domingo, 4 de dezembro de 2016

Uma oportunidade que não se quis desperdiçar

Após a derrota do Benfica na Madeira, o jogo com o V. Setúbal revestia-se de uma importância extrema. Não só pelos três pontos em disputa, que muita falta podem fazer num campeonato que se espera disputado até ao fim, mas também pela possibilidade de nos aproximarmos à distância de um braço em relação ao líder - e com a possibilidade de lhes darmos outro valente puxão na próxima jornada. Era uma daquelas oportunidades que não se podia desperdiçar, e a equipa percebeu o que estava em jogo: entrou em campo mentalizada em aproveitar todos os minutos que o relógio lhe dava para resolver a questão a seu favor.




A exibição na primeira parte - apesar de não ter havido um rendimento constante, o Sporting registou períodos muito prolongados de domínio total, em que não permitiu que o V. Setúbal respirasse. Futebol envolvente e quase sempre prático com bola, pressão sufocante em todo o campo sem bola, encostando por diversas vezes o adversário às cordas, com as oportunidades de golo a sucederem-se desde o primeiro minuto. Dessas oportunidades, três foram convertidas por William, Dost e Bruno César, ainda que, por motivos que apenas Rui Costa poderá explicar, o Sporting tenha chegado ao intervalo a vencer apenas por 2-0. Quarenta e cinco minutos esmagadores, que, em condições normais, deveriam ter chegado para fechar todas as dúvidas em relação a quem saíria de campo com os três pontos, mas que, ainda assim, acabaram por ser suficientes para se encarar a segunda parte com tranquilidade.

Meio campo de luxo - William Carvalho, Adrien Silva, Bruno César e Gelson Martins foram os melhores do Sporting. Se os dois primeiros são indiscutíveis há vários anos, já Bruno César e Gelson estão a ser, na minha opinião, as grandes revelações do Sporting 2016/17. O brasileiro, pela sua polivalência e elevado rendimento em várias posições, conseguiu, contra as expectativas da maior parte das pessoas (eu incluído), conquistar o seu espaço no onze. Ontem, marcou um golo fabuloso de livre direto, enfiando a bola no canto da baliza - o único sítio onde Bruno Varela não podia chegar. Quanto a Gelson, esteve endiabrado na primeira parte e somou mais uma assistência à sua conta pessoal (já lá vão 7 passes para golo, liderando a tabela das assistências da Liga com mais 3 que o trio perseguidor, nos quais se encontra Bryan Ruiz). Não espanta que as três substituições feitas por Jesus tenham servido para descansar estes jogadores, tal é a sua importância atual na dinâmica defensiva e ofensiva da equipa. Ah, e William marcou de cabeça... 

Rui Patrício contra o frio - perdi a conta às vezes que vi Rui Patrício a fazer exercícios de aquecimento em pleno jogo, quando o Sporting se preparava para bater livres ou cantos junto à área do V. Setúbal. Parecia desesperado em participar no jogo, enfiando-se entre os centrais quando Coates ou Semedo tinham a bola, para se envolver quase à força na primeira fase de construção. Fora isso, praticamente não teve trabalho, mas na única ocasião de verdadeiro perigo para a sua baliza - num cabeceamento forte à entrada da pequena área -, efetuou uma enorme defesa. Espero que seja sinal de que a sua fase menos boa já ficou para trás.

A homenagem ao Chapecoense - muito bonitas as referências nas camisolas e o cântico dedicado pelas claques na segunda parte. Pena, apenas, que ainda existam pessoas que acham que se deve aplaudir durante o minuto de silêncio.



Algum facilitismo na segunda parte - a segunda parte do Sporting foi fraquinha, mas percebe-se que a equipa tenha preferido gerir o esforço e a vantagem do que acelerar o ritmo da partida à procura do terceiro golo - seguem-se dois jogos importantíssimos onde estarão em causa a continuidade nas competições europeias e o assalto ao primeiro lugar. É normal, como tal, que o Sporting tenha abrandado o ritmo e proporcionado ao V. Setúbal a possibilidade de ter a bola que nunca conseguiu ter na primeira parte, mas parece-me que houve algum relaxamento por parte de alguns jogadores, que se traduziu em passes errados e más abordagens a lances que, com níveis de concentração máxima, não teriam acontecido.

