segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Analisando o programa de Madeira Rodrigues

É normal que um candidato que concorra contra um presidente em exercício necessite de pontos de diferenciação que lhe permita captar o maior número de votos possível. Seria de esperar algumas propostas inovadoras no programa e, verdade seja dita, essas propostas inovadoras apareceram. Infelizmente, a maior parte não faz grande sentido face à realidade do clube. Ainda assim, há algumas ideias interessantes que gostaria de ver implementadas, independentemente de quem ganhe as eleições.

Retirei do programa as medidas que me parecem merecer maior destaque, seja por bons motivos ou por me parecer não fazerem sentido, e as que me parecem necessitar de esclarecimentos adicionais. Coloco-as pela ordem que aparecem no programa, e não pelo nível de importância. A negrito está o texto do programa, seguindo-se, a fonte normal, os meus comentários.



Positivo

Utilizar a equipa B como plantel de apoio à equipa principal: a meu ver, a equipa B poderia ser muito mais útil caso existisse uma maior interligação com a equipa principal. A equipa B deveria servir para dar ritmo competitivo aos jogadores menos utilizados da equipa principal, como também, havendo um plantel principal mais reduzido, se deveria incentivar a promoção temporária de jogadores da equipa B à equipa principal, em caso de necessidade - o que certamente serviria de fator de motivação aos mais jovens. Obviamente, a colocação em prática desta ideia depende muito do treinador da equipa principal, mas, como é óbvio, a direção tem sempre formas de a "facilitar".

Garantir a interligação entre os horários dos jogos das várias modalidades para voltarmos a ter dias “à Sporting”: com a entrada em funcionamento do pavilhão João Rocha, isto é, para mim, essencial. É verdade que neste momento ainda não existe um pavilhão próprio, mas têm sido demasiadas as ocasiões em que se marcam jogos de modalidades para a mesma hora de jogos da equipa de futebol, o que não faz qualquer sentido.

Explorar a possibilidade de introdução do voto electrónico nos núcleos, salvaguardando a total fiabilidade dos sistemas: em 2017, não faz sentido que não exista ainda uma solução que facilite a participação eleitoral dos sportinguistas que vivem longe de Lisboa.

Dinamizar a proximidade de sócios às figuras do clube, aproveitando o site e as plataformas de comunicação organizando, entre outros, live chats regulares: há relativamente pouco tempo - creio que no início desta época - fez-se um live chat com jogadores da equipa de futsal, que correu muito bem. O clube só tem a ganhar com a aproximação dos seus atletas (incluindo os de futebol) aos adeptos. Já temos no Sporting um exemplo perfeito daquilo que pode ser feito pelos jogadores na comunicação com os adeptos: Carlos Ruesga. No futebol, em particular, têm existido algumas iniciativas muito interessante nas redes sociais do clube (o que se fez com Campbell no momento da contratação, Dost a cantar o cântico que lhe foi dedicado), mas parece-me que a maior parte dos jogadores vive completamente alheada da necessidade de contribuir para um maior envolvimento com os sportinguistas.


Negativo

Utilizar a equipa B como plataforma de transição principal dos jovens formados na Academia: apesar de defender uma maior proximidade entre a equipa B e a equipa principal, isto, para mim, é uma utopia. Existe uma distância muito grande entre a competitividade da II Liga e as exigências da equipa principal do Sporting, pelo que a plataforma de transição principal deverá ser o empréstimo a outros clubes da I Liga. A promoção definitiva ao plantel principal a partir da equipa B deverá acontecer em casos excecionais, e não como regra. A não ser que por "plataforma de transição principal dos jovens formados na Academia" se entenda a passagem das camadas jovens para o futebol sénior. Se for esta última hipótese, nesse caso estou de acordo.

Impor a utilização do nosso equipamento principal tradicional e travar a banalização e excessiva secundarização do equipamento Stromp, com utilização apenas em ocasiões relevantes: ?!

Propor a criação da figura do sócio-claque, permitindo aos membros das claques um desconto na quotização até aos 21 anos: neste momento, penso que os membros das claques já têm regalias suficientes em relação aos demais sócios. O apoio no estádio tem sido exemplar, mas abusam do seu estatuto com as visitas de protesto na Academia e os comunicados a criticar a equipa de futebol. Não vejo necessidade de os discriminar positivamente ainda mais.

