segunda-feira, 19 de junho de 2017

A absurda resistência dos jornalistas desportivos portugueses ao videoárbitro

Realizaram-se ontem dois jogos da Taça das Confederações, e, em qualquer um deles, a intervenção do videoárbitro foi crucial.

No primeiro jogo do dia, Portugal marcou um golo a meio da primeira parte, mas o árbitro anulou o golo por indicação da equipa de videoárbitros - composta por três juízes internacionais que assistiam ao jogo num estúdio. A decisão foi acertada: no princípio da jogada, Pepe estava adiantado quando Moutinho bombeou a bola para a área. O central tiraria partido da posição irregular para tocar a bola de cabeça para Ronaldo, que remataria espetacularmente à barra. Na recarga, Portugal marcaria.

Tudo bem, certo? Não. Aparentemente, há quem continue a tentar encontrar problemas onde eles não existem:


"Aqui está o videoárbitro a explicar que a polémica, ou que as polémicas não vão desaparecer do futebol", disse Manuel Fernandes Silva a respeito do sucedido. Ridículo. Concordo que a realização do jogo falhou ao não mostrar a repetição, mas isso é uma questão totalmente secundária. Portugal marcou num lance irregular, e por isso o golo foi bem anulado. Só isso deveria interessar. Que sentido faz dizer que há polémica sem se saber se o golo foi ou não bem anulado?

Mas, infelizmente, este não foi o único caso em que jornalistas portugueses decidiram, sem qualquer sentido, malhar no VAR. 

Avancemos para o segundo jogo do dia, o Camarões - Chile. No final da primeira parte, o Chile marcou um golo que o videoárbitro anulou, também por fora-de-jogo. Reparem no que foi dito pelos comentadores do jogo:


Neste caso até houve repetição, mas não foi esclarecedora, pois a realização não colocou a linha de fora-de-jogo. No início da segunda parte, lá mostraram o momento do passe com a linha de fora-de-jogo, onde se pode ver que Vargas tem a perna direita adiantada. Mas nem assim os comentadores da RTP conseguiram perceber que a decisão do videoárbitro foi boa. 

"Pela beleza e qualidade do lance nunca deveria ser anulado um golo destes".

"Há preciosismo a mais". Preciosismo a mais? Mas afinal a regra do fora-de-jogo é para se cumprir ou não? Gostava de perguntar ao autor desta frase quando é que um fora-de-jogo assinalado deixa de ser preciosismo. Aos 10 cms? Aos 20 cms? A um metro? É lamentável que jornalistas desportivos tenham afirmações destas, mas, pelos vistos, a vontade de malhar no videoárbitro sobrepõe-se ao desejo do cumprimento das regras do jogo.

O VAR viria ainda a ser importante neste jogo, ao confirmar a legalidade do segundo golo do Chile, que tinha sido anulado pelo fiscal-de-linha por fora-de-jogo. Três boas decisões do VAR no dois jogos, ou seja, o recurso à tecnologia ajudou a salvaguardar a verdade desportiva.

Mas se acham que foram apenas os comentadores da RTP a malhar no videoárbitro... estão enganados.

Exemplo da diferença de atitude em relação ao VAR entre um jornalista brasileiro e um jornalista português:

(via @bancadadeleao)

O Expresso a escrever uma mentira na crónica ao jogo:


O enviado especial de uma televisão portuguesa a dizer que os adeptos se sentem confusos. Mais confusos do que quando vêm um golo limpo ser anulado, ou um golo irregular a ser validado, e a ter impacto no jogo? Olha que problema gravíssimo...


Aguardo com alguma curiosidade as colunas de opinião na imprensa escrita. Quantos apontarão a decisão do Camarões - Chile como um erro? Para que lado da cama acordará Vítor Serpa? Será que vai aplaudir ou apupar o videoárbitro? Oh, a incerteza...

Obviamente que nem todos alinham pelo mesmo discurso, mas é impossível ignorar que existe uma grande resistência na generalidade dos jornalistas desportivos portugueses, que usam de todos os argumentos possíveis para tentar descredibilizar algo que só pode trazer melhorias ao estado em que encontra a arbitragem.

