sexta-feira, 11 de novembro de 2016

O novo administrador da FC Porto, SAD

A notícia já tem duas semanas, mas confesso que só agora me apercebi dela. E, devo dizer, é algo que roça o escândalo.

Na sequência da saída de Antero Henrique da SAD, o Porto prepara-se para nomear novo um administrador em sua substituição. E o nome escolhido por Pinto da Costa é, nem mais nem menos, que Eduardo Vítor Rodrigues, atual presidente da Câmara Municipal de Gaia.


Não é difícil perceber os motivos que tornam esta decisão altamente polémica. Falamos do presidente em exercício de um município que tem um imenso historial de favorecimentos ao FC Porto. Não que os favorecimentos do poder central ou local aos clubes sejam um exclusivo do FC Porto, bem entendido, mas, nesta "parceria" em particular entre FC Porto e o concelho de Gaia, os limites do tolerável foram ultrapassados há muito. O melhor exemplo é a cedência do centro de estágios do Olival a troco de uma renda pouco mais que simbólica - não os €500 mensais de que se falava há uns anos, é certo, mas ainda assim... 


... não se pode dizer que uma renda de cerca de €3.000 mensais (que totalizam €36.145 por ano) seja um valor justo para a utilização em exclusividade de um equipamento que custou 16 milhões de euros aos contribuintes. É mais cara a renda de um T4 espaçoso em Campo de Ourique do que a de um centro de estágio de 6 hectares.

Para se perceber o ridículo da situação, a SAD demorará 442 (não é uma tática, é mesmo quatrocentos e quarenta e dois) anos a pagar o investimento alheio. Mas, na realidade, o apoio dado pela Câmara de Gaia ao FC Porto inclui várias outras cedências (desde estádios a pavilhões), em que as obrigações estão quase todas do lado da autarquia.

A nomeação do presidente da câmara (ou de um vereador) para a administração da SAD poder-se-ia compreender se fosse uma imposição do município (num cenário em que este fosse acionista da SAD), mas não é este o caso: aqui, falamos apenas de um conhecido adepto portista a ocupar uma das suas cadeiras de sonho que, por acaso, é também presidente de uma das câmaras municipais mais endividadas do país.

Mas o facto de ser uma das câmaras municipais mais endividadas do país não a impede de manter os mesmos tiques do passado, que contribuíram para a colocar na atual situação:

via @IvoRafaelSilva

Ainda recentemente, em dezembro passado, a Câmara Municipal de Gaia gastou €9.300 na oferta de quatro viagens a Londres e bilhetes para assistir ao Chelsea - Porto. Os felizes contemplados foram dois presidentes de Junta, um vereador e um padre. Este gasto é, só por si, tremendamente discutível, mas, para piorar, a escolha da agência de viagens não o é menos: o serviço foi adjudicado à empresa Dragon Tour, que pertence... ao FC Porto. É caso para dizer que saíram todos a ganhar: os convidados puderam viver uma experiência diferente, houve uma companhia aérea que vendeu mais oito viagens, os responsáveis pela CM Gaia conseguiram os seus intentos, quaisquer que fossem, e o clube teve mais quatro adeptos no estádio e ainda ganhou as comissões das marcações das viagens. Pronto, há o pequeno pormenor de as contas da Câmara Municipal terem ficado 10 mil euros mais pobres, mas é para isso que cá está o Zé Contribuinte.

É óbvio. para toda a gente, que esta acumulação de cargos de Eduardo Vítor Rodrigues é um caso grave de conflito de interesses. Mesmo sendo um administrador não executivo da SAD, é legítimo que os munícipes de Gaia coloquem em causa esta decisão do homem que elegeram há três anos: afinal, votaram nele para endireitar a Câmara, e não para andar a fazer jeitinhos a um clube de futebol. De qualquer forma, os políticos já deviam ter aprendido que não ganham nada em se misturarem com o mundo do futebol: Todos se lembram das benesses que Luís Filipe Menezes arranjou ao FC Porto enquanto autarca de Gaia, e também todos se lembram do que aconteceu quando o ex-autarca de Gaia concorreu à Câmara do Porto, em 2013: teve uma derrota estrondosa, com apenas 21% dos votos.

