quinta-feira, 10 de novembro de 2016

"A história de 13 campeonatos"

Retirado da página de Facebook O Meu Sporting: LINK


Este artigo foi publicado na edição de 8 de maio de 1954 do Jornal Sporting, onde se contabilizam como campeonatos ganhos, de forma absolutamente clara, todos os títulos conquistados antes da mudança do formato da competição.

Ou seja, quinze anos depois da mudança de formato, a contagem de títulos era igual à que o Sporting agora recuperou. Não é o Sporting que está a fazer um revisionismo dos campeonatos conquistados. Revisionismo é o que se pode chamar ao momento em que se deixou de considerar os títulos conquistados até 1937/38. E mais escandaloso ainda é aquilo que foi feito há cerca de dez anos, quando se começou a considerar quatro edições experimentais, a quem ninguém dava importância, como troféus equiparáveis aos principais títulos do futebol português.

Aproveito para recomendar, a quem ainda não o fez, a leitura do trabalho de investigação levado a cabo pelo blogue Com Quem Joga o Sporting? sobre este assunto: LINK.

42 comentários :

  1. Não me parece q um "jornal" ligado ao Scp seja uma referencia credivel para qlq debate ou analise.
    Não q se tenha ou nao razão....apenas podemos ser acusados de uma visão inclinada devido À fonte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, é apenas mais um elemento que se junta a muitos outros (que podem ser vistos no link do último parágrafo), das mais variadas naturezas.

      Eliminar
    2. E existem fontes não inclinadas?!

      E então, vamos ficar calados, porque podemos ser facciosos?

      Factos são factos
      Argumentos são argumentos.

      E aqui só há um.
      Mudou -se ou não a história?!
      Tudo o resto é ruído.
      Há ou não factos mais do que suficientes para afirmar que se mudou a história?!

      Eliminar
  2. Só acradita quem quer alterar a história e desviar atenções para os assuntos do momento.
    Até a sportingTV confirma o número 18:
    http://hugogil.pt/sporting-tv-admite-que-o-sporting-tem-18-campeonatos/
    Tal como Rui Tovar, no seu Al Manaca:
    http://blogvisaodemercado.pt/2016/10/rui-tovar-confirma-frente-bruno-carvalho-sporting-so-18-campeonatos/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tens dúvidas vai à Biblioteca Nacional e consulta os jornais da época.

      Eliminar
    2. A opinião do Rui Miguel Tovar é respeitável, de alguém a quem reconheço imparcialidade mas com que, neste caso, não concordo. Agora, o Visão de Mercado e o Hugo Gil...

      Eliminar
    3. ainda não percebi porque se o teu clube aka orelhas, se deu ao luxo (tripapalhadas fez o mesmo) de mudar a data de fundação e aumentar o numero de títulos, e a vocês faz uma enorme comichão, esta direcção do sporting aumentar o numero de títulos, não percebo sinceramente.

      Eliminar
    4. O que se diz agora não conta para nada, não passam de opiniões, o que importa mesmo é o que se dizia à época.
      No benfica continuam a afirmar que o Mário Wilson foi o primeiro campeão português colocando em causa a sua contabilidade actual dos campeonatos, como também é fácil constatar em cadernetas, revistas e jornais, que até 2004/2005 nunca o benfica contabilizou os títulos da liga experimental como títulos de campeão nacional.

      Eliminar
    5. Para mim o que não faz qualquer sentido é promover "ligas experimentais" a campeonatos, como fez a federação de futebol a pedido do Benfica, apenas porque o modelo é igual, apesar de ser um troféu secundário. Isso é que é adulterar a história.

      Por esta ordem de ideias se daqui a 70 anos o campeonato nacional passar a ter o formato da taça da liga o Benfica incrementa logo mais 7 campeonatos nacionais nacionais.

      Eliminar
    6. O argumento do Tovar foi apenas um: não se podem reconhecer como campeões porque a fase final dessa competição era em eliminatórias, mas esse argumento cai pela base porque há muitos outros países onde campeões por eliminatórias sempre foram reconhecidos.

