quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

A propósito de estatutos anti-democráticos

Os últimos tempos têm sido férteis no aparecimento de pessoas a insurgirem-se contra a veia ditatorial de Bruno de Carvalho. Na origem deste movimento, que une sportinguistas que se opõem ao atual presidente e muitos benfiquistas, estão as alterações aos estatutos e ao regulamento disciplinar dos sócios - e, em particular, a parte que abaixo podem ver:


O carácter genérico desta alínea - que permitiria todo o tipo de interpretações - foi de imediato contestado por muitos sócios. Os órgãos sociais do clube estiveram atentos às críticas que foram feitas e reformularam o texto:


A partir do momento em que esta alteração foi feita, passou a ser uma alínea que, para além do conceito de grupo, nada traz de novo em termos de âmbito de atuação da Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD). Nenhum sócio se pode considerar ameaçado para além daquilo que os estatutos já previam antes. Ora veja-se a alínea b) do artigo 28º dos atuais estatutos:

Estatutos Sporting CP

Ou seja, os sócios já estavam sujeitos a terem uma sanção em situações de injúria, difamação ou ofensa aos membros dos órgão sociais do clube. A nova alínea mantém as mesmas expressões ("comportamentos (...) ofensivos ou injuriosos de qualquer membro dos órgãos sociais"), mas em âmbito de atividade de grupos reconhecidos ou identificados com o Sporting.


É absurdo que se pense que, por causa desta alteração, algum sócio fique mais sujeito a ser expulso do clube do que já estava antes. Existindo más intenções dos órgãos sociais, já existiam ferramentas para abrir processos disciplinares a todos aqueles que já insultaram o presidente - que, como sabemos, é um dos desportos mais populares neste país.

Em relação aos adeptos de outros clubes que se insurgem contra o ambiente anti-democrático que dizem existir no Sporting, só dá vontade de rir. 

Em primeiro lugar, tenho muita curiosidade para ver qual será o nível de mobilização dos sócios benfiquistas para afastarem um presidente que comete crimes utilizando recursos do clube para fins pessoais. Para já, não se vê nada. E se um dia houver efetivamente mobilização, veremos até que ponto é que os sócios ainda têm poder no Benfica. 

Em segundo lugar, convém relembrar que os últimos processos eleitorais dos nossos rivais têm sido proformas de reeleição das direções em exercício: Vieira concorreu sozinho em 2016, e já não me lembro da última vez em que Pinto da Costa teve oposição.  E convém não esquecer a alteração de estatutos promovida por Vieira em 2010, a dois dias de conquistar o primeiro campeonato em cinco anos, em que foram aprovadas várias medidas que praticamente asseguram a sua perpetuação no poder. 

Por último, porque tanto os estatutos de Benfica e Porto prevêm o mesmo tipo de sanções, pelos mesmíssimos motivos previstos nos estatutos do Sporting. No Porto, os estatutos dizem isto...

Estatutos FC Porto

... e os do Benfica dizem o seguinte:

Estatutos SL Benfica

As alíneas mais polémicas dos estatutuos estão redigidas de forma exatamente igual em todos os clubes, bem como as sanções previstas. Todos prevêm sanções por injúria, difamação e ofensa. Todos prevêm a possibilidade de expulsão. Tudo normal, pois, como não pode deixar de ser, pressupõe-se que a sua aplicação será levada a cabo sempre numa lógica de bom senso e equilíbrio.

No Sporting, considerando os ataques inqualificáveis de que esta direção (e em particular o presidente) são alvo numa base diária, não se pode dizer que o total de sócios expulso seja chocante: apenas um, o ex-presidente  Godinho Lopes. E convém recordar que no âmbito desse mesmo processo, Luís Duque foi suspenso por um ano, enquanto Carlos Freitas e Nobre Guedes não tiveram qualquer sanção por entretanto terem deixado de ser sócios. Estão agora a perceber por que razão é que esta outra proposta de alteração existe?


Tanto quanto me tenha apercebido, ainda não houve nenhuma suspensão ou expulsão devido a injúrias, ofensas ou difamação.

Ou seja, aquilo que se tem feito na última semana é uma tempestade num copo de água. Convém que as pessoas não se deixem enganar por quem quer pôr este presidente fora do clube.

P.S.: quem estiver com vontade de se revoltar contra tiques anti-democráticos no futebol, pode dirigir a sua atenção para o que aconteceu no final da tarde de ontem:


Já perdi a conta ao número de vezes que instâncias superiores anulam suspensões a Bruno de Carvalho. Infelizmente, a velocidade da justiça desportiva acaba por tornar inúteis essas anulações, pois surgem numa altura em que a pena já tinha sido cumprida na totalidade. Neste caso, foram três meses de castigo por ter escrito isto:

"A atitude da FPF de actualizar os títulos nacionais, hoje no seu site, desrespeitando a verdade e a história, demonstra a incompetência e a cobardia dos seus dirigentes, que tudo defendem menos a verdade desportiva e o futebol"

O TAD considerou que Bruno de Carvalho apenas exerceu a liberdade de expressão e crítica, motivo pelo qual deliberou que não devia ter sido alvo de procedimento disciplinar.

