terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Discurso para manter, discurso a evitar

Esteve bem, Bruno de Carvalho, nas declarações que fez, no início da semana, sobre o estado atual da equipa de futebol. Uma evolução positiva que se assinala em comparação com outras declarações menos felizes que fez na época passada, em que, mais do que uma vez, se referiu de forma arrogante em relação ao que os rivais faziam ou deixavam de fazer, numa altura em que o Sporting liderava a classificação.


Humildade, confiança no trabalho que está a ser desenvolvido, e respeito pela capacidade dos rivais. Tudo o que for dito para além disto não só é desnecessário, como pode até ser contraproducente para os objetivos que se pretendem alcançar. Como tal, espero que este registo seja para manter no futuro, independentemente de estarmos em primeiro, segundo ou terceiro, independentemente de termos 8. 5 ou 2 pontos de vantagem ou desvantagem sobre o adversário mais direto.

Pior esteve Jaime Marta Soares, que, pelos vistos, continua a medir mal o tempo das suas intervenções e as palavras que usa. A frase "Quem terá de ter atenção redobrada é o Benfica. O Sporting está embalado e estou convicto de que não será o Benfica a parar o Sporting" não entra para a galeria das suas piores intervenções, mas era dispensável. Primeiro, porque, sendo uma figura com responsabilidades do clube mas sem nada a ver com a equipa de futebol, o PMAG deveria abster-se de fazer comentários sobre o momento competitivo da equipa, e muito menos incluindo referências aos rivais. Depois, porque não será um fenómeno paranormal se o Benfica conseguir, efetivamente, parar o Sporting no próximo Domingo. E já se sabe que, no eventual cenário de uma vitória do Benfica, será pequena a probabilidade de Jaime Marta Soares se apressar a partilhar connosco as suas convicções sobre a equipa de futebol - tal como não as partilhou quando nos encontrávamos a sete pontos do Benfica.

17 comentários :

  1. Era falar o menos possível e deixar os resultados falar por nós. Em caso de ataque à honra e reputação do clube, responder. Quando nos depararmos com situações irregulares é denunciar, mas com provas e fundamentos. De resto, é trabalhar que o futebol são os jogadores, não os dirigentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achas que sem dirigentes, tinhas futebol profissional? O futebol são os jogadores, os treinadores, os dirigentes e os adeptos. Todos são importantes e sem adeptos o futebol profissional também acabava, num instante.

      Eliminar
  2. Compreendo que as palavras de Jaime Marta Soares possam parecer fanfarronice, mas no fundo não passou da opinião dele face ao que irá suceder no derby.

    Não vincula em nada o clube nem a generalidade dos sportinguistas, ainda que pela posição que ocupa devesse ser muito mais moderado ao opinar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como Presidente da Assembleia Geral do clube sabe que qualquer coisa que diga nunca será apenas uma "opinião pessoal". Concordo com o MdC nesta questão, quer de JMS quer de BdC.

      Eliminar
  3. não sei se prefira as palavras insonsas do bruno que me fazem lembrar uma certa godinhice de viver ou «vamos a eles» do jaime que me leva aos tempo de sousa cintra.


    ResponderEliminar
  4. Do mesmo modo que nos maus momentos a imprensa vai à procura dos Sportinguistas críticos e catastróficos a dizer que o Clube acaba se por lá continuar BdC, nos bons momentos dão tempo de antena aos Sportinguistas fanfarrões, a dizer que vamos ganhar tudo e mais alguma mais coisa e que ninguém nos pára.
    É destas coisas que a imprensa gosta, é isto que vende, é isto que enche as caixas de comentários a favor ou contra, e não as declarações razoáveis e ponderadas.

    ResponderEliminar
  5. Fanfarronice pura. Infelizmente também temos cá disto.

    ResponderEliminar
  6. O pirómano virou bombeiro e o bombeiro virou incendiário.
    É esta pacatez e sensatez do pirómano que me deixa de pé atrás.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o lampião retardado com a quarta classe continua igual

      Eliminar
    2. Metes nojo com os teus comentários. Não há blogues vermelhuscos?

      Eliminar
  7. BdC ser domado pelas aparências é triste, mas vocês saberão do que gostam. Pessoalmente e nesta situação, estou desejosa para aue chegue Abril.

    JMS não foi fanfarrão.

    Nem sei porque vocês se prestam para estas conversas. Tivemos corvo quando o Rui Vitória disse que queria pressão antes do jogo da Madeira? Não.

    O que vocês têm receio é ser gozados pelos lampiões, no caso de se perder ou empatar, com este caso em específico. Quando se derem conta que se não fosse este era outra coisa qualquer, vão deixar de se prestar para estas figuras.

    ResponderEliminar
  8. Mestre, desta vez não concordo contigo. O Jaime MSoares não foi exageradamente rude ou convencido, apenas disse (como qualquer sportinguista confiante) que achava que o Sporting ia ganhar os dois jogos que aí vêm.

    O título da notícia até está martelado para parecer mais agressivo

    ResponderEliminar
  9. E o hóquei?
    Profissionalismo ou falta dele, eis a questão?!
    Hehehe
    Patético!
    Querer dirigir um supermercado, quando só se está habituado a "comandar" mercearias de bairro e prontamente fali-las... Eis o resultado!
    Imagino se tivesse que dirigir um centro comercial inteiro...
    Hehehe
    MdC? Hóquei? Que se passou?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mesmo que se passou com o Futsal Lampião, que perdeu pontos na secretaria na época passada. :)

      Eliminar
    2. eheheh depois de duas tareias do napoles e ficam adeptos do hoquei!

      Eliminar
  10. As declarações do JMS foram mais uma vez infelizes. Fanfarronice pura e idiota. Absolutamente desnecessária.

    ResponderEliminar