terça-feira, 27 de setembro de 2016

O artigo de Bruno de Carvalho para o DN

O artigo retirado daqui: LINK.

Destaquei algumas partes a negrito para sublinhar aquilo que me parece mais relevante neste texto.



O CUSTO DA INCOMPETÊNCIA

A crise e a troika obrigaram os bancos portugueses a limpar as contas.Para todos termos noção, só entre 2011 e 2013, os quatro maiores bancos portugueses - Caixa Geral de Depósitos, Millennium BCP, BES e BPI - somaram prejuízos no valor global de 5116 milhões de euros.

O período de permanência da troika em Portugal coincidiu com a criação da União Bancária, que alterou decisivamente os pilares do sistema financeiro português.

A partir de 2014, período pós-negociação do Sporting, a supervisão passou a ser feita pelo Banco Central Europeu. A intenção foi de que os grandes bancos europeus estejam sujeitos a novos processos de avaliação mais completos, destinados nomeadamente a aferir a qualidade dos seus ativos e a não permitir a muita promiscuidade que havia entre eles e grandes instituições e "empresários" considerados de vulto.

Os bancos passaram a ter de apresentar balanços mais limpos e indicadores mais fortes. Isto significa menos imparidades, menos ativos tóxicos, menor grau de endividamento e capitais mais sólidos. Um bom sinal para os clientes e para os contribuintes, dado que o risco de colapso perante adversidades inesperadas é agora menor.

Em resumo, em termos de regulação e supervisão do setor financeiro alguns dos objetivos foram preservar a estabilidade do setor financeiro, manter a liquidez e apoiar uma desalavancagem equilibrada e ordenada do setor bancário; reforçar a regulação e a supervisão bancária e reforçar o enquadramento legal de insolvência de empresas e particulares.

A austeridade forçada para conter o histórico défice orçamental do Estado e a dívida pública acabou por atingir os clubes. Afinal, os chamados "grandes" eram, a par de algumas grandes empresas, sobretudo de construção, dos maiores devedores à banca.

Além da consequência de as decisões bancárias deixarem de estar contaminadas pela "clubite" dos seus administradores ou pelo medo e pressão de ir "contra" os clubes, visto a troika e o BCE só os verem como números de dívida, os clubes ainda perderam o apoio das câmaras, de muitos patrocinadores e viram as suas receitas de quotização e bilheteira diminuir.

Tempos houve em que para alguns bastava uma reunião no escritório de presidentes ou altos administradores de bancos para que compras milionárias de jogadores fossem feitas em total desrespeito pelos interesses dos clientes em geral e da solidez financeira dos bancos em particular.

Esse desnorte bancário levou a que milhares de famílias de um dia para o outro ficassem sem o que pouparam com o trabalho de uma vida. Maus hábitos a que a troika e o BCE vieram pôr fim. E que bom que isso foi para todos, pois terminou essa infeliz prática comum e agora o tempo das "vacas gordas" para alguns clubes acabou.

Com toda esta situação que se estava a viver, crise e austeridade, era necessário entender as novas diretrizes e antecipar as alterações que iriam acontecer. E os clubes tinham de ter grandes gestores, que conseguissem perceber e conciliar as questões financeiras terríveis a que chegaram com as suas ambições desportivas. Todos sofremos e muito, mas sofreu mais quem não antecipou estas alterações e continuou a viver de ilusão e arrogância. O tempo era de pragmatismo e profissionalismo e não de continuar a viver de "nomes" e "influências". O Sporting Clube de Portugal, com esta direção, soube anular os princípios de uma suposta reestruturação que estaria a ser negociada, iniciando um novo processo em que se antecipava o que iria acontecer e se negociou, passo a passo, nos timings certos, com conhecimento, inteligência e perspicácia.

A exigência feita por esta direção de a negociação envolver todo o universo Sporting - SAD, empresas e clube - veio a revelar-se totalmente acertada, mesmo tendo sido a principal razão para que esta fosse tão dura e morosa. Foi cerca um ano, de março de 2013 a meados de 2014, aproveitando o facto de ainda não se estar sob supervisão do BCE, de árduas reuniões, muito trabalho e muita argúcia que culminaram na situação estável e de crescimento que agora vivemos.

