quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Jorge Mendes e o fim dos fundos


Começo por constatar o óbvio: é natural que Jorge Mendes se apresente agora e no futuro como um dos mais ferozes opositores à decisão da FIFA em banir a propriedade partilhada de passes com fundos.

Qualquer medida que restrinja de alguma forma a movimentação de jogadores entre clubes afeta a atividade de quem vive à base de comissões de transferências, mas no caso de Jorge Mendes o impacto ainda é superior, pois há muito que deixou de ser um simples empresário de jogadores. Uma fatia crescente da sua atividade passa por agir precisamente como uma espécie de fundo, comprando percentagens de passes de jogadores promissores (se a totalidade ou parcelas ninguém sabe), colocando-os em clubes "satélite" (como o Rio Ave ou Braga) para serem valorizados, com o objetivo final de os vender e arrebatar a maior parte dos lucros.

Portanto, é evidente que o empresário é tudo menos uma parte desinteressada nesta questão, e não será certamente o futuro do futebol português que estará no topo das suas prioridades. Analisemos os argumentos apresentados por Jorge Mendes:


O fim dos fundos prejudica os clubes?

Portugal é um país demasiado pequeno e pobre para que os nossos clubes se possam bater de igual para igual com os colossos do futebol europeu - com ou sem fundos. Ao longo dos últimos anos os clubes nacionais atravessaram fases de maior ou menor sucesso desportivo, mas sempre tiveram défices operacionais que gradualmente foram degradando a sua situação financeira. E é um facto que esse desequilíbrio aumentou significativamente desde que começaram a recorrer aos fundos.

Temos que reconhecer que o Sporting acabou por ficar na situação dramática por que conhecemos por culpa própria, e uma das principais falhas foi a utilização dos fundos de forma trágica. Em vez de os usar para atrair um pequeno número de jogadores de grande potencial, fez uma péssima prospeção e comprou uma legião de jogadores sobreavaliados que à partida tornavam a sua valorização quase impossível. Pior, vendeu percentagens significativas de jogadores da academia aos fundos por valores irrisórios. Formou-se assim uma espécie de tempestade perfeita para o descalabro financeiro: uma folha salarial elevadíssima de jogadores com pouco mercado e a cedência de percentagens elevadas de jovens da formação de enorme potencial para os quais não foi necessário investir praticamente nenhum dinheiro. Presente arruinado e futuro hipotecado.

Benfica e Porto não são agremiações que eu tenha em grande estima, mas tenho que reconhecer que têm sabido valorizar os seus jogadores (coisa que o Sporting tem sido incapaz nos últimos 6, 7 anos). O problema é que Porto e Benfica precisam de valorizar os seus ativos e não os de terceiros, caso contrário não conseguem equilibrar as suas contas.

Mesmo no caso de Benfica e Porto a situação financeira nunca foi tão má, apesar das vendas milionárias que têm sido feitas todos os anos. A questão é que, com as comissões e as partilhas de passes, as mais-valias acabam por representar uma pequena parte do valor total da transação.

Parte da explicação do recurso a fundos está no facto de os clubes não terem capacidade autónoma para trazer os jogadores de maior potencial - precisamente porque a ação dos fundos acabou por inflacionar a avaliação desses atletas. É sabido que neste momento os fundos já são detentores dos passes da grande maioria de jogadores brasileiros com potencial e acabam por distorcer o mercado com a sua ação. Com os fundos fora de cena - o próprio Jorge Mendes confirmou que a procura de jogadores reduziu-se significativamente nesta janela de transferências - a procura reduz-se e será inevitável que os preços voltem a baixar.

Desportivamente, a curto prazo, é evidente que a abolição dos fundos prejudica quem se habituou a trabalhar com eles (ou a depender deles). Mas numa perspetiva de médio / longo prazo, se os clubes continuarem a desenvolver os seus jogadores de forma competente, o fim dos fundos será certamente um fator positivo.


O fim dos fundos prejudica os jogadores?

Os melhores jogadores continuarão a ter sempre mercado. Os outros poderão ver adiada a sua passagem para ligas mais competitivas. Mas, na realidade, por cada jogador que não for transferido há um outro que continua a jogar. O futebol continua a ser um desporto em que apenas alinham simultaneamente 11 jogadores de cada lado, e os plantéis continuam a ter uma média de 26-28 jogadores. Aqui o prejuízo de uns é o benefício de outros, pelo que o fim dos fundos simplesmente não afeta a classe dos jogadores em si. E a qualidade continuará sempre a ser identificada e recompensada rapidamente - com ou sem fundos.