Recuperar no imediato a posse da Academia Sporting, na posse do Banco Comercial Português desde 2014, com o apoio de investidores que entrarão com um valor a rondar os 14 M €: parece-me uma má utilização de recursos. A Academia pertence ao BCP apenas no papel, pois o Sporting tira total partido do espaço, que ficará na posse da SAD quando o atual contrato de leasing terminar. Para quê gastar 14 milhões de euros na reaquisição imediata da Academia, em vez de canalizar estes recursos para outras necessidades mais relevantes? E, já agora, quem são esses investidores? E que interesse têm esses investidores nesta operação?

Criar uma fan zone junto ao relvado que permita que associados sorteados possam ter acesso directo aos jogadores: uma coisa é haver um sócio premiado que possa tirar uma fotografia no início do jogo; outra é uma iniciativa deste tipo. Nada contra uma fan zone em dias de treino aberto aos sócios, mas, em dia de jogo, apenas serve para dificultar a concentração dos jogadores. 

De uma forma geral, as propostas ao nível do património: a proposta de construção de um velódromo e de um clube naval é, simplesmente, ridícula. O Sporting tem não tem ciclismo de velocidade nem tem qualquer tradição ao nível da vela - houve uma secção da modalidade na década de 80, que rapidamente se extinguiu. Não faz qualquer sentido avançar para este tipo de infraestruturas, quando ainda há tanto que pode ser feito no melhoramento das condições das modalidades já existentes. O centro de estágios no norte do país não faz grande sentido, considerando que seria uma infraestrutura com custos de implementação e manutenção demasiado elevados (para além dos funcionários adicionais que exigiria) para o número de ocasiões em que seria utilizado. Medidas como a criação de uma residência para antigos atletas, de uma residência universitária e de uma creche parecem saídas da mente de Luís Filipe Vieira.


A necessitar de mais esclarecimentos

Assumir inequivocamente a transparência na identificação dos investidores: perfeitamente de acordo, face ao anúncio de Bruno de Carvalho de que os 18 milhões do novo investidor já terão entrado, mas sem ter revelado quem é o investidor. No entanto, existe neste mesmo programa uma outra medida que pressupõe o recurso a investidores (a recuperação da Academia) que não foram identificados. Louvo a ideia, mas não posso deixar de assinalar a incoerência.

Propor a criação da figura do sócio-filho. Um agregado familiar com pelo menos dois sócios efectivos de escalão A poderá ver os seus descendentes directos isentos de quota até aos 14 anos: simpatizo com esta proposta, mas não entendo por que motivo é necessário haver dois sócios efetivos no mesmo agregado familiar para se usufruir deste escalão.

Propor a criação da figura do sócio-internacional, permitindo uma maior ligação ao clube do número cada vez mais elevado de sportinguistas que vivem fora de Portugal: percebo a ideia, mas à partida parece-me redundante face à quota económica, perfeitamente acessível e adequada para sportinguistas que raramente têm a oportunidade de vir a Alvalade. Gostava de saber exatamente o que é que a categoria de sócio-internacional ofereceria de diferente em relação às categorias já existentes.

Reduzir os gastos com fornecimentos e serviços externos: tenho muitas dúvidas em relação a este ponto, porque me parece que existe, neste momento, um enorme controlo neste tipo de gastos. Se calhar, até demais, face às carências que se notam em determinadas áreas de competência do clube e SAD. Em que tipo de serviços pensa Madeira Rodrigues reduzir os gastos?



Resumindo, não encontro nenhuma ideia que possa classificar de revolucionária, que possa servir de bandeira da lista de Madeira Rodrigues. Não era fácil consegui-lo, admito. Há, no entanto, algumas propostas interessantes que merecem ser discutidas. O mais negativo, na minha opinião, é a parte respeitante ao património - que no seu conjunto ultrapassariam em muito o custo do pavilhão João Rocha, sem que daí resultassem benefícios efetivamente relevantes para o Sporting.