O cumprimento dos compromissos financeiros passou a ser uma realidade, ultrapassando já as verbas previstas no programa acordado, e desportivamente os resultados surgiram logo na primeira época desta direção. Ao mesmo tempo que reduzimos quase a metade os nossos custos com o plantel vimos, num momento de crise e de austeridade sem paralelo, as receitas globais aumentar significativamente (mesmo vindo do pior resultado de sempre - 7.º lugar - e de não participarmos, pela 2.ª vez na história, nas competições europeias) e a equipa de futebol terminar no 2.º lugar, com acesso direto à Liga dos Campeões, facto que já não acontecia há muitos anos. Em total contraciclo, fizemos aumentos de receitas comerciais e direitos de TV, passámos de uma média de cerca de 25 mil espectadores para mais de 40 mil e passámos de cerca de 100 mil sócios para cerca de 150 mil, enquanto outros desceram de cerca de 300 mil para cerca de 160 mil.

Quem foi ultrapassado pelos acontecimentos e não teve nem arte nem engenho para contornar as suas dificuldades prefere fazer comparações geográficas tentando confundir os menos conhecedores e mais desatentos.

O não assumir das culpas e retirar mérito a quem o tem é apanágio dos fracos. E quando não se aprende com quem sabe, as lições são mais duras e nascem de erros constantes. E quanto menos conhecimento se tem mais grosseiros são esses erros. Aí, as "manobras de diversão" são a única receita para tentar esconder a incompetência que levaria ao seu afastamento imediato, a bem das instituições que lideram.

Só assim se entende a comparação da situação financeira do Sporting CP com a Grécia.

Já tínhamos percebido que enquanto uns se acham grandes líderes mas que confessam que nada percebem do que deviam liderar, outros consideram-se "gurus" das finanças quando apenas são mestres de "malabarismo" financeiro. Agora, com esta alusão à Grécia, percebemos que afinal existe um dote para além da arte circense, o da filosofia. E se a filosofia na nossa vida pode servir para nos encher a alma ou indicar caminhos, a outros pode apenas servir para facilitar a venda de "banha da cobra". Eu sou mais apologista do conhecimento e sempre me fascinaram as histórias e os ditados populares. Cada dia é uma aprendizagem, mas a velha fábula da formiga e da cigarra é intemporal e uma lição para toda a vida.

Vamos então fazer um exercício, que confesso tentador, de conciliar finanças, desporto e filosofia, primeiro na visão das "cigarras" e depois na das "formigas".

Na realidade das "cigarras", que considero paralela mas que para uns é a que vivem, financeiramente, as vendas de futebol podem resumir-se a negócios em que sai um jogador por 25 milhões mas, do mesmo clube ou agente, tem de entrar outro por 22 milhões. Dentro desta lógica, quem o faz - e se virmos bem fá-lo muitas vezes - consegue sempre dizer que tem grandes vendas, ver os seus ativos crescer, consequentemente melhorar a situação do seu balanço e ver os seus rácios financeiros reforçados. Mas, no final do dia, o resultado é a mera entrada de três milhões. A contabilidade tem esta capacidade criativa quando, na verdade, naquilo que importa, o cash é muito reduzido ou nulo e o passivo em vez de descer aumenta e o desequilíbrio financeiro é alarmante. Aqui, a grande filosofia utilizada é aquela que podemos apelidar de "desencontros". Uma situação em que a realidade não se cruza com a "ficção" em que vivem. E é por isso que há um clube que afirma ter "uma dimensão sem paralelo em Portugal". É verdade, a dimensão do seu passivo é maior do que a dos outros todos juntos.

"O sistema é injusto", dizem. "Quem não tem capacidade é beneficiado", afirmam.

Vamos então tentar refletir sobre tão profundos pensamentos.

Comecemos pelo chamado negócio da NOS. Alguns gritaram aos sete ventos o seu magnífico acordo e que tinham "secado" o mercado. Afirmando mesmo que queriam ver como é que os seus rivais se "safavam" desta que, para eles, tinha sido mais uma jogada de "mestre". E esta é uma "imagem" feliz porque insistem em dirigir-se ao mercado com uma arrogância que, como ainda não perceberam, poucos se deixam enganar, sofrem constantes "choques de realidade". Neste caso específico, a filosofia a usar chama-se "contrapartidas". E esta merece ser aprofundada. Com uma "pressão filosófica" sem precedentes, tentam encostar a NOS à parede, pois consideram que, filosoficamente, estaria acordado que o deles fosse o melhor negócio, não o tendo sido. Agora ameaçam, no género egocêntrico, "o melhor negócio tem de ser meo!" E, neste caso, para bom entendedor uma boa frase chega. E é por isso que o sistema para eles é injusto. Viessem eles falar da injustiça que é os jogadores da formação terem um valor diminuto em termos de ativos e nós até concordaríamos. Mas isso, aos "gurus", não interessa discutir porque dava-lhes cabo dos rácios, dos indicadores e das teorias de que não importa o aumento do passivo mas sim o aumento dos ativos.

