terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Para que serve mesmo a CMVM?

A questão não é nova. O controlo que a CMVM faz das contas apresentadas pelas SAD's de futebol é algo de patético. São vários os indícios de que os relatórios que os clubes divulgam não refletem com rigor o seu estado financeiro real, mas, aparentemente, a CMVM não quer saber da nada. De vez em quando dá sinais de vida - como quando suspendeu a negociação das ações do Sporting em bolsa quando rebentou a notícia de que Jorge Jesus se preparava para assinar -, mas, na maior parte dos casos, prefere fingir-se de morta.

Recentemente, tivemos dois bons exemplos.

Em agosto passado, o Porto assegurou o empréstimo de Óliver Torres, referindo a existência de uma opção de compra que poderia ser exercida até finais de 2017. O valor dessa opção não foi especificado.


No princípio deste mês, o diretor de comunicação do Porto referiu, no Porto Canal, que essa opção era, afinal, obrigatória. Deslize inadvertido ou não, o que é facto é que não tardou para que a SAD portista emitisse novo comunicado, referindo que tinha exercido a opção de compra por 20 milhões de euros.


20 milhões. Não falamos de trocos. Para uma SAD com problemas financeiros bem conhecidos - que culminaram num prejuízo de 60 milhões no final da temporada passada -, a omissão de um investimento desta ordem de grandeza deveria, no mínimo, levantar o interesse da CMVM. 

Aliás, toda sequência de acontecimentos e o conteúdo do documento enviado à CMVM apontam para que o objetivo do Porto nesta comunicação tenha sido, somente, evitar ser apanhado na mentira. Dizem que exerceram a opção, sem nunca dizerem que era obrigatória, mas, ao mesmo tempo, dizem que o contrato apenas será efetivado após o final do empréstimo. Ou seja, o comunicado não altera nada na prática, mas é uma forma de reescrever a história. O que fez o regulador? Comeu e calou. Perante esta atitude, não há motivo algum para que as SAD's não voltem a cometer omissões numa situação futura semelhante.

O outro exemplo recente tem a ver com a informação dada pelos clubes sobre os reais direitos que têm sobre os seus atletas. Em particular, o caso de Ederson. Na semana passada, Pedro Sousa fez o seguinte comentário a uma possível venda do guarda-redes brasileiro após o final da presente temporada:


De assinalar que Pedro Sousa não é o primeiro a mencionar que o Benfica não terá o benefício total de uma futura venda de Ederson, o que aumenta a possibilidade de existir um fundo de verdade nesta notícia.

A única referência que o Benfica fez em relação à propriedade do passe de Ederson está no excerto que podem ver de seguida:

R&C SLB SAD, 2015-16, página 133

Sendo verdadeira a informação dada por Pedro Sousa, isso não quer dizer necessariamente que o Benfica esteja a mentir. Por exemplo, o Sporting era proprietário de 100% dos direitos económicos de Slimani, mas o empresário do jogador tinha direito a 20% das mais-valias de uma futura transferência. A diferença é que o Sporting sempre publicou (e bem) essas cláusulas.

R&C SCP SAD, 2015-16, páginas 146 e 184

Não coloquei aqui todos os valores contingentes a pagar e a receber que constam do R&C do Sporting, porque ocupam várias páginas, tal o detalhe colocado. O Benfica, simplesmente, não revela nada.

Ou seja, acredito que o R&C do Benfica não mente (é normal que a SAD detenha 100% dos direitos económicos, porque o Benfica contratou Ederson já depois de a FIFA ter proibido a partilha de passes com terceiros - o que significa que não poderiam fazê-lo com Jorge Mendes), mas poderemos estar perante mais um caso de omissão.

Não seria a primeira vez que o Benfica seria apanhado numa omissão grave. Relembro o episódio da operação de factoring para o recebimento dos valores da venda de Bernardo Silva ao Monaco. O Benfica omitiu nos seus relatórios e contas a transação feita com a XXIII Capital, como ficou provado por A+B neste post: LINK.

