terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Martins vs Martins


Primeira parte. Rui Patrício pontapeia uma bola para o meio campo. Um jogador do Moreirense salta com Doumbia e amortece-a de cabeça, colocando-a, no entanto, ao alcance de Gelson, que se antecipa a Rúben Lima e passa por ele em velocidade. É derrubado em falta, que corta um lance em que o Sporting ficaria numa situação de 2x1. Jogada de grande perigo cortada de forma dura. O que faz Tiago Martins? Avisa o jogador Rúben Lima que para a próxima leva amarelo. Compare-se isto com o que aconteceu nos lances dos dois amarelos mostrados a Petrovic: uma falta na primeira parte em que derruba um adversário com a coxa no meio-campo do Moreirense, sem que houvesse qualquer perigo ou jogada comprometedora - amarelo forçadíssimo - e uma intervenção sem falta que lhe valeu o segundo amarelo. Pior: mesmo que tivesse havido falta, não era motivo para ver amarelo, pelo que a decisão é duplamente escandalosa.

Semana após semana, vamos assistindo situações em que os rivais vão tendo jogadores sistematicamente poupados de cartões mais que óbvios. Ainda em Paços de Ferreira, viu-se Rúben Dias a ter, com a bola parada, várias ações passíveis da amostragem de cartão, escapando a todas elas de forma olímpica. No Sporting, não há abébias. Tem valido de tudo, incluindo contornar as regras para nos anularem golos limpos. Estando o jogo em aberto, a ordem é para amarelar e expulsar, como já se tinha visto na semana passada com Mathieu. Ontem, estivemos mais meia-hora a jogar em inferioridade numérica e com a obrigação de correr atrás do golo, e, mais uma vez, a vitória a surgir no último suspiro, desta vez pelos pés de Gelson Martins. O outro Martins (Tiago) e o seu quarto árbitro não mereciam tamanha desfeita.




Estrelinha - mais uma vitória a surgir nos descontos através de um golo marcado com um ressalto, em desvantagem numérica, após uma segunda parte exibicionalmente paupérrima, que nos permite ir ao Dragão a depender apenas de nós próprios para reentrarmos na discussão pelo primeiro lugar. Ainda assim, convém relembrar que o Sporting fez o suficiente para ganhar o jogo na primeira parte, com três oportunidades de golo flagrantíssimas desperdiçadas por André Pinto, Bryan Ruiz e Bruno Fernandes.

Leão decisivo - não entrou bem, mas teve uma participação decisiva no segundo golo: recuperação de bola em carrinho, levantando-se e arrancando em direção à área adversária com um drible e aguentando duas cargas de adversários antes de fazer a assistência para Gelson Martins.

Não esquecer São Patrício - é fácil esquecer depois de todas as incidências, mas Rui Patrício fez (mais) uma defesa monumental que manteve o resultado a zeros. Grande época.



A arbitragem - para além da expulsão de Petrovic, para além da dualidade de critérios, para além de uma quantidade considerável de faltas que deixou por assinalar, Tiago Martins ainda conseguiu a proeza de dar apenas 4 minutos de compensação num jogo que teve muitas paragens. Uma prestação inenarrável que esteve muito perto de ter influência no resultado. De positivo, apenas a decisão de anular (bem) o golo do Moreirense, após controlo de bola com o braço por parte de Bilel.  

Qualidade exibicional - mesmo na primeira parte, em que dispusemos de boas oportunidades, para marcar, não se pode dizer que a exibição tenha sido positiva - fio de jogo inexistente e incapacidade para dominar efetivamente a partida, prevalecendo quase sempre o esforço sobre a organização. A segunda parte foi para esquecer, principalmente a partir do momento em que ficámos a jogar com dez. Montero mais uma vez inexistiu, Doumbia foi a imagem da equipa, conseguindo desequilibrar somente em esforço, Bryan Ruiz passou ao lado do jogo (com exceção de uma brilhante assistência para Bryan Ruiz). Com tanta desinspiração na frente, fica muito mais complicado ganhar jogos.

A expulsão de Gelson - compreendo que apenas queria dar força a um grande amigo que passa por um momento muito complicado na sua vida, mas... havia tantas outras formas de o fazer... Atitude irresponsável que nos impede de nos apresentemos na máxima força no Dragão, que será um jogo absolutamente decisivo. De qualquer forma, não merece que coloquem em causa o seu profissionalismo: Gelson Martins tem feito uma época a jogar sempre no limite, sem nunca se poupar ou fugir ao choque - basta lembrar que viu o primeiro amarelo por ter feito de pronto-socorro defensivo no flanco oposto ao seu...