Mais, "os incapazes são beneficiados". Vale a pena detalhar também esta filosofia.

Vamos imaginar que, numa entrevista, um presidente de um clube diz que um jogador foi pago a pronto. Que, dias depois, o relatório de contas da SAD que lidera demonstra que essa afirmação é falsa, pois afinal tinha sido um pagamento a prestações. O que deveria acontecer a esse presidente e a quem o acompanha nos temas financeiros? O que deveria fazer a CMVM perante esta mentira quando, por meras especulações da comunicação social, já "congelou" as ações da Sporting SAD e, quase diariamente, exige informações atrás de informações à boleia de capas de jornais? É que a seriedade não é um assunto menor. Com estes exemplos fica claro que os incapazes são, de facto, beneficiados e os mentirosos também.

A teoria financeira do Sporting Clube de Portugal é de fácil compreensão: ter um ponto de partida sério, sólido e que permita trabalhar com profissionalismo e empenho. E depois ter sempre um rumo e objetivos bem definidos, de forma a que se combinem saúde financeira e performance desportiva. Outros preferem, com muito show off como biombo, "navegar à vista". O que não deixa de ser curioso, pois foram os portugueses que inventaram a balestilha, instrumento de navegação que complementava o astrolábio e o quadrante.

Após uma reestruturação que todos reconhecem, um crescimento desportivo notável em todas as modalidades, fazer das maiores vendas do futebol português, aumentar os ativos mesmo que a regra dite que os jogadores da formação não têm valor no balanço, fazer a expansão das academias por todo o mundo e avançar com a construção do maior e melhor pavilhão de clubes, como fez o Sporting, existem aqueles que, por serem incompetentes, andam há anos a falar da reestruturação feita por nós para ver se alguém lhes dá uma mãozinha.

Jogam com a tradicional falta de memória coletiva, mas eu não me importo de a reavivar com alguns episódios que marcam a realidade de alguns clubes:

1. Quem já se esqueceu da célebre história do pagamento de um clube às Finanças com "ações" que não valiam quase nada, ou melhor, essas ações serviram de garantia para pagamento futuro? Relembro a todos que, na altura, o deputado do PCP Lino de Carvalho acusou o governo de ter "tido um tratamento desigual e de favor" em relação a esse contribuinte.

2. Ou as formas de empréstimos do BES a esse mesmo clube, com alguns desses empréstimos já com o BES na "falência"? E isto sem se saber bem se parte dessas dívidas estão no "banco mau" ou no "banco bom" e, consequentemente, o que lhes vai acontecer. E para que nada fique no ar, recordo aquilo que foi escrito pelo Jornal de Negócios a 30 de abril de 2016: "O Sport Lisboa e Benfica e a empresa de Luís Filipe Vieira têm juntos no Novo Banco uma dívida de 656 milhões de euros."

3. Falam de VMOCS e que isso seria um perdão de dívida. Vamos relembrar que VMOCS significa Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis em Ações. Isto significa que é um instrumento financeiro que, no prazo de maturidade, transformar-se-á em ações. E por falar em ações/obrigações, eis o que escreveu o Diário Económico a 22 de julho de 2014:

"O Espírito Santo Liquidez é um dos maiores credores da Benfica SAD. Este fundo, que gere 1,05 mil milhões de euros, tem 67,7 milhões de euros aplicados em duas linhas de obrigações da Benfica SAD, que atingem a maturidade em outubro e dezembro deste ano. Na linha que vence daqui a três meses, o fundo tem uma posição de 17,7 milhões. Na obrigação que vence no final do ano, a posição é de 50 milhões de euros, segundos dados disponibilizados pela CMVM referentes a final de junho".

