segunda-feira, 26 de agosto de 2013

A entrevista de Luís Filipe Vieira

Só hoje consegui ver a entrevista de Luís Filipe Vieira à Benfica TV, aqui fica a minha opinião sobre alguns dos tópicos abordados.

Positivo
  • Relativamente aos traumas do final de época, dizendo que é altura de olhar para a frente.
  • Estabelecimento de objetivos realistas para esta época: vitórias no campeonato e taça, passar fase de grupos da liga dos campeões.
  • Não quis falar de arbitragens relativamente ao início de época do Benfica.

Negativo
  • "Nunca ninguém me pode avaliar por ser campeão ou não ser campeão" -- essa é nova.
  • Agora afinal a vitória de 3 campeonatos são para se conseguir num prazo de 5 anos, e não no mandato para que foi eleito.
  • Diz que nas vitórias nunca aparece -- não é verdade, nessas alturas ninguém o cala.
  • A história do processo disciplinar de Cardozo, desresponsabilizando a estrutura no tratamento do caso desde o princípio e empurrando a resolução do problema para Jorge Jesus.
  • A promessa de que na próxima época os adeptos vão ver muitos mais jogadores portugueses a chegar ao plantel principal -- só acredita quem quiser, nomeadamente depois de todos os elogios que fez aos jogadores que andam a encontrar na Sérvia.
  • Diz que o negócio Fariña é simultaneamente um excelente negócio económico e desportivo para o Benfica -- economicamente até acredito, mas desportivamente? Mandando-o para o Dubai?
  • Os esclarecimentos sobre Roberto encaixam no que foi saindo cá para fora ao longo do tempo, mas para mim não são verdade -- continuo a não acreditar que alguém oferecesse €8.6M com intenção de pagar, e não acho que os dirigentes do Benfica sejam ingénuos a esse ponto.
  • "Para o ano de certeza que [Pizzi] fará parte do plantel" -- não deveria ser o treinador a definir isso?

Não sei bem como classificar
  • As insinuações que fez sobre José Veiga, teria sido bom que as concretizasse .
  • Sobre o papel de Rui Costa no Benfica -- a explicação foi boa, mas não me convence totalmente porque pessoas com esse nível de responsabilidade acabam inevitavelmente por ter uma exposição pública que Rui Costa não tem tido.
  • "É o último ano que [o Benfica] vai precisar de vender jogadores" -- foi enigmático, poderá ser uma boa notícia mas sem qualquer detalhe, mais parece ser wishful thinking.
  • "O Dubai é uma região de grande interesse para o Benfica" -- em que medida? Investidores para o clube? Futuras digressões na pré-época? Escolas de formação? Não explicou.
  • "[As receitas da Benfica TV] com os 150.000 assinantes já passa os €22M" -- era bom que explicasse como fez essas contas.

Já agora, em relação à entrevista de Hélder Conduto, os temas quentes foram abordados e pegou bem nas respostas para lançar outras perguntas pertinentes. Em alguns momentos até procurou forçar esclarecimentos mais incómodos para o presidente do Benfica, nomeadamente no caso Cardozo. Muito melhor do que outras entrevistas que já vi fazer a presidentes de clubes em canais teoricamente isentos.

Sem comentários :

Enviar um comentário