorizar jogadores, queres eles lá saber do resultado? Se correr bem, está-se mesmo a ver quem foram os gloriosos; se correr mal... serão outros os culpados, nós sabemos quais, não é?

    ResponderEliminar
  9. POrtugal, sim, tem muita gente com tomates.

    Os do Santos é que já não estão com ele faz tempo, se os quer encontrar é procurar bem fundo nos bolsos do mendes e colocar os ditos no seu devido lugar.

    Veremos mais logo se vamos a jogo com 9,5 jogadores ou se finalmente aposta em jogar com 11.

    Haja tomates.

    ResponderEliminar
  10. "Labyad 'devolvido' pelo Fulham" 16.05
    Cedido em janeiro ao Fulham, o médio marroquino Zakaria Labyad não conseguiu impor-se no clube londrino e, ainda que falte uma partida até ao final da temporada, já terá sido dispensado pelos ingleses. A revelação foi feita pelo próprio treinador Slavisa Jokanovic, que admitiu esta sexta-feira, em conferência de imprensa, que Labyad já não está no clube.

    "Não tem estado nos nossos planos nas últimas semanas, é essa a sua situação. Já não está a treinar connosco", disse, de forma muito sucinta, o técnico dos cottagers.

    Cedido, conforme dissemos, em janeiro, Labyad apenas somou dois encontros no Championship, ambos a sair do banco de suplentes.

    http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/labyaddevolvido-pelo-fulham.html

    Zakaria Labyad ja esta em Lisboa e vai apresentar-se na Academia
    segunda-feira para cumprir a ultima das cinco epocas de contrato com
    o Sporting. O internacional marroquino, de 23 anos, foi cedido ao Fulham, em janeiro
    mas realizou apenas 2 JOGOS na equipa principal, ambos no Championship. Apesar
    de os cottagers terem garantido opcao por mais uma temmporada de emprestimo,
    Labyad foi devolvido à procedencia antes mesmo do final da campanha, nos primeiros
    dias de maio. .... em 2016/17 Labyad terá um dos salarios mais altos do plantel:

    2,4 milhoes de euros brutos acima de Slimani.....

    Ganha mais do que Taarabt :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que esse traste ganha demasiado todos sabemos; que ninguém o quer também.

      Comparar com o Tábarato cheira-me a boquinha de lampião...a diferença é que no Sporting há três anos que se anda a desparasitar a casa (de empresários e outros chulos)

      Eliminar
    2. De facto é uma bela comparação entre a incompetência do Rei Midas (Tarabt) e do Godinho Flopes(Labyad).

      Eliminar
  11. Tomates parece ter o Podence .

    O que esta federação merecia era ir as competições só com jogadores de 15 milhões de tretas.

    ResponderEliminar
  12. O que se pede ao Zé dos tiques é que os tenha no sítio para pôr a jogar os que dão mais garantias para ganharmos logo e que não ceda mais uma vez aos interesses dos muitos parasitas que gravitam à volta da seleção nacional.
    Tenho fé que desta vez ele abra bem os olhinhos da cara (e não o outro olho) para que finalmente desta vez seja o v de vitória e não v de vamos de vela.

    ResponderEliminar
  13. És muito crente artista se pensas que a seleção vai passar com Moutinho frente a Modric e Rakitic e Vierinha frente ao extremo do Inter...basicamente as zonas mais deficitárias de Portugal frente aos players em melhor forma da Croácia. Isto é, 0 equilíbrio. É só quererem.

    ResponderEliminar
  14. Vi à pouco um nze provavel com Adrien e Sanches.

    Será que aprendeu?

    Será?

    Ainda acho que Sanches devia dar lugar a Rafa e guarda-lo para uma entrada com o jogo mais partido mas se for assim é um onze muito melhor do que com Moutinho e Gomes.

    A aposta em Vieirinha é que não muda .

    ResponderEliminar