terça-feira, 2 de maio de 2017

As opiniões de Dr. Serpa e Mr. Vítor sobre o videoárbitro

Ao longo dos últimos meses, têm sido vários os organismos do futebol europeu e mundial a anunciar a adoção do videoárbitro pelas competições que tutelam. A FIFA já confirmou o recurso à tecnologia no mundial da Rússia, as ligas alemã, italiana e holandesa anunciaram a sua utilização a partir da próxima época, enquanto a liga inglesa planeia fazê-lo em 2018/19. Em Espanha existem desentendimentos entre a Liga e a Federação (a primeira quer implemantá-la o quanto antes, a segunda pede calma), o que dificilmente permitirá que o VAR (Video Assistant Referee) seja uma realidade já na próxima época. Em Portugal, diz-se que existe uma luta de poder entre a Liga e a FPF para ver quem consegue impor o seu modelo e as suas pessoas à gestão do videoárbitro. Como é costume por cá, o bem do futebol é colocado acima de tudo.

Independentemente disso, a implementação do VAR é uma inevitabilidade que obrigou muito boa gente a engolir sapos do tamanho das certezas que tinham em como isso seria mau para o futebol e não viria a acontecer num futuro próximo.

Ainda assim, há um conjunto de resistentes que continua a tentar encontrar no VAR tantos problemas quanto possível, num sinal evidente de dificuldades extremas em lidar com a futura realidade. Um desses resistentes parece ser o diretor do jornal A Bola, Vítor Serpa, que, no passado sábado encheu meia página com um texto carregado de sarcasmo e preocupação pelo impacto que o VAR terá no futebol tal como o conhecemos:


Vamos por partes. 


"Os clubes pequenos vão ficar totalmente desprotegidos"

A preocupação de Serpa está centrada nos clubes pequenos, que, na sua opinião, ficarão totalmente desprotegidos por existirem tantos lances a acontecer na sua grande área. Em primeiro lugar, é interessante ver que longe vão os tempos da narrativa de que os três grandes são sempre mais beneficiados do que os clubes pequenos. Se assim fosse, e partindo do princípio que o videoárbitro permitirá acabar com alguns tipos de erro, então a conclusão lógica a tirar seria que os clubes grandes deixarão de ser tão beneficiados face aos clubes mais pequenos e, por inerência, os clubes mais pequenos deixarão de ser tão prejudicados face aos grandes.

Mas Serpa prefere ignorar a imagem global e focar-se num determinado tipo de lance em específico: os agarrões na área. É uma falsa questão. Em primeiro lugar porque sendo natural que, numa primeira fase, existam algumas indefinições em relação ao tipo de contacto físico que será punido, o International Board não deixará de ir atualizando as recomendações dadas a quem tem de decidir. Em segundo lugar porque se esse tipo de contacto físico passar efetivamente a ser punido por indicações do International Board, o natural é que os jogadores das equipas pequenas (e grandes) se comecem a proteger não fazendo determinados tipos de ações na área - à imagem de outras adaptações que os defesas tiveram que fazer no passado - como colocar as mãos atrás das costas quando estão perante um cruzamento ou remate iminente.

O futebol, como em todas as mudanças profundas que aconteceram na sua história, encontrará forma de se adaptar. É tudo uma questão de tempo.


"A vitória dos comentadores encartados, contra os adeptos apaixonados"

Serpa recupera o discurso de que passará a haver um futebol menos genuíno e apaixonante por causa do videoárbitro. Mas haverá maior obstáculo à genuinidade e paixão do futebol do que situações em que os erros dos árbitros se sobrepõem à ação dos jogadores na determinação dos resultados finais?

E achar que Portugal é um caso específico só revela as vistas curtas de quem pensa que o futebol português é assim tão diferente dos restantes futebóis. Há particularidades no nosso futebol, evidentemente, mas não há quaisquer motivos lógicos para se pensar que o VAR terá um impacto negativo apenas em Portugal. Vendo bem, se calhar não é uma questão de vistas curtas: talvez seja apenas uma questão de desconforto em encarar o inevitável por parte de quem se sente tão aconchegado com a situação atual.


"Anda por aí muita gente eufórica..."