Os golos anulados - não se compreende o que viu Rui Costa nos dois golos anulados a Dost e a Coates. É verdade que, no caso do golo do uruguaio, se escreveu direito por linhas tortas, pois houve um domínio de bola com o braço antes de se iniciar a segunda vaga de ataque que daria origem ao golo, mas é impossível que o árbitro tenha visto o quer que seja de irregular após esse momento. No golo anulado a Dost, existe um braço que se eleva por cima do defesa que o marcava, mas não houve qualquer tipo de impedimento na disputa de bola. Muito pior foi o empurrão a Schelotto pelas costas em Guimarães que nos custou três pontos. Coincidências da vida.



Quem diria? Há menos de um mês estávamos a sete pontos da liderança, e o jogo da Luz perfilava-se no horizonte como sendo absolutamente vital para as nossas aspirações - perdendo, ficaríamos fora da luta pelo campeonato. Com a vitória de hoje, passámos a estar apenas a dois pontos e iremos jogar, não pela sobrevivência da nossa candidatura ao título, mas pela liderança. Faz lembrar a aproximação que o Benfica conseguiu, na época passada, em véspera de dérbi, após o nosso empate a 0 em Guimarães, e que se converteria em liderança, uma semana depois, em Alvalade. Que a história se repita no próximo domingo, mas com os papéis invertidos. Eu acredito.

50 comentários :

  1. Grande primeira parte, com o resultado de 3-0 a condizer.

    Na segunda abrandamos e marcamos apenas um golo, ganhando o parcial por 1-0.

    No final ganhamos 4-0 e mais 3 pontos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na semana passada empataram 1-1. Não se viu choro!

      Eliminar
    2. Já sei que a democracia é para todos, opiniões livres e tal, no entanto acho que sempre devia pagar alguma coisa sempre que se insiste no disparate.
      Uma taxa a reverter para fins beneméritos.
      De certeza que iriamos ter uma muito melhor sociedade!!!

      Eliminar
    3. Tu Mastim, que vives na realidade virtual, nem nas linhas virtuais acreditas?

      Olha tens aqui uma dica, parece que precisam de alguem para dar banhos!

      http://emprego.mitula.pt/emprego/auxiliar-canil-domestico-caes-lisboa

      Eliminar
    4. Patins, a semana passada ganhamos por 1-0. O Boabosta nao marcou nenhum. Por muito que voces queiram fazer revisionismo, como vos eh habitual, isso nao muda a realidade. Nenhuma bola entrou completamente na baliza do Sporting. Ontem entraram 4 na baliza do Setubal, onde voces so entraram uma vez, e de penalty mergulhado, daqueles que so se marcam a favor do boifica.

      Eliminar
    5. não viste o choro?

      o saci pererê gil até ficou sem internet por causa das linhas e dos pontos de fuga.

      Eliminar
    6. Donde vem esse golo do 1-1... andaste a ver a página do Gil Pinóquio? que depois de uma retração desapareceu e não se vê há mais de uma semana?

      Nuninho! Nuninho! Tens de deixar de fumar essas coisas, faz-te mal à saúde e assim não chegas à maioridade...

      Eliminar
    7. Pois não, só se viu o vosso choro, baba, ranho e azia por o SCP não ter sido prejudicado mais uma vez.

      Depois quando alguém vai verificar a verdade dos factos metes a viola no bolso e vais levantar mais um voucher à porta 18:

      http://misterdocafe.blogspot.pt/2016/12/boavista-vs-sporting-bola-nao-entrou-na.html?m=1

      Eliminar
  2. Sugestão antes de iniciar o minuto de silêncio: O speaker deve pedir s todos que "o silêncio deve ser respeitado por todos no estádio. Após o silêncio, quem desejar poderá aplaudir" e agradece a compreensão de todos. Lamentavelmente há pessoas que não vslorizam o silêncio e há que ajudá-las (instrui-las).