Claro que existem aspetos que não estão perfeitos e precisam de ser afinados - o tempo de resposta, as situações em que se recorre ao VAR, a forma de comunicação ao público e telespectadores -, e é expectável que há-de chegar o dia em que um VAR irá tomar uma má decisão... mas como em qualquer inovação é necessário dar tempo para que o processo entre em velocidade de cruzeiro. Não querer dar-lhe uma hipótese - e há muito boa gente por aí que parece mortinha por matar o VAR à nascença - é uma atitude completamente absurda para quem diz amar o jogo.

44 comentários :

  1. Quanto aos "jornalistas" compreendo, não lhes convem porque diminuem as avenças, pois diminuem também os casos para se discutir!

    O Arbitro de campo deveria ser obrigado a rever as imagens numa cabine, a decisão final é dele, e deveria ter acesso a toda a info antes de a tomar. Confiar na palavra de outrem é sempre um risco desnecessário!

    Isto é dar corda para que um qualquer gajo escondido influencie jogos, mas talvez o intuito seja mesmo esse!

    ResponderEliminar
  2. A cada dia que passa vamos descobrindo que certos jornalistas têm mais queda para reportagens tipo Caras ou TV Guia do que propriamente para falar sobre futebol...

    A RTP começa a fazer furor neste tipo de jornalismo cor de rosa, fazendo concorrência aos programas do Cláudio Ramos na SIC Mulher.

    ResponderEliminar
  3. Aaah "bons" tempos em que nestas competições um gajo via aqueles árbitros lá do cú de judas e pensava logo: "pronto, metem-me este árbitro lá das distritais destes países do 3º mundo e vai dar merd#".

    Agora não. São todos soberbos e os erros é normal. Já o VAR é que demora!

    PS: "....para quem diz amar o jogo"? Estes tipos???

    ResponderEliminar
  4. Prova cabal que os jornalistas estão se lixando para a verdade desportiva, para estes senhores o que interessa é dar assunto aos programas de jornalixo desportivo

    ResponderEliminar
  5. Jornais e TVs "vendem", "vivem" e "respiram" da polémica.

    Verdade desportiva... moral... pffffff... usando ironia invertida: "Tetra!"

    ResponderEliminar
  6. Com o vídeo-árbitro, há muito jornal que vai deixar de se vender, há muito comentador que vai ter menos que fazer, há protegidos do destino que vão ganhar menos vezes... São picos na cadeira o que estes senhores sentem... Mesmo assim, não é demais seublinhar que vai ser possível continuar a inclinar campos: faltas, faltinhas, dualidade de critérios, cartões... Vão continuar a ser argumentos de peso nos sermões das missas encomendadas...

    ResponderEliminar
  7. Comparemos a benevolência com que eles encaravam os graves erros arbitrais, tipo Pizzi, com os "errar é humano", "benefício da dúvida", etc., falseando resultados e campeonatos ou competições,

    com a virulência e rapidez com que atacam está nova ferramenta da verdade desportiva.

    Ontem estive duas muito boas.

    Irem buscar declarações do Rui Vitória de redução do VAR. Viva o Benfica e as medidas em prol do futebol e do desporto nacional, nomeadamente a proibição de cigarro eletrónico. Agora VAR, é que não.

    E a dada altura, um palerma no Chile - Camarões a lançar a suspeita da inteciobalidade do árbitro no que esse comentador considerava um erro, o golo anulado. Portanto, o VAR é corrupto num fora de jogo milimétrico, mas um árbitro que assinala a mão do Pedro Silva na Taça da Liga a uma distância de um campo de futebol e de costas, é um erro humano aceitável.

    E é isto.

    ResponderEliminar
  8. Caro MdC,

    Até posso compreender que agora de inicio estas paragens do video árbito possam trazer alguma impanciência aos espectadores, ok. Mas... este método vem reforçar a verdade desportiva! Já assistimos a vários exemplos e todos eles se percebem que são boas decisões! Ontem foram mais duas. O que é que estes jornalistas têm receio? Que não tenham lenha para por na fogueira todos os dias?

    Abraço,
    Pedro

    ResponderEliminar
  9. Quando eles perceberem que cá no nosso burgo as manhosices vão continuar a ser as mesmas que eram antes do VAR, desistem.

    Ui, quantas manhosices vamos ver...