Mas a verdadeira gema desta prosa é mesmo a forma como Serpa carrega as suas palavras de sarcasmo para alvejar aqueles que defendem a implementação do videoárbitro. Expressões como "Anda para aí muita gente eufórica", "por mérito de um incorruptível videoárbitro", "a euforia de que vou dando conta, neste pagode chinês e seus derivados, pela aproximação da entrada em funções de um árbitro-robot" são tentativas óbvias de amesquinhar aqueles que, por cá, sempre viram benefícios nesta mudança. Uma demonstração de prepotência e cepticismo que não ficam bem ao diretor do jornal A Bola, quanto mais não seja porque, menos de um mês antes, o próprio Vítor Serpa escreveu isto sobre a implementação do videoárbitro...


No dia 30 de março de 2017, Vítor Serpa pedia a rápida implementação do videoárbitro, com especial urgência no caso português. Trinta dias depois, regressa ao tema dizendo que os efeitos do videoárbitro poderão ser nocivos face às particularidades do futebol português, para além de parecer invadido por uma série de questões filosóficas de segunda ordem. 

Como explicar tamanha inversão de opiniões no espaço de 30 dias? Estaremos perante uma espécie de Dr. Jekyll e Mr. Hyde, versão futebolito português? Gostava de saber qual terá sido o soro que o Dr. Serpa ingeriu para se transformar em Mr. Vítor... confesso que não sei se é do tipo cartilhoso ou do espirituoso.

30 comentários :

  1. só falta o sorteio dos árbitros e o sistema lampião acaba.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me parece que sejam só rosas.
      O sorteio não resolve o problema de boa parte dos árbitros não ter qualidade para arbitrar na 1ª liga ou a questão de que a maior parte é assumidamente adepta de um clube.
      Torna apenas tudo numa questão de sorte.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. O problema está nos árbitros em si. Actualmente nenhum parece reunir condições de idoneidade para exercer esse cargo.

      Eliminar
    4. O que 'por si só' já nos abriria um leque de oportunidade que não temos...

      Ao Serpa... "oh pra mim tão honestamente intelectual"

      Um palhaço no 'seu' circo falido tem de ver se ganha uns cobres para pagar os ordenados deste mês...

      SAUDAÇÕES LEONINAS

      Eliminar
  2. As limitações e contra senso habituais de um lampião...
    Não compro, não leio e não clico, logo agradeço ao Mestre a prova em como tenho razão em me manter distante desta espécie de jornal Venfique.

    ResponderEliminar
  3. O pagamento dos ordenados (e das avencas) obriga a essa ginastica. sabemos bem a quem obedece Serpa.

    ResponderEliminar
  4. O que o sr Serpa viu, enquanto jornalista encartado, no França-Espanha, entusiasmou-o - a tal ponto que, sem pensar (repito, sem pensar), agarrou-se ao teclado e disse o que lhe ia no cérebro.
    Depois, bem, depois pensou no futebol cá do burgo e nas implicações que o vídeo-árbitro irá ter sobre quem costuma beneficiar de golos em fora de jogo, simulações que dão penalti e, eventualmente, agressões e, então, percebeu e gritou "isto pode lá ser?".
    Só me pergunto se terão sido estas últimas arbitragens (talvez a do Benfica-Estoril, porque não?) a alertá-lo para os inconvenientes do VAR...

    Aliás, não deve ser por acaso que, considerando as 6-7 principais ligas europeias, seja em Portugal e Espanha que se vê mais interesse em atrasar a implementação do VAR.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mendilhões... a quanto obrigas...!!!

      SAUDAÇÕES LEONINAS

      Eliminar
    2. Este comentário é a melhor conclusão possível ao post do Mestre

      Eliminar
  5. Perguntas de retórica a esta hora, Mestre? :)

    ResponderEliminar
  6. Haha muito bom, quando lí o título nem me apercebi que era uma referência a Jekyll and Hyde.
    Boa posta.

    ResponderEliminar
  7. Ahahahahah!!! O que eu já me ri com isto, oh Mestre! Estes gajos não têm mesmo noção nenhuma...