Ou o que foi revelado pelo Jornal de Negócios a 11 de novembro de 2014:

"A participação qualificada na Sport Lisboa e Benfica Futebol SAD anteriormente detida ou imputável ao Banco Espírito Santo passou a ser detida ou imputável ao Novo Banco, segundo comunicado do clube desportivo divulgado esta terça-feira, 11 de novembro. (...) O Novo Banco passa assim a deter 1,832 milhões de ações da SAD benfiquista, o equivalente a 7,97% dos direitos de voto do capital social do clube da Luz."

Assim, e usando a mesma teoria destes "gurus", isto é ou não é perdão de dívida?

4. E todos estes negócios que têm vindo a público, desde o Paraguai até ao Brasa, que até levaram a eurodeputada Ana Gomes a pedir a investigação da PGR?

5. E o cumprimento das regras? Uns insistem em não as cumprir, não apresentando as suas contas consolidadas. Querem confundir os menos atentos entre consolidação das contas e o consolidar as contas de apenas algumas empresas, por exemplo a SAD, e empresas detentoras da sua TV, até porque, para além da confusão de terminologias, ainda se consegue que não se perceba bem o que vem de onde.

Um dia a "fatura" de todo este "desatino" financeiro tinha de vir a público e agora é tempo de a pagar.

Os clubes têm uma responsabilidade muito grande na vida de milhões de sócios e adeptos. Temos para com eles a responsabilidade de ser um exemplo, de transmitir valores e ideais, de passar ensinamentos e de podermos fazer parte da sua vida como uma influência positiva que os ajuda no seu dia-a-dia.

O Sporting CP já viveu os seus dias de agonia e resolveu-os com muito trabalho e dedicação. Outros estão agora a viver os seus e não estavam habituados. Tudo o que queriam era-lhes servido em bandeja de ouro e sem trabalho. Mas esse tempo acabou.

Agora, para estes, é tempo de arranjar quem perceba de facto dos assuntos e de essas pessoas arregaçarem as mangas falando menos e trabalhando mais. Isto é, e parafraseando um político reformado, é tempo de a má moeda ser substituída pela boa moeda.

Quando o mundo desaba sob os nossos pés, só os melhores sobrevivem. Este Sporting CP é a prova disso!

Presidente do Sporting Clube de Portugal

59 comentários :

  1. Até parece que foi "ditado" pelo mestre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tivesse ditado, não ia ficar muito diferente, não. :)

      Eliminar
  2. Excelente Mestre!
    Infelizmente, penso que todos sabemos que o fifica nunca sofrerá qualquer consequência de todos estes esquemas e artifícios, continuando alegre e feliz no seu "colinho institucional", a chorar e fazer muito barulho, neste sistema de "clube oficial do regime" que nos querem impingir pela goela abaixo, esquecendo que se trata de mais de 3.000.000 de goelas para engolirem tanta treta, tanta verborreia e tanta megalomania juntas.
    Enfim, siga o baile, pode ser que um dia a barraca venha mesmo abaixo, com tantos mendilhões, portas 18, vouchers e quejandos com que este humilde e impoluto clube nos presenteia diariamente.
    SL
    Lanterna Verde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Evidente, é too big to fail. Qualquer um dos três grandes, aliás.

      Eliminar
  3. Excelente, excelente, excelente! Adoro estes artigos que o Presidente escreve ocasionalmente na CS. Uma lufada de ar fresco, diria!

    ResponderEliminar
  4. Yes man, I AM THE YES MAN. Daqui a uns anos, qd tudo afundar, vamos ver quem é o próximo yes man do artista. É sempre a mudar e a ajoelhar.

    http://geracaobenfica.blogspot.com/2016/09/exclusivo-sporting-com-5299m-de-passivo.html

    Pelos vistos, tenho que ser eu a contar a true story do vosso clube. O Eagle está aí para vos elucidar. Que a leitura seja bem consolidada".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahhahah, havia tanto a dizer sobre isso. :)

      Eliminar
    2. Faça favor de dizer então...
      É tudo mentira?
      O sobrinho é ou não detentor de 29,9% das acções do Sporting?
      Os números da Sporting SGPS estão escondidos ou estão à vista de todos os Sportinguistas?
      Quando chegar a 2025, as VMOCS vão ser pagas ou ficam adiadas por mais 10 anos? Ou a entidade bancária converte-as em acções da SAD? Se calhar o Sobrinho compra-as e fica dono do Sporting...