Isto sim, é uma vergonha.

66 comentários:

  1. Esta alteração de estatutos não tem qualquer importância e nem sequer devia ser necessária uma proposta a votação para os alterar. Chamar-lhe-ia correção.

    o Bruno ditador... é o único argumento que lhes resta particularmente partilhado com os infiltrados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer mudança nos Estatutos tem de ir a Assembleia Geral...

      Eliminar
  2. Por isso é que nunca serão grandes. Existe sempre um termo de comparação com o rival. "Nós estamos mal mas o rival também está por isso que se foda".

    Nunca acabem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outro burro... mas quem é que está mal desculpa lá? Em primeiro em praticamente todas as modalidades, em todas as frentes no futebol, com equilíbrio financeiro.

      Eliminar
    2. Lamento a dificuldade de interpretar o texto. Coloquei os excertos dos estatutos de Benfica e Porto com o objetivo de demonstrar que as expressões utilizadas no Sporting são normais. Em relação à falta de democracia em Benfica e Porto, é para desmascarar a hipocrisia dos adeptos de outros clubes que acusam BdC de ser um ditador mas que não mexem uma palha para correr com os ditadores que têm em casa.

      Eliminar
    3. Oh! Imbecil o Sporting já é maior que o Merdica... a nível MUNDIAL sem dúvida alguma.

      Reconhecidamente uma das maiores potenciais desportivas do MUNDO com mais de 22 mil títulos (não é erro lês-te bem.. aliás existem 2 museus, Leiria e Lisboa, q são manifestamente muito curtos, pois existe muita coisa ainda em armazém) nas mais diversas modalidades desportivas... e com atletas formados ou provenientes de ou em representação do Sporting, com nível de projecção e prestígio realmente MUNDIAL...

      NÃO, não estou só a falar do Ronaldo, o mundo inteiro não gosta só de futebol e muito menos tem a enfermidade mental que tu tens por veres tanta propaganda... Por exemplo o Carlos Lopes, teve e se calhar ainda tem mais prestigio mundial q alguma vez algum atleta do Merdica teve, incluindo o Inzebio.

      Eliminar
    4. Os 22 mil títulos é óbvio que incluem 'Filiais' e 'Núcleos'... e se há núcleos, para além de filiais, q já tiveram modalidades campeãs nacionais... por exemplo (de cabeça) o Sporting de Paris já foi campeão nacional de França em futsal...

      Pois! não sabias e não acreditas... é normal! têm feito um esforço absolutamente gigantesco para tentar reescrever a história com propaganda adversa... mas não vão conseguir, e não temos q falar de rivais para nada (só para coisas nefastas, roubos no futebol e crimes!), nem que TODOS os rivais em Portugal, obviamente muito incluído o Merdica, fossem reinventados mais 10 vezes, mesmo assim não conseguiriam chegar (todos juntos) ao palmarés desportivo absolutamente fabuloso da história do Sporting Clube de Portugal.

      Eliminar
  3. Não me sinto no direito de pregar estopa, porque não sou sócio. Queria só dizer que me penitencio por ter achado que esta alínea era uma excentricidade arbitrária destes órgãos sociais do SCP. Depois deste post, toda a música sobre este assunto é barulho para boi dormir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Noureddine04, então está na hora de tratar disso. Sócio num minuto! ;)

      Eliminar
    2. Sinceramente MdC, perante o cenário actual, pelo menos no que me diz respeito e sei que não estou sozinho neste pensamento, é melhor começar a equacionar a "Saída num minuto". Atendendo às movimentações que se vão vendo e lendo, não encontro ninguém a quem confiaria um cêntimo e para ser roubado bastaram os quase 20 anos anteriores a BdC, estou farto disto.

      Já agora, o que a Direcção deveria falar é da alteração ao nº 4 do artº 31º que diz o seguinte:
      " - A realização de gastos e investimentos que impliquem um défice superior ao que foi orçamentado, carece de autorização da Assembleia Geral, sujeito a parecer prévio doConselho Fiscal e Disciplinar."

      Será disto que os abutres e ratos tem medo que seja aprovado?

      Eliminar
    3. E já agora qual é a "punição" para a direção, caso isso acontece?

      O problema da legislação, por vezes é não contemplar as consequências de determinadas ações, gerando um vazio na lei. O que não quer dizer que seja o caso, porque efetivamente não conheço.