Foram os fundos que permitiram boas prestações dos clubes portugueses nas competições europeias?


Nos últimos 10 anos os clubes portugueses foram 3 vezes aos quartos-de-final da Champions, o que não é propriamente um feito incrível. O Porto de Mourinho foi campeão europeu sem recurso a fundos. É verdade que os tempos são outros e provavelmente o fosso entre os clubes mais ricos da Europa e os restantes nunca foi tão grande, mas a sorte dos nossos clubes continuará sempre a depender mais da sorte no alinhamento dos grupos do que dos jogadores que os fundos colocam ou deixam de fornecer.

E será mesmo impossível ganhar alguma competição europeia? No ano passado o Benfica foi à final da Liga Europa com apenas um jogador pertencente a fundos (Markovic - a não ser que Jorge Mendes saiba algo que o público em geral desconheça). Esteve a dois penáltis certeiros de a ganhar. 

E, já agora, gostaria de saber se o Sevilha não alinhou também jogadores colocados por fundos... Se por acaso tivesse, será que o Benfica não teria ganho se o Sevilha não pudesse contar com eles?


O Atlético Madrid nunca teria sido campeão sem os fundos

Até pode ser verdade, mas o que é que o futebol português tem a ver com isso?


Se Jorge Mendes comprar um clube, está proibido de investir e colocar dinheiro no próprio clube?

De forma alguma. Pode injetar dinheiro no clube de forma perfeitamente legal e transparente através de aumentos de capital na SAD que adquirir, ou através de patrocínios - que é aquilo que muitos outros clubes já fazem hoje em dia. Poderia era ter problemas com o Financial Fair Play enquanto não assegurasse outro tipo de receitas, mas isso é outra conversa - não tem nada a ver com os fundos.


Os clubes deixam de ter mecanismos para conseguirem competir ao mais alto nível?

Com ou sem fundos, nunca conseguiremos competir ao mais alto nível. A curto prazo podemos perder competitividade em relação aos clubes dos países que já baniram os fundos, mas a médio / longo prazo é possível recuperar. E internamente passam a estar todos em pé de igualdade, sem ajudas artificiais.



É óbvio que os grandes prejudicados com o fim dos fundos são os empresários e os misteriosos investidores que estão por trás dessas opacas instituições. Foram os empresários e os fundos que promoveram a surreal rotatividade de jogadores a que se assiste a nível mundial. Fazem a cabeça em água aos jogadores para forçarem saídas de forma a poderem encaixar as suas comissões ou mais-valias. E fazem-no sem risco: se um clube não o conseguir valorizar e vender ao fim de alguns anos, vai ter que pagar ao fundo o valor investido. 

Definitivamente não é o futebol português que está em risco com a medida tomada pela FIFA.

54 comentários :

  1. Podemos sempre contar com o Jorge Mendes para ajudar os coitadinhos dos clubes e os pobres jogadores que só querem ter uma vida melhorzita.

    ResponderEliminar
  2. É muita coisa ao mesmo tempo a cair em cima do Mendes.

    -Fim da TPO
    -Fair Play Financeiro
    -Fim da figura exclusiva dos agentes FIFA (qq pessoa individual ou colectiva vai poder intermediar negociações, limitação das comissões para 3% da transacção ou do salário bruto e full disclosure em cada negócio que participarem).

    Gostei de ver a visível irritação de JM. Quer dizer que as medidas vão (ou já estão) a ter efeito.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Sar. As alterações ao papel dos agentes é outro golpe profundo ao status quo, sem dúvida. Um abraço.

      Eliminar
  3. O que acho graça na posição do Jorge Mendes é que ele é contra o fim dos fundos porque isso prejudica os clubes pequenos face aos grandes. Mas depois é contra o fair play financeiro para os grandes poderem comprar à vontade, sem limites impostos. Aí já não interessam os clubes pequenos pequenos.

    Defende por isso a completa desregulação do mercado. O que ele quer sei eu!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vista a inconsistência, PM. O que interessa é que se gaste, gaste, gaste... Um abraço.