      Eliminar
    3. MdC,

      Nem vale a pena dizer nada sobre o texto do rapaz que tem um amigo do primo do irmão do cunhado!

      Eles naquele blog sempre que lhes tiram o gelado que têm na testa e lhes ensinam que é com a boca que se come, ficam chateados e debitam parvoíce...e dão destaque com o BRONCA no inicio do mesmo.

      Foi assim com o BRONCA: SCP não fica com dinheiro nenhum das vendas de JM e Sli...e nem quando alguém lhe enfia os dados na "tromba" eles desarmam.

      Esta é mais uma!

      PS: Incrível como uma simples viagem a Alverca, podia desmistificar tanto o trabalho do senhor dos pneus e dos muchachos que de lá transitaram para Lx

      Eliminar
    4. ...estamos a falar do Sporting, não do canirde jorgen80.

      Eliminar
    5. Sim esse Eagle que faz um post lá no Burgo da mentira NGB...Onde mistura alhos com bugalhos como se precebesse alguma coisa de contas é que nem mesmo o Artista Pinóquio Gil consegue dizer tanta barbaridade Junta!! É pá já nem gelados na testa chega. Em pouca palavras o nosso Presidente calou o Sr das Finanças do entreposto Mendes ao desmontar o esquema da trafulha encarniçada .

      Eliminar
    6. "True Story do vosso clube".

      Abrimos o link e diz "mas poderão continuar a existir mais de 152M€ de Passivo na Sporting SGPS, que não terão sido pagos!"

      Ou seja, faz-se contas com aquilo que o Sporting poderá, ou não, dever. Rigor!

      Eliminar
    7. Lol
      O Eagle rebentou isto tudo... Outra vez!

      Eliminar
    8. Achei particularmente deliciosa a explicação do aumento dos ativos intangíveis do Benfica. :)

      Eliminar
    9. O que é que o cú tem a ver com as calças? Tás a misturar alhos com bugalhos. Eu sei que é difícil aceitar que o passivo do slb é o dobro do scp. Faço-te a mesma recomendação que o BCE fez aos novos gestores da CGD: vai frequentar aulas de contabilidade.

      Eliminar
    10. se alguém se lembra ainda te processam em tribunal por inverdades

      Eliminar
    11. Juntamente com o choro que o Sporting esconde dívidas nos outros grupos... 😂😂😂

      Eliminar
    12. Fez-me lembrar a historia da mala no ano passado primeiro acusaram o SCP de enviar malas e no final descobriu-se que quem andava com malas carregadas eram eles.

      A tática é a seguinte:

      Acusa os outros das trafulhices que cometes, antes que eles te acusem a ti...

      Nada de novo...

      Eliminar
  5. O texto é tão grande que eu faço um resumo:
    Benfica benfica benfica.

    Parece o Pinto da Costa. Só vêm benfica à frente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, é normal que haja muito Benfica neste texto, pois foi uma resposta ao Domingos Soares Oliveira.

      Eliminar
    2. Quando há um esquema montado para dominar o futebol português, é normal que tente abrir os olhos a muita gente e que se tente derrubar esse mesmo esquema.
      A maioria da malta lampiã finge que se esquece que quando o LFV entrou fartou-se de marrar com o Pinto da Costa, exactamente com o objetivo de derrubar o sistema que este tinha montado.

      Eliminar
    3. se fosses minimamente informado saberias que isto vem, em jeito de ironia, como resposta à comparação feita por um funcionário do carnide.
      portanto será benfica benfica benfica ou Sporting Sporting Sporting?
      ..de qualquer das formas, k.o bem forte!

      Eliminar
    4. Há 3 anos que a ladainha é essa!
      Uma táctica copiada...
      So que o original (pinto da Costa) tem mais "manha e sabedoria" a dormir, do que a cópia de baixa resolução, acordado!
      Falar todos os dias depreciativamente do "inimigo" por forma a tapar todo o lixo que têm em casa...
      Resultado: 3 anos de ladainha = Tri (do inimigo)

      Eliminar
    5. Por acaso a mim fez-me lembrar as epocas em que voces so viam porto!

