sábado, 3 de maio de 2014

O perigo da descompressão

Após um penoso período de duas semanas sem jogos de verdadeiro interesse (apesar de admitir que o muito futebol que houve entretanto até serviu para passar o tempo), eis que finalmente o Sporting regressa à competição para defrontar o Nacional. Apesar de as posições dos dois clubes já estarem definidas, parece-me importante que o Sporting acabe o campeonato de forma vitoriosa, de forma a ganhar balanço para a próxima época.

Para além da valia do adversário, parece-me que o principal risco estará na possibilidade de os jogadores terem entrado em descompressão após a conquista do 2º lugar no Restelo. Mas a verdade é que esse risco também é válido para o Nacional, que também já tem o 5º lugar assegurado e a presença na Liga Europa garantida.

Sportinguistas mais prudentes poderão dizer que o Sporting tem obrigatoriamente que ganhar para manter os 8 pontos de avanço sobre os nossos mais diretos perseguidores, de foram a precaver um golpe de secretaria que dê razão à queixa que o Porto colocou após a derrota em Alvalade. Por aí estou tranquilo: desde que O Jogo anunciou com honras de capa que o 3º lugar pode dar mais dinheiro que o 1º e o 2º, percebi que o clube de Pinto da Costa não poderia estar mais satisfeito com a classificação atual. 

in O Jogo

Herculano Lima certamente que não irá fazer uma desfeita ao seu amigo e colocar o Porto um amargo 2º lugar que os impediria de amealharem mais €2,1M nos playoffs de acesso à Liga dos Campeões.

Em relação ao onze, fica a curiosidade para saber quem irá ocupar o lugar de Adrien. Tenho a sensação que Leonardo Jardim apostará em Gerson Magrão, mas eu gostaria de ver Shikabala ou Wallyson em ação, mesmo que isso envolvesse a passagem de André Martins para as funções de Adrien. Vítor não foi convocado pelo que está fora de hipótese.

Nas alas escolheria Carrillo e Mané, e na frente gostaria que Montero regressasse à titularidade para tentar acabar a seca de golos ainda nesta época.

Para substituir Rojo, a escolha cairá obviamente em Dier.

Espero também ver um grande jogo de Cédric, para mostrar a Paulo Bento que merece um lugar nos 23 que vão ao Brasil. Basta que jogue ao nível que nos tem habituado desde o início da época.


2 comentários :

  1. Mestre, trocaria só o AM pelo Wallyson que embora esquerdino creio que possa jogar no lado do Adrien. De resto dá pá goleada!
    SL

    ResponderEliminar