Perante isto, é legítimo que se pergunte quantas mais situações destas o Benfica não revela. Quantos jogadores têm daquelas cláusulas que Vieira gosta tanto de referir en passant? No caso de Ederson apenas, 50% de uma potencial venda pode ser coisa para valer 15 ou 20 milhões. E se houver outros? Quantas dezenas de milhões de euros contingentes poderá ter o Benfica um dia que pagar?

São vários os exemplos em que o Benfica varre assuntos delicados para debaixo do tapete. As acções não coincidem, frequentemente, com o discurso e as contas. Domingos Soares Oliveira disse em outubro que o Benfica não precisava de vender, mas Vieira deve ter batido um recorde de milhas acumuladas em companhias aéreas com as viagens a Londres, Paris e China, a reboque de Jorge Mendes, para tentar transferir jogadores seus. Até que ponto as contas traduzirão o estado financeiro real da SAD?

Resta saber por que razão a CMVM, perante casos destes, não pede esclarecimentos mais específicos. Ou será que também aqui o emblema dita a tolerância com que uns e outros são tratados?

49 comentários :

  1. O Sporting, então, mais uma vez, é o único clube que sai ileso desta questão? Do João Mário, estava estipulado no relatório que parte do passe pertencia ao Godinho Lopes? E aquando das vendas do argelino e do PT, referiram no comunicado que parte seria entregue aos bancos?

    Artista, fora do futebol, acredito que sejas uma pessoa coerente e honesta. Aqui, para já, com todo o respeito, estás a falhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre foi publica a percentagem de João Mário que pertencia ao Sporting e a que pertencia a terceiros. Quanto ao dinheiro que vai para contas de reserva / bancos, não tem nada a ver. É dinheiro que pertence ao Sporting e que será usado, nos prazos acordados, para abater dívidas do Sporting.

      Eliminar
    2. Resta esclarecer que sim, foi publicamente anunciado (e creio constar do Anexo ao R&C) que parte das mais valias com a alienação de passes de jogadores do plantel será cativado em contas reserva para cumprimento do acordo de restruturação económica do Sporting.

      Eliminar
    3. Lá está a burrice a dar os seus frutos... aquele dinheiro ENTROU nos cofres do Sporting. Aquele dinheiro declarado pertence EFECTIVAMENTE ao Sporting que vai servir para amortizar dívida. O que é que TU não entendes?

      Eliminar
    4. Tas a falhar mestre nao segues as guidelines, tas a falhar!!!

      è assim que esta gente pensa que pensa!

      Mal empregado ar, que desperdicas JojO!

      Eliminar
    5. E vocês a darem-lhe com o dinheiro que vai para os bancos!... Esse dinheiro é pagamento de dívida, não é comissões, mete isso na cabeça!
      Sempre que pagam comissões, é dinheiro perdido, lá isso é, não não trates pagamento de dívida como se de ofertas fosse.
      No teu clube, sim, vendem e, fantástico, aumentam a dívida - porque não vais perguntar-lhes porquê? Receias que te amaciem as penas em plena AG?

      Eliminar
    6. Jorgen80,

      Escusa de vir confundir informações públicas, constantes do Relatório de Contas da SAD e sempre devidamente comunicadas à CMVM (como é o caso do João Mário ou Slimani, já que a questão dos bancos não tem rigorosamente nada a ver), com a absoluta falta de informação do Benfica.

      SL

      Eliminar
    7. Eichhh... o jorgenzinho mistura tudo... resta saber se é intencional, à lãp, ou se, simplesmente, não dá para mais...

      Eliminar
    8. Jorgen, jorgen... Deixa-te estar a bater palminhas e a esfregar gelados na testa com os EXCLUSIVOS & BOMBAS dos seguidores da Midas School of Economics que estás bem.

      Eliminar
    9. Pá JorgenQI80... no teu clube é que não há nada a dar aos bancos (se o orelhas & mendez ficassem sem a parte deles, então sim, é que era declarado catástrofe!)... dos bancos só entra, passivo que se f*da!...