      Eliminar
  6. Coitadas das galinhas pelos comentários que já fizeram no DN online andam todas doidas varridas !...ehehehehehehehehe

    ResponderEliminar
  7. Gosto especialmente quando o cartolas diz, "3. Falam de VMOCS e que isso seria um perdão de dívida. Vamos relembrar que VMOCS significa Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis em Ações. Isto significa que é um instrumento financeiro que, no prazo de maturidade, transformar-se-á em ações."
    O que ele se esqueceu de referir logo apos o ponto final foi que, no caso do SCP as mesmas, apos o prazo de maturidade, não foram transformadas em acções! Viram foi o seu pagamento "chutado" para a daqui a 10 sem juros!!! E fala o cartolas em bancos e perdoes! Calado e um poeta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sejas parvo. O acordado com os bancos foi adiar esse pagamento.

      Eliminar
  8. Tanta verdade junta até lhes dói!
    Não tarda virá o cobardolas do "Manuel" aka "Ibenfiquista" ofendê-lo.
    Esses COBARDES são assim...ofendem atrás de um computador...lampiões a serem lampiões...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tentou elucidar-nos com um novo comentário, mas não passou na censura.

      Eliminar
    2. O Manel e o ibefiquense são mais dois nicks da morsa guerra. Já foi desmascarado em vários blogs

      Eliminar
  9. até parece que foi mesmo escrito pelo presidente... alguém acha que algum presidente (futebol) em portugal tem capacidade para escrever algo assim?
    resumindo algum avençado escreveu ele assinou... :) aqui e em qualquer lugar :)
    Ohar para o vizinho é sempre mau caminho.. pode ser que o nosso galinheiro seja o roubado enquanto tomamos conta do galinheiro do vizinho (ditado sem conotação a qualquer clube )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O BdC ao menos sabe ler. O traficante de drogas nem isso consegue.

      Eliminar
  10. Ia começar a ler com mais atenção.. mas parei logo quando li o negrito em que diz:

    "temos 150.000 sócios"... e a pagar quotas nem 80.00 :-)

    Desisto





    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim? 80.000? Quem disse? Tu? O vosso imagino que nem 20.000 a avaliar pelas assistências.

      Eliminar
    2. Leão Verde, não, o outro comentário não passou. :)

      Eliminar
    3. Pois, mas é o que mereciam ouvir. Aquilo é um antro infecto. Mas percebo, Mestre. A lei é igual para todos. :-)

      Eliminar
    4. Òh Gaivota também andas a pensar com a moela?

      De onde retiraste esses números...?

      ...especialMENTE o 80.000?

      Andas armado em Farinha também?

      Vais desculpar-te com a fonte, ou dizer que nao podes revelar!?

      A sério que gostava de saber que documento usaste para ter essa informação!

      Eliminar
  11. AhAhAhAhAhAh... "constantes choques de realidade"... muito bom, o que me ri com esta expressao...

    Mas o efeito dos choques dura pouco, assim que passam os espasmos musculares provocados pelo choque, fruto da descoberta da sua triste, perversa e irreal existência, depressa voltam á sua posição natural, ou seja, rabinho para o ar, e cabeça enterrada na areia ...

    Só pelo que este homem os moi, já merece de novo o meu voto!

    http://prntscr.com/cn0r38


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Choque de realidade... Tricampeão com lucro!

      Eliminar
    2. Nuno, nao sei se percebeste mas o teu comentário só passou porque o Mestre é mauzinho...

      Eliminar
    3. Ai está a confirmação, o Nuno Martins ás !8:22 ja se encontrava na posição natural que acima enunciei!

      Nao falha...

      PS: Nuno e que tal mandares imprimir umas t-shirts, isso de andar sempre a escrever tri tri tri deve cansar...
      O vosso argumento é sempre o mesmo, e nao passa de um monossílabo, o que é bem representativo da vossa destreza intelectual!

      Eliminar
  12. Por tudo isto a grande questão é esta: o SLB decidiu apostar (mais) na formação por opção ou por imposição financeira? É mesmo uma forma ardilosa de procurar enxovalhar JJ ou a torneira da banca secou? Os ingénuos adeptos que gostam de levar com areia nos olhos estão mais inclinados para o primeiro cenário. (http://taticadomister.blogspot.pt/) Os mais instruídos com um QI minimamente razoável preferem o 2ª cenário.