    ResponderEliminar
  8. Sai um café para o Dr Serpa e um descafeinado para o Mr Vítor, sff

    ResponderEliminar
  9. ele defende o VAR no estrangeiro mas em Portugal isto está bem assim... enquanto o carnide ganhar e os adeptos encornados comprarem a biblia todos os dias!
    off-topic - atentem na seguinte notícia e respectiva foto para ver quem são os verdadeiros incendiários que o pina ontem referiu
    http://desporto.sapo.pt/futsal/artigo/2017/05/01/benfica-goleia-modicus-e-esta-a-sete-do-sporting

    ResponderEliminar
  10. Transtorno dissociativo de identidade.

    ResponderEliminar
  11. A culpa da contradição é do Janela. A cartilha saiu tarde demais...

    ResponderEliminar
  12. Estou a ver que não vai haver post nenhum sobre a derrota humilhante na final da UEFA Futsal Cup, que envergonhou não só os sportinguistas como os portugueses em geral. Relembro o resultado 7-0, sim 7-0. Aliás estes posts visam precisamente distrair os sportingueses para o rotundo fracasso em Almaty. Nem com o presidente a assistir, renegando a equipa principal de futebol, e dando liberdade para que o reboleirês, sem o seu dono, desse azo às suas cordas vocais para dizer que não é aquela equipa que quer e que é o treinador que deve escolher os jogadores para a equipa. Adivinho uma nova época com as velhas contratações desastrosas a que o reboleirês vos habituou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vergonha é ganhar jogos com golos marcados com a mão. Ainda ninguém esqueceu a mão de Vata e já lá vão uns anos...No desporto há ganhar e perder! até no profissional, seu vermelhusco.

      Eliminar
    2. Sentiste vergonha!?

      Não acredito, acredito sim que te satisfez o espírito isso sim!

      Tal como me satifez a mim quando voçes perderam a youth league, LOL!... Ou as duas finais na europa!LOL... Ou os 11 golos que mamaste em apenas tres jogos na champions!LOL...

      Queres mais? se quiseres eu arranjo num instante mais vergonhas que voçes trouxeram para portugal!

      Preocupa-te com o teu coxo e quanto guito precisam vocês para comprar aqueles pontos que ele disse serem muito caros!

      Eliminar
  13. No primeiro artigo sobre as selecções, disse o que lhe ia na alma, no sábado debitou a cartilha, talvez por se aproximar o fim do mês e o pagamento de ordenados se estar a aproximar...

    ...afinal não há almoços grátis!

    ResponderEliminar
  14. Pensava no embuste dos títulos do seu clube e a boca fugiu-lhe para a verdade:"Os clubes pequenos vão ficar totalmente desprotegidos", de continuarem a beneficiar da roubalheira à descarada, digo eu.
    Claro que se entende como clube pequeno aquele que se está marimbando para a verdade desportiva e opta por viver da aldrabice e da intrujice.

    ResponderEliminar
  15. PAZADAS DE CARVÃO MORTUÁRIAS


    A TRAGÉDIA – Parte III

    “Agora que sabemos que:
    • os confrontos junto ao Estádio da Luz foram antecedidos de provocações por parte de elementos da claque do Benfica junto a Alvalade
    • o atropelamento foi intencional e não acidental
    • o presumível assassino está identificado e é um elemento dos No Name Boys”

    O Mestre pergunta, “E agora?”
    Ó Mestre, agora a pouca vergonha vai continuar. Repara bem nos comentários inacreditáveis que se seguem:


    PAZADAS DO DIA

    1- “Um confronto entre as duas claques e a culpa, segundo a vossa cartilha, é só de um dos lados. heheh (…) Noção precisa-se, urgentemente.
    By JF, 27 de abril de 2017 às 19:34

    Nota: E honestidade também. Mataram uma pessoa, pá.


    2- (o pagamento ao advogado) “De onde virá o dinheiro? Se olhar a imagem diz: "referenciado por roubos e trafico de droga". Ai tem a sua resposta. “
    By JF, 27 de abril de 2017 às 19:26

    Nota: Ou seja, da porta 18. Check.


    3- “Agora que sabemos”
    Então? Entregou se há minutos e já há acórdão?.”
    By John Billy #36 rumo ao penta!, 27 de abril de 2017 às 17:19

    Nota: Ainda não, mas já sabemos o que sempre negaram: o assassino é um NN.
    E face às evidências, a cartilha vai mudar, só pode.