    ResponderEliminar
  10. No país da corrupção esta resistência pode ser muita coisa, absurda jamais!

    ResponderEliminar
  11. Ainda ontem o Diamantino dizia na TVI que com o vídeo-árbitro os jogadores festejam e depois sentem-se frustrados quando o golo é anulado, o que estraga o espetáculo. Mas, digo eu, pelo menos assim são bem anulados. Slimani contra o Nacional e Alan Ruiz contra o Marítimo também festejaram e depois sentiram-se frustrados com os golos (mal) anulados. Aí já não se preocuparam com o espetáculo. E ó Nuno Luz, podes crer que os adeptos no estádio também ficaram muito confusos com estes dois lances (um em Alvalade e outro na Madeira). E vê lá tu que só agora, por causa de alguns emails, é que começam a ficar totalmente esclarecidos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Touché! Acrescento que só os mais inocentes/influenciáveis é que necessitaram dos mais para ficar totalmente esclarecidos quando a podridão era tão óbvia neste esgoto a céu aberto que é o futebol em Portugal.

      Os mails vieram simplesmente expor a podridão aos adeptos de outros clubes e à estrangeirada. Porque quem é vítima de todos estes esquemas não pode ficar minimamente surpreendido com estes mails. Serviram também para entalar a passarada, pelo menos até eles deixaram de estar desorientados e afinarem uma estratégia de comunicação minimamente decente (vai ser complicado, e os 20k pagos ao Luís Bernardo não parecem ser suficientes)... Ontem a ver o jogo da FPF vira-se um lampião para mim e tenta culpar o William por ter cedido um canto que deu origem ao golo do empate (lamps logic), eu ri-me e referi que sem Sporting não estaríamos ali e que foram os nossos rebentos que uma vez mais assumiram as despesas do jogo de ontem (teríamos saído dali com uma derrota), ao passo que ele referiu que nós não temos títulos (lamps logic). Eu perguntei-lhe se ele queria falar da maneira que ele conquistou os títulos, nesta fase em que já foi exposto ao mundo alguns dos truques... Seguiu-se um silêncio constrangedor (para ele, para mim foi um silêncio engraçado), e logo mudou de assunto para algo extra bola.

      Eliminar
  12. E ainda houve a situação do segundo golo de Portugal que, a meu ver, os comentadores conseguiram ser ridículos. Depois do golo ser marcado deve ter havido uma duvida qq para o vídeo arbitro, muito sinceramente não sei o que podia ter sido. Para os comentadores era o vídeo árbitro a discutir se era autogolo ou era atribuído ao Cedric...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! Esse momento foi absolutamente patético.

      Eliminar
  13. Se calhar porque não lhes convém que as coisas comecem a ficar transparentes.. Sem polémica e carvão não recebem a avença no fim do mês. Enfim, cada vez enterram-se mais.. Tristes!

    ResponderEliminar
  14. Gente inteligente! Como é que estes tipos são jornalistas???

    ResponderEliminar
  15. Quando começar a época, vou criar um contador para os dias que vão estar sem criticar o video árbitro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha cria outro contador para os amarelos e vermelhos dos jogadores do Sport Lisboa!

      #DepoisApagaTudo

      Eliminar
    2. ...ou para os penaltys contra o carnide!

      Eliminar
    3. LOL nunoalexctx
      "Depois apaga tudo" devia ser a assinatura de todos os Sportinguistas a partir de agora.

      Eliminar
    4. Koboi, gosto mais do:

      #Omeutetraélimpinho

      seguido de:

      #60anosáfrente

      Eliminar
  16. A intencionalidade dos comentários é clara, é a de, de alguma forma enfraquecer a ideia de que o VDR, é essencial, e repare-se os comentadores que criticam e quais a suas cores, não há coincidências. Vamos esperar para ver, para o próximo campeonato, não espero muita diferença dos últimos, a diferenças será nas missas, agora também "cantadas" nas cabines do VDR.

    ResponderEliminar
  17. O que aconteceu ontem foi uma bela prova de que o que os jornalistas desportivos portugueses gostam não é de desporto, é de discussão e polémica.

