terça-feira, 13 de junho de 2017

Por vezes há males que vêm por bem

Na altura, foi um jogador que se perdeu. Há quatro anos, o Sporting estava interessado na contratação de Ghilas, jogador do Moreirense, mas nem a opção de preferência que tinha do argelino serviu para evitar que este acabasse por assinar para o Porto, que se chegou à frente com 4 milhões de euros por 50% do passe.

O Sporting viu-se obrigado, por isso, a procurar outro ponta-de-lança. Encontraria a solução noutro argelino, um produto ainda por acabar e consideravelmente mais barato, mas que se viria a tornar num dos jogadores mais queridos pela massa associativa. Falo, evidentemente, de Slimani.

Voltando a Ghilas, o seu contrato chega agora ao fim e sairá do Porto sem ter dado qualquer retorno desportivo ou financeiro.


Por vezes, há males que vêm por bem.




13 comentários :

  1. Ainda bem que houve trafulhice, porque assim apareceu Slimani. No futebol português a palavra, a honra e a decência estão fora do baralho.

    ResponderEliminar
  2. Existem outros males que também vão ser banidos, como por exemplo o poluir as zonas técnicas. Principalmente em zonas onde passam jogadores, desgastados fisicamente e desesperados por uma boa dose de oxigénio.
    Clear the air!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O rui costa fuma?! E o orelhas, também?! Pensei que por causa do coração não podia/devia...

      Eliminar
    2. Precisas de atenção como pão para a boca. Isso explica o fazer sentido escreveres coisas que não fazem nenhum.

      Eliminar
    3. para seres cómico, falta-te jeito. mais valia dedicares-te á venda de chuchas, na porta 18, do galinheiro da luz.

      Eliminar
    4. Só não faz sentido para um reboleirês um para um conana, coitados.
      Todos os outros entendem.

      Eliminar
  3. Na questão Jorge Mendes, estou curioso para entender como será recebido pelos adeptos do Sporting, caso passe a persona grata do Bruno Carvalho. Será que mendilhões passarão a milhões? Ou virão com a treta "se os outros fazem, nós também"? Vou-me rir muito.

    O Ghilas, só um Porto a viver acima das possibilidades, poderia pagar 4 milhões por 50 por cento do passe. Não entendo porque não fazem como Inglaterra e obrigam os clubes a deter 100 por cento dos direitos económicos do jogador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso à tua agremiação de aldrabões é que ia dar um jeito do caraças, a obrigação da compra de 100% dos direitos económicos de todos os mancos que adquirem às dezenas. E daí ... com o treino no embuste e com a cmvm como parceira talvez se dessem bem com essa regra ...

      Eliminar
    2. Vocês, vermelhuscos, devem ter alguma paranoia: 1.º queriam a viva força, que BdC fosse uma versão do vosso grande Vale e Azevedo. Agora, esfregam as mãos, para que o "Mendilhões" faça de Alvalade o que anda a fazer na Luz. valha-vos Sta. Engrácia!

      Eliminar
    3. "Vou-me rir muito."

      Uma característica intrínseca dos maluquinhos!

      Eliminar
  4. Mestre, que grande tiro no porta-aviões e que grande TRETA, perdão, tetra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continua mas eh a escrever as pazadas para o pessoal se rir um bocado com os broncos carnidenses. :-)

      Eliminar
  5. Caro Mdc, não considero o Ghilas tão mau jogador quanto isso, alias estando livre seria um jogador a considerar para alternativa ao Bas Dost, em vez de um possível desconhecido por alguns milhões...

    ResponderEliminar