domingo, 19 de fevereiro de 2017

Rui a mostrar porque já são 400

Se eu fosse como muitos comentadeiros que existem nas nossas rádios e televisões dos jogos, estaria agora a dizer que o Sporting mereceu inteiramente a vitória porque soube ser eficaz e fez o jogo que mais lhe interessava a partir do momento em que se viu em vantagem no resultado. No entanto, como não gosto de fazer balanços de jogos em função do resultado final, sou obrigado a admitir que o Sporting foi feliz em ter conquistado a vitória, já que foi o Rio Ave a dispor das melhores oportunidades para marcar. Tenho estado a fazer um esforço de memória para me recordar do último jogo em que o Sporting, tendo produzido uma exibição tão frouxa ao longo dos 90 minutos, tenha conseguido vencer. A verdade é que... não me consigo lembrar. 

Do ponto de vista do espetáculo que qualquer adepto espera ver num jogo para que paga bilhete, foi coisa para justificar pedidos de devolução do dinheiro. Durante os 90 minutos, desinspiração quase total na frente - com algumas honrosas exceções. Para piorar, na primeira parte houve vários momentos de desacerto dos nossos jogadores que deram aos jogadores do Rio Ave a hipótese de causar estragos em contra-ataques rápidos. Valeu-nos, nessas situações, termos entre os postes um guarda-redes que relembrou-nos a todos que não é por acaso que já vai com 400 jogos de leão ao peito.

Até o golo surgiu com uma boa dose de felicidade: começa com uma má receção de bola de William - que o obrigou a um esforço redobrado para impedir a interceção de um adversário - antes de avançar com ela no terreno, e depois com o ressalto que foi parar aos pés de Alan Ruiz.

Na segunda parte, mesmo continuando a jogar mal, a equipa conseguiu estabilizar-se quando não tinha a bola. O Rio Ave também pareceu acusar o desgaste causado pela pressão realizada na primeira parte, e jogou de forma bastante menos esclarecida. Como tal, é justo que se diga que o Sporting, não tendo conseguido dominar o jogo, pelo menos o soube controlar - algo fundamental que tem faltado a esta equipa em momentos em que não se consegue impor e tem o resultado por fechar.





O melhor Rui - no dia em que celebrava os 400 jogos na equipa principal do Sporting, não se poderia desejar de Rui Patrício melhor demonstração dos motivos pelo qual é dono da baliza do clube há mais de 10 anos. Se o Sporting conseguiu os três pontos, deve-o ao que o seu guarda-redes fez durante a primeira parte: quatro defesas em quatro ocasiões flagrantes do Rio Ave, duas das quais fenomenais. Mereceria sempre a homenagem que lhe foi reservada no final, mas a exibição que fez acabou por tornar esse momento simplesmente perfeito.

Novamente Alan Ruiz - Na primeira parte, o argentino foi o único que conseguiu pensar o jogo de ataque da equipa. Quando a bola lhe chegou aos pés, soube sempre temporizar e entregar da melhor forma a dar sequência ao ataque. Marcou o golo da vitória, fazendo o gosto ao pé pelo terceiro jogo consecutivo. Na segunda parte caiu de produção, mas o público presente em Alvalade pôde testemunhar alguns sprints seus para ajudar a defesa - nomeadamente quando via que Gelson não podia ajudar Schelotto. Está cada vez mais integrado e a confirmar-se, finalmente, como reforço.

Pendular Paulo Oliveira - recuperou a titularidade, substituindo Rúben Semedo, mas foi colocado do lado direito, deslocando-se Coates para a sua esquerda. Paulo Oliveira respondeu muito bem, quer nas dobras a Schelotto - e foram várias as que teve que fazer - quer na proteção da área, tendo sido, do setor defensivo, o jogador mais fiável: foi o único que não comprometeu com passes de risco mal direcionados ou perdas de bolas que pareciam controladas face à pressão dos adversários. Ou muito me engano, ou ganhou o lugar.

Consistência defensiva na segunda parte - tem sido um dos grandes problemas do Sporting, pelo que é justo reconhecer que a equipa, percebendo que não havia inspiração para ir atrás do segundo golo, soube manter-se concentrada e coesa durante a segunda parte. Continuaram a haver erros individuais (Jefferson e Schelotto estiveram particularmente mal), mas, sempre que alguém falhava, o resto da equipa conseguiu compensar e evitar sustos como os que ocorreram na primeira parte. 


A qualidade da exibição - obviamente que prefiro que a equipa ganhe jogando mal do que a equipa empate ou perca jogando bem, mas, enquanto apreciador de bom futebol, espero que exibições destas não se repitam muitas vezes.

