sábado, 3 de junho de 2017

A Orgia do Poder, de Pippo Russo



Finalmente será publicada a edição em português do livro de Pippo Russo sobre a carreira e a influência de Jorge Mendes no futebol mundial: A Orgia do Poder. O livro estará nas bancas no dia 7 de junho, mas já está disponível para pré-venda em vários sites, como a FNAC ou Wook.

Deixo-vos a resenha distribuída pela editora do livro, a Planeta.



Ao longo de mais de 400 páginas, fundamentando a sua argumentação em milhares de notícias e documentos, Pippo Russo, jornalista italiano e sociólogo do futebol, especialista na economia paralela do futebol mundial, traça a meteórica ascensão de Jorge Mendes: do anonimato ao estrelato.

Jorge Mendes é o maior empresário de futebol do mundo. A revista Forbes calcula que em 2016 ganhou 60 milhões de euros em comissões de transferências e que em 2015 foram quse 85 milhões. Entre os seus cerca de 80 clientes estão Cristiano Ronaldo, James Rodriguez, Renato Sanches, Diego Costa, Thiago Silva, Ángel Di Maria, Radamel Falcao e José Mourinho.
  • A que recursos e estratégias recorre para valorizar astronomicamente os seus jogadores?
  • Que influência exerce nos três grandes, Benfica, Porto e Sporting?
  • Que importância têm os mais pequenos Rio Ave, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães?
  • E por que são cruciais para o seu "sistema" o Manchester United, o Mónaco, o Atlético de Madrid?

Descrevendo acontecimentos, relacionando factos e sublinhando coincidências, Russo traça um impressionante e absolutamente imperdível retrato da forma como Mendes conduz os seus negócios, em todos os aspectos, incluindo os menos conhecidos e os nunca contados.

Depois de ler este livro, vai olhar para o futebol mundial com outros olhos.

5 comentários :

  1. Pergunta pelo livro há meses...finalmente vou poder comprar. Sporting Sempre.

    ResponderEliminar
  2. MdC,

    então mas...eu tinha lido por aí que o Bruno Carvalho ponderava voltar a negociar com Jorge Mendes este verão e tudo.. Bom, uma coisa é certa, não acho que este blog seja anti como a larga maioria dos blogs verdes que vou lendo (e sorrindo muito) e pensa pela sua cabeça. Só por isso...merece consideração.

    Quanto ao tema:

    «O poder tende a cooromper, e o poder absoluto corrompe absolutamente». Não tenho dúvidas que haja práticas menos claras no Mendes (ou chico espertismo, vá), como nas contas off-shore do Messi, do Ronaldo, de toda a gente que factura efectivamente muito dinheiro. Provavelmente Vieira e/ou Jesus (para dar dois simples exemplos) também terão tráfico de influências e muito dinheirinho, portanto, tudo o que for para combater situações dessas...sou a favor.

    Se o Russo vai beliscar o Mendes e chamuscar outros ? Talvez. Mas no fim do dia os poderosos continuarão a ter a faca e o queijo na mão (digo eu..).

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  3. Fazem bem. O Fábio Coentrão deverá ser o primeiro que vem pelas mãos do Jorge mendes. Assim ficou a conhecer o jogo do poder.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que não, olha que não... se o Fábio vier.
      Como diz o outro, "não há dinheiro, não há palhaço", ou seja, é empréstimo e, por isso, os clubes que negoceiem entre si.
      Jorge, BdC não recusa intermediários e o Sporting tem pago comissões (basta ler os R&C)

      Eliminar
  4. Nesse livro sobre a Orgia, não há imagens com a filha do Mendes?

    ResponderEliminar