      Eliminar
  4. Bruno de Carvalho tem servido para fazer jurisprudência, primeiro cumpre e depois sai a decisão. E com isto é castigado na mesma e cria jurisprudência, ou seja, a mesma atitude de outro dirigente qualquer passa logo a ser arquivada! Isto não é feito ao calhas ou porque a justiça é lenta, ninguém leva 3 meses p avaliar aquelas palavras. Pelo menos eu não como gelados com a testa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma vergonha. Não é a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que isto acontece. Não há outra forma de descrever a perseguição de que é alvo.

      Eliminar
    2. Qual a necessidade da AG: ALTER. as ESTATUTOS - Cons.Leon.(cumprimento do Programa Eleitoral); Mét.Hondt no CD (proposta do CDF em que BDC reconhece ter alinhado numa alteração errada em 2011); restantes (adequação à Lei Geral em vigor). REG. DISC. - o ponto + polémico é o que propõe expulsar o sócio que peça demissão DURANTE um INQ: DISCIPL. (para evitar a chico-espertice de que o texto do MdC fala: Nobre Guedes e Carlos Freitas demitiram-se durante o inquérito, este cessa sem quaisquer sanções - porque o actual regulamento não prevê essa situação - e agora podem voltar a inscrever-se como sócios mesmo tendo prevaricado e infringido o s Estatutos. É para acabar com isso que se propõe: quem se mantém como sócio e se SUBMETE À DECISÃO DO CDF E EM RECURSO DA AG,sofre as sanções que estes decidirem; quem foge à justiça democrática do Clube deixa de lhe poder pertencer. CLARO QUE ISTO É FUNDAMENTAL PARA O SUCESSO DA ACTIVIDADE DOS ÓRGÃOS SOCIAIS! Além disso, não há nada, nenhum título de nenhuma modalidade que possa determinar o timing ou a oportunidade de uma Assembleia Geral, que é o espaço máximo de decisão dos sócios do Clube

      Eliminar
  5. Grande post sempre ..
    dia 17 lá estaremos :)

    ResponderEliminar
  6. Unem sportinguistas e benfiquistas? Isso é para rir? Mas qual é o benfiquista que quer o Bruno de Carvalho fora do Sporting? Só se for algum que não gosta de ir em maio ao Marquês.
    Em relação aos estatutos, se a alteração é assim tão insignificante então qual é o motivo da intransigência do vosso presidente em abdicar dela, recusando até ficar a frente do clube?
    Por umas alterações de nada, não há problema em deixar o clube em estado de guerra civil, numa fase decisiva da época?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dedica-te ao berlinde e ao bilhar de bolso porque, quanto a in terpretação de textos, estamos conversados.

      Eliminar
    2. A primeira resposta ao John BillY sobre a intransigência do nosso Presidente é que ele é o Nosso Presidente. O amigo que se preocupe com o seu arguido-
      As alterações não são de nada. São suficientemente importantes para ter mobilizado a atenção e o boicote dos sportingados. E, porque se referem a Estatutos e a Regulamento Disciplinar, é tão importante que necessitam(estatutariamente) uma maioria qualificada de 75% para serem aprovadas

      Eliminar
  7. Mestre,

    Alguns pontos.

    1. Com os Estatutos do SLB e do FCP posso eu bem; se passamos a vida a querer ser distinguidos deles, não é por terem estatutos semelhantes que ficamos mais descansados ou menos com estas propostas.

    2. Se as alterações aos estatutos são tão inócuas como parecem - não li em pormenor, mas assumo que sim - porquê então este braço de ferro? Porquê extremar posições?

    3. Não é mais possivel fazer comparações entre o que fez de bom e o que faz de mau, como se desta parte fosse só "má comunicação". Um homem que se comporta assim (sábado na AG, 2.ª em "conferência de imprensa") está, no mínimo, transtornado ou com um esgotamento. Para não levantar outras hipóteses. Quem tem a (des)inteligência emocional de BdC toma muitas decisões erradas e dá cabo do seu próprio trabalho positivo.

    Se for à AG vou votar contra os 3 pontos. E não, não quero o Godinho e o Sporting perdedor de volta. Quero ter órgãos sociais que não me envergonhem dia sim dia sim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algumas respostas.

      Mas e o que é as propostas têm de mal? Se não leste em pormenor porque é que já estás a fazer juízos de valor e a tirar conclusões? É este o problema. Lês na diagonal, ouves uns quantos opositores e pronto tiras conclusões: Ditador.

      Aprende a formar um juízo crítico. E vota no que quiseres, mas se o Sporting perde estas pessoas, volta ao que era. Bom que te mentalizes disso.

