sexta-feira, 7 de julho de 2017

Rúben Neves, Casillas e o Fair Play Financeiro

Parece inegável que a pré-temporada do Porto está a ser fortemente condicionada pela sua situação financeira. Os fortes prejuízos dos últimos dois anos, aliados à dificuldade de valorização de atletas face à ausência de sucesso desportivo, fazem lembrar - sem o mesmo nível de gravidade, pelo menos por agora - aquilo que o Sporting viveu durante a presidência de Godinho Lopes.

A forma como Rúben Neves está a ser negociado é uma consequência desses constrangimentos. No âmbito da falta de cumprimento por parte do Porto do Fair Play Financeiro, a UEFA aplicou várias medidas que o clube terá que cumprir religiosamente. Uma das imposições da UEFA definem que o Porto teria que chegar ao fim de 2016/17 com o máximo de 30 milhões de prejuízo. Como a época terminava oficialmente a 30 de junho, o Porto deixou passar para a imprensa que o jogador estaria vendido, mas a verdade é que até à hora em que escrevo este texto, nada foi oficializado.

Ainda na quarta-feira passada, ou seja, no dia 5 de julho, ou seja, já em período de 2017/18, Nuno Espírito Santo referiu-se ao negócio e confirmou que ainda não está fechado. No entanto, tenho poucas dúvidas de que o negócio de Rúben Neves entrará nas contas de 2016/17, à imagem do esquema que o Porto montou na venda de Jackson Martinez ao Atlético Madrid. Para quem não se recorde desse episódio, o Porto anunciou a venda, sem explicitar montantes, após as 23h do dia 30 de junho - que, em Espanha, já correspondia ao mês de julho, devido à diferença horária. Só cerca de duas semanas depois o acordo foi realmente fechado, mas ambos os clubes meteram o negócio no exercício que lhes interessava. O que não se compreende é como é que a CMVM permite operações destas..

Poderia ser um grande sarilho para o Porto não cumprir o primeiro passo de um acordo bastante favorável que a UEFA estipulou, mas esse problema parece resolvido. De qualquer forma, nem tudo foram rosas. A necessidade de vender acabou por retirar poder negocial ao clube, que se viu condenado a ter que recorrer aos serviços de Jorge Mendes - quer na venda de Rúben, quer na venda de André Silva. Ambos os negócios são, a meu ver, bons para o Porto, se considerarmos apenas aquilo que os atletas têm feito dentro de campo, e se não olharmos para o seu potencial. Mas convém não esquecer que os negócios com Mendes implicam, normalmente, outro tipo de obrigações.

A imposição da UEFA que, a meu ver, é mais complicada de atingir, é a de adequar os custos com pessoal para uma percentagem (não divulgada) das receitas operacionais excluindo venda de jogadores. É um desequilíbrio que, para ser resolvido, implicará a redefinição do plantel através  de cortes sempre dolorosos. E aí, o anúncio de Casillas em acionar a opção de mais um ano de contrato acaba por complicar as contas. Sendo o jogador mais bem pago em Portugal, acredito que o Porto veria a sua saída de bom grado - mesmo considerando a excelente segunda época que fez de dragão ao peito -, ainda para mais quando se sabe que o Real Madrid já não comparticipará 50% do salário na época que agora começa. Resta a dúvida sobre se o guarda-redes espanhol aceitou abdicar da parte do vencimento que era coberto pelo seu antigo clube, e, em caso negativo, se também aqui existirá alguma solução contabilisticamente criativa que ajude a contornar o problema que isso constituiria para o acordo com a UEFA. A forma como o Porto irá gerir a tesouraria nos próximos meses poderá ajudar a perceber se houve ou não cedência por parte do jogador.

34 comentários :

  1. era óbvio que o casillas tinha que sair...

    se não saiu, a coisa está muito complicada. O porto anda a enganar a uefa e isso deve ser denunciado.

    casillas, maxi - dispensas para o golfo persico ou estados unidos.
    danilo e herrera - vendas pra fazer dinheiro urgentemente.
    brahimi não tem qualquer valor de mercado pois foi comprado à doyen.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os dois jogadores que poderiam dar mais dinheiro eram precisamente o Danilo, o André Silva e o Rúben Neves. O Brahimi, entre % de passes e comissões obrigatórias a pagar à Doyen, vai de facto valer relativamente pouco em mais-valias.