    Maravilhosa iniciativa do Sporting na questão das camisolas. Só mesmo o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

    sl

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juba, o speaker pediu para se respeitar integralmente o minuto de silêncio... mas pelos vistos tem de ser mais explícito...

      Eliminar
  3. Ora bem... Pegando pelos golos.
    O do bas dost tem início numa mão demasiado óbvia logo chamar de golo anulado devia chamar de mais um lance de andebol.
    O do Coates... Dentro da pequena área toca o gr. Não há qualquer dúvida.

    Na semana passada também houve uma equipa que veio com a treta de para eles ter ficado 1-1. Aí não houve choro.

    Realmente com árbitros estrangeiros a conversa é outra... São logo expulsos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. passou-te a falta clara que Bruno César faz ao marcar o livre... bem como o cabelo do William que atingiu o Varela... Só golos ilegais

      Eliminar
    2. É só para pedir para não gozarem. Vida de avençado é dura!
      Portanto, Martinholas, toma lá o teu dízimo, para não te queixares.

      Eliminar
    3. chamar-te de cego, é minimizar o problema...

      Eliminar
    4. Mais uma mentira do Patins. O lance da mao antes do golo eh na primeira vaga do golo do Coates (ele proprio toca com o braco na bola no inicio da jogada, que prossegiu e so deu golo na insistencia).

      No golo do Dost nao ha mao nenhuma, Patins. Vai la rever o guiao.

      Eliminar
    5. Nuno, só não vê quem não quer. Lances muito bem anulados.
      Mas apesar de não ter visto o jogo, pois não consigo ver jogos onde só torço para uma equipa perder, destaco 2 lances: o primeiro amarelo ao WC, muito bem mostrado pois agarra um adversário quando este partia para o contra ataque e o segundo amarelo que lhe devia ter sido mostrado aos 70 minutos quando o WC, com uma slimanada, deixou o adversário KO e a sangrar. Mas assim não jogava o próximo jogo e depois ainda se queixam do árbitro. Ou existe alguém que tenha coragem de afirmar que não era lance para segundo amarelo?

      Eliminar
    6. Vê-se que viste mesmo o jogo!!! Isto de ler por alto nalguns lados e vir comentar dá nisto... Nem sabem do que falam...

      Eliminar
    7. Antes de tirares as palas para poderes ver bem os lances em vez de ver esse pedaço de couro vermelho, limpa a baba e o ranho ao voucher.

      Eliminar
    8. Não vê os golos, nem o jogo e só apanhou meio soundbite no briefing. Oh burro, a mão foi no golo do Coates. Tens de estar mais atento no briefing, já não vais receber o cheque na totalidade.

      Eliminar
    9. Pergunto: consegues olhar-te ao espelho?

      Eliminar
    10. Ahahahahah, fantástico Nuno! Não sabia que o Sporting - V. Setúbal também foi transmitido na realidade paralela em que vives. :)

      Eliminar
    11. O positivo destes comentários é que finalmente admitem que o cabeção fez mesmo falta sobre Ricardo.
      Valeu um campeonato de colinho , coisa pouca, alias, dificilmente os ganham de outra forma.

      Como portas de currais.

      Eliminar
    12. Ora bem...pegando em mais um comentário estúpido e cheio de mentiras.

      O do Bas Dost (para nomes e apelidos usa-se letra grande Mastim), não tem mão nenhuma logo é necessário que vás a uma consulta para verificares o teu olho (aquele que tu sabes), pois andas a dá-lo demasiado ao manifesto.
      Assim, andebol só mesmo porque vês mal ou...porque és simplesmente um aldrabão.
      Vou pela segunda, sempre te poupa o dinheiro da consulta e podes continuar a dar o olho ao manifesto.

      O do Coates...este sim tem uma mão não assinalada pelo árbitro mas como já sofres de Alzheimer, estás todo trocado.
      Quanto a tocar o GR, sim toca, depois de a meter lá para dentro pois chega primeiro à bola que o fenómeno da formação do Seixal.
      Foi assim do tipo 2º golo do Marítimo, onde o maior do mundo ficou a ver jogar e ela apareceu dentro da baliza das papoilas saltitantes.