      Eliminar
    2. Duarte,

      1. Mas os estatutos de Benfica e Porto não estão maus naqueles pontos. São a normal. Não estou a usá-los para justificar o facto de os nossos estatutos serem maus. Estou a usá-los para demonstrar que é a terminologia normal usada neste tipo de documentos.

      2. Eu acho que é uma tempestade num copo de água, e acho que é uma pergunta que pode ser feita aos dois lados da barricada. Seria útil também que o presidente do CFD desse explicações detalhadas daquilo que está em causa.

      3. Pode tomar decisões erradas ao nível da comunicação, mas até ver não vejo que isso tenha gerado assim tantas decisões erradas na gestão do clube e SAD. Pelo contrário!

      Eliminar
    3. Já agora, Duarte, o que me envergonhava mesmo a sério era ver a equipa de futebol perto dos lugares de descida. O que me envergonhava mesmo a sério era ver os anéis a irem-se todos. O que me envergonhava era ter dirigentes para quem o Sporting era mais um passatempo do que uma ocupação a tempo inteiro. O que me envergonhava era ter um dirigente a armar uma cilada a um fiscal-de-linha. O que me envergonhava era o Sporting já não ter capacidade de ser dono do seu próprio destino.

      Agora, uns palavrões ditos no calor de um discurso ou posts brejeiros? Não gosto, mas é muito mais fácil viver com isso do que com os exemplos que mostrei atrás. É perigoso achar-se que o sucessor de BdC será um modelo de virtudes.

      Eliminar
    4. Mestre, obrigado pela resposta detalhada.
      Estou consigo nessas vergonhas. Repito que não quero os tempos do Godinho de volta. Há mais no mundo que BdC ou Godinho. Eu pelo menos quero acreditar que sim...
      Este nível de extremar de posições não é má comunicação, é desorientação. Um líder desorientado não toma boas decisões.

      J1906.
      Não escrevi em lado nenhum que as propostas são más nem que BdC é um ditador. O que disse sobre nao ter lido foi que, assumindo que o Mestre estava certo (veja lá que acreditei nele sem ler!), não havia necessidade nenhuma de fazer este pé de vento. Convém ler bem as coisas antes de discordar.

      Eliminar
    5. Eu acho, que como dizem os sócios não são burros, criticam BdC por expressões do genero "vou falar devagarinho", então nesta questão tão simples, só pode concluir-se que nem sequer se dão ao trabalho de lerem e merecem a forma como BdC fala e age. Eu li e já em posts anteriores disse exactamente o mesmo que ficou evidenciado neste post.

      Quem deveria explicar o que está em causa é quem não concorda, mas sem se refugiar na superficialidade, basta dizer esta alínea limita os meus direitos e esta é uma perseguição .... e então vamos discutir.

      P extremar de posições, para mim, desnecessariamente, acontece porque, em casa perante os seus adeptos numa matéria que poderia e deveria ser pacifica, a base de apoio de BdC os tais 86%, permitiram o boicote ao trabalho da Direcção.

      Sem duvida que o principal culpado é BdC que primeiro poderia ter antecipado os problemas e encontrado uma solução estratégica mas pela sua falta de paciência acaba por prejudicar toda a nação Sportinguista, introduzindo uma "crise" que só pode ser resolvida pela re-expressão dos votos de Março 2017. Uma situação que tem tudo para correr mal e que os abutres devem estar agradecidos.

      Eliminar
    6. Mestre, no seu comentário das 10:50, resumiu o meu pensamento da forma mais cristalina possível. Obrigado!

      Eliminar
    7. Se não são más então o porquê de votar contra? Se dizes que vais votar contra é porque és contrário a elas o que é engraçado visto que só leste na diagonal.

      Eliminar
    8. Conadana, o teu pensamento tem que sair pelos outros, pois tu és muito limitado e não consegues.
      Ao contrário do teu presidente que, quando acordado, anda com todos os olhos bem abertos
      http://images.uncyc.org/pt/thumb/8/85/Olho_cucolor2c.jpg/300px-Olho_cucolor2c.jpg

      Eliminar
    9. O que me envergonha é ganhar ontem em Andebol ao Porto e estar em Primeiro lugar isolado. o que me envergonha é estar em Voleibol em Primeiro e ter a melhor equipa em Portugal. O que me envergonha é ter uma super equipa de Futsal e estar em Primeiro lugar. O que me envergonha é estar em 2º lugar no Hoquei patins com grandes possibilidades de vencer o titulo. O que me envergonha é ganhar 2 taças dos campeões Europeus de corta mato no Atletisto. O que me enverginha é estar nas m,eias finais da taça dos clubes europeus no Tenis de mesa. O que me envergonha é estar perto de vencer o titulo em futebol 11 femeninos. o que me envergonha é estar em todas as frentes no futebol masculino e ter finalmente uma grande equipa. SE BDC FOR EMBORA, FICO COM MUITA PENA, MAS NÃO VOU DESEJAR NUNCA A DERROTA DO MEU SPORTING! Vou votar nos 3 pontos a FAVOR! Porque AMO E SOFRO PELO SPORTING!