    4- “Sabemos isso ou o Saraiva inventou isso? Ao monte de factos que já inventou desde sábado!.
    By Nuno Martins, 27 de abril de 2017 às 17:39

    Nota: Será que o matacão sabe que o assassino se rendeu, ou é ultra desonesto e continua a defender o indefensável?


    5- “Qual é a parte difícil de perceber... O Benfica não tem claques.”
    By Nuno Martins, 27 de abril de 2017 às 17:39


    Nota: É mentecapto. E desonesto. E mentiroso. E avençado. E cartilhado.


    6- “O Benfica fez o que tinha a fazer... Ajudar a prender um criminoso dentro das suas possibilidades.”
    By Nuno Martins, 27 de abril de 2017 às 17:39

    Nota: Este tipo disse o seguinte no dia 22 de abril: “Qual é a vossa moral para condenar um atropelamento de um transeunte na via pública? Estava numa passadeira?”

    Ficámos a saber quem não tem moral… nem cérebro.


    7- “O Benfica não tem claques... Na zona do estádio ocupada pelos grupos de adeptos a que vocês se referem só entram sócios.”
    By Nuno Martins, 27 de abril de 2017 às 21:19

    Nota: Já sabemos. Só que esses sócios têm bilhetes a preço de saldo, locais no estádio para armazenar o arsenal de apoio e de combate, viaturas alugadas pela agremiação criminosa para espalharem o seu perfume pelo país, não é seu impostor?


    8- “Ainda bem que perceberam que não têm argumento para contra argumentar que o vosso clube que está a mando das claques.”
    By Nuno Martins, 27 de abril de 2017 às 21:19

    Nota: Volto a repetir, temos que ser tolerantes com a deficiência.


    9- “Não conheço advogados... Nunca precisei.”
    By Nuno Martins, 27 de abril de 2017 às 21:19

    Nota: Recomendo-te um no caso de precisares: Melo Alves, defensor da escumalha humana do país. Mas atenção, a avença do orelhas não chega para os honorários.


    10- “As tarjas sobre o verylight, que foram repudiadas pelo Benfica,”
    By militânciadamentira, 28 de abril de 2017 às 03:01

    Nota: Foi folclore, ó mentiroso.


    11- “A condenação do Azevedo ao que as suas claques fazem, é dizer para não responderem e se rebaixarem ao nível do Benfica! A condenação do Azevedo ao que as suas claques fazem é culpar ao Benfica!”
    By militânciadamentira, 28 de abril de 2017 às 03:01

    Nota: Cá está, merda transformada em carvão.


    12- “Nunca coisa tiro o chapeu ao Azevedo e Saraiva, as gamelas nunca ficam fazias, estão sempre cheias de geladinhos da olá para voces colarem as testas.”
    By militânciadamentira, 28 de abril de 2017 às 03:01

    Nota: Este consegue ganhar ao QI80.


    13- “E agora? Agora o culpado vai julgado como acontece num país civilizado.”
    By JF, 27 de abril de 2017 às 19:22

    Nota: Foi um acidente, pá. Não leste a cartilha?

    (continua)


    ResponderEliminar
  16. (continuação)

    14- “Os restantes marginais que estavam lá (claque legalizada do SCP incluída) também devem ser identificados e julgados.”
    By JF, 27 de abril de 2017 às 19:22

    Nota: Este imbecil estará a referir-se aos restantes ocupantes do Renault Clio?

    15- “Acho graça a essa tentativa de culpar somente os outros. Ridículo.
    Cumprimentos”
    By JF, 27 de abril de 2017 às 19:22

    Nota: Manda cumprimentos ao pina que é da tua laia.


    16- “Mas as claques têm o apoio do Benfica? Não estou a perceber.”
    By jorgen80, 27 de abril de 2017 às 21:35

    Nota: QI80, é normal que não percebas.


    17- “Se um adepto do Benfica mata alguém em Portugal, é o Vieira que se tem que retratar?”
    By jorgen80, 27 de abril de 2017 às 21:35

    Nota: É tremendamente injusto ser o Vieira a retratar-se. Devia ser o criminoso que apoia claques iligais e que contrata advogados milionários para defenderem assassinos.


    18- “São sempre os seres humanos mais completos do mundo. Ninguém os para. Não são portugueses; são sportinguistas. Ridículo.”
    By jorgen80, 27 de abril de 2017 às 21:35

    Nota: Mas não são assassiNNos.