Desconcentração em situações de risco - o Rio Ave teve mérito na forma como soube pressionar o Sporting em dois terços do terreno, e foi precisamente por aí que conseguiram causar as maiores ocasiões de perigo - com o devido demérito dos nossos jogadores. Das quatro grandes oportunidades de golo do Rio Ave, as duas primeiras surgiram de passes errados de Coates e William, e a última de uma perda de bola escusada de Schelotto (a outra surge de uma falta claríssima sobre Bruno César que o árbitro fingiu não ver). Felizmente, em todas elas, esteve lá Rui Patrício para as resolver.



Vitória diferente, não só por não ser merecida, mas também pelo facto de o Sporting ter conseguido, finalmente, chegar ao fim de um jogo sem sofrer golos - algo que já não acontecia desde a vitória no Restelo, há quase dois meses. Também é necessário saber ganhar assim.

30 comentários :

  1. É um número bonito mas numa época em que se consagra campeão europeu mamar a soma do benfica é porto em golos da que pensar se foi só culpa dos colegas da sua linha à frente. Curiosamente e como alguém dizia jogo sem Semedo 0 golos sofridos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem sido um ano bom para Rui Patrício, já aqui o tenho escrito, mas é preciso ter-se memória curta para agora andarmos a dizer que afinal é um mau guarda-redes. Critique-se quando temos que criticar, elogie-se quando há coisas para elogiar.

      Eliminar
    2. Tem culpa em alguns golos desde ao mau posicionamento à falta de comunicação com os colegas nas segundas bolas. Ver este lance em que quase ia sofrendo um chapéu, da uma grande defesa mas que raio de posicionamento é aquele?
      Daqui a ser mau, é uma grande distância agora uma coisa é certa sem meio campo consistente e com a (mesma) linha do ano passado a dar pérolas Qianques insegurança no/do GR é o princípio para se ter o brilhante registo de 24 golos sofridos tantos ou mais que toda a epoca passada a soma dos nossos concurrencia directa.

      Inadmissível! Quer seja o Rui (relembrado agora pq fez 400 jogos) ou outro qualquer!!

      Eliminar
  2. Paulo Oliveira pendular??? Aquela linha defensiva mete medo nem parece que o treinador se chama Jorge Jesus não há um que se aproveite então Jeferson

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, o facto de a linha defensiva ter estado mal na primeira parte não significa necessariamente que todos estiveram mal. Pior que o Jefferson, ontem, esteve o Schelotto.

      Eliminar
    2. "Pior que o Jefferson, ontem, esteve o Schelotto."

      ontem??

      Eliminar
  3. As laterais do Sporting metem medo...que pena tenho eu do Esgaio! certamente não faria pior que nenhum destes 3 (Schellotto, Jefferson e Zeegelar).
    Outra coisa que tenho visto é uma certa quebra nesta equipa no sector do meio campo.
    Tanto Adrien, como William parecem chegar sempre tarde aos lances, já estao cheio de amarelos neste campeonato e se calhar estao eles também a ser vitimas de uma pré-época mal planeada depois de estarem num exigente campeonato da Europa.
    Este ano vamos ter a Taça das Confederações, um europeu sub 21 e muito provavelmente uma pré-eliminatoria da Champions.
    Estou curioso em ver como será a planificação da próxima pré-temporada.

    ResponderEliminar
  4. Mestre,

    Podemos bater outra vez na mesma tecla? Não temos laterais!

    A exibição defensiva de Schelotto foi ao nível de um jogador de distritais, estando ligado a diversas investidas perigosas do Rio Ave.
    A renovação de contrato com este jogador é um atentado ao bom gosto futebolístico...

    Jefferson, por se saber ser fraco a defender, quase nunca apareceu no ataque e isso é revelador da (falta de) confiança do brasileiro.

    Podíamos ter tentado resolver a questão na reabertura do mercado, não o fizemos e vamos continuar a pagar por isso, nós, os centrais e o Rui...

    Lá na frente a desinspiração de Gelson foi evidente e quando assim é, ninguém pega no jogo.
    A entrada de Podence foi tardia como é óbvio.

    E depois, Adrien, duas vezes tocado e para o seu lugar entra...Palhinha.
    Geraldes nem convocado é pois parece estar de castigo.
    Este bronco que nos treina parece cada vez ter menos cérebro.