      Eliminar
    10. A infiltrados meio tolos como o Rodolfo Dias nem me dou ao trabalho de responder; eles que consultem blogues vermelhos. Quanto à questão da oportunidade da AG e a importância dos 2 pontos em discussão(o 3º, acho redundante) devo discordar de algumas opiniões aqui expressas: as alterações estatuárias são relevantes para cumprir o Programa eleitoral com que estes Corpos Sociais foram sufragados (e.g. Cons.Leonino) ou para impor limites de exigência de gestão (qualquer défice tem de ser aprovado em AG, exigência de procura de défice zero); as alterações ao Regulamento disciplinar (que nem são propostas do Presidente mas do Conselho Fiscal e Disciplinar) são fundamentais para que hajam instrumentos mais efectivos de desminagem e "desamardilhagem" do terreno de actuação dos Corpos Sociais. LOGO, SÃO IMPORTANTES SIM!!
      Quanto à oportunidade, uma AG nunca é inoportuna nem tem de esperar por melhores ou piores campanhas desportivas ou estados de alma; uma AG faz-se para dar voz e poder de decisão aos sócios; é o oráculo maior da democracia interna do Clube. Por isso não tem de estar sujeita a esses juízos de oportunidade: ISSO ERA NO TEMPO DOS "POLÍTICAMENTE CORRECTOS".

      Eliminar
    11. J1906,

      Eu não as li, mas vou ler. E se for à AG, querendo ou não, vou ter de ouvir as explicações.
      Mas independentemente da bondade das alterações, eu não aceito que o Presidente do clube coloque as coisas nos termos em que as colocou. Não aceito que estando o Sporting a lutar pelo primeiro lugar, tenha decidido criar esta crise para se legitimar. O que eu acho de BdC é que ele está mais preocupado com ele e com o seu cargo que com o desempenho desportivo do Sporting - não estou a dizer que ele não quer saber deste, estou a dizer que ele escolheu sacrificá-lo em nome de um plebiscito absolutamente ridículo e desnecessário.

      Por isso, um tipo que faz isto uma e outra vez (esta a mais grave) não me merece confiança absolutamente nenhuma e não voto favoravelmente nenhuma proposta que dele venha que não me pareça absolutamente vital.
      Preconceito? Com certeza que sim.

      PS: alguém acha que nos últimos não sei quantos anos ganhámos pouco ou nada por causa dos Estatutos? Ou foi por termos gestões desportivas e financeiras patéticas? Não atirem areia para os nossos olhos. Não são 4 ou 5 sócios maldizentes que impedem este clube de ganhar. São os dirigentes. "Ponto" como diz aquele que parece ser o seu mestre.

      Eliminar
    12. Se fosse marcada no fim do campeonato (e se não fosses campeão) era porque era no fim e não devia ter sido nessa altura. O Álvaro falou bem: não há um timing certo.

      Mais, a AG e eu estive lá, estava a decorrer normalmente. Os vários pontos foram foram votadas por maiorias esmagadoras. Houve confusão, sim e o que deveria ter sido uma AG calma tornou-se numa tempestade sem razão para tal. Mas também não aches que não foram para lá sportinguistas com o principal e único intuito de instalar o caos.
      Votas no que queres, convém é que votes em consciência e com um juízo crítico.

      E tu é que estás a pôr o Sporting em segundo plano e não ele. Porque estás a votar contra sem saber o que está para ser votado, independentemente se faz melhor ou pior ao Sporting apenas porque estás farto do Presidente.

      Eliminar
    13. Mais uma vez: não existem timings nem oportunidades mais adequadas para AGs e muito menos estão dependentes de se estar ou não em 1º no Futebol(aliás quando foi convocada a AG ainda não estávamos ee1º e ainda não tínhamos eliminado o Porto da Taça CTT). Esse oportunismo do politicamente correcto era no tempo dos manipuladores de Assembleias (basta lembrar as de venda de património que decorreram até à exaustão para acabarem às 3 da manhã de um dia de semana). E pode estar certo que dois dos principais motivos para não ganharmos eram: a falta de rigor financeiro (1 das alterações aos Estatutos obrigam qualquer défice a ser aprovado em AG; antes podia ter até 10% de défice sem dar cavaco a ninguém); a impunidade com que os grupinhos da Feira das Vaidades minava e mina o trabalho dos Corpos Sociais (daí a polémica do artigo que visa impedir que um sócio que se demita quando está a ser inquirido por uma infracção e, assim, se livrar de qualquer sanção se volte a inscrever como sócio).
      ACREDITE QUE, DO QUE SE TRATA NESTA AG, É DE DAR CONDIÇÕES AO CFD (e não ao presidente como alguns querem fazer querer) PARA EXERCER A SUA MISSÃO E SEPARAR O TRIGO DO JOIO E É DE IMPEDIR QUE, NO FUTURO, SE GIRA O CLUBE SEM A RESPONSABILIDADE DO RIGOR FINANCEIRO. E ISSO É ESTRUTURANTE. EISSO NÃO TEM TIMINGS MAIS OU MENOS PERFEITOS. (O ÚNICO TIMING PERFEITO JÁ TINHA SIDO HÁ MUITO TEMPO)