    ResponderEliminar
  18. Mestre,

    Penso que tens de dividir ai o que foi dito pelos comentadores portugueses. Primeiro os atrasados mentais que são contra o video árbitro, porque acham que o lance é bonito, porque não perceberam o que se passou, ou porque se chamam Luis Mateus!
    O outro caso é o do Nuno Luz, de quem sei ser adepto do video árbitro, e defensor que a conversa que o àrbitro tem com o VAR seja difundida em directo pelo estádio. E foi o que ele quis dizer com a sua afirmação. Se os comentadores em estúdio ficam aos papeis e só percebem à posteriori, com recurso a algumas imagens que são difundidas, o que dizer dos adeptos que estão na bancada?! Esse então nem sabem se quer o que se passa, nem porque o golo foi validado ou invalidado. Ou o Luz se explicou mal, ou então muita gente viu maldade nas suas afirmações.

    ResponderEliminar
  19. Mas aquando do 2º golo do Chile, em que o fiscal de linha anulou, e depois e VAR validou, já meteram a viola no saco!!!

    SL

    ResponderEliminar
  20. Para mim ser contra o video-árbitro não faz sentido nenhum, então não queremos um futebol mais sério e legal perante as leis de jogo?

    ResponderEliminar
  21. Não admites que haja gente que possa ter opinião contrária à tua? Acho que estão no seu direito e, para já, é muito cedo para tirar conclusões sobre o VAR na arbitragem. Essa perseguição a todo o jornalista que não se revê nas tuas ideias, um dia, deixar-te-á louco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vê se consegues ver a diferença:
      1- És um imbecil, cala-te porque só dizes *****!
      2- A "perseguição" que o MdC faz a "jornalistas" vendidos e que (ainda!) se fingem isentos, mesmo depois de serem identificados como cartilhados tem toda a lógica. Serve, no mínimo, para nos manter informados quanto à agenda destas personagens, e ao seu modus operandi. Logo, estás completamente enganado.

      Se conseguires distinguir a validade da resposta 1 em comparação com a nº 2, então também não vais conseguir perceber porque o MdC critica certos jornalistas. Vou-te dar uma ajuda: para fundamentar uma opinião contrária, não basta dizer "não concordo"; são precisos argumentos lógicos.

      P.S. - Criticar os burros que não sabem argumentar não significa que não se admita que "haja gente que possa ter opinião contrária". Aliás, ao ser opinião, está automaticamente aberta a crítica. :)

      Eliminar
    2. Koboi, isto são simples ataques pessoais que qualquer anónimo, com tomates-ironia-, faz. Se desse a cara, provavelmente procurava situar melhor o seu texto. Não é com simples tweetts que saberás profundamente a opinião e argumentação daqueles que não se revêm no VAR.
      O Artista tira as conclusões que quer, mais pelo passado dos jornalistas, do que pela opinião curta e sem qualquer fundamento-até simples tweets valem para o artista- do jornalista.
      Por exemplo, na questão do fora de jogo. Sem possiiblidade das linhas no campo, torna-se muito difícil perceber se realmente há fora de jogo, ou não, por isso as dúvidas do Mateus, são completamente válidas.
      Isto são apenas caça às bruxas na cabeça do artista. Vocês sempre foram muito bons a vitimizar-se perante o mundo.

      Artista, não me leves a mal. Mas é o que penso.

      Eliminar
    3. Entao espera lá, tu criticas alguém que critica, isso faz de ti o quê? Hipócrita?

      Nunca conheci na net alguem que cometa ciber-suicídios tão bons como os teus.

      Fizeste-me recordar este teu espalhanço:

      "jorgen80 07 junho, 2017 15:34

      "Lampionagem é para morrer". Aha. Ainda há psicopatas destes na sociedade? Estes é que deveriam ser abatidos."

      Chamas psicopata a alguém e depois sem querer incluís-te no pacote.

      #NemAsPensasMoço

      Eliminar
  22. eu quero ver qual a desculpa para o ano quando continuarem a levar na meloa com o video árbitro.

    Nunca acabem eheheh

    AGORA APAGUEM TUDO EHEHEHEH
    #COLINHO LA LA LA LA LA LA LA LA LA LA LA
    EU AMO O COLINHO LA LA LA LA LA EU AMO O COLINHO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JF?
      #eheheh :\

      P.S. - Estou curioso: por que raio é que só o Cardoso está em maiúsculas? Parece que começaste a escrever, mas só te lembraste que havia shift/caps a meio da mensagem (e ao registar o nome). Cada lamp é um caso de estudo (psiquiátrico) por si só...