      Os vencedores do “Campeonato de Portugal” recebiam taças e faixas de “campeões de Portugal”, eram celebrados pela imprensa e adeptos como “campeões de Portugal” e “melhor equipa de Portugal”, o que é que isto tem a ver com a Taça de Portugal?!

      O Tovar tem vários artigos onde escreveu que o SLB apenas nasceu em 1908, mas depois nos almanaques do SLB (por ele "assinados") lá vira o bico ao prego, e passa pelo assunto como se nada se passasse... E neste assunto ele simplesmente não o estudou nem analisou em profundidade (limitou-se a seguir as opiniões de amigos “historiadores da treta”), porque senão sabia que a justificação das "eliminatórias" é simplesmente caricata, infundada, e contrariada por muitos exemplos em países muito mais avançados futebolisticamente...

      Ele é reconhecido como sportinguista, já se declarou sportingusta publicamente; claro que não tem de sofrer pelo Sporting, nem sequer de gostar do presidente do Sporting, mas convinha fazer bem o seu trabalho, e não dizer que os "campeões por eliminatórias" não são campeões. Isso é simplesmente estúpido!

      Todos os campeões dos desportos norte-americanos são por eliminatórias na fase final!

      Como são encontrados os campeões de Portugal de Futsal, andebol ou basquetebol?

      Os campeões da actual Liga dos Campeões não começam numa fase de grupos e acabam em eliminatórias?

      Também acho muita piada ao Tovar utilizar a expressão "revisionismo" histórico como se a História (tal como qualquer outra Ciência) não estivesse sujeita ao Questionamento Constante, à descoberta de novos documentos/acontecimentos/factos, e à Evolução de Conceitos, mas nem sequer é disso que se trata, uma vez que os Campeões saídos do "Campeonato de Portugal" foram reconhecidos ao seu tempo como legítimos "Campeões de Portugal" por toda a gente (imprensa e adeptos)!

      É simplesmente estúpido atribuir agora o título de "Campeão de Portugal" aos vencedores das "Ligas Experimentais" que na altura pouca mais importância tinham que as actuais Taças da Liga!

      Eliminar
    7. 'Só acradita quem quer alterar a história e desviar atenções para os assuntos do momento.'

      Pois é, Eu Sou do Sporting, o nível de hipocrisia da frase acima é absolutamente surreal lol

      Eliminar
    8. Visão de mercado? Tão desonestos que esses são nem vale a pena falar desse pseudo-blog. SL

      Eliminar
    9. Os mais reputados historiadores estão de acordo com o nº 18.
      http://www.dn.pt/desporto/sporting/interior/historiadores-garantem-que-o-sporting-tem-18-titulos-de-campeao-5431686.html
      Só mesmo quem sofre de brunite aguda, consegue reclamar outro valor que não os 18.

      Eliminar
    10. Ah ah ah
      Hugo porco Gil e visão encarnada do mercado

      Ah ah ah lol.

      Porra mestre?
      Quando corta o pio a este avencado de merda?

      O santinho do bilocas, o falsas modéstia do jf ou o Jorginho-nao-me-interessam-factos ainda percebo.
      Agora avencados aka rena e ta doeu, não percebo

      Eliminar
  3. Assim de repente, seria como tirar os titulos mundiais de 30 a 38 ao Uruguai e á Itália por terem sido competições em formatos experimentais.

    Seja como for, esta conversa dos titulos para mim é secundária. O Sporting poderia ter 1 titulo de campeão apenas, que nao alteraria a minha condição de adepto....incondicional!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais J! Até porque na volta, continuamos com menos campeonatos que os rivais, seria apenas por uma questão de transparência e verdade. Mas disseste tudo na última frase.. Incondicional!!