      Eliminar
  8. De acordo sobre a interpretação das normas e propostas em questão. Mas, assim sendo, porque fazer da sua aprovação uma questão decisiva, que leva o Presidente a ameaçar demitir-se se não forem aprovadas? Quem faz afinal a tempestade no copo de água? Os outros, para lá do "camarote", quase ninguém lhes liga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estão todos a fazer uma tempestade num copo de água. Mas eu vi onde começou a tempestade, e quem é que, pela sua incompetência, ajudou a que essa tempestade piorasse ainda mais.

      Eliminar
    2. Sinceramente, acho que neste ponto por uma questão de orgulho e saturação...

      Eliminar
    3. Pois...mas eu exijo mais a quem foi eleito com 90 e tal % dos votos para defender os interesses do meu clube do que aos 9% dos outros. O que os outros dizem, só sabe quem por lá passa. O presidente do meu clube é quem deve saber definir o que é crucial e não é, e como reagir. A não ser assim, a coisa vai acabar mal, e quem perde é o meu clube. Enfim, velhos hábitos, nós somos o clube dos tiros nos pés...

      Eliminar
  9. O Futebol Clube do Porto está a dar 9-1 ao Conselho de Disciplina no TAD dos Jacintos Lucas Pires e quejandos. Não faço ideia de como estará o Sporting, sei que se "esqueceram" de punir o Coentrão por rebentar o banco todo do Setúbal e presumo que "não estejam ao corrente" das palavras racistas que proferiu ao Marega e valeriam pelo menos uns quantos jogos de suspensão em qualquer campeonato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que palavras racistas, podes garanti-las? É que há 2 versões, uma delas surgida já depois da acusação de racismo.
      A propaganda fruteira, conheço-a bem -estou perto dela. Não acredites na qualidade de toda a fruta que te põem no prato, é um conselho que te deixo.

      Eliminar
    2. Só para tua info: ainda ontem o TAD deu razão a Bruno Carvalho num processo em que levou 3 meses de suspensão ... que já cumpriu!? Quanto ao resto, oq eu é que isso tem a ver com o post? Mas devo dizer-te que é um prazer ver um fruteiro tão interessado nos Estatutos e no Regulamento Disciplinar do SCP!! Só por essa o Sporting já te está a dar 31-25 --- oops---- isso foi no andebol, ontem, no Dragão Caixa!!!

      Eliminar
  10. Mestre, creio que no ponto 10 a "sanção" até foi relaxada. Passou de não poder voltar a ser sócio nunca mais a não poder associar-se durante 8 anos.

    http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/comunicados/2018-02-02/informacao está aqui o ponto revisto.

    De facto desconhecia que a terminologia nos 3 grandes era igual (e nos outros também o deverá ser) e não vejo mal algum.

    É uma tempestade num copo de água, é absolutamente isso. E os abutres aproveitam-se da situação. Eu não estive neste última AG e não vou puder comparecer (a menos que se possa entrar a meio) nesta próxima, mas o que me pareceu acontecer - certo que foi pelas palavras de BdC que estou a tirar estas conclusões - foi que, chegando a esses pontos, os abutres abriram as asas e começaram a perturbar a AG, dificultando a palavra a BdC. E a MAG - vou ser muito sincero aqui: não sei até que ponto Jaime Marta Soares não foi incompetente porque o quis ser auxiliando assim os abutres - nada fez para que isso não acontecesse e todos pudessem ter palavra. BdC não gostou disso e, à sua maneira, terminou a AG.