      Eliminar
    2. Pronto descaiu-se...

      ...e o koboi laçou-o logo pela cabeçorra!

      Eliminar
  23. Pela VERDADE DESPORTIVA, SEMPRE!

    Há gente que gosta de ganhar de qualquer forma, nem que seja pela via de correio electrónico...

    ResponderEliminar
  24. Entende-se perfeitamente o silêncio dos sacristãos. Apetece-lhes arrasar o VAR para poderem continuar a rezar as missas à vontade, mas não podem, porque defendem a verdade desportiva desde... 1908?

    Nas duas pazadas seguintes, vou recordar o que disseram no início de maio, ou seja, antes de terem sido divulgadas as homilias.

    ResponderEliminar
  25. PAZADAS DE CARVÃO


    VAR – Parte I

    Como todos sabemos, VAR tem os seguintes significados:

    1- Video Assistant Referee (daí a designação)

    2- Videoárbitro (designação portuguesa)

    3- Anticristo do benfica (constatação óbvia)

    É claro que o 3º significado está relacionado com as novas posições adotadas pelos cartilhados que todos conhecemos e que agora, a custo, tentam associar o Carnide à implementação desta tecnologia e, vejam bem o desplante, à verdade desportiva!!!
    Não enganam ninguém, são e sempre foram opositores acérrimos ao VAR.


    PAZADAS DO DIA

    1- “Estudos recentes sobre a aplicabilidade do video árbitro e suas consequências, demonstram que até esta jornada o Benfica teria mais 2 pontos, o Porto os mesmos e o Sporting menos 5.”
    By rudolfo dias, 4 de maio de 2017 às 14:45

    Nota: E esses estudos confirmam o mérito do benfica ter estado na final da taça?


    2- “Venha o video árbitro.”
    By rudolfo dias, 4 de maio de 2017 às 14:45

    Nota: É evidente que o rotolfo está a fazer figas.


    3- “CB, admite lá. Não arraso constantemente quem decide entrar num bate-papo comigo? (Só o artista está acima de mim, obviamente!)”
    By jorgen80, 4 de maio de 2017 às 22:30

    Nota: “Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência.”
    Admito que o QI80 é uma exceção, arrasta para o seu nível quem entra em bate-papo com ele, mas perde sempre.


    4- “Tudo o que seja para reduzir o erro do arbitro é bem vindo.”
    By JF, 4 de maio de 2017 às 16:18

    Nota: Portanto, depois de nos assegurarem que o VAR estaria condenado ao fracasso, o JF diz que é bem-vindo. Foi cartilhado.


    5- “Esperemos que a partir da próxima época acabem as desculpas! heheh
    Cumprimentos”
    By JF, 4 de maio de 2017 às 16:18
    Nota: Esperemos é que diminuam os erros grosseiros e aumente a verdade desportiva.


    6- “Artista, vais-te dedicar a quê no futuro? Já pensaste bem nas consequências que terá o vídeo-árbitro na tua carreira de blogger? Vais perder muito pa. :)”
    By jorgen80, 4 de maio de 2017 às 19:45

    Nota: Lembrei-me do Quid, nunca comentava os temas abordados.


    7- “Essa das colunas a estalarem teve piada, a coluna vertebral do Sporting já quebrou há muito, hoje não passam do clube capacho do Porto.”
    By militânciadamentira, 4 de maio de 2017 às 23:14

    Nota: O mentiroso militante é um cartilhado com orgulho. É um molusco, mas acusa os outros de não terem coluna vertebral.


    8- “Só me lembro de 4 pontos que o Benfica perdeu e que com o video arbitro não os tinha ganho.”
    By militânciadamentira, 4 de maio de 2017 às 23:14

    Nota: O mentiroso militante às vezes diz umas verdades, mas não se apercebe do diz.