36 comentários :

  1. Ideias e projectos à parte.. o que conta mesmo são os homens, as pessoas, os seres humanos e o seu carácter. Ora este PMR parece ser boa pessoa. O outro sr está agarrado ao poder e nem que o SCP desça de divisão, ele quer perder, largar o tacho. Essa a diferença.

    Até podemos em teoria ser levados a pensar que existe um cambalacho entre JJ e BdC para dividir a meias o ordenado mensal que a Entidade SCP paga ao Treinador principal. Que não o podemos afirmar, provar não.. mas que o podemos pensar, podemos. Neste Mundo tudo é possível!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agarrado ao Poder essa esta Boa, nasceste ha 4 anos? Realmente onde andavam pessoas como tu ha 4 anos atras? Ninguem esta ou deve estar acima do Clube agora vir com essa de agarrado ao poder é hilariante talvez fazias parte daqueles que fizeram o Golpe de Estado no clube ha 6 anos!!!

      Eliminar
    2. És de que clube?

      Agarrado ao poder ao fim do primeiro mandato???
      :)))
      Ká granda Kartino!!!

      Eliminar
    3. Neste mundo tudo é possível, inclusivamente tu teres nascido.

      Piadinhas á parte (ou talvez não), o PMR é tão boa pessoa, que Lampiões e Tripeiros estão desejosos que ele se torne no próximo presidente do Sporting Clube de Portugal, e isso diz tudo.

      Eliminar
    4. Cada vez que penso que o maluquinho já bateu no fundo, eis que aparece mais uma teoria mirabolante! Essa de dividir o salário a meias é genial.
      Relativamente ao "agarrado ao poder", por ter cumprido um mandato e querer ir para o segundo (lol?), recomendo que olhes para o pintinho e o sui generis modelo de eleições no teu clube de corruptos. Dica: votos em branco contam como votos no papa.

      Enfim, qualquer candidato apoiado pelo Quid será sempre alguém a descartar.

      Eliminar
    5. looooooooooooooooooooooooool um tripeiro a falar de presidentes agarrados à cadeira loooooooooooooooooooooooooool

      Eliminar
    6. Eh pá as drogas que tomas são fortes, tem cuidado com isso.

      E o sr QUE TE PARECE BOA PESSOA, é um DEMAGOGO OPORTUNISTA... E HIPOCRITA-> mete uma medida que propõe **transparência na divulgação de investidores**, mas esqueceu-se de dizer concretamente quem são os tipos que vão avançar com os tais 14 milhões

      SEJAMOS HONESTOS, se não tivesse havido os ROUBOS DE IGREJA e o Sporting até estivesse à frente do campeonato, este bom senhor nem se quer se tinha candidatado.ponto

      Muitos pontos estafurdios e demagogos sem NECESSIDADE NENHUMA, para 1 ou 2 boas ideias quanto muito.

      A BASE da campanha deste senhor foi e é ANTI-BdC e ANTI-JASUS POR CAUSA DOS RESULTADOS DO FUTEBOL PROFISSIONAL, NÃO EXISTE MAIS NADA (resultados esses que derivam grande parte de roubos de igreja... mas sobre isso ele não diz nada!.. ou JÁ DISSE VOLUMES na eloquência anti-BdC... de cabeça baixa, cu po ar, submisso, CALADO, enquanto os senhores que o agora apoiam na sombra, roubam desportivamente o clube até mais não, e jogadores vendidos ao desbarato muito provavelmente também) ...

      É inoquo, é DEMAGOGO E OPORTUNISTA (para não me alongar em adjectivos)

      Eliminar
    7. De que clube és mesmo?! E qual é mesmo o teu presidente?! "Agarrado ao poder"?!?!?! Ahahahahahahahahah! ROTFL!!!

      Eliminar
    8. "Ideias e projectos à parte.. o que conta mesmo são os homens"
      ...ai se o Tino de Rans aparece com uma lista!

      Eliminar
  2. o mais negativo, a meu ver, é a previsível falta de noção de futebol que o PMR revela.