      Eliminar
  4. Eu fiz isto, eu fiz aquilo, eu quero ganhar uma LE, eu fiz grandes negócios com o Jorge Mendes, eu, eu, eu.. detesto, abomino pessoas que falam na 1ª pessoa, pessoas egocêntricas, histriónicas como se antes deles fosse o nada, o dilúvio e depois deles o abismo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O The Kind Nihilist concorda contigo. Ele também abomina pessoas que falam na primeira pessoa...

      Eliminar
    2. Alex és tão idiota que dizes essa treta toda falando exatamente na 1 pessoa(abomino)

      Tu quando fazes amor com a tua mulher depois dizes "nós comemo-la" visto ser de tão mau tom para o menino falar na 1 pessoa certo?

      Eliminar
    3. O Francisco Lima não concorda, anui, subscreve, assente, aquiesce com o Alex Blue Zingaro, Quid, Recreativo, Hungry Birds, Alex Zíngaro, Blue Eyes, True Blue, Hungry Seagulls, Dragon Force, Viper, Mpp, porque acha, crê, julga, entende que se deve, tem é de detestar, abominar, execrar, odiar, renegar, embirrar, ojerizar, malquerer, antipatizar indivíduos, pessoas, cidadãos, individualidades, fulanos, sicranos, beltranos que oferecem, dadivam, mimoseam, ofertam, brindam, disponibilizam, outorgam fruta, prostitutas, vadias, mulheres da vida, garotas de programa, massagistas completas, rameiras a árbitros, juízes da partida.

      Eliminar
    4. Muito interessante, o histrião aqui da casa a chamar histriónico a outros ... as lamparinas agora é que usam bastante essa táctica de acusar os outros do que elas andam a fazer e não deviam ... Mas lá aprendeste mais uma palavra. Boa!

      Eliminar
    5. isto ate tem piada por ser escrito por uma pessoa que passa aqui a vida aqui a escrever coisas como: "Eu ha um ano atras ja previa isto" ou "eu ja tinha escrito isto no blog A,B,ou C" ou a minha favorita "Eu fui o primeiro a afirmar..." e escreve isto como se tivesse acabado de inventar a pólvora!

      Depois egocêntricos e histéricos sao os outros!

      Quid tu fazes dos outros espelhos!

      Eliminar
  5. O problema nem é de atribuir os quatro titulos de campeão ao SCP, o grande entrave é que não podem existir dois campeões no mesmo ano. Assim sendo a fpf (é mesmo assim com letra pequena) teria que retirar 4 titulos ao carnide para dá-los ao SCP. Este sim, é o grande problema da fpf e que sendo uma peça integrante do estado lampiónico nunca o fará.
    Acho bem que o SCP continue esta luta e a pressionar a fpf mais que não seja só para por a nu o lambebotismo e parcialidade da fpf.

    ResponderEliminar
  6. O Rui Miguel Tovar, se tivesse juizinho, nem se metia nesta discussão. Estando ele a receber o seu ordenado do Sistema, é óbvio que ele nunca poderia corroborar a versão do Sporting. Assim, ao vir a público defender a História Revisionista, só se está a enterrar, caso um dia se venha a retratar.

    ResponderEliminar
  7. (Jornais da época)
    Em 1938, época em que o benfica foi vencedor da liga experimental e o Sporting Campeão de Portugal, o Diaŕio de Lisboa na sua crónica sobre o jogo da final do Campeonato de Portugal, que o Sporting bateu o benfica por 3-1, referia-se à prova como o «Torneio máximo» (Início do 4º parágrafo da crónica http://www.fmsoares.pt/aeb_online/visualizador.php?bd=IMPRENSA&nome_da_pasta=05763.027.06932&numero_da_pagina=10).

    ResponderEliminar
  8. Para mim, não contavam nem uns nem outros. São provas diferentes. Deixem as lampionices para os lampiões...

    ResponderEliminar
  9. off-topic:

    http://www.abola.pt/clubes/ver.aspx?t=3&id=639897

    'Luís Filipe Vieira formaliza parceria na Colômbia'

    No comments :)

    ResponderEliminar
  10. Qualquer pessoa com bom senso chega à conclusão de que os vencedores do “Campeonato de Portugal” eram celebrados como “campeões de Portugal” e “melhor equipa de Portugal” -- pois se os campeonatos eram entre os campeões regionais das diversas associações de Portugal!