      Eliminar
    10. O dinheiro que vai para os bancos?? Isso era para responder?
      Por acaso divulgas que parte do valor de transferências vai para empresários / fundos? Valores de comissões? Se amanhã vendessem o Ederson nem sabem que % fica, de facto, no clube.

      Eliminar
    11. Não se enervem. Os dias estão mais bonitos.

      Eliminar
    12. isso encolhe-te JojO, ou finge-te de morto, como os aracnídeos!

      Eliminar
  2. Sempre partilhei destas dúvidas sobre o verdadeiro papel e competências da CMVM como entidade reguladora e de salvaguarda da legalidade perante os investidores. Como actua? Onde actua? Quando actua? Qual é o alcance da sua actuação? Que consequências pode reivindicar em casos de incumprimento? É que o seu âmbito sempre me pareceu muito mal explicado, o que abona a favor da duplicidade e de interesses particulares. Sugestão: porque não enviar directamente estas dúvidas para a CMVM, inclusive com os exemplos apresentados?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos Tavares, talvez pelo peso dos anos de Presidente do CA da CMVM, deixou-se enredar na teia de interesses particulares do "seu" clube, tudo aponta nesse sentido.
      Saíu há bem pouco tempo, cerca de 2 meses, se não me engano e, para o seu lugar, entrou... (Gabriela Dias?). Creio que o novo CA está, ainda, em aquecimento, só mais para diante saberemos que tipo de regulação quer fazer.

      Eliminar
  3. Tem uma coisa boa o benfica teem um empresário JM que é perito a inflacionar jogadores como o RS se assim é teem conhecimento que os ajuda a fazer operações financeiras à Trump ou seja tudo dentro da lei mas bem contornada. E assim a CMVM não tem poder de atuar. Isto é apenas uma suposição vale o que vale

    ResponderEliminar
  4. O factoring que o Benfica assumiu com a venda do Bernardo Silva é o mesmo factoring a que o Sporting recorre com o adiantar do dinheiro da NOS?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BS foi aquele que foi vendido por 15, ou por 3 milhoes como dizia no L'equipe?

      Um verdadeiro BS, nao de Bernardo Silva, mas de BULLSHIT!

      Eliminar
  5. O Benfica é uma placa giratória. Vai tudo bem enquanto ganhar, e a máquina está oleada nesse sentido, se engasga a coisa pia mais fino. A seu tempo há-de saber-se muita coisa sobre o reinado de LFV. Como já referi várias vezes os lampiões enquanto estiverem a ganhar estão-se a marinbar para o que lá se passa, depois logo se vê, como antigamente os tripeiros se marinbavam para o que se passava na Torre das Antas, agoram é que se começaram a enervar com numeros.

    ResponderEliminar
  6. Modéstia à parte já há mais de 10 anos que eu digo isso. A CMVM fica em Lisboa, é composta por pessoas que moram, vivem, trabalham em Lisboa..

    É óbvio que os funcionários da CMVM são iguais a todos os outros que trabalham nas Tvs, Rádios, Jornais, Agências, Institutos.. que ficam em Lisboa.

    Agora essa MdC de querer meter no mesmo saco das trafulhices e aldrabices dos R&C do SCP e do SLV, a compra do oliver.. quando a 25 Agosto 2016 TODOS lemos e TODOS percebemos que o Oliver vinha emprestado até dezembro de 2017 e DEPOIS teria de ser comprado em definitivo!!

    Por favor. Não faça de nós todos parvos. Nem todos engolimos palha ou abocamos alpiste!!

    Em Agosto todos percebemos que era uma opção de compra obrigatória.

    ResponderEliminar
  7. Um ps só à parte: pelos vistos o contrato com a Macron foi assinado em Agosto... e agora PMR?..

    ResponderEliminar
  8. "Nos 35 anos à frente do clube azul e branco, PdC já realizou negócios por somas recorde, como são os casos de Hulk (60 milhões de euros), James Rodríguez (45 milhões de euros), Falcao (40 milhões de euros) ou Mangala (40 milhões de euros)" - in Record, a falar da entrevista de PC a um jornal italiano.