      Nota-se que o Mastim começa a ficar nervoso e com falta de argumentos.

      Eliminar
    13. Malta, o grande mentiroso, o "nosso" farsola Rudolfo com "u", acaba de despejar no "És a nossa fé" o comentário do Patins, ipsis verbi. Agora cada um que tire a suas conclusões sobre estes dois personagens. Eu já as tirei há muito.

      Eliminar
    14. Rudolfina quando este lance nao da vermelho directo...

      ...para mim passou a valer tudo!

      http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/bryan-ruiz-assustei-me-um-pouco-com-a-entrada-do-renato-sanches.html

      MEMORIA CURTA!

      Eliminar
    15. Bem apanhado leao verde...

      ... andam tao histericos que ate se desorientam nos nicks que usam!

      YOU ARE BUSTED RUDEMASTIM!!!

      Eliminar
    16. Leão esverdeado, se eu não vi o jogo tenho que me socorrer de uma pessoa isenta como o Nuno para poder caracterizar os lances. No alto dos seus 56 anos deveria saber que não poderia recorrer a uma opinião de um sportinguista sobre um jogo do seu Scp pois não seriam imparciais.

      Eliminar
    17. "não poderia recorrer a uma opinião de um sportinguista sobre um jogo do seu Scp pois não seriam imparciais"


      AHAHAHAHAHAHAHAHA porque uma opiniao de um lampiao, sobre um jogo do Sporting, essa sim é imparcial

      que falta de noçao...

      ... do que significa imparcialidade!

      Ta bem ta bem rudemartins!

      Eliminar
    18. Nuno, eu fui ver o jogo, e você viu tudo ao contrário. Opinar através de outra pessoa, dá nisto. Ficou muito mal na fotografia.

      Eliminar
  4. Bom dia. Muito boa análise. Quanto ao jogo da Luz, mal seria se não acreditasse mas, pelo que se viu ontem ao senhor de encarnado...
    Realce para os quase 40.000 espectadores num dia de invernia.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 43.647... retificado no fim do jogo e valor oficial no site da liga...

      Eliminar
  5. este jogo ficou resolvido depois daquela primeira parte fantástica.

    elias, markovic, campbell e andré... jogadores que eu colocava a jogar na polónia. E em certa medida o carlos mané também dava jeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que com Elias, Markovic e André nos arriscamos a ver a Liga Europa por um canudo...

      Eliminar
  6. Uma vergonha o que se passa neste país.Há golos que só são anulados ao Sporting.Um jogador do Sporting não pode tocar em ninguém dentro da área que é logo falta.Corruptos miseráveis,anulam golos limpos quando querem e lhes apeteçe.

    Lembro-me recentemente e em vésperas de jogos importantes ou então em períodos que o Sporting ameaçava os rivais em que golos como o de ontem foram anulados,lembro-me do Mota em que houve um empate em Alvalade e lembro-me do Soares Dias no bessa.

    Comparem os que os jogadores do Benfica fazem dentro da área adversária na marcação de livres ou cantos e vejam se os critérios são os mesmos.Até se precisarem de dar chapadas e pontapés nos adversários dão.

    Já ontem nas antas mais uma vez o protagonista do costume.Uma xistralhada que pôs o Braga a jogar com 10 durante a maior parte do jogo.Se o penalty é dúvidoso o que dizer,segundo as novas regras,do cartão vermelho?.

    Quem não chora não mama,e já andam os lampiões num ataque cerrado às arbitragens.O mesmo Xistra que ajudou a dar o campeonato a época passada fez falta ao Benfica na Madeira.Corruptos e hipócritas até dizer chega.
    Não vai faltar muito para se ouvir falar no filho do Fontelas...

    Depois de mais de 40 mil pessoas fazerem uma sentida e mais do que justa homenagem ao Chapecoense o Sporting faz uma boa primeira parte e acaba a vencer por 3-0.