    O que é que isto tem a ver com a Taça de Portugal (que na altura nem existia)?!

    Na altura simplesmente não havia recursos, nem dinheiro, para fazer um campeonato de pontos corridos a nível nacional, mas não foi por isso que deixou de haver campeões de Portugal!

    Se eles foram reconhecidos na sua época quem nos autoriza a não os reconhecer agora?

    Basta aos sportinguistas informarem-se minimamente e lerem a imprensa da época (ou ver as imagens sobre “as comemorações dos 50 anos de foot-ball”; video de 1938 que prova os 22 campeonatos do Sporting!).

    Os sportinguistas só se deixam gozar se forrem burros perante os lampiões ignorantes que os tentam amesquinhar!

    Os vencedores do campeonato de Portugal eram primeiro campeões regionais e depois aclamados como campeões de Portugal! Isto não tem nada a ver com a actual Taça de Portugal!

    As "Ligas Experimentais" nunca definiram os campeões!

    Os Campeões saíam dos Campeonatos de Portugal que decorreram em simultâneo com as 4 Ligas Experimentais!

    Outra magna questão: Porque é que os "Campeonatos de Portugal" não foram incluídos pelos trafulhas da FPF na lista das Taças de Portugal (mesmo depois de o SLB fazer, no início do século, a moscambilha com as Ligas Experimentais que na altura valiam tanto como a actual Taça da Liga)?

    Resposta óbvia: porque são e sempre foram duas competições muito diferentes!

    A primeira definia o campeão, a segunda o vencedor de uma taça secundária, paralela ao campeonato nacional.

    O nosso problema não é termos um presidente que defende os 22 campeonatos (incluindo os 4 super-legítimos campeonatos de Portugal), o nosso problema foram os outros croquettes todos que nunca se preocuparam em defender os interesses do Sporting!

    ResponderEliminar
  11. Se calhar já paravam com este tema, não??...

    E com isto não quero dizer que têm razão ou que não têm razão.

    O que estou a dizer é que estas "conversas da treta", para entreter bloggers, já cansa um pouco pela insistência.

    Os argumentos que uns e outros apresentam são iguais, e copiados de vários sites. Copiando as mesmas "verdades" e as mesmas "falácias".

    Chega!

    O SCP acha que tem legitimidade na sua demanda? Então deixe-se de demagogias, e apresente o caso, com a fundamentação que entender, à FPF. PONTO!

    Esta discussão estéril, aparentemente alimentada por quem deseja manter os ânimos acicatados entre os adeptos de ambos os clubes, não tem sentido.

    ResponderEliminar
  12. É pá... se tá no jornal do clube em 1954... é certinho. É o equivalente a "vi na Internet" a nivel de confiança. #ChupaRuiTovar

    Tem juízo, pá... o Tovar tem espinha para dar argumentos para a contagem que fez, e manter-se fiel aos argumentos mesmo quando é despachado do Almanaque... e a tua resposta aos argumentos é "tá aqui uma coisa nossa de 1954"?!

    Já agora, dá pra ver o artigo de Maio de 2002? Diz que ganhou o 18o ou 22o campeonato nacional? Só para ver se só o jornal do Benfica, outro monumento a credibilidade da palavra "jornal" - é que dá saltos na contabilidade de títulos.

    ResponderEliminar
  13. O jornal "O Sporting" contabilizou em 1954 esses alegados "campeonatos"? So what? Em 1964, após vencerem a Taça das Taças, o mesmo jornal disse que eram "CAMPEÕES DA EUROPA". Podem ver aqui esse momento -> LINK

    Vocês alguma vez foram campeões europeus? Não. Então estamos conversados em relação ao que o jornal "O Sporting" interpreta como "campeões".