      Eliminar
  4. "precisamente porque a ação dos fundos acabou por inflacionar a avaliação desses atletas"
    É exactamente este o ponto que manda por terra o argumento de que os pequenos clubes só conseguem competir com os grandes se usarem fundos. É este ponto que as direcçoes de, por exemplo, benfica e porto fingem que não é real para tentarem convencer os adeptos de que precisam dos fundos para terem equipas competitivas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tiago, o futebol português sempre conseguiu atrair jogadores estrangeiros de qualidade. É claro que depois da Lei Bosman isso ficou bastante mais difícil, e começámos a virar-nos para jogadores de potencial elevado para desenvolver. Mas agora nem esses conseguimos de forma autónoma. Os fundos chegam lá primeiro e põem um preço bem mais elevado na etiqueta... Um abraço.

      Eliminar
  5. Não o conheço pessoalmente, e confesso que nutro alguma admiração pelo percurso deste gajo (não confundir com admiração pela sua actividade e pelo meios utilizados para atingir os seus fins). No meio onde se movimenta (escuro e corrupto quanto baste !!!) não é fácil manter se à tona durante tantos anos sem comer da mesma malga, por mais que se tente fazer passar por um grande patrono, um São Jorge dos clubes portugueses . Para mim, toda a argumentação cai por terra, desmontada alias pelo comentário do mestre . Conclui se que o problema de Mendes é a transparência,. coisa que incomoda muita gente que se quer manter na sombra a mamar ! De salientar o facto de falar na "eventual aquisição" de um clube ( estará hipoteticamente a referir se ao Carnide ? ) . Mas o que me chamou mais a atenção foi a mudança abrupta de registo (postura) quando se falou no Sporting !! Caramba, parecia que lhe tinham enfiado um das Caldas pelas pernas acima. Cuidado ...que o Mendes está mesmo de ponta com o nosso clube.
    BdC e todos nós temos que estar de olhos bem abertos e à defesa com este menino e com os seus capangas . O que está em jogo são muitos e muitos milhões de Euros em comissões não declaradas, o que só por isso pode (de certeza ) fazer valer todas as artimanhas e jogadas que se possam imaginar. Não nos podemos esquecer que o futebol é uma das actividades que mais dinheiro movimenta no mundo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. QT, é claro que ele será uma pessoa com capacidade, caso contrário não teria chegado onde chegou. Isso é indiscutível.

      Em relação à referência ao Sporting, ele quase que espumava de raiva. "Eu quero lá saber quem é que está contra os fundos", disse ele. O Sporting precisa de ter cuidado, sem dúvida. Aliás, se as relações fossem boas ele já teria arranjado uma venda milionária para o William...

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Pois isso é que me preocupa é que este gajo representa alguns atletas de qualidade do plantel com William à cabeça.

      No entanto devo dizer que o Mendes nunca nos arranjou um negócio de jeito pelo que não contar com a ajuda dele não me choca em nada.

      O Porto de Mourinho não foi assim há tantos anos e foi um plantel construido com jogadores competitivos, aliás essa era a receita do Porto sempre. Comprava bem e não aconselhado por fundos ou empresários manhosos.

      O Sporting tem de apostar na prata da casa e em estrageiros que sejam mais valias como o Montero, Jefferson ou Carrillo. Tudo o resto é para esquecer, comprar por comprar prefiro apostar num jovem da academia.

      SL

      Eliminar
    3. Também me preocupa isso, Green Lantern. Vai complicar imenso qualquer renovação...

      Eliminar
  6. Dá um certo gozo ver este fdp a estrebuchar.

    Foi graças a ele que os clubes puderam ir à champions, finais da liga europa e afins, antes dele não houve nada disso. Conta outra ó mendes...


    MdC, off-topic, mas este link chamou-me a atenção, não admira que eles andem sempre por aqui a comentar no teu blog, nos blogs deles o nivel dos posts andam de mão dada com o sentido de humor... e ainda dizem que é dos mais respeitados blogs carnidenses... tá ao nivel do treinador deles.

    http://i.imgur.com/8WLhbFv.png

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz que vai dar origem às humilhações mais agressivas que conseguir encontrar... se conseguir um bom resultado. Se perder mete o rabinho entre as pernas.

      Eu até estava a pensar em fazer um post com uma provocação de cada lado, mas está difícil de encontrar uma que valha a pena do lado deles. Do nosso lado há várias excelentes, mas há uma absolutamente brutal. :)

      Eliminar
    2. O que eu acho mais engraçado não é a terrível ameaça de nos humilhar depois do jogo (se ganhassem, não acredito que a ameaça se estenda à remota hipótese de isso não acontecer), o mais engraçado é presumirem que algum de nós se iria interessar pelo que eles vão dizer. Já estou a tremer de medo

      Eliminar
    3. Nós não provocamos... Respondemos em campo. Vocês andam sempre com bocas e boquinhas... Já que em campo é o que é armam se em engraçados... Tipo aqueles miúdos de 10 anos que estão sempre a levar no lombo mas para de fazerem de fortes mandam bocas.
      Esse blog é respeitado? Por quem? É difícil até para blogs de outros clubes serem tão. destabilizadores como esse blog.