    ResponderEliminar
  9. O futebol é tratado pelas instâncias que regulam a sociedade de uma forma pouco racional. É o caso da CMVM, dos tribunais, dos políticos... dos bancos. isto porque como gerador de paixões que toldam as visões, todas as decisões são inviésadas e filtradas pelas cores de quem possa decidir. Um caso destes num mundo comercial podia bem dar numa queixa de concorrência. mas a verdade é que ninguém faz dinheiro com os clubes na bolsa. Acho que investir num clube é um péssimo negócio e quem o faça é por a)paixão ou b) segundas intenções.

    Abraço,
    Pedro

    ResponderEliminar
  10. Para quê recorrer ao futebol, quando basta lembrar tudo o que (não) foi feito durante os desmandos do BPN, do BES, do BANIF e agora da CGD para perceber o quanto a CMVM só existe para providenciar mais uns utensílios de gastronomia para o/a/s com/p/adres?

    ResponderEliminar
  11. Mestre, a cmvm actua... como actuam os OCS... como actua o Conselho de "Apitagem"... como actua o Conselho de (In)Disciplina... enfim... tugalândia no seu melhor...

    ResponderEliminar
  12. Mestre, os meus sinceros parabéns pelo GRANDE trabalho realizado neste Post. Leio muitos blog’s, mas realmente NENHUM chega aos calcanhares do teu blog. Simples de ler e mostra sempre fatos o que prova a consistência dos teus post’s. Todos nos sabemos que tanto Benfica como o Porto um dia isto vão fazer BUMMMMM!!!!! Quem se mete com o Offshors , Jorge Mendes, Doyen, etc vai ter que entrar no ciclo vicioso que não trás nada de bom para os clubes…. Todos tem que MAMAR e os restos vão para os clubes. O mais engraçado é ver estes “jornalistas” a não poderem falar ou escrever aquilo que se passa de verdade no reino do Carnide e dos Tripeiros. São obrigados a distribuir Gelados para os adeptos comerem com a testa. Já viram que nenhum dos adeptos destes clubes se pronuncia em assembleias ??? Vai lindo, vai, vai…..

    ResponderEliminar
  13. Temos que ver uma coisa... se a CMVM tivesse que tomar de espécie muito milhões que vêem de declarações e depois relatórios de contas, teria de admitir que existe enormes sacos azuis a circular por aí...

    O que era caso para a Polícia Judiciária... a tal que não dá com portas 18 a passarem debaixo do nariz... lavagens de dinheiro, fuga aos imposto, enriquecimento ilícito, associação criminosa etc.

    Por isso os clubes já fazem o mínimo de declarações possíveis (caso à parte Sporting)... e agora também não estão obrigados a apresentar relatórios trimestrais (caso à parte Sporting outra vez que continua como dantes).

    A CMVM existe para não ser completamente à 'vontadinha' para alguns... e há que haver regras para não levantar muitas questões...

    ResponderEliminar
  14. Onde é que um clube como o FCPorco que teve ~40 milhões de prejuízo à 2 anos, o ano passado teve prejuízo outra vez... vai buscar ~ 60 milhões para dar por jogadores esta época!!?? (óptimo caminho para ter um excelente prejuízo outra vez)

    Se não tem de pagar tudo... então onde é que ficam as TPO??... e o fair-play financeiro??

    ResponderEliminar
  15. Gabo-lhe a paciência, Mestre.

    Eu por vezes também fico estupefacto com o alcance da podridão, desde eurodeputados até à CMVM... É o país em que vivemos.

    Só no dia em que alguma entidade supranacional (Interpol, FIFA, etc.) puser mão nisto é que algo poderá mudar. E aí seria giro ver todas as "personalidades" que deram a cara por este lamaçal (tentando credibilizá-lo) a fugirem a sete pés. Mas como ninguém quer saber deste país para nada, isto só mudará quando cair de podre. Aguardemos.

