terça-feira, 22 de outubro de 2013

A última Coca Cola do deserto...

... é Ivan Cavaleiro. A presença num treino da equipa principal já dá direito a destaque no site do Record, que continua a sua intensa campanha de endeusamento de Luís Filipe Vieira e dos jovens que o presidente está a promover, contra tudo e contra todos (nomeadamente contra Jorge Jesus).



Eis tudo aquilo que não se deve fazer na promoção de um jovem da formação à equipa principal. Em vez de deixar que Ivan Cavaleiro faça o seu processo de adaptação ao futebol sénior e ao plantel principal, tem mais atenção dos jornais que os principais jogadores da liga, de tal forma que Montero, Jackson e Cardozo parecem figuras secundárias.


O empolamento por parte da comunicação social de novos heróis para a nação benfiquista não é um fenómeno novo. Este ano já tivemos Fejsa (que ao fim de dois jogos já era considerado melhor que Javi García) e Markovic (por quem os grandes da Europa estão loucos). No ano passado tivemos Artur, André Gomes, Matic, Lima, Sálvio, Gaitan, Garay, Enzo Peréz, cada um com ofertas de milhões por essa Europa fora. Faz parte do folclore, uma bolha informativa que sempre existiu, alimentada todos os dias pelas capas dos jornais desportivos.

O que é novidade é a campanha absolutamente descarada que o Record faz pela presidência de Luís Filipe Vieira. A parceria com a CM TV e a Cofina deveria estar a incomodar os benfiquistas não seguidistas do seu presidente, ainda por cima a fazer concorrência à própria Benfica TV, que no ano de arranque a sério necessitaria de todos os conteúdos exclusivos que pudessem interessar aos seus adeptos.

Num ano em que a prestação desportiva está abaixo das expetativas, acumulando-se às recentes desilusões desportivas da última temporada, tudo serve para mascarar um interminável conjunto de promessas não cumpridas por Luís Filipe Vieira, que não tem problema em passar a responsabilidade dos fracassos para outros. Diz que sonha estar na final da Liga dos Campeões, e ao mesmo tempo acrescenta que Jesus tem à disposição o melhor plantel dos últimos 30 anos -- logo, se o Benfica não chegar lá, LFV não poderá ser o responsável. Disse na campanha eleitoral que com ele o Benfica vai ganhar 3 campeonatos em 4, mas ao primeiro fracasso diz que não pode ser julgado pelos resultados desportivos porque não dá pontapés na bola. Diz que não percebe nada de futebol, mas o que sai para fora é que é o próprio LFV que anda a segurar os jovens da formação, e a insistir no seu lançamento na equipa principal. Quando a contestação aumenta, de repente lá aparece Rui Costa a fazer umas declarações para entreter o pagode. Se dá jeito que um jovem jogador apareça nas luzes da ribalta, então envie-se o jovem às feras, em vez de lhe darem tempo e condições para se impor gradualmente na equipa principal.

Junte-se esta campanha propagandista a todas as alterações de estatutos que fez no passado, e não se tenha dúvidas que Luís Filipe Vieira está para ficar. E enquanto se discutem estas últimas Coca Colas no deserto, as atenções vão-se desviando de outras Cola Colas no deserto mais incómodas para o presidente do Benfica.


5 comentários :

  1. Não esquecer o grande Harramiz e o seu golo ao Sporting na Taça da AFL :D

    Aparentemente agora só serve para o JJ enfiar umas palmadas e descarregar as suas frustrações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão Ajorge73, Harramiz também teve o seu momento de glorificação. Se calhar só não teve direito a muitas capas de jornais porque os B's do Sporting ganharam e não dava jeito que a imprensa andasse a recordar demasiado esse facto. :)

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
  2. «Melhor que Ivan Cavaleiro só Salvio» - Norton de Matos

    Estes gajos são tão divertidos...é por estas e por outras que, não interessando a posição que o meu clube ocupa, para mim são sempre motivo de gozo.

    É uma constante atitude labrega, insultuosa e ignorante que é de brandar aos céus a rir. Eles não vão conseguir ganhar respeito com esta atitude...eu sei que há benfiquistas e benfiquistas mas o eterno apoio da comunicação social a ESTE benfiquismo em particular ajuda para que o clube seja o que é: labrego e ignorante.

    Bem sei que há quem se insurja contra isto (benfiquistas) mas, para gáudio meu e de muitos outros, até estes são insultados.

    Enfim...

    VIVA O SPORTING!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Whiplash, como eu gostaria de estar presente para ver a reação do Ola John, Gaitan ou Markovic quando tivessem conhecimento desta declaração do Norton de Matos! É de facto um arraial de disparates interminável. A fasquia vai subindo de hora em hora, pelo que durante esta semana ainda vamos ter alguém a colocar Ivan Cavaleiro ao nível de estrelas mundiais como o Balotelli (mas só nas coisas boas, as más não). Um abraço.

      Eliminar
  3. Acho que não me expliquei bem na última frase digna desse nome. O que eu quis dizer é que há benfiquistas que se manifestam contra este tipo de benfiquismo mas são, desde logo, insultados por não serem "verdadeiros benfiquistas", nem "à altura da glória do benfica" ou mesmo da "chama imensa"...

    Siga a marinha...

    ResponderEliminar