Condicionantes sem fim - há motivos para ficarmos preocupados com as dificuldades recentes em ganhar jogos? Sim, com certeza, são demasiados jogos consecutivos a não conseguirmos assegurar a vitória a tempo e horas. No entanto, convém haver consciência das condicionantes que este grupo de trabalho tem enfrentado: sobrecarga de jogos (10 partidas nos últimos 33 dias); lesões de jogadores importantes (Dost e Gelson); arbitragens constantemente desfavoráveis (que têm ido do simples inclinar de campo até a roubos de igreja - Europa incluído); e, no caso do jogo de ontem, uma síndrome gripal que atacou vários jogadores do plantel, fazendo com que apenas quatro dos habituais titulares (Patrício, Coates, Bruno Fernandes e Gelson) tenham jogado na sua posição normal. É preocupante que o banco tarde a dar a resposta necessária em determinados lugares-chave, mas ontem não havia mesmo condições para a equipa se apresentar com um rendimento próximo do desejável. 

Nota artística: 2

MVP: Gelson Martins



Não consegui festejar a vitória, tal era a revolta por mais uma arbitragem degradante e a preocupação por uma exibição fraquíssima. Mas no final, o que conta, são mesmo os pontos conquistados. Que, neste caso, foram três, e nos mantêm na luta. Veremos durante quanto tempo.

43 comentários:

  1. Não há Gelson, há Rafael.
    Joga o rapaz no lado direito com o pé trocado.

    Há ainda o Ristovski que não resultou tão bem na taça
    O Ruben Ribeiro.
    Ou podemos ir buscar o Ari Papel ou o Jovane à B.

    Confiança é que não nos pode faltar.
    Vamos ganhar.

    Atenção à preparação deste jogo.
    Vai ser debaixo de chuva.
    Temos de ser uma equipa que remata à baliza.
    Porque é o casillas que vai defender.
    E o casillas nunca defende todas.

    ResponderEliminar
  2. Eu nem festejei por ai além porque ter visto o Gelson ser expulso deixou-me lixado. O rapaz já tinha visto um amarelo e sabia que seria expulso. Para que foi aquilo? Quer dizer, vai ficar dois jogos de fora, um por ter visto vermelho e outro por ter visto 5 amarelos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele não se apercebeu do primeiro amarelo..... Enfim........

      Eliminar
    2. Não porque o vermelho foi consequência do amarelo mostrado, não foi vermelho direto. Vai ficar apenas 1 jogo fora.

      Eliminar
  3. Começou o jogo a perdoar um amarelo ao Moreirense numa falta com possível influência no resultado, para acabar o jogo a ser rigoroso num 2o amarelo que já só tem influência no jogo seguinte. Pelo meio um outro 2o amarelo profundamente obsceno. Tão fácil é agora colocar uma equipa em sobrecarga de esforço com 10 numa fase decisiva. O futebol português é um esterco sem fim

    ResponderEliminar
  4. Por aqui se vê a cartilha. O cartilheiro mor (no neck) fala no Rúben, os cartilheirozitos têm que falar no Rúben. Mas essa mesma indignação não existiu quando o Coats tirou a camisola, único jogador no mundo que consegue tal feito sem ser punido com um amarelo. Nem quando o Coentro destrói bancos ou consegue escurecer ainda mais o Marega.
    Mas se a teoria da conspiração fosse verdadeira, o árbitro não teria anulado o golo conegueiro. A mão não é clara e a existir foi intencional, pelo que o golo deveria ter sido validado. Senão no último jogo BenficaXsporting o Benfica teria que ter mais 2 penaltis a favor, ou essas mãos já foram intencionais?
    Pelo jogo jogado, o Moreirense que nunca fez anti jogo merecia ter ganho o encontro, teve mais oportunidades, mais posse de bola e demonstrou melhor futebol. O sporting fez uma exibição que pode ser caracterizada em quatro palavras:
    Vão
    Assim
    Com
    Alma
    Queria-vos desejar boa sorte para o Dragão e que tragam de lá um empatezito mas, depois dos vossos últimos encontros, tudo o que seja perder por menos de 3 já é uma vitória. E isto se o mestre da titica não inventar, senão....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cartilha? Qualquer adepto que tenha dois dedos de testa e que tenha visto o jogo do paços viu que temos um novo caceteiro #madeincarnide em ascensão. Só tu que és desonesto e burro é que não vês e acenas com o gelado.