    Mestre, nos links que indicou não vejo nenhuma referência a um documento oficial que é relevante para o tema. Um documento da FPF, creio que de 1939, em que é explicitamente referido que o Campeonato de Portugal é o antecessor da Taça de Portugal. Podem ver aqui esse documento ->LINK

    É estranho como uma tão detalhada investigação do Captomente não detectou esse documento. Apraz-lhe fazer algum comentário sobre esse documento ou os sportinguistas vão continuar a varrê-lo para debaixo do tapete como se nunca tivesse existido?

    Ah! Já agora, quando forem ao Museu do Sporting aproveitem para apreciar a base dos troféus da Taça de Portugal, podem ver lá as referências aos vencedores das tais competições... sim, na base da Taça de Portugal. Se não tiverem oportunidade, não há problema, deixo aqui um LINK

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já se sabe que os lampiões são desonestos por natureza, por isso nem dá vontade de responder, mas depois penso nos sportinguistas que estão a ler e, portanto, aqui vai:

      1.º O documento da FPF que refere foi sim respondido pelo Captomente, nos comentários, e esse documento foi escrito DEPOIS do fim do Campeonato de Portugal (1922-1938), numa altura de modificação/criação de novas competições, e apenas prova que o modelo da anterior competição se manteve (parcialmente) para uma PROVA DIFERENTE, que já não definia o "Campeão de Portugal", mas sim o vencedor da "Taça de Portugal", mas isso não significa que os Campeões entre 1922 e 1938 tivessem automática e estupidamente deixado de o ser!

      2.º O facto de a actual Taça de Portugal ser igual ao troféu que entregavam aos vencedores do Campeonato de Portugal não prova que as duas competições fossem uma e a mesma coisa, ou que a segunda fosse a continuidade da primeira, apenas pode provar a desorganização/estupidez da malta da bola nacional (que como se vê já é antiga), ou a falta de imaginação/recursos do futebol português (outra tradição antiga), mas nunca pode servir para apagar da História os autênticos e genuínos CAMPEÕES DE PORTUGAL entre 1922 e 1938, que assim eram considerados por TODA A GENTE da SUA ÉPOCA (basta ler os jornais coevos!).

      Quando os Campeões de Portugal levantavam, entre 1922 e 1938, o troféu que actualmente é utilizado para a Taça de Portugal, eram vitoriados como CAMPEÕES DE PORTUGAL por TODA A GENTE da SUA ÉPOCA!

      Eu sei que isto não é muito difícil de entender para gente minimamente honesta, por isso espero que os sportinguistas leiam, compreendam, e deixem de engolir as tretas lampiónicas do clube mais desonesto da História de Portugal.

      Eliminar
    2. JMF:"O facto de a actual Taça de Portugal ser igual ao troféu que entregavam aos vencedores do Campeonato de Portugal não prova que as duas competições fossem uma e a mesma coisa, ou que a segunda fosse a continuidade da primeira"

      Mas este documento já prova que a Taça de Portugal é a continuidade do Campeonato de Portugal -> LINK
      Eu transcrevo:
      "Por virtude da reforma a que se procedeu no Estatuto e Regulamentos da Federação os Campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taça de Portugal"

      Para crianças entenderem...
      Campeonato da Liga -> Campeonato Nacional
      Campeonato de Portugal -> Taça de Portugal

      Pois, temos pena...


      JMF:"nunca pode servir para apagar da História os autênticos e genuínos CAMPEÕES DE PORTUGAL entre 1922 e 1938, que assim eram considerados por TODA A GENTE da SUA ÉPOCA (basta ler os jornais coevos!)"

      Afinal há aqui um sportinguista que já foi campeão europeu! LOLOL Se o jornal Sporting diz que foram "Campeões Europeus" em 1964 (LINK), então é porque foram, de facto, Campeões Europeus! LOL

      Agora os jornais e "toda a gente" é que definem quem são os campeões? E que tal perguntar...sei lá...às intituições que regem o futebol. E o que dizem essas instituições?