    ResponderEliminar
  5. Mas mestre se fosse 2-0, mesmo com a mesma estupidamente frouxa exibição então a comentação estilo JORNALIXEIRADA não mencionava nada de mau como enaltecia uma exibição estupidamente frouxa... tal como fizeram com o Merdica e o FCPorco que foram ESMAGADOS pelo Sporting nas 2as partes...

    Se calhar só não aconteceu neste Sporting x Rio Ave, porque assistimos a mais um ROUBO DE IGREJA com o Tony Kroos da apitação DESCARADAMENTE E OSTENSIVAMENTE (e vergonhosamente) a levar o Rio Ave às costas para a frente... situação em que practicamente não há um jogo em que o Tony Kroos da apitação não jogue contra o Sporting...

    NÃO SÃO CASOS DE JOGO, o que mais tem roubado o Sporting, que exibição ridiculamente frouxa o justifique, e apesar de já serem para ai mais de 10 pontos em casos de jogo que foram DESCARADAMENTE ROUBADOS.

    A dualidade de critérios, as exibições da apitação ainda consegue ser mais frouxa e ridiculo que muitas exibições do Sporting, pois o apitar a nada e o ir na manha de Jogadores NOJENTOS que ostensivamente se amandan para o chão acho que nem nos distritais, só mesmo contra o Sporting...

    Depois O RIDÍCULO é que o Gelson Martins viu um amarelo por protestar COM TODA A RAZÃO sobre uma falta inexistente, mas a entrada GROSSEIRA com bastante perigo para a sua integridade fisica, por trás em tackle e ostensivamente para parar um contra ataque perigosíssimo... só levou um amarelo (era vermelho directo até na Coreia do Norte!).. e mais uma vez o Adrien saiu lesionado pois é practicamente permitido tudo que o árbitro possa roubar sem dar muito nas vistas... e mais amarelos e provavelmente expulsões ficaram por pagar pelo Rio Ave (depois vão à Europa e levam uma cabazada de qualquer um que não seja do piorzinho... as arbitragens são diferentes...)

    Claro que a EXEBICÃO ESTUPIDA E RIDICULAMENTE FROUXA de ontem não pode ser justificada pela apitação... mas ROUBOS DE IGREJA também não podem ser justificados quando isso acontece... e enquanto não ESMAGAREM, NÃO TRUCIDAREM, um filho da p*ta imundo de corrupto da apitação o Sporting não vai ganhar nada de campeonatos, com Jasus ou sem Jasus, agora ou daqui a 10 anos, não importa quem lá esteja...

    ** O ANO PASSADO FOI LONGE PORQUE O PRESIDENTE EXPÔS-SE AO ENORME DESGASTE DE DENUNCIAR ISTO 'TODAS AS SEMANAS'... E NÃO FOI SUFICIENTE!.. É PRECISO INVALIDAR PARA A VIDA, ESMAGAR A CABEEÇA VENENOSA DUM OU DOIS FILHOS DE P*TA DO APITO PARA ALGO MUDAR **

    Não é questão de me sentir mais aliviado depois de escrever aquilo.. mas por exemplo com o FCPorco resultou EM PLENO, até parece antigamente, e bastou muito provavelmente umas ameaças sérias e uns insultos valentes...

    ResponderEliminar
  6. Em jogos com exibições mais felizes perdemos pontos. Este, concordo fomos felizes, mas objetivos. Eventualmente é o caminho. Pragmáticos e eficazes

    ResponderEliminar
  7. A defesa fica aos papeis porque os laterais sao pessimos no momento defensivo (e no ataque nao fazem mossa) e urgente mudancas nas laterais.. Mestre nao sai uma opiniao sobre os ataques dos lampioes a norte no CM?

    ResponderEliminar
  8. A defesa também esteve mal porque a cobertura do William foi muito deficiente na 1a parte... ele e o Adrien...

    Isto melhorou bastante na segunda... em detrimento da capacidade de ataque continuado é verdade...

    Para mim um dos que esteve pior foi o Bruno César, e o Jefferson sofreu com isso, e melhorou e que de maneira com o Bryan Ruiz. A GRANDE pecha do Sporting é mesmo a falta de velocidade, de jogadores con 'pique' para fazer contra-ataques perigosos (logo por si empurava toda a equipa adversária para trás)... só o Gelson é capaz, tendo sempre 2 policias... e o Campbell talvez...

    Acho que o Campbell bem mais entrosados seria uma óptima mais valia... nas está lesionado ou ainda sem ritmo...