36 comentários :

  1. É triste ver o presidente da minha cidade vender-se desta forma eu até aprecio a sua presidência mas esta promiscuidade deita tudo a perder.

    SL,

    ResponderEliminar
  2. Inacreditável!

    Em Inglaterra, pelo menos existe um pouco de vergonha na cara e alguns jornais que expôe este tipo de merdas. Não defendo os jornais em geral cá, mas alguns perceberam que estas história têm interesse público e por isso são populares, ultrajantes, revoltantes, e levam a demissões, despedimentos, abandonos, extinções.

    Tudo bem na cidade corrupta, muktinicks, desempregado (sorry, é fodido esses cursos em Portugal), educado, solitário?


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eh eh eh eh eh Ele anda pouco interventivo. Deve andar deprimido, desalentado, esmorecido. Finalmente se deve ter apercebido, constatado que ninguém aqui o leva a sério e fartou-se de passar aqui os dias a ser aviltado, rebaixado, espezinhado...

      Eliminar
  3. Esta promiscuidade nojenta entre política e futebol vai aos bolsos de casa um de nós e quem devia por estes autarcas de merda na ordem limita-se a assobiar para o lado...

    ResponderEliminar
  4. Temos, mundo fora, regra geral, uma classe politica deplorável, onde todos se fazem de virgens ofendidas quando aparece um (ainda mais) populista no meio deles. Este tipo de arranjos devia ser exposto de forma muito mais veemente pelos 'media' em geral!

    ResponderEliminar
  5. http://www.abola.pt/clubes/ver.aspx?t=4&id=640159

    Artista, e esta? Pega lá 700 mil por andares a romper os bancos de Alvalade e mostrares o quão flop és. Prémio Taarabat do ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. queres mesmo comparar...

      o taarabt
      o djuricic
      o ola john
      o novo carrillo
      o empréstimo do danilo com opção de compra de 15 milhões
      o celis
      o jovic
      o saponjic
      o carnaval de colombianos milionários que há-de chegar
      o gajo do paraguai que vende brinquedos
      o vinicius do atletico paranaense que não pagaram
      os brasileiros do vilafranquense
      o bilal
      e os marrecos de 15 milhões despachados para wolverhampton

      com o Alan Ruiz?

      Eliminar
    2. Verdade, mas e então? Queres bolacha?

      Eliminar
    3. Jorgen e no contrato dele vem uma cláusula que obriga a renovar com o irmão emplastro se ele também renovar.

      Eliminar
    4. Eheheh o homem tem a tv pifada mas box grava tudo...

      Sao aquelas oportunidades que se perdem JóJó!

      Mas pelo menos ja almoças hoje! Ja levantaste o teu voucher?

      Eliminar
    5. O que diz a notícia?
      Eu não clico em merda

      Eliminar
    6. Nem mais Lourenço! Faço como tu há anos: não clico em links merdosos desses.
      Querem mostrar coisas façam como fazia o quid (noutro registo, claro está): copy paste.

      Eliminar
    7. Não queria ser assim muito coiso mas... já pagaram o Lindelof?!

      #PagaOQueDeves #Lãpião #NãoValesUmEuro

      Eliminar
  6. este acordo de cedência do centro de treinos devia incluir em troca a publicidade institucional ao concelho de gaia nas camisolas, estádio do dragão, porto canal, etc...

    como não é isso que acontece, é um negócio muito estranho.

    é porque o porto não faz qualquer investimento em gaia, só recebe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segundo o que li, a cedência de um pavilhão para ser usado pelo andebol tinha como contrapartida a realização de formações de andebol por parte do Porto, coisa que nunca chegou a acontecer.

      Eliminar
  7. Infelizmente não é só no futebol. Esta promiscuidade entre interesses públicos e privados é pervasiva a toda a nossa sociedade. Aliás, para mim, a questão dos conflitos de interesses entre políticos/setor privado é uma das principais a resolver, se se quer acalentar uma réstia de esperança de sanar a nossa democracia. Lamentavelmente, parece estar a acontecer o oposto. Esteja a esquerda ou a direita no poder, evoluímos no sentido de uma cada vez maior desresponsabilização do poder político:

    http://expresso.sapo.pt/politica/2016-10-28-Autarcas-deixam-de-ser-punidos-por-dinheiro-mal-gasto

    E depois queixam-se que a malta já mal se dá ao trabalho de ir votar...