    9- “Se o Benfica ganhar o Tetra, o Penta está mais que garantido!”
    By militânciadamentira, 4 de maio de 2017 às 23:14

    Nota: Agastado com as novas tecnologias, o estadista vai avançar com um novo empréstimo obrigacionista. É preciso encher muitas malas e muita pança nas jantaradas no museu.


    10- “O Azevedo arrisca-se para lá de ser o presidente do Tetra, o presidente Hexa!”
    By militânciadamentira, 4 de maio de 2017 às 23:14

    Nota: Cum catano, o penta está mesmo garantido!


    → TAUTAU NAS NÁDEGAS

    1- “Seria engraçado, se não fosse nojento, ver quais os comentadores que já se atiraram contra o VAR.”
    By Bernardo Carvalho, 4 de maio de 2017 às 14:24

    Nota: Isso é que era serviço.


    2- “O demagogo e mentiroso compulsivo para alguns, é afinal um visionário que anteviu a evolução do futebol com apoio tecnológico, com vista ao auxilio às equipas de arbitragem para que os erros e as más avaliações, sejam cada vez em menor número e os "escândalos"”
    By Bart, 4 de maio de 2017 às 14:42

    Nota: Bart, sejamos sérios, o Bruno de Carvalho é um incendiário e está a destruir o futebol português!
    Se o homem ganha mais 2 ou 3 eleições, esta modalidade desaparece do planeta.


    Saudações Leoninas,
    CB


    ResponderEliminar
  26. PAZADAS DE CARVÃO


    VAR – Parte II

    Todos sabemos que a língua portuguesa causa urticária ao estadista e, por esse motivo, mantém-se em silêncio e manda os cães de fila vomitarem o ódio por si.
    Em conformidade, tivemos ao longo dos últimos anos, inúmeros exemplos de afirmações contra o videoárbitro por parte da lampionagem avençada.
    Agora que a cartilha manda dizer que nunca houve posições oficiais nesse sentido, os seus tristes seguidores papagueiam, sem vergonha, o contrário do que andaram a fazer!


    PAZADAS DO DIA

    1- “Após anos de oposição?? A sério? Nunca vi nenhuma oposição do Benfica contra o video árbitro mas talvez o mestre consiga mostrar alguma prova.”
    By John Billy #36 rumo ao penta!, 5 de maio de 2017 às 09:59

    Nota: A sério?
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    2- “Nunca vi o Rui Gomes da Silva, o João gobern ou qualquer outro cartilheiro, para utilizar um termo vosso, fazer oposição ao vídeo árbitro.”
    By John Billy #36 rumo ao penta!, 5 de maio de 2017 às 12:09

    Nota: Olha, o JohNNy fala em cartilheiros lampiões.
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    3- “Aliás nem contra, nem a favor, porque até a data de ontem era um não assunto. ”
    By John Billy #36 rumo ao penta!, 5 de maio de 2017 às 12:09

    Nota: Claro que era um não assunto e convenientemente, para a lampionagem corrupta, deveria continuar a sê-lo. Temos pena.


    4- “Quem fez bandeira da introdução do vídeo árbitro, é o vosso presidente. ”
    By John Billy #36 rumo ao penta!, 5 de maio de 2017 às 12:09

    Nota: Verdade. Até um lampião como o JohNNy consegue ter momentos de lucidez!


    5- “Mdc o Benfica é a favor do vídeo árbitro desde prai 2007...”
    By Nuno Martins, 5 de maio de 2017 às 10:45

    Nota: Correção: desde 1908.
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    6- “Então mestre da censura, onde o Benfica se opôs ao vídeo árbitro?”
    By John Billy #36 rumo ao penta!, 5 de maio de 2017 às 11:17

    Nota: Em lado nenhum, contorcionista.
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    7- “Digam-me uma comunicação oficial onde o Glorioso Tri Campeão Benfica, a caminho do Tetra e Seis, se tenha oposto ao video-árbitro. Uma! ”
    By rudolfo dias, 5 de maio de 2017 às 13:52

    Nota: Ui, memória seletiva.
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    8- “Não encontram, pois não? O video-árbitro para o Benfica só tem um problema. Vai deixar de ganhar os campeonatos disputados taco a taco por poucos pontos de diferença, para passar a ganhá-los com uma diferença pontual tão grande que tirará o entusiasmo e o suspense à competição.”
    By rudolfo dias, 5 de maio de 2017 às 13:52

    Nota: O rotolfo acaba de decretar a morte do futebol. E ainda dizem que são a favor do videoárbitro!