    E o que é de admirar é como meia equipa não está lesionada tal não é o que é permitido aos adversários -> aliás o doping deve ser muito bom, pois todos os adversários ganham frequentemente no 1 x 1 e com dureza... e são do mais PORCO possível com as manhas anti-jogo e mandar-se po chão, pois têm as costas quentes pela filha da p*tice da apitadela corrupta, então não admira que ganhem (em Inglaterra serian vaiados monumentalmente e pedido para serem excluídos, pelos seus próprios adeptos... outras mentalidades, outros espectáculos, outros futebois...)

    ResponderEliminar
  9. Quem é melhor para ti, artista?
    Patrício ou Ederson?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOLada...

      Um Campeao europeu vs um ups, zero, niente, nada, nicles, bighole ou quem sabe um Moreirav2.0

      Eliminar
    2. LOL Nunualexixi, LOL.
      Se os dois saírem neste defeso, aposto que o Ederson sai pelo triplo do Patrício.
      O Ederson não bebe Sagres.
      Imagina se o Ederson fosse campeão europeu, sairia pelo quíntuplo do Patrício.

      Eliminar
    3. Deixa de ser Trump Rotolfo...

      ninguem papa essa...

      Eliminar
    4. Ederson = Moreira

      Moreira>Estoril

      Ederson>wolverhampton?

      AHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAH

      Eliminar
  10. O Rio Ave é apenas a equipa que melhor futebol pratica em Portugal. E ontem, pode-se dizer, fez um Dortmund ao Sporting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. põe mais tabaco moço...

      Pontos 28
      Jogos 22
      Vitórias 8
      Empates 4
      Derrotas 10
      Golos Marcados 25
      Golos Sofridos 29
      Golos Marcados 25
      GM em Casa 15
      GM Fora 10
      Vitórias 8
      Vitórias em Casa 5
      Vitórias Fora 3


      Jogos 2016/2017

      28 Jul
      UEL
      Slavia Praha 0 0 Rio Ave

      4 Ago
      UEL
      Rio Ave 1 1 Slavia Praha

      12 Ago
      PL
      Rio Ave 1 3 FC Porto

      22 Ago
      PL
      Sp. Braga 1 1 Rio Ave

      28 Ago
      PL
      Rio Ave 1 0 Feirense

      11 Set
      PL
      Marítimo 0 1 Rio Ave

      18 Set
      PL
      Rio Ave 3 1 Sporting

      25 Set
      PL
      Paços Ferreira 2 1 Rio Ave

      1 Out
      PL
      Rio Ave 1 2 Estoril

      16 Out
      TdP
      Santa Clara 1 1 Rio Ave

      23 Out
      PL
      Moreirense 1 1 Rio Ave

      27 Out
      TdL
      Rio Ave 1 1 Desp. Chaves

      30 Out
      PL
      Rio Ave 0 3 Vitória Guimarães

      5 Nov
      PL
      Rio Ave 1 2 Boavista

      25 Nov
      PL
      Vitória Setúbal 0 1 Rio Ave

      3 Dez
      PL
      Rio Ave 3 1 Tondela

      12 Dez
      PL
      Arouca 0 2 Rio Ave

      18 Dez
      PL
      Rio Ave 2 1 Nacional

      21 Dez
      PL
      Benfica 2 0 Rio Ave

      29 Dez
      TdL
      Sp. Braga 1 2 Rio Ave

      3 Jan
      TdL
      Marítimo 1 0 Rio Ave

      8 Jan
      PL
      Rio Ave 2 2 Desp. Chaves

      11 Jan
      TdL
      Rio Ave 2 0 Sporting Covilhã

      15 Jan
      PL
      Belenenses 1 0 Rio Ave

      21 Jan
      PL
      FC Porto 4 2 Rio Ave

      2 Fev
      PL
      Rio Ave 1 0 Sp. Braga

      6 Fev
      PL
      Feirense 2 1 Rio Ave

      13 Fev
      PL
      Rio Ave 0 0 Marítimo

      18 Fev
      PL
      Sporting 1 0 Rio Ave

      Eu sei que tens uma personalidade ao estilo Trump e que para ti os factos nao interessam, também sei que o RioAve é um clube muito teu amigo e convém trata-los bem, até para que nao se chibem. MAS NAO EXAGERES...

      #16MilhoesPor6PontosEUmLesionado

      Eliminar
    2. Ah pá jorgenQI80... LOL!

      O Sporting jogou em Dortmund na 2a parte como o Dortmund jogou na lixeira de Carnide... se conseguires fazer idêntico vou dizer bem do Merdica lol

      Essa do Rio Ave deveria ser para rir, se não fosse tão ridícula! .. Ao menos tu vês realmente jogos de futebol ou só lês depois na JORNALIXEIRADA??..

