sexta-feira, 4 de maio de 2018

Foi você que falou em negócios ruinosos para a banca?

Nem de propósito, José Gomes Ferreira esteve ontem na SIC Notícias a falar sobre a lista dos maiores devedores à banca. Antes de continuarem a rasgar as vestes sobre o recente anúncio de Bruno de Carvalho sobre a recompra das VMOCs e a clamar pelos (legítimos) direitos dos lesados do BES, vale a pena ouvir o que foi aqui dito, para podermos contextualizar a dimensão do acordo que o Sporting alcançou (convém relembrar que o valor dilui-se por dois bancos distintos) quando comparado com os montantes que outros - e, em particular, um certo presidente de um clube português - têm em dívida (neste caso só com o antigo BES).



22 comentários :

  1. Ai, estas perguntas incómodas.... Lá vão eles ter de varrer para debaixo do tapete para ver se ninguém se lembra daqui a uns dias.

    ResponderEliminar
  2. A cara dos jornalistas a entrevista-lo é impagável!

    ResponderEliminar
  3. O mestre trafulha continua a mandar areia para os olhos dos seus consócios e simpatizantes pois sabe que eles engolem tudo, são a nova geração da garganta funda.
    O que é que tem a haver a pessoa LFV e seus negócios particulares com o Benfica?
    O que é que tem a haver a pessoa Bruno de Azevedo, seus negócios particulares e as suas sucessivas falências com o Sporting?
    O que é que tem a haver PPC e suas atitudes criminosas, tanto a nível civil como desportivo, com os sócios do Sporting?
    O que é que tem a haver o homicídio involuntário de um adepto da Fiorentina que se juntou aos hooligans do Sporting com os pacatos adeptos do Benfica?
    Quando fala em lesados do BES, concordo, quando fala numa certa pessoa em particular, também, mas associá-lo à presidência de um clube é do mais cartilhento que possa haver. Pensei que a sua avença já tivesse acabado, depois daqueles posts que mostravam a sua incredulidade sobre o Brunout.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tua coerência. Porque te sentes tão indignado com um possível perdão de 94 milhões ao Sporting quanto o teu presidente só a título PESSOAL tem mais do dobro de dívida que anda a ser paga por nós todos? Aí já não interessa? Já não tem relevância?

      Pacatos adeptos do carnide? que no jogo de volley (taditos depois saíram a chorar) gritaram o nome do adepto italiano morto por um lampião? Isso são adeptos pacatos? Que atiraram very lights e mataram outro adepto do Sporting e orgulham-se disso? Isso são adeptos pacatos?



      Eliminar
    2. O Orelhas chega a acordo com os bancos para pagar as dívidas do Benfica e para não pagar as dele...anda burro.

      Eliminar
    3. Ó rudolfo .. apenas uma das tuas mentiras merece resposta!
      "Pacatos adeptos do fifica"? "homicídio involuntário"?
      Oh meu granda filho da put@, vai mentir assim para o teu galinheiro ... já se sabe á muito que houve provocação previa das claques do fifica, foram a Alvalade explodir um petardo e depois voltaram para a Luz para fazer uma espera.

      Eliminar
    4. homicídio involuntário?
      Ó AMIGO VOCÊ PENSA QUE ISTO É A VENEZUELA?
      PACATOS É FAZER UMA DESORDEM CÍVICA A COMEMORAR UM TÍTULO?

      Eliminar
    5. Só esta época: desacatos (incluindo arremesso de material pirotécnico) contra FEIRENSE, SETÚBAL, GUIMARÃES, RIO AVE. É isto pacatez?

      Épocas anteriores: vandalismo no estádio guimarães, vandalismo comemoração título, homicídio adepto leonino, encostar a cabeça ao árbitro, empurrar um árbitro num amigável que caiu ao chão

      isto só do que me lembro

      Quem não sabe (ou finge que não sabe) o que significa atropelar 3 vezes a mesma pessoa não merece qualquer respeito ou consideração.

      Eliminar
    6. "tem a haver"
      Não tem nada *a ver*.

      Não vale a pena fazer mais que isto com esta personagem. Vê-se logo pelas frases que o único intuito é provocar para desencadear respostas.
      Continuar a educar, mesmo nestes casos "terminais". Já não há cura, mas podemos diminuir o seu sofrimento... :\

      Eliminar
  4. O engraçado foi ver a cara dos jornalistas. Não havia uma toupeira perto a escavar um buraco para se esconderem?

    ResponderEliminar
  5. Tive uma excelente ideia para acabarmos com o desemprego em Portugal.

    Alguém que crie uma notícia com o seguinte título "Bruno de Carvalho faz a taxa de desemprego aumentar em Portugal".

    No dia seguinte existem abaixo-assinados, protestos à porta dos Centros de Emprego e toda uma sociedade mobilizada para acabar com mais uma injustiça, criada por um ditador com tamanho poder social.

    ResponderEliminar
  6. Tás feito Zé Gomes... Não arranjes outro patrono não!!! Já fostes.....!!!!

    E sim... a cara de patós dos jorleiros é impagável...!!! Só não percebo se por pena do Zé... se por uma completa falta de credo no que estavam a ouvir...

    GANDA ZÉ GOMES... ASSIM ESTÁS LÁ... USA O TEU CRÉDITO E APERTA COM ELE(S) TODOS (os que tiverem que ser... desde que seja justo e honesto)

    ResponderEliminar
  7. Este paleio de tetra é sempre a mesma coisa: é preciso é que haja alguém pior.

    O mamanço do LFV (e não do clube que preside) não é aceitavel, mas por não o ser, não torna o mamanço do SCP (e não do seu presidente).

    Do mesmo modo que há gente presa pelo mundo fora por homicidio, e ZERO pessoas que tenham evitado ser presas com o brilhante argumento "De certeza que há serial killers por apanhar!"