      FPF: "Vencedores Campeonato Nacional 1ª Divisão: 1934/35 - F.C. PORTO, 1935/36 - S.L. BENFICA, 1936/37 - S.L. BENFICA, 1937/38 - S.L. BENFICA"
      http://web.archive.org/web/20040110061043/http://www.fpf.pt/historial/provas_1liga_1divisao.html

      UEFA:"After winning ten Lisbon regional championships, a first national title arrived at the 15,000-capacity Campo das Amoreiras in 1935/36."
      http://www.uefa.com/uefachampionsleague/season=2015/clubs/club=50147/profile/index.html

      FIFA:"34 Portuguese championships: 1936, 1937, 1938, 1942, 1943, 1945, 1950, 1955, 1957, 1960, 1961, 1963, 1964, 1965, 1967, 1968, 1969, 1971, 1972, 1973, 1975, 1976, 1977, 1981, 1983, 1984, 1987, 1989, 1991, 1994, 2005, 2010, 2014, 2015" (falta ainda o de 2016)
      http://www.fifa.com/news/y=2009/m=3/news=eagles-ready-take-flight-1040732.html

      FPF? UEFA? FIFA? Nada do que eles dizem interessa! O que é conclusivo é o jornal "O Sporting"! LOL

      E se o jornal "O Sporting" e todos os outros jornais da altura dizem que foram Campeões Europeus então é porque foram mesmo Campeões Europeus! Parabéns aos neo-Campeões Europeus! LOL Bora lá continuar a reescrever a história!

      Eliminar
    3. NFEsetimo: A sua ignorância é atrevida mas pouco sagaz.
      Os documentos que provam quem era considerado o campeão entre 1934 e 38 são os documentos de 1934 a 38! Os da própria FPF e jornalistas da altura! Citados pelo Captomente em diversas fontes, incluindo vídeo!
      Citar ad nauseam um documento de DEPOIS dos campeonatos terminarem é irrelevante. Todas as mudanças propostas só podem ter efeitos daí para a frente e não daí para trás. O que se escreve em 1938 não altera os factos de 1937.
      E depois, a FPF NUNCA se pronunciou sobre a contagem dos campeonatos (o seu link não é oficial) e usar os sites da UEFA e FIFA é ridículo, visto que eles não foram concerteza feitos em 1934 nem cabe a eles essa decisão. O mais provável foi terem consultado o SLB para saber o que colocar no site.
      Por último, não posso deixar de notar que são os Venfiques que mais protestam algo que lhes é indiferente - têm 3 CP e 3 Ligas experimentais pelo que a contagem que o Sporting propõe em nada os afeta em número de títulos. Mas para um clube que nasceu em... 1904/6/8 gostam muito de mandar na casa dos outros.

      Eliminar
    4. Eu já sabia que os lampiões, além de desonestos, são burros por natureza, mas onde é que na frase "os Campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taça de Portugal" se depreende que os vencedores dos Campeonatos de Portugal entre 1922 e 1938 deixaram de ser campeões de Portugal?

      Então só porque as competições mudam de nome, e de estatuto, em 1938, aquela prova que antes dessa mudança teve (durante 15 anos, 13 deles de forma isolada) o maior estatuto, deixa de repente de o ter?

      Então só porque as competições mudam de nome, e de estatuto, em 1938, todos os "Campeões de Portugal" entre 1922 e 1935 (antes da "Liga Experimental") e todos os "Campeões de Portugal" entre 1935 e 1938 (durante a coexistência com a secundária e então muito menosprezada "Liga Experimental"), deixam de o ser, desaparecem, passam a um limbo, por conveniência lampiónica?

      É apenas uma alteração de nomes das competições que, obviamente, implica também uma alteração de estatuto, mas essa troca de estatuto entre as duas provas, em que o campeonato da Liga passa a principal e o campeonato de Portugal passa a secundário, apenas acontece a partir de 1938!