    ResponderEliminar
  16. Mais um sinal da podridão que grassa neste país:

    http://misterdocafe.blogspot.pt/2017/02/as-cadeiras-voadoras-e-os-bons-alunos.html?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

    Ninguém diz nada, não se passou nada. E relativamente aos confrontos que foram falados, as vítimas foram os animais carnidenses (os do Sul). Contado ninguém acredita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nem nos petardos da final da taça ctt falam...

      Eliminar
  17. É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre as VMOC.
    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre os juros que uns clubes pagam ao banco e outros nem por isso.
    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre as relações prostituentas entre um clube e os ex-donos do falido BES, associados desse clube.
    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre o incumprimento do fair play financeiro a que um clube já esteve sujeito e outro para lá caminha.
    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre o dinheiro de Cá e Lá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. è... galinha aí.... isso é que eu chamo ter penas...

      ...esta galinha precisa de um banho a escaldar!

      O choradinho dos juros do banco, enche-me o peito, coitado pareces aquele filho invejoso que anda sempre a ver o que os pais dao ao irmao!

      Matricula o teu presidente na Universidade, o homem precisa, em negociaçoes, ja levou na bolha pelo menos duas vezes. E pode ser que aprenda as diferenças entre pagamentos em prestaçoes, e pagamentos em "cash".

      Ele gosta é de Brasas, pacotes de kilo e comprar jogadores de futebol para os por a vender T-Shirts, e dividas isso sim é a sua paixao, ele é dividas aqui, ele é dividas ali, sao dividas que vao desde o BES ao Vasteras!

      olha o socrates tambem gostava da divida, e adorava geri-la e olha onde ele está! Será um sinal ?

      PS: Olha doçinho, se puderes diz a ele para devolver os 600Milhoes aos lesados do BES OK?

      Eliminar
    2. É pena a CMVM nao se poder pronunciar sobre a porta 18....

      Eliminar
    3. É pena a cmvm nao se poder pronunciar sobre os vouchers....

      Eliminar
    4. Ah pá Rena... agora pareces o PMR, só dás tiros no pé...

      Se já ouviste falar vives num sistema de *mercado livre*, onde os juros são livres, e onde os próprios instrumentos VMOCs são regulados pela CMVM (como não se pode pronunciar?)

      E ligações ao BES de certeza que queres falar???... só o teu clube são para mais de 100 milhões de razões (o tal passivo que fala a UEFA garanto-te que não é imaginário), para não falares nisso ... e o teu ladrão de camiões então, tem mais de 600 milhões de razões para nem emitir um piu sequer.

      E esses nomes estilo *PARAGUAIO*, mais cá menos lá... de certeza que também queres falar nisso??

      Eliminar
    5. É pena a inteligência não ser um bem universal...

      Eliminar
    6. Por fim, é pena a CMVM não poder mandar internar compulsivamente todos os aldrabões e facciosos que se esquecem quem são os maiores devedores ao BES.
      É pena a VMVM não poder obrigar os devedores do ao BPN a ressarcir o estado em 17 M€.
      É pena a CMVM não poder avaliar a negociata do ministério da Manuela Ferreira Leite com um determinado clube.
      É pena a CMVM não poder escrutinar as negociatas de determinado clube com a Câmara Municipal de Lisboa.
      É pena a CMVM não intervir quando clubes ocultam/deturpam ou mentem nas informações divulgadas nas Demonstrações Financeiras.
      É pena a CMVM não poder dotar a administração de determinados clubes de pessoas com capacidade negocial e visão estratégica/honestidade de que por vezes é necessário ceder a autonomia absoluta da gestão dos proveitos obtendo assim condições contratuais mais vantajosas que os concorrentes.
      É pena a CMVM permitir que se entregue e penhore um clube às mãos de um Mendes qualquer.

      Com tanta pena arrancada, já o milhafre vai nu...

      Eliminar
    7. É pena que continues a marrar em questões que estâo publicamente e oficialmente explicadas e , inclusivé, já te esclareceram a ti, em formato de aula particular "pro bono".

      Se é uma questâo de incapacidade em preceberes, é uma pena maior.

