segunda-feira, 21 de agosto de 2017

À atenção do VAR

No sábado houve dois lances que não tiveram a análise que se deveria exigir do videoárbitro.

Primeiro, em Guimarães, não consigo entender como é que Hugo Miguel não expulsou Célis por esta entrada perigosa sobre Coentrão - nem sequer amarelo mostrou! -, mas acho mais grave que o VAR (composto por Jorge Sousa e Álvaro Mesquita) não tenha tomado a iniciativa de agir e informar o árbitro do que se passou.






Mais tarde, na Luz, Eliseu também teve uma entrada que deveria ter sido punida com cartão vermelho:


Os responsáveis pelo VAR eram Vasco Santos e Pedro Fernandes.

As imagens são claríssimas. Nenhum dos lances teve qualquer influência no resultado, que estavam mais que definidos na altura em que as faltas ocorreram, mas situações destas não podem ser toleradas.

27 comentários :

  1. Calma, o Célis levou cartão amarelo aos 86'.

    Ah, o jogo tem 90' e, a partir do momento que o SCP tinha o jogo ganho, ele só teve destas entradas.
    Ah...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o Celis teve duas entradas para vermelho, esta sobre o Coentrão e acho que a outra sobre o Bruno Fernandes

      Eliminar
  2. E o Coentrão não ter ouvido um "Levanta-te caralho e marca a puta da falta rápido!!" do árbitro já foi uma sorte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seguido de um "vai pedir desculpa ao Célis!".

      Eliminar
  3. Totalmente de acordo contigo.

    A única "justificação" que consigo 'inventar' é o facto de em ambos os casos o árbitro ter actuado.
    O que li e ouvi sobre o VAR e as agressões seria que o VAR actuaria em situações que o árbitro não teria visto e neste caso o árbitro actuou portanto viu o lance.

    Se esta minha interpretação está correcta, então o protocolo tem que ser corrigido imediatamente pois isto não pode acontecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tua interpretação está correcta. Se o árbitro actua, o VAR cala-se.

      Eliminar
    2. Se é o caso então é errado porque se perde uma oportunidade de fazer justiça. Aposto que terá sido uma concessão para os que têm medo que o VA parasse muito o jogo.

      Eliminar
    3. Isso!... Quando um burro sopra (zurra), os outros baixam o (a)pito.

      Eliminar
  4. No VAR estão dois árbitros, basta um deles ser encarilhado e, como para alertarem o árbitro precisam de concordar, está a sopa feita. A cartilha demorou anos a montar, erguer capelas, escrever missários, a sua influência vai-se manter por muitos anos, com ou sem VAR.

    ResponderEliminar
  5. Como é possível o VAR não ter funcionado ?,é quando há corruptos na arbitragem nacional.Duas entradas para vermelho directo e não passa nada.

    ResponderEliminar
  6. Como não podem dizer que não viram, resta concluir que são mesmo incompetentes ou corruptos.
    No caso do Jorge Sousa, não sabia que ele tinha estado em Guimarães, talvez isso explique a azia dele no domingo de manhã.
    E, já agora, quem foi o árbitro da Luz? É que esse também é culpado, porque não ver aquilo ao vivo justifica ir rapidamente à multiopticas...

    ResponderEliminar
  7. Eles disseram que iam usar o VAR me situações de expulsão, mas pelos vistos é só quando o árbitro expulsa para ver se a expulsão é justa e não nas situações que podem dar expulsão mas o áribtro não dá.

    ResponderEliminar
  8. As semelhanças entre Eliseu e Maxi quando este jogava em Lisboa, não são pura ilusão. É assim que se constrói o mito.

    ResponderEliminar
  9. O VAR não faz análises de intensidade ou disciplinares, isso fica ao critério do árbitro!...
    Só se houvesse lance de agressão nao vista pelo árbitro é que o VAR poderia chamar à atenção do árbitro, e este, após ver as imagens, decidiria qual a sançaõ disciplinar a aplicar...
    Nós que fomos quem tanto defendemos o VAR, nao podemos estar a fazer o ruido prejudicial de estar sempre a dizer que não funcionou... isso é que os outros querem para ver se acabam com o VAR! Nao façamos esse jogo dele...
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há um risco em passar-se a mensagem errada ("VA não presta"), quando devia ser "É preciso mais VA"!

      Eliminar
  10. Missas televisionadas... O VAR em Portugal está apresentado. Vejam as expulsões nesta jornada da liga inglesa e eles não têm VAR, ali não há dois pesos e duas medidas.

    Aqui, brincamos ao futebol e tentasse que o carnide seja um dia um monstro europeu!!!