      Eliminar
  2. Ontem, a RTP dizia que esta continuação de Casillas por mais uma época implica um vencimento de 10 milhões/ano, agora suportados na totalidade pelo Porto.

    Não se percebem estes negócios, nem por parte dos tripeiros, que não têm dinheiro, muito menos por parte do Real que adora emprestar jogadores e suportar os seus vencimentos monstruosos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também ouvi isso, que este ano iria ser o fcporco a suportar o ordenado do casilhas e já não o real madrid.

      Eliminar
    2. Entretanto vi uma notícia de que o Casillas assinou um novo contrato com o Porto. Duvido que tenha abdicado de uma parte tão grande do seu vencimento, mas essa será a versão "oficial".

      Não podemos falar muito sobre as comparticipações do Real, que também vai suportar parte do salário de Fábio Coentrão. :)

      Eliminar
  3. Oh... Mandem lá uns emails do Benfica a reclamar de algo pela via legal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ..e mesmo quando o assunto não é o carnide tem que vir um lampião falar disso. citando o teu compadre jorgen, foca-te no tópico

      Eliminar
    2. Sim, e a explicar "tintim por tintim" como ficaram a saber dessas decisões, e como funciona isso dos formados localmente. :)

      P.S. - Para quem não percebe a referência, recomendo visita do Mister do Café, que no último post colocou emails trocados entre o assessor e o Kadhafi.

      Eliminar
    3. Sim Nuno, sê um "menino querido" e manda...

      Mas não te esqueças "apaga tudo!"

      Sempre pela via legal... Se a via legal estiver congestionada, vai pela porta 18!

      Eliminar
    4. Venfique e assuntos tratados pela via legal está difícil de arranjar.

      Mas há emails a evidenciarem o completo atropelo e manipulação grosseira dos regulamentos, deliberações e recursos por parte de um funcionário da fpf para favorecer e beneficiar o venfique:

      http://misterdocafe.blogspot.pt/2017/07/uma-federacao-mando-do-benfica.html?m=1

      Este caso é gravíssimo e vai dar que falar tais as ilegalidades e contorcionismos que os meninos queridos fizeram. Tudo pelo venfique.

      Corruptos sem vergonha.

      Eliminar
    5. Jota há é para veres como estamos preocupados.

      Mdc peça ao Saraiva. Se ele arranja ao mister também lhe deve arranjar a si. Acho que com a sua imaginação consegue pegar num email a falar do tempo e dizer que é ajuda divina. A barra está elevada... O mister pegou num email a pedir um parecer jurídico a Federação a insinuar que pedir um parecer indica controlo das instituições.

      Sar.... Gravíssimo. Onde já se viu pedir um parecer sobre se o castigo está ou não cumprido? Cumps... Inbestigue-se.

      Eliminar
    6. Quando se fala do teu clube é um choradinho pareces um bebé a quem se roubou a chupeta!

      O topico fala do porto, e vns reclamar por não se falar do carnide, depois quando te chamam de sadomaso ficas todo encrespado, tu é que te pões a jeito.

      #OPiorTemAJudite

      Eliminar
    7. Bom, sendo que, com jumentos como o martinholas, há muito que se percebeu que não dá para argumentar, a questão verdadeiramente importante que salta à vista é... "que quantidade, média,de m€rd@ é que gajos como ele conseguirão ingerir numa base diária?!"

      Eliminar
    8. O que passou se Nuninho? Nhaga.

      #CarregueiraBenfica

      Eliminar
  4. Mestre, por onde andará a "lula galega"...?! Ele saberia, com certeza, responder a estas nossas... "dúvidas existenciais"!

    ResponderEliminar
  5. Contabilisticamente é possível fazer isto. Fica registado nas vendas através de um acréscimo de rendimentos.

    ResponderEliminar
  6. Sou só eu quem sente falta das teorias do multinick Quid?

