sábado, 13 de dezembro de 2014

Distribuição de cartões ao longo dos 90 minutos

A pedido de várias famílias, aqui fica a distribuição de amarelos ao longo dos 90 minutos:



E agora os valores acumulados ao longo dos 90':





Perante isto:
  • O Sporting tem tantos cartões quanto os adversários nos seus jogos, que contrasta profundamente com o que se passa nas partidas de Benfica e Porto.
  • Salvo raras exceções, o Sporting costuma ver cartões mais cedo que os seus adversários.
  • Comparando diretamente com Benfica e Porto, o único período de jogo em que o Sporting vê menos amarelos que os rivais e em que os adversários do Sporting vêm tantos ou mais amarelos que os adversários dos rivais é entre os 76 e os 90 minutos, ou seja, quando já não faz grande diferença para o desenrolar da partida.
  • É evidente que se os adversários dos grandes forem mais castigados com amarelos em fases prematuras da partida, estarão mais condicionados na abordagem aos lances divididos e na opção por travar em falta lances de perigo.
  • Não faz sentido algum que o Sporting, em função do tipo de futebol que pratica e do domínio que costuma exercer, seja tão castigado disciplinarmente quanto os seus adversários.

8 comentários :

  1. MdC, parabéns por mais esta excelente recolha de dados.
    Devo dizer que até me ri quando vi o Montero a levar aquele amarelo contra o Boavista. De facto só dá mesmo para rir com esta dualidade de critérios.
    Os senhores da APAF têm a lição estudada. No fundo até acredito que muitos daqueles arbitros não tenham nada contra o Sporting, no entanto as suas diretivas são claramente para prejudicar o Sporting e tentar não prejudicar os outros(corruptos do sul e norte), porque caso não sigam as diretivas vão para o castigo e as suas carreiras como arbitros para o caixote.
    Exemplo, bruno paixão deveria ser um case study, como é possivel um ser daqueles apitar jogos da 1ª liga há mais de 10 anos, capela, mota, duarte gomes, etc... são meninos para terem uma longa carreira pelo trabalho desenvolvido nos ultimos anos e depois temos um arbitro internacional , considerado até o melhor do mundo em 2012, castigado, enfim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yazalde, para não falar da dualidade de critérios a que assistimos frequentemente nos jogos do Sporting. Como é possível que o Sporting tenha cometido praticamente o dobro das faltas do Boavista na jornada passada? E com o Setúbal foi semelhante, com o Paços idem. Um abraço.

      Eliminar
  2. Com este post parece que se calaram as vozes com lampionite do post anterior. Só não vê quem não quer...ou não pode...ou não sabe, o que duvido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. QT, no primeiro post mostrei apenas os da 1ª parte porque na realidade o panorama na 2ª não muda o propósito do ponto que pretendia mostrar: há um condicionamento dos jogadores do Sporting que não há para os outros grandes, e há uma tolerância para os nossos adversários que não há para os adversários dos outros grandes.

      (curiosamente só ao fazer este post é que me apercebi que o quadro dos amarelos da 1ª parte estavam errados - faltavam no quadro 2 amarelos aos adversários do Benfica, o Benfica tinha 2 amarelos a mais, e o Sporting tinha 2 amarelos a menos; ou seja, o panorama ainda era mais desnívelado do que o quadro mostrava; entretanto já corrigi)

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. MdC,

    Excelente trabalho como já havia dito no post anterior a diferença do número de cartões não é normal, são 3 equipas que provocam na grande maioria dos casos aos seus adversários maior trabalho defensivo, o número de golos marcados também ajudam a perceber essa relação:
    slb - 28
    fcp - 27
    SCP - 24

    "É evidente que se os adversários dos grandes forem mais castigados com amarelos em fases prematuras da partida, estarão mais condicionados na abordagem aos lances divididos e na opção por travar em falta lances de perigo."

    Infelizmente não é assim tão evidente ... basta ver o post anterior e os argumentos lampionicos para percebermos que aquilo que deveria ser de fácil percepção para qq um para eles é um exercicio penoso ... isto nem com legendas lá chegam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sérgio, o Sporting nas primeiras jornadas era a equipa que mais rematava. Não tenho números mais recentes, por isso não sei qual é o panorama atual, mas acredito que se não formos os primeiros nessas estatística estaremos lá perto. Infelizmente o número de golos que marcámos não faz justiça às oportunidades que temos tido - a ineficácia ofensiva tem sido um dos nossos maiores problemas.

      Tudo isto para dizer que atacamos tanto ou mais do que Benfica e Porto. Querem fazer-nos acreditar que os nossos adversários contra nós não fazem o mesmo tipo de jogo faltoso que fazem contra os outros? Contra nós levantam o pé nas bolas divididas? E querem fazer-nos acreditar que os nossos jogadores são mais faltosos que os Enzos e os Samaris?

      Há uma diferença de comportamento dos árbitros, bem mais tolerantes com o Benfica do que com o Sporting. Há inúmeros casos que o sustentam, basta olhar para as expulsões já perdoadas a jogadores do Benfica, ou a raridade que é haver uma expulsão para um adversário do Sporting.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Exacto MdC a disparidade destes números só teria uma explicação caso o SCP jogasse com 11 Mauricios!

      Também não é por acaso que o Nani já viu mais amarelos no primeiro 1/3 do campeonato comparativamente com as 4 ou 5 épocas que teve no MU.

      Eliminar