segunda-feira, 6 de junho de 2016

"Justiça poética" by Cavinato

Vídeo imperdível do blogue Com quem é que joga o Sporting?

LINK

Perante isto, o treinador do Braga, Paulo Tavares, devia abster-se de falar de cultura desportiva, independentemente da razão que possa ou não ter nas queixas que fez no final do jogo de ontem.

33 comentários :

  1. O quarto (do) grande...


    Era uma vez um braguilha,
    lá do norte os lã-piões...
    Estavam sempre de rodilhas
    Pelos vouchers dos ladrões!

    Tinham um gajo presidente
    de seu nome Salvador
    Andava ele sempre contente...
    P'los fellatios ao seu amor.

    E na pedreira com Paixão
    por um gangster de bigode:
    davam o cu e meio tostão
    para entrarem no pagode!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rute, uma lady tem tanto direito a fazer poesia como um macho, mas... isso diz-se?!...

      Eliminar
    2. Como se costuma dizer, quem recita a verdade não merece castigo.

      Eliminar
    3. Liondamaia...

      estamos no século xxi

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. hoje o serviço anda uma beca parado...

      Era uma vaca leiteira
      com arcaboiço e Estrutura:
      dando o lombo à usura,
      chafurdando na estrumeira!

      E havia muito avençado,
      Fundos, factoring e comissões…
      No clube do milhafre
      só havia gaviões.

      Eliminar
    6. Oh Nandinho,

      Mas nao tinhas pedido o post?
      Estas chateado porquê?

      Eliminar
    7. Mais uma vez, 5 estrelas, Rute looooool

      Fernando Gonçalves, como com quatro palavrinhas apenas se identifica facilmente um reles lampião...

      Eliminar
    8. o nandinho é como o Cu-dolfo a dias:

      sempre com as mães no pensamento, acham que as raparigas são todas umas putas com vontade de lhes espetar um dildo no cu...

      coitados...

      Eliminar
    9. Está encontrada a vencedora do segundo lugar do prémio Camões:
      Rotinha Bicoito, a poteísa ou poetisa ou lá o que é do Bairro alto.

      Eliminar
    10. É poetisa que se diz, ignorante lampião.

      Eliminar
  2. Aquela segunda parte foi de levar à loucura com tantos golos fáceis falhados. Mas felizmente houve justiça

    ResponderEliminar
  3. Sobre o vídeo: um título, um jogador, uma palavra: classe!

    ResponderEliminar
  4. O Paulo Tavares teve razão no que disse. Mas, antes de o dizer, devia passar pela experiência de ir jogar a braga como visitante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estive quase a ter pena dele. Mas depois lembrei-me do anti-jogo constante e isso passou-me.

      Eliminar
  5. Sgt.Elias do filme Platoon?
    Nem o melhor William Defoe conseguiria tamanha interpretação.... :-)

    ResponderEliminar
  6. Este jogo , foi um jogo de treino para o que ai vem.
    Nada melhor do que treinar com benfiorto do norte quando se sabe que se vai jogar com o benfiorto do sul.

    Ou será que é melhor dizer, um dos benfiortos?
    É que hoje em dia há tantos que fica confuso!

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. qualidades tem
    mas os defeitos ainda superam as qualidades.

    o espalhafato e a aldrabice prejudicam a própria equipa.
    como se viu, bastou sofrer um golo e dali em diante entraram quase todas.

    ResponderEliminar
  9. Teve a escola do Carnide, nada mais a comentar.

    ResponderEliminar
  10. Aquela bola por debaixo das pernas e as lágrimas do Vítor Hugo fizeram-me o dia.
    Ambiente incrível.
    Se quiserem ser respeitados... Bela malha nos lampiões do Norte, mais uma. Próxima vez que se apanhem a ganhar por 1-0 ao Sporting, já sabem... Não marquem mais nenhum.

    Braga, são uns cagões.
    Festejam os golos dos lampiões.