    A principal vantagem de BdC sobre os anteriores presidentes tem sido o foco sobre a figura do treinador. Principalmente quando temos orçamento inferior aos rivais, faz mais sentido investir na figura do treinador do que na tentativa de rivalizar em termos de investimento de plantel (que foi tentado e criticado esta época).
    Primeiro, as apostas foram todas surpresas agradáveis no momento do seu anúncio (Leonardo Jardim, Marco Silva e Jorge Jesus eram nomes que até ao momento da sua apresentação, todos pensavam que estariam certos nos rivais, ou fora da nossa órbita).
    Depois, há 2 anos, após o performance não estar a ser o melhor e alguns jogadores estarem a desvalorizar, BdC manteve o treinador até ao fim da temporada, privilegiando o grupo de trabalho. Isto foi algo inédito nos últimos 20 anos do clube, onde a regra era despedir.
    O mesmo acontece agora com JJ, embora aqui talvez o "mérito" seja da pesada indemnização e não da vontade/paciência de BdC (apesar de acreditar que queira manter JJ para tentar repetir o performance da época passada).

    PMR, quando chamado a falar de futebol (e não de "patrimónios" ou "estatutos"), a primeira coisa que promete é...despedir o treinador, desfazendo a principal virtude do mandato de BdC.
    Ainda para mais, quando está disposto a gastar 15M só para despedir um treinador. Ou então, dizer que "the mexicans will pay for it".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz antes desde 2013 até agora, ORÇAMENTOS GRANDEMENTE INFERIORES AOS RIVAIS...

      A maneira como foi feito o scouting PARA COMPRAS DE TOSTÕES e aproveitada a formação PARA VENDAS DE MILHÕES, foi um trabalho bestialmente fantástico do BdC.

      Não sei se este trabalho não terá sido mais fantástico que a recuperação do clube...

      É que consegue mesmo competir com orçamentos 3 e 4x inferiores em média ao Porto e ao benfica fizeram para competir.(E SÓ NÃO FOI CAMPEÃO POR CAUSA DO INFAME 'COLINHO'... E VOUCHERS TAMBÉM)

      O GRANDE PROBLEMA foi vir a TV dizer que entraram ~ 60 milhões no cofre do clube, a menos de um ano das eleições!... isso é sangue na água pa tubarões ou bosta fresquinha para varejeiras.. e vamos a ver se só aparece um PARA DESTABILIZAR A EQUIPA, antes das eleições.

      Eliminar
  3. Obrigado pelo trabalho e análise aos 2 programas. Útil para quem não tem tempo para ler a fundo e analisar ambas. Em relação a gestão actual sugiro o artigo do nosso Guardião da Diagonal: https://guardiaodadiagonal.blogspot.co.uk/2016/11/resultados-da-gestao-desportiva-do-scp.html
    Saudações Leoninas!

    ResponderEliminar
  4. Vi ontem o candidato na TVI a debater-se com J.Eduardo. Acho que nem ao fornecedor de catering conseguiu levar a melhor.
    Dizer que quer e que vai ser presidente não chega.
    Esse programa é um todo de ideias vazias sem consistência nenhuma. Soluções zero. "Acreditem em mim, vão ver que vão gostar de trabalhar comigo"?? Serve para quê?

    Se a única critica que faz ao futebol é em questão de resultados e do treinador - que irá sair pelo próprio pé (??), a pergunta é senão fosse a má época que a equipa está a fazer, este senhor ter se ia chegado à frente?

    Um filosofo. A ideia que dá, é que não faz a a mínima onde se vem meter.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também vi a maior parte desse debate e é confrangedor ver o Madeira aos papéis com o José Eduardo.

      Mentiras foram muitas mas o que mais me pareceu estranho é que o Madeira parece acreditar naquilo que diz...

      Eliminar
    2. Isso não concordo.

      Se não houvesse resultados nem houvesse dinheiro fresco,.. a reacção seria "Dass! tá quente, deixa-te mas é tar quieto"

      Agora com 60 milhões no cofre, todos os acordos de reestruturação feitos, é só seguir não é preciso demagogias, e o NEGOCIO NOS a entrar já para a próxima época (40 milhões ano), acho que o senhor sabe muito bem onde se vai meter... ATÉ NÃO ME IMPORTAVA DE SER PRESIDENTE.