      " A mão não é clara e a existir foi intencional, pelo que o golo deveria ter sido validado." Olha as merdas que saem dessa boca...........

      3 frentes. 1 título para já.
      carnide e tu?


      Eliminar
    2. Não tens razão em nada, repito: nada, a não ser no cartão amarelo ao Coates. E tu sabes. Apresentas mais um texto dos já costumeiros, para tentares dar ânimo a ti próprio. Quer gostes quer não, volto a referir: abanas muito as ramas. Apara essa merda pá. Dá muito nas vistas.

      Eliminar
    3. então se a mão a existir foi intencional porque é que devia ter sido validado? o teu tico e teco bateram um no outro com muita força.

      Eliminar
    4. Fugiu-lhe a boca para a verdade, e disse o que não queria ver eheh

      Eliminar
    5. A Memória do Eusébio e Pedro Pereira, têm toda a razão.
      Se não verifico estes textos que me enviam, dá gralha. A Janela não anda a fechar bem, falta-lhe um parafuso e não está bem calafetada.
      Claro que o que queria dizer e que foi a realidade é que " e a mão a existir, não foi intencional".

      Eliminar
    6. Não há ninguem que corra com este tipo daqui ? ( rodolfo dias)

      Eliminar
    7. E que dizer do vosso Rúben Dias no jogo de ontem?
      https://1.bp.blogspot.com/-DTBWgh6Lp0Q/WpVB_3mLqAI/AAAAAAAACDs/OT8YbcIfxOoyz0aWh8XOK6Mzxn4Swjt-ACLcBGAs/s640/31d1b048-8418-4108-b70e-a9de5b63c973.jpeg

      Eliminar
  5. É incrível como o Bruno Fernandes e o Gelson se entregam ao jogo, quer a defender, quer a atacar. São este tipo de jogadores que interessa ter numa Equipa.

    Ontem o Gelson teve uma atitude irrefletida, como o Coates no jogo anterior. Apesar de eu achar que o tirar a camisola não deveria dar amarelo, os jogadores têm de ser responsabilizados pois estão a prejudicar o Clube. Perdemos para o Dragão, o único jogador com velocidade na frente e que cria desequilíbrios.

    A exibição de ontem não foi a melhor, mas com a virose que afetou a equipa, esta ressentiu-se.

    Ao contrário do Mestre, considero que o Bryan Ruiz até fez uma boa exibição, das melhores esta época. Agora já não é jogador para jogar encostado à linha, não tem explosividade e também não consegue vir a trás ajudar a defender ,embora ontem o tenha feito várias vezes.

    Também quase nem consegui festejar o jogo, mas temos de nos alegrar, afinal de contas, contra tantas adversidades, conseguimos ganhar. Estamos a passar a pior fase da Época a ganhar e a manter os objetivos vivos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que acuna deu tudo!

      Eliminar
    2. Concordo, é outro jogador à semelhança dos outros dois, quer a defender, quer a atacar.

      Eliminar
  6. Mestre, é quase inglório chegar a esta fase do campeonato e não reconhecer que há mérito na grande equipa do Sporting. Contra árbitros, lesões, viroses, lutamos sempre até ao fim, ganhando jogo após jogo, final após final.
    Não tenho dúvidas que na 6ª vamos vencer o FCP, provavelmente com uma exibição pouco conseguida... mas vamos vencer! Esta tem que ser a nossa atitude! Acreditar que podemos vencer o campeonato! Sempre que um jogo acaba, dizer que vamos ser campeões. Nós precisamos dessas palavras, dessa crença, desse espírito! VAMOS VENCER!!!

    (se não vencermos, a vida não acaba...)

    ResponderEliminar
  7. O problema do Sporting está no cansaço e na gestao do plantel feita pelo treinador e o dos arbitros esta nos dentes, alguns precisam de ser extraidos pois estao a afectar o cerebro e a gerar problemas de visao e raciocinio.

    ResponderEliminar
  8. Incrível. Gelson foi apenas uma vitima do estado de amadorismo de alguns jogadores do Sporting, e principalmente do seu treinador.
    Em jogo crucial antes do Dragão, Bataglia a DD, Acuna a DE, 1º jogo a titular do Petrovic, e ainda com Montero e Bryan que não tem qualidade para jogar no Sporting.