    ResponderEliminar
  11. Isto é só mais uma prova que o Futebol de 11 também devia ser como o Futsal no que diz respeito ao tempo útil de jogo.
    Com 30 minutos para cada lado, com o relógio a parar a cada interrupção, estou certo que existirão mais "justiças poéticas".

    ResponderEliminar
  12. Estamos a ser injustos é claro nas imagens as cuspidelas dos adeptos do Braguilha na 1º parte dai tantas limpezas do piso!!!

    Agora mais a sério quem ganhou o concurso da cuspidela no lampião do norte !?

    ResponderEliminar
  13. entretanto... Vale e Azevedo saiu hoje da prisão!

    ... Vieira... já há lugar pra mais um

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele só saiu para ficar vago o lugar destinado ao PPC.

      Eliminar
    2. O PPC teve pena suspensa, por isso não vai dentro. Mais depressa vai para lá um dos muitos dirigentes e ex-dirigentes do Carnide para essa vaga.

      Eliminar
    3. quais bairros altos, cu-dolfo!!!

      por acaso um amigo meu, panelas como tu, vem até cá acima ao primavera.

      queres que te apresente um gajo fofinho?
      não exageres na conversa do futebol, que ele é do bloco de esquerda.
      aproveita. faz como o Vale e sai do armário

      Eliminar
    4. no concerto do brian wilson. que é que dizes?

      eu sou aquela miúda com um casaco da torcida: verde com 2 listas brancas nas mangas

      Eliminar
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  15. O Tavares é um aldrabão mentiroso. Esse artista disse que tinha sido escarrado pelos adeptos do Sporting durante o jogo todo até se apanharem a ganhar. Mas há vários planos da camisola dele à frente e atrás durante esse tempo e não está lá nenhum escarro. E mesmo quando acusava em directo, não mostrou nenhuma prova de que estava "todo molhado por trás".

    Depois uma contradição no próprio raciocínio. Disse que os adeptos do Sporting não pararam de os provocar até se apanharem a ganhar, mas a verdade é que só houve confusão com o banco dos suplentes DEPOIS do Sporting já estar a ganhar. Então esse senhor não se queixava enquanto esteve a ganhar (e até complementava a nojice que o Vitor Hugo estava a fazer em campo) mas só se queixou quando alegadamente os adeptos do Sporting já se tinham deixado disso?

    E sim, é para acreditar que o pessoal da central estava na provocação. Não é pessoal do topo onde estavam as claques organizadas, mas sim o pessoal da central. Pelo malta que estava lá comunicou mais tarde, a confusão (após o Caio Japa marcar) foi porque um dos jogadores do Braga insultou os adeptos (e depois vê-se vários adeptos a apontar para um desses jogadores) enquanto o árbitro foi lá ver o que se passava.

    O Vitor Hugo teve o que mereceu, justiça poética x1000. Fez anti-jogo enquanto estava a ganhar e empatado, sempre a interromper o jogo ao atirar-se para o chão e a pedir para limparem (esse vídeo nem tem todas as instâncias em que o fez). Mas quando as claques tiraram a rede e quando o Braga se apanhou a perder, deixou-se logo dessas palhaçadas. O Marcão e o Nuno Dias toparam-no bem, fizeram uma palhaçada igual no final do tempo regulamentar e no final da 2a parte do prolongamento.

    Que vão queixar-se de falta de cultura desportiva em frente a um espelho. O Tavares deve estar a ver o caso mal parado com a parceria braguilha - universidade do Minho. Meteu as culpas da derrota do Braga na suposta batotice dos adeptos do Sporting e depois fartou-se de passar graxa na parceria com a universidade.

    Muitas vezes, o Sporting é injustiçado pelo destino, mas neste caso não foi.

    ResponderEliminar
  16. Cuspidelas, derrubarem a rede, vale tudo naquele pavilhao. Mas quando o Marcao fez o mesmo ja acharam bem? Ou Quando o nuno dias agarrou a bola.
    Sao os viscondes em todo o seu esplendor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale tudo não, simplesmente acabou-se a mama.

      Eliminar