    ResponderEliminar
  7. Não dá para entender como o futebol português consegue alimentar vencimentos como o do Casillas ou o do Jesus. Há clubes que não têm noção da realidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas 30M em comissões já é noção da realidade :)

      Eliminar
    2. Curioso, quando o teu clube pagava rios de dinheiro a JJ, nunca esperneaste por aqui!

      Ou o facto de o teu clube andar a comprar jogadores aos molhos para depois emprestar em troca de votos na liga, isso também parece não te incomodar.

      A vergonha é coisa que não te assiste, pois não?

      Eliminar
    3. Penso que é simples: Basta não pagar ao Nhaga, a agências de comunicação e aos seus avençados, nem gastar balúrdios em prendas e favores a árbitros e assistentes.

      Não ter noção da realidade é veres o teu passivo a aumentar, mesmo depois dos recordes de 'vendas' que fazes e ainda mandares bitaites sobre os outros.

      Eliminar
    4. lol, tinha de falar o adepto do clube do tabarato e do nhanha, para não falar dos 200 pelo tempo que quiser.

      E quando falam em noção de realidade, podemos acrescentar a distribuição generosa de vouchers e convites, nos 10% do mendes, no pagamento aos avençados que preparam a cartilha, e tanta mas tanta coisa que têm contribuído para a realidade actual.

      Eliminar
    5. Experimenta também não pagar 30 milhões de Euros por ano ao Jorge Mendes. Há clubes que não têm noção da realidade.

      Eliminar
    6. E o futebol português sustentar a segunda maior dívida da Europa?

      Eliminar
    7. Ou o do Taarabt Picanhas... Ou do André Cornilho... Ou do Bruxo Nhaga... Ou dos cartilhados... Ou estes são pagos em mendilhões?

      Eliminar
    8. Ricardo o taarabt picanhas e o André cornilho como tu lhe chamas ficam pouco mais caros que o markovic eco Elias... Vai lá comparar os gastos com pessoal! E uma ganham.. Outros choram emails e bruxos.

      Eliminar
  8. Acho que a venda do André Silva foi um excelente negócio. Tem bastante margem de progressão, é um lutador, jogador de equipa, mas não é propriamente um matador e duvido muito que venha a ser de topo mundial. Sei que a minha opinião é polémica e os palpites valem o que valem.

    Rúben Neves é um péssimo negócio. Para o clube e para o jogador. O valor, tendo em conta o que já mostrou, a sua idade e talento, é de saldo. E Rúben Neves tem mais e melhor mercado do que um clube da 2ª divisão inglesa. Mas toda a carreira recente do jogador tem sido terrivelmente gerida pelo FCP. Rúben Neves sempre foi um talento seguro, mas pessimamente rentabilizado. Mal jogou e o clube nunca quis emprestá-lo.

    O que aconteceu com a recente decisão de Casillas é algo que, para já, não saberemos com detalhe. O plantel está blindado, treinando à porta fechada e com inibição nas declarações à imprensa. Do ponto de vista desportivo, é excelente para o FCP que ele se mantenha no plantel. É uma lenda, um foco de respeito e um esteio de experiência. Na ausência de jogadores como Jorge Costa, Vítor Baía ou Fernando Couto, Casillas assume um papel de autoridade, imprescindível na gestão de egos, sobretudo nos piores momentos.

    ResponderEliminar
  9. Alguem sabe onde anda a contestataria e deputada europeia ana gomes?

    ResponderEliminar
  10. alguém acha mesmo que o FCP paga 10M de salario a um jogador??? a contra informação lampionica é poderosa mas haja um pouco de noção.

    o Casillas nunca teve participação no salario do RM. nem isso seria possível pois não estava emprestado. Aquando da sua rescisão com o RM este indemnizou-o com 15M, segundo li até foi pago a pronto mas mesmo que fosse em mensalidades em nada interfere com o contrato assinado entre FCP e Casillas e apenas estes. nem sei se houve renovação automática ou renegociação mas achar que ganha 10M é absurdo.

    cumps

    Rui Teixeira

    ResponderEliminar
  11. http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2017/07/07/fernando-gomes-vai-acabar-com-convites-para-assistir-a-jogos

    Qual vai ser a moeda de troca, para quem não quer raparigas da vida?

    ResponderEliminar