    Na segunda parte o Sporting tirou o pé do acelerador e para quê ?,para perder lances atrás de lances,para começar a jogar para trás,para se pôr a jeito,numa perda de bola infantil o William na recuperação leva cartão amarelo.É o quarto quando entramos num ciclo em que vamos jogar com lampiões corruptos e hipócritas,contra o Braga e o Belenenses...e a cabeçinha é para quê ?,que estupidez e a falta que ele pode fazer num jogo desses.

    Depois o Sporting começou a dar espaço aos jogadores do Setúbal,se fazem um golo lá voltamos nós ao jogo tremido do costume, e então com os corruptos de serviço é meio caminho andado para Guimarães !...

    O Sporting não pode tirar o pé do acelarador.Sempre de gás na tábua.Exibição positiva e resultado final de 4-0 com mais um golo de Coates.Coates está a revelar-se um bom atacante.








    ResponderEliminar
  7. Com uma equipa destas e não sacou nenhum ponto, nem ao Real nem ao Dortmund. Dá que pensar.
    O Sporting tem provavelmente os dois melhores jogadores do campeonato, William e Adrien, juntamente com Jonas, e o jogador em maior destaque no plano ofensivo, Gelson Martins. Mesmo assim, vai ter que lutar até ao fim para ir á Liga Europa. É muito pouco para o investimento que foi feito.

    Será um jogaço para a semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. voçes (porto\benfica) eram ambos cabeças de serie e ficaram em grupos de merda ainda assim so na ultima jornada sabem se continuam ou nao!

      ISTO SIM È MUITO POUCO!

      Eliminar
    2. Jonas? LOOOOOOL como é que podes dizer que um jogador que mal calçou este campeonato é dos melhores do campeonato? ganha juízo!

      Eliminar
  8. Uma autêntica vergonha a arbitragem de ontem que nos serve de preparação para o que aí vem. E, como é habitual, não se ficou pelos golos anulados.

    De resto, foi um bom jogo.

    Uma palavra especial para o B. César. Está cada vez melhor.

    ResponderEliminar
  9. http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/mais-de-40-mil-espectadores-mas-apenas-na-segunda-contagem.html

    Artista, era disto que falavas quando dizias que o Benfica mentia em relação ao número de adeptos presentes no estádio?
    Nunca tinha visto uma recontagem deste género. Tudo vale no mundo do futebol. Não sei se realmente é fácil ludibriar o "sistema" neste tipo de situações, mas é algo que claramente deveria ser uma entidade independente a apurar, em cada jogo, quantos adeptos, efetivamente, marcaram presença no estádio. Tanto nesta questão, como na dos sócios. Em todos os clubes, obviamente.

    Qualquer dia, ainda vamos ver um estádio do Sporting com 65 mil pessoas...mas apenas na cabeça do Bruno Carvalho. O futebol PT, hoje por hoje, dá para tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Issos significa, então, que começámos a fazer o que Benfica e Porto já fazem há muito. Deixamos de ter todos moral para falar sobre o assunto.

      Eliminar
    2. Arrisco esta explicação:

      43.000 bilhetes vendidos (incluindo gameboxes), 39.000 pessoas presentes no estádio.

      Eliminar
    3. Sim, eu estive no estádio e claramente não estavam 43 mil pessoas. A primeira contagem parecia correcta

      Eliminar
    4. Poderá estar relacionado com os 4 mil adeptos presentes dos 59 núcleos espalhados pelo país?

      É uma explicação plausível, mas que obviamente devia ser dada oficialmente, porque esta situação abre o flanco para os ataques dos nossos rivais, e se reivindicamos seriedade não podemos facilitar, como nitidamente aconteceu neste caso...

      Eliminar
    5. EHEHEHEEHEH T1 at its best!!!

      Quando perdem tentam mudar o foco das atençoes para algo negativo Sobre o Sporting!

      FAla dos quase 20 jogadores lesionados em apenas 4 meses!

      Fala sobre jogadores de 16 milhoes que nao rendem nada!

      Fala sobre os 3 golos que ias mamando do maritime nos 5 cinco minutos iniciais do jogo!