    Para ajudar a festa, no banco sem WC, Coentrão ou Picini, com 2 jogadores que nunca jogaram pelo Sporting, (Wendel e Misic), um até chegou a entrar para ver os outros jogarem, mais dois que chegaram em Janeiro de qualidade duvidosa (Ribeiro e Agbenyenu), e um jogador de 18 anos que tem mais qualidade que 3 ou 4 dos titulares hoje juntos.

    Milagrosamente conseguimos o golo, o resto está a vista de todos.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. O mínimo que se pede às pessoas é que, antes de opinar, pelo menos que se informem ou pelo menos leiam o texto em cima do Mestre de Cerimónias. Lá está escrito:
      "...e, no caso do jogo de ontem, uma síndrome gripal que atacou vários jogadores do plantel, fazendo com que apenas quatro dos habituais titulares (Patrício, Coates, Bruno Fernandes e Gelson) tenham jogado na sua posição normal."

      Eliminar
    2. Tens toda a razão. O jj nunca devia ter autorizado ninguém a ficar doente. É um incapaz. Um amador.

      Eliminar
  9. Os jogadores do Sporting levam cartões com facilidade? O Coates ainda se está a rir... heheh

    Queria mais que 4 minutos num jogo sofrível do Sporting, com poucas paragens. Claro, está muito mal habituado.

    Concordo com a expulsão exagerada do Petrovic.

    Discordo do golo invalidado. Há um toque ligeiro no braço mas só após empurrão do defesa do Sporting. (Lembro me daquilo que aqui foi dito após aquele lance na área do W. Carvalho frente ao Benfica, ao qual eu concordo). Aliás, o jogador do Sporting nao se limitou a empurrar, ainda o agarrou e puxou para o lado contrário. É só ver o vídeo do lance sem as lunetas.

    Quanto às críticas do JJ, concordo, os adeptos não apoiam a equipa, e nem vou comentar o estádio às moscas. Só sabem apoiar quando o Benfica sofre um golo.

    Para terminar, a forma sofrível como o Sporting se mantém à tona começa a meter dó, como se diz na gíria, já é borra a mais. heheh

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poucas paragens na 2ª parte??? LOL pa quando a desonestidade é intrínseca a ti é impossível ter uma troca de opiniões. Vai lá contar as paragens de jogo por jogadores caídos no relvado, ou quantas vezes entrou a equipa médica do moreirense. Ganha juízo nessa tromba! Isso é tudo azia? De estar já a festejar o afastamento do Sporting do campeonato? Estádio às moscas? Toma rennie.

      Eliminar
  10. compreendo a frustração relativamente ao Gelson, mas dizerem que é profissional, que tem que ser castigado, não compreendo... é o jogador que mais ataca e defende; que mesmo esgotado continua a tentar e a dar o máximo de si... (obviamente que quando mais esgotado menos clarividência)... o que se passou ontem foi apenas a prova que o Gelson não é uma máquina e que fui humano... no seu subconsciente estava a ideia que ia marcar um golo e prestar uma homenagem ao seu amigo...e foi isso que fez, por instinto, por ser humano...
    No final, penso que é capaz até de ser positiva a sua paragem e acredito que o Bruno Fernandes vai levar na camisola uma mensagem de apoio ao Gelson quando marcar o golo da vitória nas antas ;)

    ResponderEliminar
  11. MDC não caia no ridículo do Saraiva... O Ruben dias merecia o que? Um empurrão a fugir de uma marcação num canto no máximo é falta. Lembre se que vocês são aqueles que defenderam o Slimani... Enxerguem se. Onde andam vocês nos jogos do Filipe? O dono não deixa?

    Podia fazer esse raciocínio para o Bataglia que joga duas vezes com a mão e nem um amarelo.

    Arbitragem degradante? Claro... Com golos anulados como aquele. Lembro que quando foi o WC na luz o ser uma bola disputada serviu de desculpa... Agora já não serve? Jeitosas são as do capela... Com expulsões perdoadas e 3m para compensar 20s... Ou como a da jornada anterior que marcava penaltis com bolas na cara... Ou com insultarem o árbitro na cara e nem amarelo... Ou com foras de jogo antes do meio campo...

    Por isso é que vocês "nunca" vão ganhar nada... Não jogam nada, são ajudados e ainda choram?