    De qualquer das formas, estou confiante que os pontos passarão e que BdC continuará à frente do clube.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é tão inóquo assim. E os abutres sabem disso. Há dois pontos que são fundamentais e alguns outros muito importantes. Passo a distinguir:
      FUNDAMENTAIS:
      - A QUESTÃO DO DEFICE ZERO (os abutres nem falam nisso, mas sabem que têm receio da sua aprovação porque os vai fazer pensar 500 vezes antes de se candidatarem)
      - a QUESTÃO DA FUGA ÀS SANÇÕES (ARTº10) (aí os abutres mentem descaradamente fazendo crer que é a lei da rolha; mas sabem que a sua aprovação vai limitar as acções de minas e armadilhas da gestão do clube que constantemente usam como estratégia de assalto ao poder)
      IMPORTANTES
      - A EXTINÇÃO DO CONSELHO LEONINO (fazia parte do Programa Eleitoral e os abutres atiram com a mentira que o BdC quer substituí-lo por outro de yes man -falso poreque o que se propõe é que o Presidente possa nomear E EXTINGUIR conselhos estratégicos para aconselhamento em matérias específicas; não são um órgão social como CL terá de 1 a 15 pessoas em nº sempre ímpar e prazo limitado, e até é uma prerrogativa de qualquer Presidente, que se pode aconselhar com quem quiser, mas agora fica "obrigado" a nomear, ficando o Universo sportinguista a saber quem aconselha o quê.
      - FIM do MÉTODO de HONDT no CFD - é o que existia antes de 2011, é uma proposta do próprio CFD e é algo em que o Presidente reconhece ter errado por pensar que seria mais democrático, mas, na prática, só desresponsabiliza o Conselho, cada um podendo empurrar responsabilidades para a actuação dos elementos eleitos por outra lista
      Como vêem não é tão inofensivo assim. ERA UMA AG MUITO IMPORTANTE que os acontecimentos de sábado, provocados pelos do costume (mas neste caso permitidos e ampliados pela incompetência do PMAG), tornaram UMA AG DETERMINANTE.

      Eliminar
  11. Para quem acha que o homem quer ser um ditador, só tenho 3 coisas a dizer:
    - um ditador não coloca o seu futuro nas mãos dos sócios
    - quem decide sobre as sanções a aplicar não é o Presidente, mas sim o Conselho Fiscal e Disciplinar, que não está na dependência do Conselho Directivo
    - o suposto ditador estará também sob a alçada desse regulamento.

    Mas isto é o Sporting. À conta dos grupelhos, grupetos, dos tachinhos, dos "notáveis" e de tipos que ninguém sabe quem são mas que aparecem a falar à conta do Sporting, arma-se um pé de vento sem pés nem cabeça. De gente que põe os seus interesses à frente dos do clube já nós temos muita experiência. Voltar a esses tempos? Não, obrigado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem esquecer os opositores que buscam "a luz" e o "caminho" entre lampiões...

      Eliminar
  12. MDC mas se a alteração dos estatutos é assim tão pequena justifica uma ameaça de demissão? Eu vi um clip do BDC a dizer que a ele tanto lhe fazia se votassem a favor ou contra... há ai qualquer coisa que não bate certo.

    Não era o BDC que dizia para aparecerem nas AG e que as AGs é que eram o sitio adequado? E vai embora?

    Se calhar os Benfiquistas até podem ter um texto mais agressivos nos estatutos, mas não vêm os seus órgão sociais a expulsar sócios ou a pegar-se com adeptos que os criticam na net! (aliás se há critica é o contrário... quem critica é adoptado pela estrutura). Ou seja há mais respeito pelo liberdade de expressão (e bem podem vir com o exemplo das caraxxx para uns adeptos... o vosso já vos insultou de tanta forma e maneira que não dá para acompanhar.. ele chamo-vos burros todos os dias, até um guia já fez).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não, vêm o presidente a mandar os sócios para o caralho. Vêm cadeiras a voar, por exemplo.

      Eliminar
    2. Nas vossas AGs até as cadeiras são democráticas, voam pelos ares mas atingem os alvos pretendidos... e não os pretensos alvos que vitimizam os OS.

      Eliminar
    3. As alterações não são pequenas; pelo contrário, muitas delas são estruturantes e constituem o cumprimento do Programa Eleitoral com que foi eleito por mais de 90% dos votos. A diferença é que este procura cumprir com o que promete e, se não o permitirem...obviamente demite-se. Já o vosso arguido, promete demitir-se se não chegar aos 300 000 sócios e ainda lá está, dizendo(última AG) que vão ter que levar com ele por muitos e muitos anos.

      Eliminar
  13. se as alterações são apenas ao nível da semântica não percebo porque não foram explicadas anteriormente e deixaram isto chegar a este ponto!

    ResponderEliminar
  14. A verdade é que com a tempestade criada, seja incompetência ou não, o Presidente pôs-se a jeito com esta porcaria de voto de confiança.
    Como homem de palavra que acredito que seja, temos os amigos todos do camarote e afins a contarem espingardas para irem votar contra a direcção.
    Será preciso que todos os sócios participem para que os croquetes, maioritariamente residentes em Lisboa, não consigam pegar no clube nesta grande janela de oportunidade que o Presidentes lhes deu.
    Aposto que até o Orelhas vai à AG....Só terá de pagar as cotas em atraso !!!