      Eliminar
  5. Este Madeira Rodrigues é tão tenrinho que até mete dó. Com ele na presidência, estavam de volta os "gloriosos" tempos da submissão aos nádegas. No entanto, Bruno de Carvalho tem que "abrir a pestana". É altura de colocar o discurso bélico de lado e agir nos bastidores. Não para sermos beneficiados, como os benfas e os andrades, mas para evitar que continuemos a ser "comidos de cebolada".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não percebeste o problema.

      Propostas de alterações de regulamentos, procedimentos e pessoas É O QUE ESTA DIRECÇÃO MAIS TEM FEITO, não é discurso bélico (isso é desculpa da JORNALIXEIRADA po acudam fui ROUBADO), nem é trabalho de bastidores.

      O verdadeiro TRABALHO DE BASTIDORES, no estupidamente corrupto e degradado futebol português... ou comes de cebolada ou és comido de cebolada. ponto

      Infelizmente é assim... e se há dirigente português que mais se debateu contra este estado de coisas, e situações que levam a ele, esse dirigente muito reconhecido no estrangeiro é exactamente o BdC (e como o 'sistema' o odeia por aqui!)

      Eliminar
  6. Duas medidas do PMR que têm mais importância do q parecem e gostava muito de ver implementada é a mudança da cor das cadeiras e o fim do fosso.

    Falta identidade a Alvalade. O grande erro foi na construção mas há q tentar corrigir nem q para isso se tenham q gastar uns milhões q muita falta fazem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...mas qual o custo do fim do fosso?
      Quanto tempo demoraria uma obra dessas e que implicações teria na equipa de futebol e nos jogos em casa?

      Eu também gostava que desaparecesse esta aberração patrocinada pela dupla Godinho e Taveira, mas todos temos a perfeita noção de ser uma medida como a da compra da Academia, e que será um gasto desnecessário neste momento.

      Eliminar
    2. "Duas medidas do PMR que têm mais importância do q parecem e gostava muito de ver implementada é a mudança da cor das cadeiras e o fim do fosso."
      Muito bom sinal! Quer dizer que o nosso clube está no bom caminho. UFA, ainda bem que aparece um candidato que tem como prioridade equipamentos, cadeiras e fossos... É que olhando bem para a criatura, o melhor mesmo é não mexer em mais nada, o mais certo é estragar o que foi feito

      Eliminar
    3. O fim do fosso concordo, já as cadeiras este senhor pouco ou nada percebe do assunto. O SCP foi o 1º clube a usar cores alternadas (obra do Taveira) e é uma característica arquitectónica de marca do estádio. Outros clubes copiaram a ideia. Se a copiaram é porque resulta...
      O fosso sim é uma estupidez. Ou então manter e colocar lá crocodilos para servir árbitros, lampiões e jornalistas.

      Eliminar
  7. Até numa "análise" a projectos e propostas de candidatos à presidência do scp, se consegue falar em Luis Filipe Vieira...

    Insucesso, what else?

    ResponderEliminar
  8. O Bruno de Carvalho já provou que não serve. Mas este não parece melhor. Por isso, a não ser que surge outra candidatura, vão ser mais 4 anos a fazer powerpoints sobre grandes penalidades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves estar a falar do Pintinho da Fruta que foi com o seu séquito à federação beijar a mão ao novo Papa com rogos para o 2o lugar... e para entreter o pessoal lá, entregou um PowerPoint com 18 penalidades mal benzidas pelos padres penaltofilos do apito.

      Eliminar
    2. E devias de levar um prémio pelo activista que mais campanha faz... e de longe!!

      Mas também é grave, é que sendo tu um lampiolho mais que nojento e asqueroso, tal devia de encher de vergonha verdadeiros Sportinguistas que até vão votar de verdade (tu não)

      Parece que há mais campanha para ver o clube destruido, do que para o erguer ainda mais acima.

      Eliminar
    3. Serve pois. Revelou os vouchers do carnide. Reduziu o passivo. Quando o Novo Banco for liquidado ou caga ou phode. O clube e o presidente. E sabes qual é ele?

      Eliminar
  9. Para mim, basta saber que esta marioneta tem o apoio dos lampiolhos, e pior ainda, nunca o ouvi repudiar tal situação, basta isto para merecer da minha parte um belo biqueiro, onde o sol nao brilha!

