sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Balanço das arbitragens: 12ª jornada

Benfica 2-2 Arouca (Rui Costa)
14' - Bruno Amaro joga a bola com o braço, o árbitro não assinala penalty - não é possível saber em função das imagens apresentadas; é indiscutível que existe falta, mas não é possível determinar com certeza se é dentro ou fora da área
36' - Ceballos cai na área após contacto com Maxi Pereira, o árbitro não assinala penalty - decisão correta, há contacto mas não parece ser o suficiente para derrubar o adversário
82' - Sulejmani cai na área, o árbitro assinala penalty - decisão errada, não parece haver qualquer contacto que provoque a queda do jogador do Benfica
=: o penalty mal assinalado acaba por ter influência direta no resultado pois esteve na origem do golo do empate, quando faltavam apenas 10 minutos para o final (2)

Gil Vicente 0-2 Sporting (Jorge Sousa)
38' - Gabriel acerta com os pitons na canela de Adrien, o árbitro não mostrou nenhum cartão - decisão errada, o jogador devia ter sido expulso
55' - Luan dá uma palmada na cara de André Martins, o árbitro mostra cartão amarelo - decisão errada, o jogador do Gil Vicente devia ter sido expulso pois trata-se de uma agressão
61' - Pek's faz uma entrada violenta por trás sobre William Carvalho, o árbitro expulsa o jogador do Gil Vicente - decisão correta
=: os erros cometidos acabaram por não ter influência no resultado


Porto 2-0 Braga (Paulo Baptista)
75' - Custódio faz um carrinho dentro da área para afastar a bola, Carlos Eduardo cai, o árbitro não assinala penalty - decisão correta, Custódio joga apenas a bola
79' - No 2º golo Jackson salta sobre o defesa do Braga, que acaba por cair, o árbitro validou o golo  - decisão correta, não há qualquer falta
=: não existiram erros críticos com influência no resultado

Resumo da jornada




Acumulado da época


Classificação




Jogos com arbitragens com influência no resultado


2 comentários :

  1. antes de mais, admito q tenho maior noção dos erros nos jogos do sporting pq são os q vejo na íntegra. assim, acho incompleta a análise dos erros do sporting-benfica. é verdade q há falta p penalty do mauricio sobre o cardoso, mas o lance é antecedido de lançamento irregular do cortez q pisa a linha, irregularidade q cometeu várias veze durante o jogo e que, apesar de fácil de avaliar, pasou sempre incólume. ao sílvio continua a permitir-se o mesmo. o golo do benfica surge de uma falta inexistente. sendo o lance bem avaliado, a posse de bola era do sporting e n havia golo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, quando comecei este tipo de contabilização procurei limitar-me a erros de arbitragem em situações críticas: foras-de-jogo que dão origem a golos, faltas para penalties não assinaladas, penalties incorretamente não assinalados, cartões vermelhos por mostrar ou injustamente mostrados.

      Não considero faltas e cantos mal assinalados, ou lançamentos mal marcados como erros críticos, porque não têm uma grande probabilidade à partida de dar em golo.

      Por exemplo, o 2º golo do Benfica contra o Rio Ave resultou de um livre mal assinalado, mas não o coloquei na lista de erros críticos.

      É uma opção que reconheço que seja discutível. Limitando o tipo de lances a analisar fica mais fácil fazer análises completas dos jogos de Sporting, Porto e Benfica (baseando-me nos lances que o Dia Seguinte e o Prolongamento mostram).

      Aliás, todo este exercício que faço é altamente subjetivo. Dificilmente duas pessoas concordarão em 100% dos lances polémicos. Mas para tentar reduzir os meus erros, faço duas coisas: só faço esta análise alguns dias depois dos jogos, para reduzir o fator emocional, e leio e vejo as opiniões que muitos comentadores fazem aos lances. E, claro, tento ser o mais honesto possível, despindo tanto quanto possível a pele de sportinguista quando olho para os lances (se é que tal coisa é possível).

      Obrigado pelo seu comentário e um abraço.

      Eliminar