segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Para quem tiver 5 minutos para dispensar

Provavelmente já leram, mas deixo aqui dois links bem interessantes para quem não tenha tido oportunidade de ver.

Slimani, o trunfo - por Nuno Travassos, Maisfutebol --> LINK
Memórias do futebol de rua - por Rui Pedro Silva e Carlos Monteiro, jornal i --> LINK

2 comentários :

  1. O adro da Igreja é o meu local preferido. Ainda hoje, já com idade para ter mais juízo, não resisto a ir lá dar uns toques de quando em vez.

    Hoje em dia, basta estarem meia dúzia de putos atrás de uma bola, que aparece logo uma autoridade qualquer para acabar com o jogo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu jogava nas traseiras de um conjunto de prédios que tinha uma estrada sem saída, quase sem movimento de carros. Hoje não dá, é só carros estacionados por todo o lado. Mas este artigo despertou boas memórias, e é engraçado como quase todos aqueles episódios também me aconteceram por inúmeras vezes (a bola para o quintal, vidros partidos, bola a bater com estrondo na garagem que levava o dono a ameaçar chamar a polícia).

      Eliminar