      LARGA A BRAGUILHA AO SPORTING!

      Eliminar
  10. mestre estou a ver basquetball na tvi24.
    fico a saber que a tvi24 detém por exclusividade as seguintes modalidades: futsal, hóquei e basquetball, desconheço se tem mais alguma modalidade.
    ou seja, a vermos a coisa pelo pior, reparamos que o porco guerra foi injectado na tvi24 (lembro-me do pina dar essa info em directo) e como a carnidetv2 foi apagada da grelha, deixando os clientes que pagaram de mãos vazias, nada como transitar algumas modalidades da carnidetv2 para a tvi24, o vice-moniz deve lá estar para alguma coisa.
    mestre, o negócio não deve ter sido muito complicado de o fazer, quando a tvi24 tem como comentador, o Alcaide da carnidetv, aka Fernando Santos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. erro, não foi o pina, foi o carlos dolbeth que disse que a tvi24 iria dar jogos em direto, devido o porco guerra ter ido para a tvi24.

      Eliminar
  11. Podem ir recuperar os posts em outubro onde eu disse que o Sporting começava a carburar em finais de Novembro.

    Essas tangas que andaram aqui a passar, inclusive sportinguistas, não passaram disso, tangas.

    ResponderEliminar
  12. No dia 29 de Setembro escrevi isto no feicebucas...

    "O nosso maior “problema táctico” está precisamente ligado aos dois homens da frente... Mesmo que a dupla de André e Dost seja tecnicamente muito superior à de Teo e Slimani, e mesmo que possam até render mais golos no final da época, ficam muito longe naquilo que dão à equipa em termos de pressão sobre a “primeira linha de construção” dos nossos adversários, e de desgaste sobre os defesas e os médios que tentam atacar as nossas linhas...

    Ora se nem André, nem Dost, garantem os níveis de pressão mínima para asfixiar o adversário na saída de bola (como fazíamos na época passada), é preciso que o trabalho seja feito pelos homens do meio-campo, e principalmente pelos dois alas, e é aqui que na minha opinião se torna fundamental a presença, em jogos mais complicados (a maioria dos que se jogam fora de Alvalade), de Bryan Ruiz à esquerda e, muitas vezes, de Bruno César atrás do Bas Dost...

    Juntar Bryan Ruiz e Bruno César no meio campo tem sido (desde o jogo com o FC Porto) precisamente o “segredo” de JJ para conseguir equilibrar a equipa defensivamente, “asfixiar” os adversários, roubar-lhes a bola o mais cedo possível, tornar-se “rei e senhor da bola” (com percentagens de posse acima dos 60 por cento), e vencer com tranquilidade...

    No único jogo em que deixou Bryan Ruiz no banco (juntamente com Dost!), e recuou Bruno César para defesa-esquerdo (com o inútil Campbell à sua frente), foi aquele em que sofremos o maior vexame...

    Contra o Vitória Sport Clube acho que “JJ” vai voltar a apostar em Bruno César no meio-campo, numa troca constante com Bryan Ruiz, ambos na “ligação central” com Dost, pois são dois dos jogadores com mais capacidade técnica, capacidade de marcar bolas paradas (o primeiro golo contra os polacos foi canto de Bruno César e desvio de Bryan, mas pode muito bem ser ao contrário!), capacidade de servir o avançado-centro, versatilidade, “poder de fogo”, e “inteligência táctica” que temos no plantel... (...)

    No futuro não vejo forma de escapar à utilização destes dois esquerdinos em jogos de maior grau de dificuldade se o nosso “segundo avançado” não melhorar muito o seu nível defensivo..."


    Ao contrário do que previa, o Bruno César lá voltou a sentar no banquinho em Guimarães, mas mais de um mês depois, e após de tantas experiências de JJ para encontrar "o tal" parceiro para Dost (os seus queridos Markovic, Campbell, Alan Ruiz, ou André, não conseguiram dar conta do recado), parece que o nosso mister vai finalmente apostar no Bruno "Pau para toda a obra" César como titular absoluto da equipa...

    Já era sem tempo!

    ResponderEliminar