sexta-feira, 16 de maio de 2014

Capas que não fizeram história, nº 35: Filhos e enteados

A pré-convocatória de 30 jogadores que Paulo Bento divulgou na terça-feira veio dar razão aos que acreditam que existe má vontade por parte do selecionador em relação aos jogadores do Sporting. Ao mesmo tempo, dá a ideia que se sente o dever de selecionar qualquer jogador do Benfica que faça alguns minutos pela equipa principal.

Não é novidade nenhuma.

Por exemplo, em fevereiro de 2012, Nélson Oliveira conseguiu a proeza de alcançar a sua 1ª internacionalização sénior contra a Polónia numa altura em que tinha sido utilizado pelo Benfica no campeonato em apenas 77 minutos. Só depois de ter chegado à seleção é que teve oportunidade de ser titular no campeonato e de ser utilizado na Liga dos Campeões.
Março de 2012

A verdade é que Nélson Oliveira foi mesmo um dos 23 jogadores convocados para o Euro 2012, apesar de ter sido utilizado 390 minutos no campeonato inteiro (que corresponde a pouco mais de 4 jogos completos), 43 minutos na Liga dos Campeões, e 330 minutos na Taça da Liga.

Apesar de achar arriscada a presença de Nélson Oliveira na fase final de uma competição desta importância, compreendi a decisão de Paulo Bento. Tratava-se de um jogador com muito potencial para a posição cronicamente mais deficitária da nossa seleção. Fazia sentido dar-lhe rodagem e calo nestas grandes competições, encarando-a como uma aposta para o futuro. Está visto que o investimento esfumou-se.

Já no início de 2013/14, Paulo Bento teve várias decisões dentro da mesma linha. No princípio de setembro, na convocatória para o jogo na Irlanda do Norte, chamou Rúben Amorim (que tinha 93 minutos de utilização no Benfica), deixando Adrien de fora (264 minutos). Adrien seria depois chamado para render o lesionado Rúben Micael, mas não foi utilizado.

No princípio de outubro convocou para os jogos com Israel e Luxemburgo André Almeida (que jogaria os 180 minutos) e Cédric (que não foi utilizado). Na altura da convocatória, Cédric tinha 630 minutos (totalista nos jogos do Sporting), e André Almeida tinha 117 minutos para o campeonato e 180 minutos para a Liga dos Campeões. Mais polémico foi o facto de nem sequer ter convocado William Carvalho, que já era um dos jogadores em destaque no Sporting (melhor jogador jovem de agosto / setembro, 2º melhor jogador de agosto / setembro da Liga). 

William seria convocado na oportunidade seguinte, no play-off com a Suécia, e foi lançado às feras logo após os suecos terem feito o 2-1 e estarem a um golo da qualificação para o mundial. Felizmente para William, o jogo correu bem e até esteve na recuperação de bola do lance que daria o 2-2.

No final de fevereiro foi a vez de Ivan Cavaleiro se estrear na seleção principal, apesar de ter jogado 12 minutos na equipa principal do Benfica para o campeonato nos dois meses anteriores. Ficámos a saber que a utilização frequente numa equipa B também é um critério a ter em conta numa convocatória da nossa seleção.

Infelizmente é isto: enquanto a uns basta-lhes envergar um determinado símbolo ao peito para serem chamados por Paulo Bento e entrarem na estatística como internacionais, a outros não é suficiente serem dos melhores da Liga na sua posição.

O que estará na base desta discrepância de tratamento de Paulo Bento?

Critérios exclusivamente técnicos? Ninguém acredita nisso.

Ressabiamento dos seus tempos de treinador do Sporting? Tentativa de satisfazer os adeptos do Benfica de forma a apoiarem mais a seleção? Uma forma de agradar aos superiores hierárquicos?

Quem souber que responda.

15 comentários :

  1. Eu já defendi tanto o Paulo Bento, mas começa a ser difícil perceber os critério que utiliza para convocar jogadores. O Adrien não é um dos 30 melhores?
    Acho que ele não tem razoes para estar ressabiado em relação ao Sporting. Se está, então é ingrato. A teoria do Jorge Mendes também não cola. Acredito mais em pressões dentro da federação ou por parte de certos clubes. Sempre houve muita coisa esquisita nos bastidores da selecção. Independentemente das razōes, desiludiu-me. Mas vou sempre apoiar a Selecção. Dava-me jeito esmigalharmos os EUA na fase de grupos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual, Marisa. Também o admirava pela postura que tinha enquanto treinador do Sporting, pela forma como saiu, e pelo discurso correto que sempre teve. Mas estas convocatórias, à falta de explicação pelas opções incompreensíveis que vem fazendo, fizeram-no cair muito na minha consideração. As tais pressões de que falas são uma explicação que tem grandes hipóteses de ser verdade -- o que também vai contra aquela imagem que tinha de Paulo Bento como uma pessoa que pensava pela sua cabeça e não admitia ingerências no seu trabalho.