    19- “É muito bom sinal quando um comentário meu, adjetivado de "ridículo", faz espumar um oponente.”
    By jorgen80, 27 de abril de 2017 às 21:35

    Nota: O ridículo satisfeito por ser ridicularizado. Força, nunca desistas.


    20- “Este deve ter sido provavelmente dos Post mais parvos que já li.”
    By Tiago Santos, 28 de abril de 2017 às 00:04

    Nota: Já vamos perceber porquê.


    21- “Então anda ai o pessoal do SCP a contar como foram valentes e foram lá mandar porrada nos do Benfica, mostrar quem manda e agora a culpa é toda do outro lado????”
    By Tiago Santos, 28 de abril de 2017 às 00:04

    Nota: Já percebemos.


    22- “Mestre este blog bateu no fundo. Quem se lembra de quando isto era um espaço onde vinhas opinar, criticar várias coisas do mundo do Futebol e hoje em dia é um espaço de lavagem cerebral.”
    By Tiago Santos, 28 de abril de 2017 às 00:04

    Nota: É pena que desvies a conversa para não falares de um crime horrendo, mas pronto, os lampiões são assim.
    Já agora, não fazes cá falta nenhuma.


    23- “Há muito tempo que deixei de acreditar que é a mesma pessoa que escrevia o blog quando ele tinha 2 ou 3 gatos pingados. Quando era possível ter boas discussões por aqui.”
    By Tiago Santos, 28 de abril de 2017 às 00:04

    Nota: As boas discussões que tanto gostavas eram entre “2 ou 3 gatos pingados”, é isso?
    É preciso ser muito buuurrrroooooooooooooo.


    24- “Ui deixa ver se eu percebo os orgãos de comunicação do Sobrinho que na semana que o Benfica é roubado e 3 penaltis em alvalade (…) conseguiram descobrir que afinal foram os NN que foram mandar umas tochas a alvalade e os pobres dos Sportinguistas foram "emboscados". Que supresa!”
    By militânciadamentira, 28 de abril de 2017 às 03:05

    Nota: Não há surpresa nenhuma na imbecilidade dos lampiões.


    25- “É obvio que o Sobrinho deseja que o Azevedo fique lá o maior tempo possivel, é da maneira que assim compra o Sporting por tuta e meia.”
    By militânciadamentira, 28 de abril de 2017 às 03:05

    Nota: Mentiroso militante, um merdoso matou uma pessoa, ok? Deixa de ser bronco.


    26- “Para mim é-me indiferente quem é o advogado do "bichano.”
    By jose cardoso, 28 de abril de 2017 às 15:48


    Nota: Mesmo que o assassino não tenha dinheiro para o contratar, é indiferente? E se for o Carnide a pagar, continua a ser indiferente?


    27- “Que a justiça funcione sem clubites ou manias de perseguição.”
    By jose cardoso, 28 de abril de 2017 às 15:48

    Nota: O benfica, através dos seus cartilhados, já fez ameaças a juízes, não já? Se for o ladrão de camiões a patrocinar a coisa, podemos desconfiar que seja feita justiça, ou não? Querem impingir-nos a tese de que foi um acidente e que o criminoso está inocente, certo? O assassino tornou-se vítima, não foi?
    Que a justiça seja incolor.


    Saudações Leoninas,
    CB

    ResponderEliminar
  17. Desonestidade intelectual é o que estes sujeitos implementam no que escrevem e no que dizem. A evidência de não "morder o dono" está explicita em cada linha ou em cada palavra.

    Neste momento acredito, que as personagens que pertencem ao "quartel general do carnide" e à cartilha, estão a engendrar esquemas para que no futuro quando o sistema VAR estiver implementado dar a volta à situação, por isso necessitam de ver primeiro como se faz lá fora.

    Parecem hackers a descodificar códigos, para encontrar bug's no sistema, para no futuro o poderem manipular, à sua inteira vontade... Irrisório, a forma como mudam de opinião, do CONTRA e da IDEIA INCONCEBÍVEL e ABSURDA, ao POSSÍVEL E UMA NECESSIDADE URGENTE!!!

    ResponderEliminar
  18. Mudasti???

    PS: 3 penalties?? Mas esta gente droga-se?..Ah!...repetir-repetir-repetir

    ResponderEliminar