    ResponderEliminar
  13. A mesma táctica de sempre. Manda uma bocas ao Benfica, os adeptos deliram, e dará para segurar o tacho para mais quatros anos, com os respectivos aumentos e retroactivos. Apesar de ganhar bola e apresentar prejuízos históricos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já o teu presidente o que faz para se manter no poleiro,mente-vos e mais uma vez em directo,agora foi a do CASH, que afinal são prestações no inscritas Relatório&Contas da transferência do Renato Sanches.

      Eliminar
    2. "Prejuízos históricos"
      ahahahah só rir com a bicharada. Nem vou comentar tal alarvidade sem ponta de factualidade por onde pegar.
      Mas o bonito das contas do carnide é supostamente apresentarem lucro, mas a dívida aumentar. Absolutamente maravilhoso ;P

      Eliminar
    3. eh eh, voces só se enterram e nunca atingem!

      Eliminar
  14. O texto é para maiores de 18 anos, com mais do que o 12º ano e que consigam ler jornais para além de correio da manhã ou jornais desportivos. É para gente com um QI razoável. Isso quer dizer que os adeptos do Benfica não o conseguem entender?

    ResponderEliminar
  15. Eu gosto especialmente da parte do ultrapassado pelos acontecimentos!
    Será que esta pessoa tem noção que o Benfica é tricampeão e apresenta lucros à 3 anos consecutivos? Que o clube dele está a 14 anos à seca e na "governação" dele tem 12M de prejuízo? Que acontecimentos são esses que ele fala? Alucinações coletivas de um clube frustrado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para onde vai esse lucro? :) Näo acordes, não é preciso.

      Eliminar
    2. Mais lucro e mais divida...

      Uma, anula a outra, e voces ficam na mesma, como a lesma!

      Eliminar
  16. Comparem

    http://imgur.com/a/GmCSR

    Toda as sociedades com contas prestadas a 30.06.2016, com passivo individual de cada uma. Não só o Benfica apresenta o passivo consolidado de todo o grupo como o passivo individual de cada, sociedade.

    http://imgur.com/a/sbZQr

    Sociedades com contas prestadas a 30.06.2016, é uma a Futebol SAD, as outras 11 ficaram "esquecidas".

    Fortissima a estrutura do Sporting... a mentir não há de facto paralelo na historia da sociedade moderna Portuguesa.

    Sai mais um comunicado desta vez comprado num jornaleco, uma verdadeira fabrica da olá aquele homem... parei de ler no tempos da vacas gordas acabou diz ele, sim Bruninho, por isso é que o Benfica acabou de gastar como nunca em contratações... por isso é que em 30 de Junho o Benfica tinha 30 milhoes em cash, dinheiro vivo, em 30 de Junho o Benfica podia ter pago o prejuizo do Bruninho sem aumentar um centimo do passivo do Benfica, esta é a realidade, o resto são os delirios habituais do Vale Azevedo 2.

    ResponderEliminar
  17. Têm a certeza que o presidente de Carvalho se licenciou em gestão? Não terá sido em Benficologia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao, é mesmo licenciado em Gestão.

      A tua suposição nao tem nexo, o BdC nao percebe nada de animais...

      Eliminar
    2. O orelhas todos sabemos que se licenciou em roubos de camiões, calotes e tráfico de drogas.

      Eliminar
  18. -PAZADAS DE CARVÃO-


    Na 2ª feira, o dia começou muito bem.
    O William lateralizou ou ficou parado a ver os adversários a passarem por ele com enorme facilidade. Duvido que algum clube dê 3 milhões por este cepo! É uma pena não se chamar Vera.
    A meio da manhã fui comprar uma mala de laranjas, pois quero passar a tomar pequenos-almoços bem mais saudáveis.
    Depois da laranjada, ainda houve tempo para ver a formação do dubai a marcar uns golos magníficos aos pastéis.

    Quid – 949 pazadas


    → PAZADA(S) DO DIA:

    1-(…)“Como andrade, tripeiro, portista já várias vezes aqui o disse que é o único que não desdenharia de poder ver jogar no FCP. (…)
    E sim, sou apreciador do Guilherme, gosto do seu estilo e é sem dúvida o melhor, o maior da rua dele... a jogar a 10 à hora.” (…)
    By Alex Blue Zíngaro, 26 de setembro de 2016 às 09:44

    Nota: Pois, o WILLIAM CARVALHO, no máximo, dá 10 à hora!