      De qualquer forma, quando o mundial começar também estarei a apoiar e a sofrer pela seleção como se um jogo do Sporting se tratasse.

      Eliminar
    2. E temos contas a ajustar com os americanos, Marisa. Ainda não me esqueci de 2002... :)

      Eliminar
    3. Se não estivermos a perder 3-0 aos 20 min vai ser mais fácil :)

      Eliminar
  2. Em relação aos 4 pré-convocados do Benfica, acho que estamos todos de acordo que o Ruben Amorim, não merece contestação. Agora em relação aos outros três, por amor da santa, esses jogadores jogam na equipe B, e só jogam na equipe A, quando alguém está lesionado, castigado, ou o Jesus querer fazer descansar os titulares, porque ainda se viu na final da Liga Europa, a confiança que o treinador tem neles. O André Gomes, andou lá a encher chouriços, o André Almeida, embora um jogador aguerrido, não acrescentou nada aquele lado direito, e o Ivan, esse coitado, deve ser dos que "ainda tem que nascer mais 10 vezes". Decididamente o Jesus, tendo todos os titulares disponíveis, estes três não calçam, na equipe A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. F. Pais, há cerca de dois meses o Rui Pedro Braz defendia que o Amorim tinha prioridade sobre o Adrien por ser suplente do Enzo. Segundo esse raciocínio, o Cavaleiro, que é suplente do Gaitan, Sálvio, Markovic, Sulejmani, e até Maxi, provavelmente até deveria tirar o lugar ao melhor Nani.

      Basta olhar para os minutos de campeonato (prioridade nº 1 de Jesus) que fizeram Almeida, Gomes, e Cavaleiro. São 3ªs opções ou pior nas suas posições.

      O Sílvio, se estivesse apto, teria lugar na seleção, na minha opinião. Tal como tem o Amorim. Agora, os outros é mesmo para preencher uma quota qualquer.

      Eliminar
  3. Mestre, o mundial de 2010 foi o mundial do Coentrão e o Euro 2012 foi o Euro do Nelson Oliveira, porque o beifica não tinha lá mais ninguém. Lembras-te da histeria dos media por causa destes gajos? Até ofuscava o Ronaldo, que é muito mais de meia equipa de Portugal. Uma VERGONHA!

    E o cabrão do Paulo Bento está a fazer ao Adrien o que o Queiroz fez ao Moutinho. E depois deu no que deu. Olho bem aberto!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então não me lembro? Até admira que o Paulo Bento não tivesse colocado o Nélson Oliveira a titular no lugar do Postiga. Se dependesse dos media, era certinho que aconteceria.

      Eliminar
  4. Quando um treinador é agenciado pela mesma pessoa que compra jogadores em janeiro, de forma a injectar capital no clube mais que tudo de Portugal, que depois convoca esse mesmo jogador (que passou a maior parte da época na B ou sentado no banco) deixando de fora Adrien que apenas realizou provavelmente a sua melhor época de sempre... e que opta ainda por chamar o João Mário...

    Se calhar é mesmo falta de vergonha na cara, o problema do PB. Falta de coluna, portanto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mordoga, a chamada do João Mário é aquilo que me deixa com a certeza absoluta que o Paulo Bento tem algo de pessoal contra o Adrien. Não se faz.

      Eliminar
  5. As selecções não interessam nada, além de desvalorizar os jogadores prejudicam desportiva e financeiramente os clubes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda és vivo???

      Andavas com a tua teoria n'O Cacifo do Paulinho, e agora andas a cospurcar aqui...

      Mestre, cuidado com este multi-nicks,é um anti sportinguista primário que fugiu duma ala psiquiátrica...

      Eliminar
  6. A razão é porque ele não é tão parvo como parece à primeira vista...

    ResponderEliminar
  7. mau feitio , teimosia, e dificuldade em aceitar criticas/outros pontos de vista..
    ou seja : deformação psicológica .O gajo tem nuito mau feitio....perguntem ao Dany eheh !!!!
    Tirem lhe o CR7 e não vejo a nossa selecção (do Paulo Bento) a jogar para mais do que perder por poucos......nem para empate chega!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, isto vai depender muito do que Cristiano Ronaldo conseguirá fazer. Tirando algumas exceções, os outros são pouco mais que figurantes. Um abraço.

      Eliminar