    ResponderEliminar
  15. Permitam-me só, como parte desinteressada mas atenta, reproduzir aqui parte de um texto escrito por um sportinguista votante em BdC em todas as eleições:
    "Os estatutos e os regulamentos do clube ultrapassam qualquer presidente, sempre circunstancial. Um presidente lidera, não faz chantagem nem ameaças. Não põe condições aos sócios, aceita as condições dos sócios. Não dá ordens aos sócios, obedece aos sócios." DO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto. Por isso é que dia 17 os sócios vão DECIDIR. os sócios vão ESCOLHER o que querem para o clube.

      Eliminar
  16. Mestre, agradeço o trabalho de sapa que fazes pelo Sporting. No meio de tanto ruído, devo dizer que este é o texto mais útil que li sobre este disparate de polémica.

    Contudo, e para não trivializar o que se passou nos últimos dias, devo dizer-te que discordo deste argumento que se serve dos estatutos de Porto e Benfica como bitola. Estamos a falar de duas instituições que, pese a sua dimensão, vivem em claro défice democrático. Estão entregues a dois patifes que têm os respectivos clubes na algibeira.

    Ora, ou a alteração é irrelevante e não a precisamos de fazer, ou é substancial e aproxima-nos da realidade de FCP e SLB. E mesmo que o nosso actual presidente não seja da mesma estirpe, quem sabe o que virá a seguir?

    Para acabar, nem pensar que poria em causa a continuidade da direcção por causa de detalhes como este, mas estou em perfeito desacordo de tudo o que se passou. Aliás, tenho claro que vou votar a favor dos três pontos, mas faço-o por ceder à chantagem.

    ResponderEliminar
  17. Esta de mudar os estatutos para se perpetuar no poder (eliminando a oposição) não vos faz lembrar alguém que sempre criticaram?
    Aprendiz de feiticeiro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hás de dizer onde é que isso está reflectido nas alterações. é comer palha comes bem mas argumentar e responde está quieto.

      Eliminar
  18. "O presidente do Sporting está tão confiante no resultado das votações a 17/02 que apelou aos núcleos do Sporting(as Casas deles) que façam excursões a Lisboa nesse dia para participarem na AG. Tudo pago por quem...? Ah pois é! Isto é que é confiar na democracia!"
    Eheheh, já está com medo de perder o sustento milionário.

    ResponderEliminar
  19. Aos mais próximos pude confidenciar o quanto me desagradou esta postura do Bruno de Carvalho. Pensei e, no entanto, não consegui chegar a nenhuma conclusão que não seja a de dia 17 estar lá a votar a continuidade deste projeto desportivo (é isto que vou votar, o SCP ter acabado com uma dinastia que nos arruinou, nos tirou a autoestima e nos tirou subservientes perante os outros clubes). É um sapo que engulo, pois preferia que BdC fosse "coerente" e não fizesse depender a votação de uma coisa da sua continuidade. Mas este é o cenário. Como jurista não vejo nada que possa atacar a democracia interna, nada que não exista noutros estatutos e noutros regulamentos, sendo tudo uma questão de estilo (mais uma vez, não é?). Quem vive o nosso clube como nós vivemos, sabemos bem o que isto mudou nos últimos anos, e é isso que vou votar. Espero que o próprio BdC saiba que quem lá vai dar-lhe este tremendo voto de confiança (se o ganhar) não estará disposto a fazê-lo sempre e que quem lhe deu 90% de legitimidade se sente triste por ver menos de 10% a ter esta capacidade de influenciar a vida do clube, mas lá estarei, e espero que todos que possam marquem presença.

    ResponderEliminar
  20. As alterações até são bem soft, para mim devia ter para lá uma alinea qualquer a dizer que um sócio que quer que o Sporting perca devia ser imediatamente expulso de sócio e obrigado a dar uma volta ao estádio em dia de jogo.

    ResponderEliminar
  21. Muito obrigado pela dedicação e muita força para continuar a defender o Sporting que bem precisa.
    Só não gosto de ver por aqui na caixa de comentários, escumalha a empestar o ambiente. Mas pronto somos um clube diferente.
    SL

    ResponderEliminar
  22. Respostas
    1. Mal se houve a falar em escumalha apareces logo, eheheh

      Eliminar
  23. Escapou-me algo, ou foi proposto que o CD possa expulsar sócios?
    Dantes só o CFD é que o podia fazer...
    E foi ou não proposto que não se possa concorrer apenas ao CFD?

    ResponderEliminar
  24. Mais um excelente abre olhos, para não variar :) Obrigado pela continuação de um excelente trabalho. SL

    ResponderEliminar