      Eliminar
    4. "Nós não provocamos..."

      Não foi o director de comunicação dos lampiões que chamou palerma ao presidente do Sporting...e que insinuou que o Rogério Alves bebeu uns canecos a mais...de resto em campo com 14 é fácil responder aos adversários.

      Já agora quando vieres com essa conversa para mim dos copos quero que vás levar entre a nádega direita e a nádega esquerda ....primeiro não te devo nada...segundo referi-me à capa do Record e terceiro aki escusas de fazer queixinhas porque isto é para homens com HHHHHHHH.

      Eliminar
    5. O que eu acho mais engraçado não é a terrível ameaça de nos humilhar depois do jogo (se ganhassem, não acredito que a ameaça se estenda à remota hipótese de isso não acontecer), o mais engraçado é presumirem que algum de nós se iria interessar pelo que eles vão dizer. Já estou a tremer de medo

      Eliminar
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    7. Fernando, acho que o K7 martins se estava a referir ao blog que coloquei na imagem e não ao blog do MdC.

      Eliminar
    8. O Jefferson estava a olhar para o carro dele e a ler o teu comentário...

      Eliminar
    9. Para algumas pessoas é difícil distinguir o significado de esse do significado de este.
      King so fizeste aqui a figura que o roc fez na tv...se ser mal educado é ser homem com H Grande vou ali e já venho.
      Sporting quer comparar um adepto que pintou um carro (um parvo e vândalo basicamente) com provocações constantes em comunicações oficiais do clube? Nessa mesma semana houve pinturas da casa do Cosme (portista fanático) ameaças a um árbitro ao jantar mas o mais criticável é a pintura de um carro por um vizinho?

      Eliminar
    10. Não provocam, Nuno? Basta olhar para o vosso treinador. E provocações não faltam, é "lagarto" para aqui, "lagarto" para ali, e não passa disso. Não são capazes de algo mais original?

      Eliminar
    11. Lá está, tal como no outro post, o Nuno mantém o seu critério de tentar desviar o que se faz de errado no seu clube, falando das coisas dos outros. Ao menos ninguém o pode acusar de falta de critério.

      Eliminar
    12. A 31 de Janeiro diziam isto. Reparem na educação e elevação com que termina o post.

      http://geracaobenfica.blogspot.pt/2015/01/rumo-alvalidl-rumo-ao-34.html


      Eliminar
    13. Francis, por mim podem fazer isso, mas que o façam de uma forma original. Estas picardias também ajudam a construir os derbies, e não me importo nada de ver uns "insultos" bem mandados em véspera de jogo... :) (agora, está a faltar criatividade aos adeptos benfiquistas)

      Eliminar
    14. Mdc quer comparar isso do lagarto num blog com a classe do king bêbedo no domingo... Que era filho da puta para aqui e para ali.
      O Benfica não está para fazer humor está para ganhar jogos e competiçoes.. Depois ficam muito chateados quando vos chamam produtora d humor do limiar... Vocês são bons é nas piadas.

      Eliminar
  7. Caro MdC e um post sobre a renovação do Jasus e os avençados da imprensa.

    Ontem o Jogo fazia capa com as exigência de Jasus e com a sua vontade de se realizar no estrangeiro. Ontem na CM Tv o parvalhão do Otávio já se insurgia contra estas noticias.

    Hoje o Record como bom moço de recados já vem divulgar a palavra do dono Vieira com a nova narrativa. Não há qualquer problema com a renovação de Jasus, ele até vai renovar por menos dinheiro. Deve ser pelo amor ao Benfica que o Jasus nutre.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, no Benfica é só amor à camisola...

      Por acaso acredito que a notícia d'O Jogo da exigência dos 6 milhões/ano por parte do Jesus é falsa. Mas daí a dizer que pode baixar o salário... enfim.

      Um abraço.