      .. O Rio Ave a jogar com o Stuttgrad da 2a liga levava uma cabazada, alias a jogar como jogou en Alvalade duvido muito que acabassem o jogo com 10, quanto mais com 11... para começar a apitação é muito diferente e jogador que se manda po chão e reclama falta leva ele um amarelo... e depois o nível do futebol não tem nada a ver mesmo... (é preciso muito imigrante bom e muito Aurélio para demonstrar... só assim consegues alguma coisa... porque de resto a começar pela comentação e acabar nas manhas e mediocridade, já andávamos nisto à 50 anos -> 'A culpa é do Ronaldo!' lol)

      Eliminar
  11. Esta época, o Sporting ganhou apenas um jogo que "não merecia", que foi este. Caso contrário, perdeu / empatou imensos que merecia ganhar (todos excepto o com o Rio Ave na primeira volta precisamente, e o contra o Chaves para a Taça de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também concordo, mas...

      Não sou daqueles que quando ganham está tudo bem e quando perdem está tudo mal.

      As MESMAS CONDICIONANTES que levaram a perdermos e emoatarnos tanto (são mais de 10 pontos), também existirao no jogo com o Rio Ave, a diferença é que os árbitros agora evitam os casos de jofo que são os ÚNICOS que são escrutinados ao ínfimo pormenor... de resto, contra o Sporting e muito visível agora a favor do FCPorco, só não roubam o que estiver agarrado ao chão (os jogadores são humanos e sentem isso)... Que nível tem uma arbitragem que não consegue minimamente descrutinar um jogador porco e filho da *uta que é manhoso nas simulações e violência, de outras jogadas normais???

      A resposta é vale ZERO... e o futebol é ele todo uma porcaria.

      Eliminar
  12. Quando Patrício deixa de lado as cervejas, até é bom guarda redes, mas muito inferior ao Ederson. E quanto ao resultado, não interessa se passas a noite toda no paleio com uma gaja se é outro que a leva para a casa de banho.
    Mas o que eu gostava mesmo é que os sempre sinceros e isentos sportinguistas analisassem 3 situações:
    1-Coats corta limpinho a bola na sua área e no seguimento aplica um high kick ao jogador do Rio Ave. Por menos Ederson foi expulso e marcada a falta.
    2-Bloqueio intencional do Dost que retira o defesa da jogada, levando-o para o chão e que permite ao WC levar a bola sem oposição, ocorrendo depois o golo.
    3-Golo anulado ao Rio Ave por fora de jogo quando quem isola intencionalmente o jogador é o Coats.
    Já quanto à vergonha do regresso do apito dourado ao estádio do Ladrão não peço que sejam blogues sportinguistas a debruçar-se sobre o tema, agora se tivesse sido com o Benfica, o que não se diria por estes lados. MdC tirava a tinta toda das teclas do computador só a divagar sobre esse tema.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tadinho, o nino ta triste, porque os Ssportinguistas nao se revoltam contra a corrupçao do Porto, deixa de ser queixinhas se perderes o campeonato por via da corrupçao, È MUITO BEM FEITO AINDA DEVES PELO MENOS 3 A TODOS OS RESTANTES CLUBES !!!

      A patada sobre o Podence dentro da area nao viste?

      Sobre os bloqueios apenas te posso dizer GANHA VERGONHA NA TROMBA!

      #quemcomferrosmatacomferrosmorre

      Eliminar
    2. A 3 perguntas concretas, Nunualexixi responde com o ódio visceral ao Benfica.
      É por isso que não vão mais longe, os vossos horizontes terminam no outro lado da segunda circular.

      Eliminar
    3. ja a vossa mentira estende-se até ao dubai...

      Sao opções...

      Umas são honestas, outras são repletas de falsidades...

      Nao sei onde viste o ódio visceral, apenas frisei a patada sobre Podence e fiz alusao aos sucessivos bloqueios feitos por vovo luisao ao longo de varias epocas, mas reparei que a verdade te incomodou, fica assente para memoria futura!

      O rotolfo é inimigo da verdade!

      Eliminar
    4. Cervejas? Lá porque o Patrício é grande, não deves baralhar com o que consideras "grande", o bêbado que batia na mulher.

      Mais respeito pelo Patrício, que deu um título a Portugal, contrariamente ao outro que pela selecção só tem o título de mais vezes colado ao autocarro / avião / prédio quando se ganhou o euro.

      Eliminar
    5. "o título de mais vezes colado ao autocarro / avião / prédio quando se ganhou o euro."

      one word: EMPLASTRO

      Tao bom, o que eu me ri com isto...

      Eliminar