    Leitura recomendada:

    http://www.rtp.pt/noticias/politica/livro-de-gustavo-sampaio-desvenda-conflitos-de-interesses-na-classe-politica_v669682

    Da sinopse:

    "Dos 230 deputados à Assembleia da República, 117 estão em regime de part-time, acumulando as funções parlamentares com outras atividades profissionais no setor privado. Advogados, juristas, médicos, engenheiros, consultores, empresários, etc. Em diversos casos, prestando serviços remunerados a empresas que operam em setores de atividade fiscalizados por comissões parlamentares que os mesmos deputados integram. Ao que se acrescem as ligações a empresas (cargos de administração, participações acionistas, serviços de consultoria, etc.) que beneficiam de iniciativas legislativas, subsídios públicos ou contratos adjudicados por entidades públicas visando a execução de obras, o fornecimento de produtos ou a prestação de serviços. Conflitos de interesses? Dezenas de exemplos concretos são apresentados nas páginas deste livro. Dos corredores do poder político para as salas de reunião dos conselhos de administração, e demais órgãos sociais, das maiores empresas portuguesas, com ou sem período de nojo. Um fluxo recorrente entre cargos públicos e privados. Das 20 empresas cotadas no índice PSI 20, por exemplo, 16 contam com ex-políticos em cargos de administração. Por vezes são ex-governantes que decidiram sobre matérias que implicam as empresas para as quais vão depois trabalhar, ou até administrar."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, aqueles que legislam são precisamente quem tira proveito de toda esta promiscuidade.

      Eliminar
    2. Por isso digo e afirmo que a Assembleia da Republica é o maior centro de lobby e corrupção deste país. Só não vê quem não quer.

      Eliminar
    3. Vergonhoso, fdp.

      Coitados, um de puta do até ganha muito mal...


      Puta de pais.
      Nem sabia desta merda absurda, deputado à parte time....
      Daqui a nada o governo também governa partime, à la soares franco

      Eliminar
    4. Mas de votar no Paulo Morais para presidente da Republica é que poucos se lembraram ...

      Eliminar
  8. Concorrência desleal.

    Essa situação do centro de estágios já era conhecida, a promoção a administrador do Presidente da Câmara de Gaia é só pôr preto no branco todos os casos de favorecimento flagrante que ocorreram e ocorrem entre estas duas instituições, sendo que uma delas é pública. Sempre disse que um clube corrupto, e uma Direcção com o historial de corrupção da do FCP não ganha valores de um dia para o outro. Se são comidos dentro de campo e fora dele é apenas e só porque o Vieira ultrapassou-os e tem muito mais força que eles. Daí se percebe também todo o silêncio deles em relação ao Carnide.

    De recordar que quando fizeram mais barulho esta época foi depois de serem vergados em Alvalade, sem espinhas. Continuaram a fazer barulho depois disso, em especial depois do jogo contra o Vitória (e com razão, pois foram bem roubados), chega ao jogo contra a equipa do Vieira, são roubados na sua própria casa contra os mouros de Carnide e não se ouve um soundbyte que seja. Revelador.

    ResponderEliminar
  9. Peco desculpa pelo off-topic o centro de formacao que o Porto quer construir qual CM do Grande Porto vai ter o privilegio de pagar?

    ResponderEliminar
  10. O FCP pegou num Empreendimento mandado construir por um sportinguista, infra-estrutura que estava abandonada, cheio de silvas e mato.. o FCP gastou lá dinheiro, investiu, paga renda. MAS o FCP é que é o mau da fita..

    :-)

    Já o Vara que deu um Campus ao SLB que nem a água e a luz pagam à C M Seixal.. e o SCP que joga num Centro do BCP Millenum... é que são os bons

    Ficamos esclarecidos como se consegue deturpar as informações.

    :-)



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. entao ja de volta...

      ...nao me digas que ja foste corrido do outro blog!

      Eliminar
  11. Já agora mestre pode meter toda a informação esse valor que apresenta pode não ser só referente ao centro de estagio visto que neste momento o Porto tb usa o Estádio Jorge Sampaio para a sua equipa B e o pavilhão Municipal da Lavandeira.