      Eliminar
  8. Mestre, o Sporting tem que entrar duro com o Jorge Mendes, ele é uma dos principais culpados por nós não ganharmos nada a tantos anos, o JM sempre privilegiou primeiro o FCP e agora com o Viera o Benfica, ele consegue grandes negócios para estes clubes mas para o Sporting nunca consegue, e não é por não ter bons jogadores, bem pelo contrario vê o caso do João Moutinho, imagina se ele fosse do Porto ou do Benfica, com certeza que ele iria conseguir uma grande transferência destes clubes para o estrangeiro, e o que ele fez? Entalou o Sporting que para ver algum dinheiro teve de se humilhar e vender o jogador ao Porto, achas se fosse ao contrario, este Sr. já não estava queimado e seria pessoa não grato no Porto.
    Temos outros exemplos os casos do Benfica em que jogadores que fazem uns jogos na equipa A ele consegue coloca-los em clubes que pagam 15/20 milhões por esses jogadores e no Sporting quantos nas mesma condições conseguimos vender por esses valores. Com a sua atuação tem desequilibrado a balança para estes 2 clubes pois conseguem ter muito mais poderio económico/financeiro e consequentemente mais meios disponíveis para obter os seus objetivos. O Sporting ainda tem muitas batalhas para travar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, um dos maiores inimigos do Sporting!

      E o nosso meio-campo ser representado por esta escumalha... Enfim...

      O gajo nem esconde que a sua preocupação são as duas nádegas:

      «Na entrevista à Reuters, Mendes deu os exemplos de FC Porto e Benfica como clubes que sairão prejudicados com a imposição destas normas.»

      http://www.publico.pt/desporto/noticia/jorge-mendes-considera-ilegais-normas-da-uefa-e-da-fifa-1684534

      Não é que tenha inveja destas "preocupações" e das "vantagens" que proporciona a certas agremiações (não há almoços grátis...), mas sem dúvida que estamos na linha de fogo. O que é certo é que uma instituição com mais de 100 anos de história e milhões de adeptos NUNCA se pode vergar a quem nos quer mal.
      E empresários que chegam ao topo do mundo e depois caem em desgraça é o pão nosso de cada dia.

      Eliminar
    2. Isso das vendas de €15M / €20M tem muito que se lhe diga. O facto de os destinos serem invariavelmente os mesmos leva-me a crer que os valores não são nem de perto nem de longe os anunciados. De qualquer forma, é evidente que facilita a vida dos nossos rivais e não faz o mesmo em relação aos nossos jogadores. Um abraço.

      Eliminar
    3. Mdc já há uns dias veio com essa teoria que o destino é sempre o mesmo e foi desmentido...o único destino repetido foi o valência! A única coisa que se repete nos destinos das vendas do Benfica é que vão para clubes ricos e que podem pagar.

      Eliminar
    4. O Mónaco é como se fosse o Valência, Nuno...

      Eliminar
    5. O destino não, mas o intermediário/Agente é sempre o mesmo, e sempre quantias fabulosas.

      Eliminar
    6. Pois, Martins, pois.

      Nos ultimos 4/ 5 anos o Atlético Madrid também foi repetido. E o Chelsea. E o Zenit. E até o Real Madrid. Ou seja, 12 negócios milionários (Garay, menos milionário) com os mesmos 6 clubes (os referidos, mais os amigos Valência e Mónaco). Dos negócios a sério do Benfica, só Markovic e Javi Garcia fugiram deste eixo.

      Numa coisa estamos finalmente de acordo: Claro que a maioria desses clubes pode pagar! Senão como é que os fundos recebiam das percentagens de passes e o homem as comissões? Vocês vêem é menos dinheiro do que pensam...

      Eliminar
    7. Meszaros não há assim muitas equipas com possibilidade de pagar 20milhões para cima ou até 10M para cima logo é normal que em 4/5 anos se tenha de repetir compradores. Vocês é que veem muito dinheiro e estão como estão... Não vou repetir os argumentos porque cada x que vocês vêm com esta conversa levam sempre com os mesmos argumentos e calam -se.
      O Mônaco é como se fosse o valência mas o mesmo clube comprou o treinador ao seu clube... Ai já era um clube sério?

      Eliminar
    8. Bla bla bla wiskhas saquetas...

      Ao que interessa: 'o único destino repetido foi o Valência'. Mais uma vez se prova que és um idiota que fala à toa, com uma espinha de minhoca que vai mudando de argumentos e desviando assuntos à medida que te vão calando. Continua a papagaiar e a vomitar aldrabices para ver se pega. Não há problema. És seguramente inimputável...

