quarta-feira, 15 de novembro de 2017

A 'atitude' de Mathieu

Jérémy Mathieu deu ontem uma interessante entrevista ao programa Porta 10A, na Sporting TV. O jogador francês falou de vários temas, como a integração e adaptação ao Sporting e a Portugal, bem como as suas metas para a ponta final da sua carreira.

As palavras de Mathieu são um espelho da imagem que tem deixado nestes quatro meses ao serviço do Sporting: é um atleta altamente profissional, ambicioso e que, ao contrário do que muitos temiam,  veio para o Sporting totalmente motivado para continuar a conquistar títulos. Mathieu já foi campeão europeu e mundial pelo Barcelona, mas tem sido fácil perceber, pela sua postura em campo, que não veio para o campeonato português para usufruir de uma espécie de pré-reforma.

É sintomático que Mathieu tenha destacado a atitude como fator mais importante para se vencer no futebol. Se a sua qualidade enquanto central tem sido uma evidente mais-valia para o clube, aquilo que, a meu ver, tem conquistado os adeptos é, precisamente, a mentalidade demonstrada: mantém-se imperturbável sob pressão e não hesita em dar o exemplo aos colegas quando é preciso ir para cima do adversário.

Fica aqui um pequeno resumo da entrevista, preparado pelo Sporting Grande Jornal:


Não foi preciso muito tempo para percebermos o tipo de jogador que Mathieu é. A única incógnita que permanece - e que nunca se dissipará devido ao seu historial clínico - é a questão física. Mas se Mathieu conseguir evitar lesões graves durante estes dois anos de contrato e se mantiver a bitola exibicional ao nível que tem estado, "arrisca-se", de caras, a ser dos melhores centrais que já tive o privilégio de ver jogar no Sporting.


11 comentários :

  1. Esqueceu-se de mencionar o título vergonhoso do jornal ‘Ojogo’ onde o Mathieu diz que está insatisfeito.. por não estar em 1.º!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eh eh, também notei essa nos truques da imprensa portuguesa

      Creio que a maioria das pessoas pensam duas vezes depois de lerem qualquer "noticia" dos pasquins mas é preciso não os deixar propagar a mentira, uma das doenças da sociedade de hoje.

      Eliminar
    2. O Jogo é particularmente fértil nessas brincadeiras... acho que vou começar uma rubrica dedicada a isso. :)

      Eliminar
  2. Excelente jogador, basta manter a qualidade que tem apresentado para atingir esse estatuto. E também é importante pelo que pode transmitir aos mais novos.

    Terminar a carreira, significa prolongar além do contrato que ele tem? Não seria barato claro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com a idade e o historial dele, e considerando que é um jogador caro, a haver renovação terá de ser no final do 2º ano de contrato... mas seria um excelente sinal se essa renovação acontecesse.

      Eliminar
  3. São destes jogadores que necessitamos para dar força ao Balneário. Grande atitude de um jogador sério, mostrou na entrevista estar comprometido com o projeto Sporting.
    Se fosse um jogador do Carnide a dizer o que Mathieu disse ontem na nossa televisão, hoje era primeira pagina do jornal a BOLHA ou do RASCOFF, mas não…. É melhor pegar no tema Alan Ruiz, porque o W. Carvalho e o Bryan Ruiz já estão resolvidos e temos é que destabilizar o Sporting. É por isso que tenho muito orgulho de não alimentar estes pasquins cartilheiros dos diretores como o Serpas, Delgados, Farinhas, Guerras e muitos outros, devem estar com o rabinho bem preso aos corruptos e já não tem vergonha e muito menos RESPEITO PELOS SPORTIGUISTAS .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, fosse de outro clube e seria assunto principal na capa de caras.

      Eliminar
  4. O Mathieu é um excelente jogador e profissional, o melhor central que temos, o verdadeiro patrão da defesa.
    Espero que tenha sorte para não ser afetado por lesões, mas isto qualquer jogador necessita.


    Off-Topic

    Ainda ontem estive a ver o Tempo Extra e acho inadmíssivel o ataque que o Rui Santos está a fazer ao Sporting e ao seu Presidente.
    Esta gente indigna-se mais com as palavras que o Bruno de Carvalho usa, do que com os atos de exercícios de influência que outros presidentes usam, onde todos os dias estamos a conhecer novos casos. Ainda não vi um ataque acérrimo a esta gente que com o seu polvo move tudo e todos.
    Agora como estão gravemente implicados, já estão a colocar também o clima de corrupção no FCP e, não me espanta, se arranjarem algum caso para o Sporting...

    Goste-se ou não da linguagem do BdC, que é estratégica (por vezes preferia uma postura mais low profile), o certo é que com falinhas mansas, como tivemos em anteriores presidentes, fomos sempre comidos. Possivelmente a postura que o BdC está a ter seja a mais correta para esta altura.

    Deixem o BdC fazer o seu trabalho em paz e malhem nos corruptos que temos nos outros lados... Tenham coragem... Ou será que não estão suficientemente livres para isso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rui Santos dispara em todas as direções, o que lhe interessa são audiências, pelo que quanto mais sensacionalista, melhor. Tem coragem, mas o facto de não ter critério a escolher os assuntos realmente importantes acaba por lhe retirar credibilidade.

      Eliminar
    2. Mas pronto, é uma característica generalizada da nossa imprensa desportiva: não se incomodam que se roube e corrompa no futebol português, o importante é que as pessoas não sejam desagradáveis nas intervenções públicas.

      Eliminar
    3. Eu também preferia que o BdC não se expusesse tanto, ele é quem perde mais, mas põe os interesses do Sporting sempre à frente. Isto com falas mansas não vai lá. Os presidentes que tivemos nos últimos anos foram todos "comidos". Se calhar a estratégia do BdC está correta.
      Pinto da Costa quando entrou era pior que o BdC, o Vieira a mesma coisa, mas como não sabe falar, põe o batalhão de encartilhados a fazê-lo. Isto é bem pior que os discursos do BdC...

      Eliminar