terça-feira, 28 de outubro de 2014

Afinal não acho mal


Fora o colorido das roupas a secar num estendal junto ao portão principal, a má impressão do chamado "Estádio da Avenida", em Espinho, começa logo à entrada.

Dali são visíveis os pedaços em falta do telhado de folha ondulada na zona de acesso à bancada, os corrimões quebrados e enferrujados e os muitos vidros partidos. O relvado, esse, é o mesmo desde 1983.

A degradação do Estádio Comendador Manuel de Oliveira Violas, casa do Sporting Clube de Espinho, é tal que há pouco mais de uma semana, consequência do mau tempo, o clube viu-se obrigado a vedar ao público a bancada poente por questões de segurança, ficando o estádio reduzido a uma das quatro bancadas.

As outras duas há muito que não vêem gente.

in jn.pt (obrigado, T1!)




Sendo assim, já cá não está quem falou...

20 comentários :

  1. Que vergonha. Lembro-me bem de como o estádio era nas décadas de 80 e 90. Para a altura, um dos melhores. Pelo menos, do que me lembro, dos poucos que se podia chamar de estádio dado que tinha bancadas que circundavam o relvado. Enfim!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Palavra de honra, nunca imaginei que pudesse estar neste estado... Um abraço.

      Eliminar
  2. e esta reportagem é de 2010 ? como estará passados quatro anos?

    ResponderEliminar
  3. sinceramente nao sei, mas como o clube defendia que nao gastaria nem mais um centimo no estadio, suponho que nao esteja melhor.

    abraço

    ResponderEliminar
  4. Ao nível da cobertura, não está muito diferente do, recentemente, galardoado "Melhor estádio do Mundo", aquando um derby lisboeta no início de 2014.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos naquele canto já caiu o que tinha a cair... :)

      Eliminar
    2. Pois foi...nesse dia cai parte da cobertura, e uns dias depois caiu o Dier no golo do Enzo...duas batatas e adeus a mais um titulo..:)

      Eliminar
  5. OFF-TOPIC

    http://www.ojogo.pt/Internacional/interior.aspx?content_id=4205955

    Treinador do Chelsea atribuiu aos "dois jogos em três dias" pela seleção de Espanha a lesão que afastou Diego Costa de Old Trafford

    José Mourinho criticou a alegada sobrecarga de esforço a que foi sujeito Diego Costa, na última chamada à seleção de Espanha e atribui a esses "dois jogos em três dias", com o Luxemburgo e Eslováquia, sob a orientação de Vicente Del Bosque, a lesão num tendão que afastou o atacante do Chelsea da visita a Old Trafford (1-1).

    Também houve uma constipação a abalar-lhe o estado de saúde, mas, não foi esse problema que impediu Diego Costa defrontar o Manchester United, precisou Mourinho. "Do vírus, está recuperado. Foi duro, teve de ir ao hospital e, obviamente, não ajuda na recuperação da lesão. Mas, não jogou no domingo por causa da lesão, não pelo vírus. Diego tem um problema num tendão porque fez dois jogos em três dias, quando não estava connosco", declarou o treinador do Chelsea, na antevisão do jogo desta terça-feira, com o Shrewsbury, para a Capital One Cup, que Diego Costa também vai falhar.

    -----------------------------------------------
    -----------------------------------------------

    Este é mais um argumento que se enquadra na minha teoria.

    ResponderEliminar
  6. Não sei há quanto tempo foi, provavelmente há mais de 20 anos, mas a memória que guardo de um jogo que vi neste estádio é do Balakov, "mesmo ao meu lado", a marcar um canto sem espaço para dar 2 passos atrás para ganhar lanço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O último jogo que lá vi foi este http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=1993-02-28_Sp._Espinho_%E2%80%93_SPORTING em 1993, o Ivkovic mamou um grande frango e acabamos por perder 3-1 depois de um golo madrugador de Jorge Cadete!

      Eliminar
    2. Quase de certeza que foi esse o jogo que vi.
      Não me lembrava do resultado nem do jogo, talvez por não nos ter sido favorável.
      A única recordação é do sol que se fazia sentir e do Balakov "ao meu lado"...

      SL

      Eliminar
  7. Mas o Espinho não faz lá todos os seus jogos quinzenalmente? O estádio tem condições para clubes até que divisão? está-me a aprecer que quer sair desta com alguma "suprioridade moral"...Ou bem que o estáido não tem condições e o Espinho tem de jogar fora ou não pode ser ad hoc.

    Isto, mantendo a coerência do seu post de há umas semanas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sei, mas provavelmente um estádio neste estado, que não deve ter mais que 200 pessoas por jogo, de repente levar um teste de carga de alguns milhares de espectadores, será um perigo.

      Uma enchente num estádio que tem coisas como corrimões partidos, coberturas arrancadas e uma degradação evidente na generalidade das instalações pode acabar numa tragédia.

      Eliminar
    2. Consta que o estadio do arouca e mesmo o do estoril nunca se apresentaram em semelhante estado de degradação.

      Eliminar
    3. Diga-se a titulo de exemplo que o campo do Estoril até foi certificado pela UEFA caso contrário não havia lá jogos da Liga Europa ... não estou a ver a UEFA certificar o "estádio" do Sp. Espinho ... talvez a UNESCO mas não a UEFA!

      Eliminar
  8. Choque! Pelo clube e pelo estádio. Ver um histórico, um clube com que até simpatizava, jogar quinzenalmente naquelas condições é tremendo... E choque ainda porque ainda me lembro bem de ver imagens do Estádio Comendador Manuel Violas em condições e cheio de gente! Nunca imaginei que se deixasse um Estádio chegar a este ponto. Só vendo, para acreditar. Aquilo (recuso-me a chamar-lhe de Estádio) mais parece um edifício palestiniano destruído por bombardeamento pesado israelita... O Sporting de Espinho, a cidade de Espinho, onde nunca estive, mereciam melhor...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vírgilio, quando vi a foto do JN pela primeira vez, a primeira reação que tive foi pensar que estava a olhar para uma fotografia de uma favela no Rio. Só depois ao ver o nome do bar e o cimento dos degraus por detrás das janelas partidas é que confirmei que se tratava do recinto onde o Espinho joga.

      Lamento-o pela cidade e lamento-o pelos adeptos e jogadores que têm que fazer daquele espaço a sua casa. Como o Vírgilio escreveu e bem, como é possível terem deixado o estádio chegar a este ponto?

      Um abraço.

      Eliminar
  9. Tanta conversa para justificar uma situação perfeitamente normal... Um adversário d um grande querer fazer dinheiro e ir jogar a um estádio com mais capacidade.
    Mas como andam sempre a arranjar fantasmas nos outros agora têm de inventar desculpas. Ah e tal pq aqui foi por causa da segurança... Ah e tal porque os 2000 euros foram para o árbitro não arbitrar o nosso jogo... Só desculpas esfarrapadas.

    ResponderEliminar