    9- “Os patrocinadores começarão a pagar menos pelas transmissões televisivas dos jogos. Vai começar a entrar menos dinheiro pela publicidade. ”
    By rudolfo dias, 5 de maio de 2017 às 13:52

    Nota: Ou seja, um patrocinador quer é batotice, corrupção, vigarice e resultados viciados. Parabéns rotolfo.


    10- “O Benfica é sempre a favor da verdade e transparência desportiva. Sempre foi assim.”
    By jorgen80, 5 de maio de 2017 às 15:07

    Nota: QI80, acorda, estás a ter um pesadelo. Respira fundo, pá.
    Tu ganhas sempre, até na verdade e na transparência desportiva.
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    11- “Vejam o Apito Dourado. Quem assumiu as rédeas? Vieira e Benfica, pois claro.”
    By jorgen80, 5 de maio de 2017 às 15:07

    Nota: Este QI80 ainda faz Tilt. Roubaram o poder corrupto ao peidoso, ganham com vigarices e ainda tem a distinta lata em falar em verdade e na transparência desportiva.
    ♫ Aperta aperta com ela (cartilha). ♫


    BUJARDA NA LAMPIONAGEM

    -““ @jorginaQI80
    " Vejam o Apito Dourado. Quem assumiu as rédeas? Vieira e Benfica, pois claro."

    AQUI NINGUÉM DUVIDA DISSO!!
    Parabéns a primeira coisa acertada que vomitas neste blogue!!!””
    By Lourenço, 6 de maio de 2017 às 02:37

    Nota: Vitória para o QI80.


    Saudações Leoninas,
    CB


    ResponderEliminar
  27. Como é que o PPC conseguiria fazer uma denúncia caluniosa para um VAR?
    Será que aparecia na imagem que o árbitro estivesse a ver em vídeo "Parabéns, foram depositados 2 000€ na sua conta".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não te safavas a comediante. :\
      Mais uma profissão fora de hipótese. Quando acabar a avença, ficas pior que o porco gil.

      Eliminar
    2. Pode sempre ir vender o pacote por uma sandes e um sumol para a porta do pré fabricado...

      Eliminar
    3. Vai lavar a louça rotolfo, senão ainda levas nos cornos!

      Eliminar
  28. As questões com o VAR são universais. Vi os dois jogos na televisão chilena e curiosamente a reacção ao video arbitro foi distinta nos dois jogos.
    Grandes elogios no caso em que a decisão foi de anular o golo de Portugal (os locutores estavam marcadamente pelo México). Grande irritação e adjetivação no golo anulado ao Chile, com afirmações de que estavam a matar o futebol. O principal argumento é que assim já não se sabe se se pode celebrar a marcação do golo e isso mata a festa.
    Na prática nada de diferente entre o que se esperava, o VAR só será bom quando nos favorece e será mau qundo nos "prejudica", isto porque na verdade o que todos querem é a vitória, independentemente dos meios que se utilizam para tal (Portugal nisso está bem desenvolvido).
    Finalmente, penso que também seria de equacionar a possibilidade de as equipas terem a possibilidade de solicitar a utilização do VAR em duas ocasiões durante o jogo (1+1), isto é, podem ter 2 hipóteses se a primeira lhes for favorável.
    Se querem ver uma introdução verdadeiramente traumatica do VAR, essa foi a que ocorreu no cricket, em que alguns países se recusaram a utilizar o sistema. Hoje em dia, passados alguns anos já todos usam e os comentarios até vão no sentido de criticar a sua não utilização, porque a mesma passa a ser parte da estratégia do jogo.

    ResponderEliminar
  29. Os artistas da RTP continuam a insistir nos resumos, mesmo com as imagens e linhas de fora de jogo à frente das trombas, que o primeiro golo anulado pelo VAR ao Chile "deixa muitas dúvidas"...
    Agora o César Peixoto e outro comentador dizem que são contra o vídeo árbitro porque o público pode estar a festejar golos que segundos depois serão anulados...
    A verdade desportiva és última das prioridades para estes artistas.

    ResponderEliminar