      Esta leitura é a mais lógica e óbvia, e nunca se pode concluir que por uma simples mudança de nome, que implica NAQUELE MOMENTO uma mudança de estatuto, essa mudança de estatuto se pode aplicar RETROACTIVAMENTE aos anos e às décadas anteriores!

      Quanto ao que diz a fpf, e ao que papagueiam a UEFA e a FIFA por indicação da fpf, é-me obviamente igual ao litro.

      Este mundo está cheio de injustiças e de gente corrupta e estúpida que as adora perpetuar.

      Eu como sportinguista contra elas gosto de lutar.

      Eliminar
  14. Jornal "O Benfica", Maio de 1977: "Pela 23ª vez campeão nacional de futebol" LINK
    1981 - 24º
    1983 - 25º
    1984 - 26º
    Jornal "A Bola", Maio de 1987: "Benfica campeão - 27º título" LINK
    Jornal "O Benfica", Maio de 1987: "E vão 27 - somos campeões" LINK
    1989 - 28º
    1991 - 29º
    Jornal "Gazeta dos Desportos", Maio de 1994: "Campeões - 30 título" LINK
    2005 - 31º
    2010 - 32º
    2014 - 33º
    2015 - 34º
    2016 - 35º

    "E mais escandaloso ainda é aquilo que foi feito há cerca de dez anos, quando se começou a considerar quatro edições experimentais, a quem ninguém dava importância, como troféus equiparáveis aos principais títulos do futebol português."

    Mestre, pode explicar o que é que foi feito há cerca de 10 anos atrás? O que é que se passou a considerar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os jornais são curiosos:

      http://leoninamente.blogspot.pt/2014/05/a-matematica-do-benfica-27-3-33.html?m=1

      Eliminar
  15. Sétimo, não adianta. Estão totalmente cegos com aquilo que a central de desinformação e intoxicação lhes impinge. Até há dois anos atrás, nenhum sportinguista se referia a este caso.
    Querem ganhar na secretaria aquilo que não conseguem dentro das quatro linhas.

    ResponderEliminar
  16. O Bruno é brilhante. Começa o mandato com 18, quatro anos depois tem 22. O JJ está já a tratar do penta.:-D

    Eh pá, agora a sério, caguem lá nisso. Já enjoa, a argumentação é forçadissima e, na verdade, o que interessa é ganhar o próximo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão aqui é denunciar os lampiões como trafulhas e impedir que façam o que querem. Afinal de contas, não foi a FPF que decidiu dar-lhes estes números, foram eles que se intitularam por auto-recriação. Como outro colega referiu acima, qualquer dia estão a somar as taças da liga ás taças de portugal. #NacionalLampionismo

      Eliminar
  17. É muito simples até. O campeão nacional apurava-se no campeonato de portugal, que depois ficou a ser conhecido como campeonato português. Ora o Sporting ganhou 4 campeonatos de portugal e 18 campeonatos portugueses, o que é igual a 22 títulos de campeão nacional.

    Se não quiserem contar o campeonato de portugal, muito bem a mim tanto me faz. Mas as ligas experimentais contarem é que nunca fez sentido, porque eram E-X-P-E-R-I-M-E-N-T-A-I-S. O Beneficia enfiou esse barrete porque o Porco estava a chegar-lhes aos calcanhares em números de títulos (roubados e não, são parecidos esses dois clubes de corruptos). O Beneficia nunca está interessado em repor a verdade desportiva, está apenas interessado no interesse próprio e que trafulhice pode beneficiar.

    Como o Beneficia gosta muito dessas coisas, qualquer dia temos a Taça dos Correios a ser somada ás taças de Portugal. Aliás a Taça da Liga tem regulamentos ridículos.

    ResponderEliminar
  18. Vi esse post do blog "Com quem é que joga o Sporting"

    O vídeo é brilhante. Demonstra de forma cabal que a razão esta do nosso lado.

    "Sporting Clube de Portugal, ilustre campeão de Lisboa e de PORTUGAL"

    Tudo dito..

    ResponderEliminar