      Eliminar
    9. Nuno Martins, a saída de Leonardo Jardim serviu mais os interesses de Benfica e Porto do que ao Sporting. Tratou se apenas de uma jogada genial ( de porcalhota ) do patrono do Benfica e do Porto . Há que garantir bons resultados nesses clubes, onde na verdade o Mendes vai enchendo o saco ...dele e de mais outros.... deve imaginar quem !

      Eliminar
    10. Nuno Martins, a saída de Leonardo Jardim serviu mais os interesses de Benfica e Porto do que ao Sporting. Tratou se apenas de uma jogada genial ( de porcalhota ) do patrono do Benfica e do Porto . Há que garantir bons resultados nesses clubes, onde na verdade o Mendes vai enchendo o saco ...dele e de mais outros.... deve imaginar quem !

      Eliminar
    11. O Mendes tirou-nos um grande treinador por €3M. Ao mesmo tempo promove vendas de projetos de jogador de Benfica e Porto por dezenas de milhões. Não estou a ver onde nos está a ajudar...

      Eliminar
  9. Caro Mestre,

    Excelente post. E o incómodo torna-se evidente quando um tipo que fez toda a sua carreira em low-profile tem, de um momento para o outro, necessidade de ter toda esta exposição mediática, com entrevistas sucessivas e o lançamento de um livro, cheio de special guest stars.

    Este 'sair do armário', mais a aposta (digo eu) na luta pela Presidência da FIFA, aqui com uma estratégia muito mais ao seu estilo, dá a entender que estas mudanças o estão mesmo a entalar e que as alternativas que ele possa inventar para continuar a sua vampírica actividade limitam-no e não são tão compensadoras (ter um Brasa FC, por exemplo). Senão não se expunha tanto. É uma boa notícia.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Férenc, se ele tivesse um clube dele já teria que ser ele próprio a assumir os riscos, e isso já não tem tanta piada. Daria muito mais trabalho...

      Um abraço.

      Eliminar
  10. Entretanto existe uma queixa na CE contra a proibição dos fundos. Assinada por .... a Liga Portuguesa e a Espanahola ;)

    http://www.bloomberg.com/news/articles/2015-02-04/portugal-spain-said-to-complain-to-eu-on-soccer-finance-ban

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Extraordinário, Paulo... A nossa Liga não deveria estar preocupada com outras coisas? Obrigado e um abraço.

      Eliminar
  11. É surreal a lata deste tipo. É o auto-proclamado DDT do futebol, ainda estou pasmado com a arrogância e prepotência como fala. Li recentemente um comentário de alguém, provavelmente até aqui não me recordo, que num espaço de 2/3 meses passou de agente silencioso que não dava entrevistas a lançar livros e a atacar escolhas da uefa e da fifa.

    Muitas vezes digo que na Europa devíamos seguir os modelos desportivos dos EUA, ou pelo menos tentar fazê-lo, Indivíduos como esta escória não existiam podem ter a certeza.

    De dizer apenas que a argumentação é toda ela ridícula, e ódio ao nosso clube mais que evidente. Prezo bem que se foda com todas a letrinhas e leve o seu negócio para onde bem quiser, desde que seja bem longe daqui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno, com os modelos desportivos dos EUA agentes como ele existiriam só para fazer aquilo que era suposto: representarem jogadores. Mas a ganância é ilimitada e querem uma fatia do bolo muito superior... Um abraço.

      Eliminar
    2. O começo da queda é quando eles pensam que são os DDT de qualquer coisa e começam a achar que são intocáveis, vide o Ricardo Salgado.

      Eliminar
    3. Guto, infelizmente neste país é preciso que as comadres se zanguem para as verdades se descobrirem...

      Eliminar
  12. O William nao fará uma venda milionaria, mas nao é por causa do JM...
    É por causa da televisão, pois toda a gente o ve a 'jogar'...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É na TV e depois para a posteridade no youtube:

      https://www.youtube.com/watch?v=RwdGuQab8ec

      Nunca consegui perceber quem é aquele "craque de classe extra" que logo no princípio do vídeo leva uma cueca de calcanhar...



      Eliminar
    2. Costa, quem vende Mangala por €40M não pode andar a dizer que os jogadores dos outros não têm nível para vendas milionárias... :)

      Eliminar
    3. Que exibição estrondosa fez nesse jogo, Sar... e esse Sir William está de volta.

      Eliminar
  13. Mestre,

    O mercado é soberano e tem sempre razão...
    Ou entao, por coerencia, tens que dizer, por exemplo, que o Ronaldo só é quem é por causa do Mendes.....

    ResponderEliminar