    Mestre os sumarissimos não deviam ser executados nestas situações tão óbvias?

    ResponderEliminar
  11. Desculpa lá, mas no jogo da luz houve influência no resultado. Eventualmente, a jogar com 10, os corruptos não marcariam mais golos...

    ResponderEliminar
  12. Duas entradas dignas de lampiões FDP como são e mais uma vez a habitual protecção dos padres...

    ResponderEliminar
  13. Portanto, em 3 jornadas os padrecos & meninos queridos já perdoaram duas expulsões ao Eliseu e quase conseguiram dar cabo do vídeo árbitro. Fora os perdões aos outros caceteiros da porta 18...

    Que miséria...

    ResponderEliminar
  14. Este mestre está cada vez mais um artista!
    Então no jogo dos vossos aliados não existe uma agressão à Slimani do Maxi a um adversário que se isolava? Essa não interessa referir pois fere os sentimentos dos aliados? O mestre não era assim tão fundamentalista. O Saraiva já comanda o blogue?
    E no jogo contra o Guimarães, os penaltis cometidos pelo Coates e pelo Bas? Empurrões na grande área? Ou só contam os os que o Bas simula na área contrária?
    Se existe algo de que não podem reclamar e tem sido o vosso principal aliado é o VAR. Tudo o resto é conversa para os seguidistas que já comentaram ou que irão comentar dizerem Ámen.
    #verdeárbitro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh rena pede para cagar e sai de cena, só debitas verborreia.

      Eliminar
    2. Não te tinhas posto a andar deste blogue chifrudo?
      Voltaste para quê?
      Só dizes merda anormal...

      Eliminar
    3. As ténues tentativas de diluir as malfeitorias da sacristia são a vossa típica estratégia. Mostra lá os lances que referes. "Conversa" é aquilo que vens aqui fazer

      Eliminar
  15. A ideia passará por , em lances por demais evidentes o VAR não actuar.
    O burburinho rapidamente passará a reclamação forte.
    O VAR perderá valor e crédito.
    Nem será preciso falar de como o souzinha trata o Sporting, é ele e o só ares, sabem bem que para manterem os lugares o que devem fazer e ser só mais um padres a não querer perder a chance de serem bispos queridos.

    Passa-se o mesmo na Bélgica.

    Mas quem poderia esperar outra coisa quando quem manda no VAR é o joão "mão de ronny" ferreira, com a muleta lucilia "do peito é mão" mais o gomas na testa ?

    O futebol esta minado pela organização e estendem os tentaculos a todos os lados sem vergonha nenhuma.

    Só mais um exemplo do que se passa no futebol.

    http://misterdocafe.blogspot.pt/2017/08/fernando-veiga-gomes-mais-um.html

    Não sei o que será preciso para existir competição desportiva em portugal mas essa hoje em dia não existe.
    Existe uma organização que comanda o negócio recorrendo a todos os meios muito pouco sérios que dispõe e nada nem ninguém se atreve a sequer incomodar a organização, estão praticamente todos a mamar e ninguém quer largar a teta.
    600 .
    Dá para tanto.

    ResponderEliminar
  16. Quem dá como referência o blogue mais cego seguidista da causa esverdeada, está tudo dito. O próprio Saraiva a falar? Mas isso é blogue de referência para alguém isento?

    ResponderEliminar
  17. Estou com o Gnitro

    Isto deve para descredibilizar o VAr e dentro de pouco dizer não altera muito , é caro e tal.... Desiste-se

    ResponderEliminar
  18. O VAR foi bom acima de tudo para os homens do apito. Agora podem fazer carreira até mesmo depois de já não terem condições fisicas para exercer no terreno. Eram o pato feio da indústria... quando o recomendável era que ninguém desse por eles, eles não resistiram aos holofotes e decidiram fazer parte do show. Notou-se como se atiraram para colunas de opinião e paneis de Tv em busca de audiência, fama e proveito. Agora, já não precisam de se sujeitarem a tanto, sabem que quando arrumarem as chuteiras têm um cargo à espera e possivelmente boas condições para continuarem a alimentar-se do jogo. Já que comem todos, porque não também eles!?
    Quanto a discusão e polémicas, os erros evidentes vão ser eliminados, os outros, os que suscitavam polémica entre adeptos vão continuar e aliás, vai ser pior, agora o juiz não vai poder dizer "não vi" e também quem está de fora não vai poder dizer "tinha um jogador na linha de visão, possivelmente não viu", não, agora vai ser evidente uma de duas coisas, premeditação ou incompetência! Estará o nosso "mundinho nacional" do futebol preparado? Falo da estrutura FPF e Liga, os comedores!

    ResponderEliminar