    Portanto só da CMG utilizam Olival, Estádio Municipal, Pavilhão Municipal.
    Da CMP receberam recentemente as piscinas da Campanhã (por 25 anos)

    Assim isto é uma alegria.

    Bem sei que no meu clube tb houve muito entrar dinheiro nos negócios do euro (EPUL) tal como houve no Porto e no Sporting. Agora estes gajos não há pai para eles é tudo feito a vista de toda a gente e ninguém mete umas leis que parem isto.

    Mestre mas agora para sermos até totalmente justos e caso se confirme depois no fim, porque até agora apenas esta acordado. o Sporting tb vai construir campos de futebol nos terrenos ao lado do novo pavilhão em terrenos cedidos pela CML e pelos quais a CML pagou 18 milhões ao Sporting. Se isto se verificar tb é um atentado nestes tempos mais modernos.
    Tb devia merecer a mesma critica ou não ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O SCP vai construir campos de futebol em cima de estações de metro e outras edificações?? olha! novidades tecnológicas no âmbito da construção.. Boa!

      Eliminar
    2. Não sei se isto é palhaçada ou burrice mesmo. Caso não saibas toda aquela zona envolvente do pavilhão e que vai até estádio é da CML.

      http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2011/03/11/sporting-e-cml-assinam-acordo

      Tens ai o acordo que já foi pago pela CML na totalidade.

      O Sporting até só no pavilhão já vai passar dos 4500 metros quadrados que tinah direito quanto mais nos campos de futebol


      Tens aqui tb a pagina do Sporting onde fala desse campos. Tb podes ir ver os videos da apresentação onde o BdC afirma que a CML ia ceder os terrenos para a formação do Sporting.
      https://missaopavilhao.pt/index.php/faqs


      Não convém olhar só para os outros... Tb são 18 milhões para o buxo para depois ficar com o terreno na mesma ou parte.

      Mestre pena que não deu a sua opinião sobre isto.

      Eliminar
  12. Infelizmente, tal como referes no post, este não é um caso isolado no que toca a apoios do poder local a clubes de futebol. Parece-me que o caso mais escandaloso é mesmo o do braga, em que não bastava a autarquia pagar 2 estádios a troco de uma renda irrisória e enquanto a CMB suporta quase todos os custos com os equipamentos a SAD ainda recebe o naming, agora ainda aparece a falcatrua com os terrenos e custos do futuro centro de estágio.

    ResponderEliminar
  13. Eh eh eh.
    De mestre ó Mestre, aproveitar um post "polémico"* para publicitar o teu apartamento para alugar...

    :)

    Ab
    Sl


    * entre aspas porque polémico não tem nada, tem é de vergonhoso (o tema, não o post. Entenda-se)

    ResponderEliminar
  14. É só mais um episódio na longa saga da promiscuidade política portuguesa

    ResponderEliminar
  15. Se o clube da fruta tivesse do outro lado da VCI um clube que tentasse ombrear com ele em matéria desportiva, toda esta vergonha não acontecia ou era muito mais suavizada. Mas não tem, os Loureiros ainda tentaram intrometer-se no poder instituído mas foram poucos os anos que disso usufruíram.
    Depois vêm episódios como as carrinhas do Pedrouços ou o relvado do Grijó.
    O presidente da Associação de Futebol do Porto é que poderia abrir um inquérito: espera, ele é sócio do FêCêPê e amigo pessoal e íntimo do flatulento.
    Só se fosse a Procuradora Geral Distrital do Porto a abrir esse inquérito: espera a Maria Raquel Almeida Ferreira também é sócia do Puerto e assídua nos camarotes dragoneiros.
    Aqui no Puerto não dormem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em carnide também anda tudo bem acordado há uma boa década.

      Eliminar
  16. E se ele for ganhar o mesmo que o seu antecessor, compreendo que ele se lixe para as aparências, ética ou seja o que for. Por >30000€/mês, começa-se a compreender os favores ao FCP. E falta de preocupação em ser reeleito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lixar para as aparências? e então? se até o Durões Barrosos exemplificam ...

      Eliminar