domingo, 29 de janeiro de 2017

Arte de régua e esquadro e arte com pinceladas de mestre

Dois enormes momentos de futebol, cada qual no seu estilo. Alan Ruiz, Schelotto e Dost a sacarem da régua e esquadro para traçar o caminho para a baliza, e William e Gelson a desenharem arcos que tiraram do caminho meia equipa do Paços. Magnífico!


4 comentários :

  1. Sim e o árbitro a empurrar a equipa do Paços para a frente também foi de veras fantástico, o Sporting acabou com quase o dobro das faltas... uns dizem equipa permeável, mas pelas estatísticas até parece que é violenta...

    ... quando na REALMENTE ouve faltas que não o foram e até deram cartão po Sporting e ouve várias que deviam não só ser faltas contra o Paços, como deveriam ter dado cartão, e o Paços bem pode agradecer por isso ao árbitro, ter acabado com onze em campo...

    ... e enquanto ninguém fizer uma falta violenta no focinho imundo dum destes filhos da p*uta do apito, a ponto de precisar cirurgia... a forma mais vil e cobarde e indigna (até po futebol) de ROUBOS DE IGREJA vão continuar.

    ResponderEliminar
  2. A leitura de jogo do Bas Dost no segundo golo foi excelente. É óbvio que tem muito treino por trás, mas mesmo assim...

    ResponderEliminar
  3. Grandes momentos. A lamentar também o péssimo momento de forma de Semedo.

    ResponderEliminar