    Tenham juízo... se querem MESMO limpar o futebol português - e precisa tanto - qualquer argumento que meta "Mas o X fez pior!" devia ser logo sinal que há ai problema. Vosso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é que isto tem a ver com o limpar o futebol português? E quem disse que é um mau negócio seja para a banca seja para o Sporting? O engraçado é ver lampiões a espumarem-se e indignarem-se quando têm a casa e o presidente em situações bem piores e que já se encontram a ser suportadas por nós contribuintes.

      Eliminar
  8. Ai rudolfo, então o menino não sabe que o seu presidente está indiciado por corrupção de um juiz, para o favorecer nos seus negócios particulares, dando-lhe como pagamento um cargo importante em futuros negócios, relacionados com a sad do benfica? Tire a cabeça da areia, não se faça de avestruz.

    ResponderEliminar
  9. Não entendo as comoções em torno do acordo alcançado entre a Banca e a SAD do Sporting.

    Se as VMOCS detidas pela Banca (NB/BCP) estavam registadas como imparidades, mesmo que a SAD do Sporting e a Banca tenham alcançado um acordo onde a SAD irá pagar apenas 0,30 € (e não 1,00€), o acordo é bom para todas as partes.

    Para a SAD do Sporting, que assim reduz a dívida (e consequentemente aumenta a sua capacidade de investir), e para a Banca (NB/BCP) pois se anteriormente os valores relativos às VMOCS estavam registados como imparidades, agora de facto vão receber algo, que por sua vez pode ser canalizado para a atribuição de créditos aos seus clientes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que isso.. Pelo que entendo, e estando provisionadas, receber o € vai gerar proveitos extraordinários certo?

      Eliminar
  10. Coisa rara em Portugal, jornalistas como José Gomes Ferreira, um bem ája.

    ResponderEliminar
  11. CGD, NB, BCP, Banif, BPN

    muitas das dívidas são da promovalor e obriverca (julgo já não é sócio) e ainda as do slb (segundo UEFA 2º maior passivo europa em 2015)

    o Alverca como ficou?
    há tempos houve uma inspecção tributária à inland

    as grandes dívidas ao NB e Banif são públicas. só falta conhecermos as da CGD.
    estou curioso para ver essa lista.

    ResponderEliminar
  12. É incorrecto falar-se de 'perdão da dívida' ao Sporting, até porque não se conhecem integralmente os contornos do acordo em relação aos empréstimos obrigacionistas que, seguramente, vão ser geridos por estes bancos, nomeadamente o valor que terá que ser contraído nos próximos anos e que ajudará a compensar as a redução do valor das VMOC.

    Até agora, que eu conheça, houve sim perdões fiscais e outros benefícios, mas não foram ao Sporting. E esses, foram atribuídos directamente pelo Estado, não por entidades privadas. Hipócritas.

    ResponderEliminar
  13. Mestre, penso que incorre aqui numa certa demagogia. Enquanto que BCP e Novo Banco estão prestes a realizar um perdão efetivo de dívida à Sporting SAD (135 milhões de VMOCs de valor unitário de 1 euro serão readquiridos pela Sporting SAD por apenas 40.5 milhões de euros), a SLB SAD deve (ou devia) os tais 120 milhões de euros à data.

    Ora, sabemos bem que ter uma dívida é muito diferente de estar em incumprimento, que é o que o Mestre parece insinuar com este seu post. Note-se que a SLB SAD não incumpriu nenhum dos seus deveres perante o Novo Banco, respeitando sempre os termos dos empréstimos bancarios a essa instituição e à sua predecessora (BES), bem como todos os prazos de pagamento.

    O mesmo porventura não se poderá dizer das dívidas da Promovalor e da Obriverca (cujo estado sinceramente desconheço). Tal como me parece absurdo ligar o passado empresarial de Bruno de Carvalho à sua atual gestão do grupo Sporting, insinuar que as dívidas da SLB SAD estão ligadas às dividas das sociedades participadas em tempos por Luís Filipe Vieira parece-me abusivo.

    Ainda para mais quando o colapso do BES e a situação dos lesados do BES nada têm a ver com o cumprimento ou não dos compromissos dos maiores devedores desta instituição, mas sim com a excessiva exposição da mesma instituição bancária ao ramo não financeiro do Grupo Espírito Santo, que tinha capitais próprios negativos em mais de 1300 milhões de euros, bem como à retirada da garantia soberana do Estado Angolano sobre a exposição do BES ao BES Angola, num montante superior a 3000 milhões de euros. (Recorde-se também que Álvaro Sobrinho, accionista da Sporting SAD, foi diretamente responsável por um desfalque de 433 milhões de euros nas contas do BESA).

    Concluindo, não creio que as posições de "rasgar de vestes" em relação ao efetivo e inegável perdão de dívida à Sporting SAD possam ser beliscadas de legitimidade ou coerência relativamente a quaisquer posições sobre dívidas da SLB SAD, que sempre cumpriu os seus compromissos com a banca. Em relação à Obriverca, refira-se que Luís Filipe Vieira não detém qualquer participação na mesma desde 2001. Em relação à Promovalor, os créditos sobre esta empresa foram vendidos "sem desconto e sem perdão" ao fundo Capital Criativo, gerido por Nuno Gaioso, Vice-presidente do SLB. Deste modo, nem LFV nem a SLB SAD são responsáveis por perdas do Novo Banco, seja por já não serem responsáveis pelas sociedades em questão, seja por estes creditos tenham sido vendidos pelo Novo Banco sem qualquer perda de capital, seja por sempre terem cumprido os seus compromissos financeiros com bancos, clubes ou pessoal.

    ResponderEliminar