terça-feira, 18 de outubro de 2016

#DiaDeSporting: Que onze para o Borussia?

Sendo o Borussia um adversário poderosíssimo, é normal que Jorge Jesus faça algumas adaptações ao sistema de jogo do Sporting. A meu ver, o maior fator de risco reside no facto de defrontarmos Aubameyang e Dembelé, dois jogadores rapidíssimos, de classe mundial, e no facto de o Sporting jogar habitualmente com uma linha defensiva muito subida. Junte-se a isto a capacidade de pressão do meio-campo alemão e a ausência de Adrien, o jogador do plantel que mais rapidamente reage às perdas de bola, e será fácil concluir que o Sporting correrá riscos se não for um pouco mais conservador na abordagem ao jogo, e se não for especialmente criterioso quando estiver em posse.

Não me parece, de qualquer forma, que o Borussia venha com ideias de jogar fechado atrás e explorar apenas o contra-ataque, mesmo considerando as várias baixas que assolam o conjunto alemão. É uma equipa que está habituada a mandar nos seus jogos, pelo que também não faltarão oportunidades para o Sporting explorar os espaços que se abrirão no setor mais recuado alemão.

Em relação ao onze, a maior dúvida, a meu ver, reside na escolha do jogador que se posicionará mais próximo de Bas Dost: Markovic ou Bruno César? A utilização de Markovic implica maiores riscos, pelas iniciativas mais verticais que gosta de tomar, que levam a que perca a bola com mais facilidade. Por outro lado, pode fazer sentido tentar aproveitar a motivação que os dois golos marcados lhe deram. Utilizar Bruno César seria jogar mais pelo seguro, mas, por outro lado, o brasileiro fez um jogo sofrível em Famalicão.

A outra dúvida reside nas laterais. Se Zeegelaar parece certo à esquerda, na direita a escolha não é óbvia. Schelotto é mais rápido que João Pereira, e isso poderá ser útil perante a velocidade dos jogadores do Dortmund, mas o português está num melhor momento de forma e tem uma experiência acumulada que também pode ser importante num encontro tão fundamental como este.


Uma última palavra para Elias: tem aqui uma grande oportunidade para se afirmar como uma real alternativa a Adrien. Estou convencido que o resultado de logo dependerá muito da qualidade da sua exibição.

16 comentários :

  1. Totalmente de acordo. Pode cair para qualquer um dos lados, o 12º jogador vai ser importantíssimo. Os 3 pontos são fundamentais, teremos de correr riscos maiores se o jogo se encontrar empatado a 10 minutos do fim. O empate, apesar de ser um mal menor, não serve.

    ResponderEliminar
  2. Esqueci-me de referir... Optava por B. César, de caras. Na lateral direita, já sem tantas certezas, optaria pelo Schelotto.

    ResponderEliminar
  3. Optava pelo Bruno Cesar claramente. Sobretudo para ajudar no meio campo, como fez em Madrid.

    De resto é isso!

    ResponderEliminar
  4. Para mim, ter um meio campo forte e seguro é meio caminho andado para conseguirmos os 3 pontos. Espero bem que o Elias encha o meio campo, juntamente com William e os alas.
    Concordo com o 11.
    Já há certezas que o Semedo joga?

    E igualmente importante.. o 12º jogador. Tudo a Alvalade!!!!

    ResponderEliminar
  5. O meu problema com o Dortmund são os laterais que são burros como o caralho,especialmente o Schelotto e o Marvin,e a falta que o Adrien vai fazer pois o Elias não passa de um brinca na areia.
    Ao terem pela frente o Aubameyang e o Dembelé espero que não seja de deitar as mãos à cabeça.

    Ricas contratações que o Sporting fez...tirando o Bas Dost nem 1 entra directo na equipa principal...já o Markovic precisa ainda de tempo para ganhar a sua melhor forma,pode ser que jogue o Bruno César para segurar o meio campo e ajudar
    o Bas Dost.

    Com a irregularidade, para pior, desta equipa do Sporting tudo se pode esperar.Convém também lembrar que os jogos ainda acabam quando os árbitros dão o apito final !...


    ResponderEliminar
  6. Independentemente do 11, o Sporting será humilhado pelo Dortmund... com todo o respeito.

    Eu quero é que o WC jogue, a mediocridade que é estará à vista, mais uma vez.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugueses na lista: Ronaldo, Pepe, William.

      Único jogador da 1ª liga, nada mau para um jogador medíocre.

      http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2016/10/10/william-carvalho-entre-os-100-melhores-do-mundo

      Eliminar
    2. Grato pela atenção e pela opinião extremamente valiosa.
      Também espero que o William jogue e que a sua qualidade continue a ser invisível a opinadores vermelhos e azuis...com todo o respeito.

      Eliminar
    3. Fantástico,como sempre,o Danilo que tem 2 tijolos nos pés e é um calhau é que é forte.

      Eliminar
    4. Acho que é ironia mal feita ou então estás a chegar de Marte ?.

      Eliminar
    5. Esta tambem ja anda por aqui? O portista mais lampiao que existe...
      La no VM nao lhe ligam e entao vem tentar aqui...no fundo nao passas de um triste...

      Eliminar
  7. Espero que aproveitem a onda de lesões e ganhem, já deu para perceber que não tem pedalada para andar a jogar champions e campeoanto, por isso se passarem melhor para o Benfica e para o Raking de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas na volta, vocês ainda não ganharam na Champions. Curioso.

      Eliminar
  8. Jogos Champions e Bas Dost não jogava comigo. AInda para mais contra equipas tão fortes fisicamente como as alemãs. Adorava ver um Markovic e Joe lá na frente. Podiam ser diabólicos. De outra forma, Bruno Cesar ou Marko atrás do holandês são opções de luxo.

    ResponderEliminar
  9. E é isto! Custa muito falar de futebol?
    Excelente análise e, como se viu pelo resultado / exibição, foi mesmo na "mouche" porque Elias não é Adrien! Intensidade, presença no miolo, capacidade de passe, e por aí adiante.
    Entre Markovic e B. César só vejo a escolha pelo primeiro para explorar o contra.

    Parabéns MdC, é preferível este tipo de análises ao conflito permanente que lança para o ar. Futebol sff.

    ResponderEliminar