    Este tipo de "Sportinguista melancia" é que me envergonha!

    PS: Nao esquecer o que este animal afirmou ontem na BTvi24 "... a formaçao do Sporting deixou-se ultrapassar"!

    Gostava que dissesse por quem? Pois ainda me lembro de ha menos de um ano o Sporting ter 4 jogadores na selecçao A (sendo o clube mais representado), e alem desses 4 havia mais 6 tambem eles formados no Sporting!

    ResponderEliminar
  10. Estou curioso para ver com vai entrar Mário Patricio.
    E se vai ser para ganhar já, ou apenas para conquistar espaço.

    ResponderEliminar
  11. O principal negativo deste foi ter dito que não contava para Jesus. Como se tivesse poder de escolha...mostrar carácter sem poder, não funciona.

    ResponderEliminar
  12. Na minha óptica, parece-me um programa realista, sensato e equilibrado.
    Se este candidato for eleito (espero que não), o Benfica terá verdadeiros problemas em continuar com a hegemonia no futebol nacional, ao contrário das cócegas que o actual presidente tem feito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está apresentada a real categoria deste candidato... Sabemos bem que era o que queriam mas quem votara nas eleições do Sporting são os sócios do Sporting.

      Eliminar
    2. Eu até poderia, nos meus mais wildest drams, ponderar votar no PMR... mas a partir do momento em que vejo este programa eleitoral, e ainda por cima a ser elogiado por adeptos adversários como a rudolfina... I'll pass!

      Eliminar
  13. É sempre bom haver sportinguistas com novas ideias para o nosso clube .no entanto PMR ao saber que Jorge Jesus fazia parte da comissão de honra de BC veio rapidamente dizer que o iria despedir caso ganhasse as eleições. A meu ver fez muito mal pois o nosso treinador para além de ser um grande profissional é também sportinguista e sócio do SCP .com esta declaração penso que PMR perdeu imediatamente muitos votos nas próximas eleições. Pelo menos o meu já não o terá.

    ResponderEliminar
  14. Este PMR não criticou Bruno de Carvalho por não honrar compromissos?

    E agora quer terminar unilateralmente o contrato com o treinador sem respectiva compensação?

    Ainda não é presidente e já pretende rasgar um contrato?

    Mesmo que JJ apoie Bruno de Carvalho está no seu direito ( aliás só faltava que o treinador do clube não tivesse solidariedade institucional para com o presidente, aí é que estávamos mal e parece-me que já passamos por isso ) PMR só tinha de dizer que se fosse eleito na altura conversaria com o treinador para saber se existia a mesma visão para o futebol. Assim apenas parece uma vingaçazinha. Pois dizer que conta com JJ e depois não conta não parece que seja movido por uma ideia muito clara do que pretende implementar no clube.

    ResponderEliminar
  15. Habemus Croquettum!

    Sed bananum Est...

    ResponderEliminar
  16. Redondamente enganado este sujeito. Diz ele que a classificação do SCP no campeonato é exclusiva responsabilidade de JJ. Esquece-se é dos lapsos dos homens dos apitos que retiraram (só) 14 pontos e deram mais outros ao carnide nesta época. Na época anterior repetiu-se a história, mas foi por uma unha negra. Claramente um artista à moda do orelhas que gosta de atirar areia para os olhos. Só que os adeptos leoninos não comem tudo o que lhes metem à frente...

    Caso ganhe, quero ver quando começar a sentir na pele os roubos sistemáticos se também atira as culpas ao treinador que escolher (seja ele quem for). De chicos espertos está o inferno cheio.

    Não acho correcto este senhor que parece "cuspir" no que BdC fez, na maneira como fala. BdC ganhou vários títulos nas modalidades. No futebol não foi tão feliz mas todos sabemos porquê...está lá o JJ...um mal amado desde que deixou carnide. E ajudou a endireitar as finanças e reduzir passivo...coisa que não existe no carnide que tem a 2ª maior dívida na europa.

    CUIDADO COM AS MELANCIAS: VERDES POR FORA E VERMELHAS POR DENTRO.

    ResponderEliminar