    2- “E claro que a jogar em casa, com um árbitro que vinha para fazer as pazes ao 'perdoa-me' e com um 4º árbitro da casa, a jogar contra o colosso Estoril-Bitch
    é muito mais fácil jogar bonito, jogar bem.. vamos ver na terça-feira se o Guilherme vai brincar na areia dessa forma”
    By Alex Blue Zíngaro, 26 de setembro de 2016 às 09:44

    Nota: WILLIAM CARVALHO!!!



    → TAUTAU NAS NÁDEGAS:

    1- “Grande William! Demonstrou mais qualidade neste jogo do que alguns trincos, que são apaparicados pela CS ("já foste?", um exemplo só), demonstram em toda a sua carreira.” (…)
    By Bernardo Carvalho, 26 de setembro de 2016 às 09:28

    Nota: A continuar assim, o “já foste” vai mesmo embora!

    2- “quem o criticou tanto na derrota de portugal na suiça é que deveria por as mão na consciência, e pedir desculpas de tudo que vomitaram contra o xavalo, aqui e em outros espaços virtuais.”
    By Eu Sou do Sporting, 26 de setembro de 2016 às 09:40

    Nota: Por a mão onde? Na quê? Pedir o quê? Tá bem abelha!



    → ABRAÇO ENTRE AS NÁDEGAS: (post sobre a burla e o barrote, mas…)
    - (…) “Mas a verdade é que até por aí, por essa relação promiscua e ambígua entre a SAD e o Clube SLV se vê que as Contas do R&C do SLV são manipuladas, adulteradas, moldadas à vontade do freguês. E a entrevista do Financeiro DSO só o vem comprovar.”
    By Alex Blue Zíngaro, 26 de setembro de 2016 às 15:01

    Nota: “manipuladas, adulteradas, moldadas à vontade do freguês” – as contas e as arbitragens!


    → TIRA DA BOCA E METE NO CU:

    1- “Antes entrevistas inofensivas que não ofendem ninguém a declarações rasteiras do Inácio que só deixam ficar mal o Sporting e a SIC.”
    By John Billy #35 rumo ao 36, 26 de setembro de 2016 às 12:56

    Nota: Declarações rasteiras… começaram desde que um certo treinador mudou de clube, não foi?

    2- (a burla e o barrote) “É que este post é literalmente uma merda, só para não se perder o hábito diário dos comentadores esverdeados terem a hipótese de falar mal do Benfica.”
    By rudolfo dias, 26 de setembro de 2016 às 13:44

    Nota: Deixa ficar na boca que está bem!



    → PIADA(S) DO DIA:

    1- (ainda a entrevista do barrote)
    - “Reza a história que, depois de saber disto, o Man. United da 50 milhões pelas senhoras que servem o pequeno almoço.”
    By Jorge Ferreira, 26 de setembro de 2016 às 12:36

    Nota: As senhoras são muito importantes.

    2- “Ja havia um treinador portugues conhecido como sonso, este habilita-se a ficar conhecido como insonso!

    Tudo o que diz mesmo sendo bem espremidinho, dá sempre zero! Nem a areia do deserto consegue ser tao seca!”
    By nunoalexctx, 26 de setembro de 2016 às 12:31

    Nota: Perguntas difíceis e pensamentos profundos.


    Saudações Leoninas,
    CB

    ResponderEliminar
  19. Se fosse um qualquer ministro era "a promiscuidade entre o jornalismo e o poder político", como é o presidente do Sporting a passar spin, antigamente conhecido como agit-prop, com o nome de "coluna de opinião", duas páginas de jornal, do jornal até há meses entidade patronal de Nuno Saraiva, actual responsável pela comunicação do clube, e a usar léxico, construção gramatical e semântica até hoje desconhecidas no discurso facebookiano e demais flash interviews trauliteiras de Bruno de Carvalho nos finais dos jogos e entrevistas mal-amanhadas em telejornais – uma revelação que surpreendeu até os mais desligados destas coisas do pontapé-na-bola, está tudo bem e não vem daí grande mal, nem ao mundo nem ao jornalismo, não necessariamente por esta ordem.


    http://derterrorist.blogs.sapo.pt/bruno-saraiva-vs-nuno-caravalho-3367751

    ResponderEliminar