      Eliminar
    8. Que festival de biqueirada na galinha!

      AHAHAHAHHAHAHHAHAHAHHAHAAHHA

      Eliminar
  18. É deveras lamentável, o scp ainda não ter informado a cmvm acerca do último investidor...
    É um dos russos?
    Ou é o sobrinho?
    Ou será apenas mentira?
    Se é verdade, quem é este bom samaritano, que investe numa sociedade totalmente falida?
    A cmvm foi informada?

    Pois, não foi!!!!!

    Até daqui a Y anos... O tempo que vos falta para serem de novo alguém....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para não andares sobressaltado, nessa angústia vou-te dizer só a ti:
      o investidor é o Cristiano Ronaldo.

      Eliminar
  19. É a vossa youth Champions team!
    Nada?
    Zero notícias?????hahahahaha

    Ateeeeeeee Março

    ResponderEliminar
  20. É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre as VMOC.

    Não tem de se pronunciar. Instrumento perfeitamente legal e transparente.

    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre os juros que uns clubes pagam ao banco e outros nem por isso.

    Nem tem de se pronunciar. Acordo perfeitamente legítimo entre entidades privadas. Prescrições para cotovelites agudas não é na CMVM.

    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre as relações prostituentas entre um clube e os ex-donos do falido BES, associados desse clube.

    Uma pena! O calote de centenas de Milhões de Euros deixado pelo Amilcar Morais Pires e pelo amigo Orelhas no antigo BES custou muito dinheiro a todos os contribuintes. Uma vergonha!

    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre o incumprimento do fair play financeiro a que um clube já esteve sujeito e outro para lá caminha.

    Uma pena! Depois tinham de reconhecer que o SCP ultrapassou com distinção o período de observação a que esteve sujeito perante o fair play financeiro!

    É pena a CMVM não se poder pronunciar sobre o dinheiro de Cá e Lá.

    Uma pena! Depois tinham de se pronunciar sobre os Brasas FC, os Mendilhões, o Vera e os clubes lavandaria do Paraguai!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epa Sar, despenaste a galinha toda...

      Onde vai ser o Barbecue? Eu levo a pinga!

      SL

      Eliminar
  21. Mas que grande confusão que aqui vai... A cmvm, como regulador dos mercados imobiliários não tem que verificar a consolidação das contas. Isso é para outras instâncias, nomeadamente os roc é a prestação anual de contas ao MF.

    A função da cmvm é garantir que não existe ninguém a manipular o mercado de valores imobiliários e a ganhar dinheiro por ter informação inside (dai ter suspenso as acçoes do scp sad aquando do rumor da contratação do jj) ou por especulação, ou por manipulação de preços de títulos, etc. A cmvm não tem que inspeccionar contas.... Vejam os seus estatutos aqui. http://www.cmvm.pt/pt/CMVM/Apresentacao/Pages/Novo-Estatuto-da-CMVM.aspx

    Quanto à tolerância perante o emblema, mestre, deverias estar habituado visto que o bdc conseguiu uma tolerância nunca antes vista por parte dos bancos, que curiosamente também são instituições financeiras.

    Voltando ao que interessa. Estás a baralhar tudo de forma bastante evidente e diria visceral. Porque muitas ou todas as acçoes que putativamente atribuis ao slb e que este as possa ter feito são acçoes de gestão não questionáveis pela cmvm. Talvez pelo ministério das finanças ou mesmo pelo tribunal, havendo putativas provas de ilícito.
    O resto que é mesmo só o asco e ódio que já vos conhecemos pelo slb. Enfim, nada mais a dizer....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ERRADO!

      A CMVM tem o dever de garantir que a informação passada aos investidores/putativos investidores é real, fidedigna e que representa o estado das sociedades cotadas!

      Dito isto, é sim, obrigação da CMVM actuar quando e se verificar que a informaçãpo prestada ao mercado é mentirosa e/ou defeciente.

      Vai lá para o geração e deixa o Sporting para os sportinguistas! Ou então vem, mas vem falar verdade, e aprender alguma coisa!

      Eliminar