    Mas pelo menos ganharam... Se não já iam para o dragão para fazerem figura de Portimonense... Fazer favor ao dono.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Por isso é que vocês "nunca" vão ganhar nada"

      Num campeonato onde há duas equipas a comprar resultados, sendo que uma delas já vai pelo menos na terceira época a fazer isso, como é que se pode ganhar mesmo?

      Eliminar
    2. Favores a donos? lol. Voleyball à pizzi forever. Mais umas raminhas à mostra ...

      Eliminar
    3. ....e mesmo assim continuamos nas três frentes. Lixado não é?

      Eliminar
    4. Jotinha, não te enganes a ti própria.
      Não jogam nada, ganharam a Taça Lucílio após 2 marcações de penaltis muito sofridas. O vosso treinador está ultrapassado. O presidente bem tenta qualquer coisa mas está a perder o autocontrole.
      A jogarem assim, vão ser humilhados no Porto.
      Mas eu pela primeira vez não vou torcer pela vossa derrota, nem pela vossa vitória.

      Eliminar
    5. A questão é: ganhámos ou não?
      Também íamos levar no galinheiro e foi o que foi. Nem com o nosso pior conseguiram ganhar. Continua a inchar.

      Eliminar
    6. Essa do 'não jogam nada' vindo de lampiões até já mete nojo. Como eles próprios. Devem julgar que temos memória curta.

      Eles, que ganharam campeonatos sem jogar um caracol à custa dos 'uns dos nossos', que até Janeiro foram menos do que patéticos e que se mantêm na luta apenas em 1 de 4 competições só porque os 'dos nossos' os mantiveram vivos. Sem ajudas na champions, até equipas banais os golearam. Tenham vergonha.

      Eliminar
    7. Guarda redes, em crioulo para entenderes:
      NÃ JOGUM CAR ULHU

      Eliminar
  12. Sem desculpar a exibição miseravel à semelhança de jogos recentes, embora ontem com várias oportunidades (coisa rara) que não se podem falhar, tem-se assistido nas ultimas jornadas a tentativas descaradas de afastar o Sporting da luta do titulo. Em três jornadas, duas expulsões a 30 minutos do fim depois de jogos europeus a meio da semana, a que se juntam um golo anulado pelo VAR e um penalti perdoado com o objectivo descarado de manter o resultado a 0 conforme se viu à 2 semanas.

    Estas 'coincidências' todas em vesperas de uma ida ao Dragão tem um certo alcance e não se justificam com a incompetência dos arbitros. Quiça se a ideia não seria provocar uma quebra psicológica na equipa do Sporting pelo afastamento da luta pelo titulo e jogarem com essa vantagem na próxima jornada.


    Já agora:

    - Quanto tempo é necessário recuar para encontrar casos em que Porto ou Benfica ficam reduzidos a 10 em duas jornadas seguidas?

    - Alguem se lembra do Carnide ter um jogador expulso num jogo em casa?

    ResponderEliminar
  13. Ontem o jogo foi qualquer coisa. Esse lance do Gelson é quase um escândalo se tivermos em contra o critério do árbitro nos lances a seguir. A expulsão do Petrovic analisada ao pormenor é dos lances mais nojentos da época. Se não estou em erro (perdoem-me se estiver) o jogador do moreirense simula o toque, o bandeirinha nada assinala, o árbitro idem e o jogo prossegue durante uns segundos. Fica a pergunta do porquê? Num lance onde claramente nenhum dos dois árbitros assinala a "clara falta" do Petrovic porque é que acontece isto? Foi a pedido do Petit e do banco? Foi porque o árbitro quis condicionar ainda mais o jogo, ou foi só um erro gigante de grupo de pessoas que semana após semana condiciona o campeonato?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o 4º árbitro que deu ordem de expulsão, vá se lá a saber porquê, daí o jogo ter decorrido alguns segundos até ao apitar da falta. O árbitro principal, numa primeira análise, nem falta assinalou.

      Eliminar
  14. Não há enganos, seriam enganos demais...é mesmo de propósito. Sempre que se possa inclinar, inclina se .Contra o SCP. Todas as equipas que jogam em Alvalade, sabem que têm sempre 45 minutos de paulada de avanço. Dá muito jeito.....

    ResponderEliminar
  15. MVP - Bruno Fernandes

    Joga e faz jogar. Ataca e defende. Marca e dá a marcar.
    É ele e mais 10.

    ResponderEliminar
  16. Mestre,

    Estamos em todas as frentes mas cada vez mais longe do desejado título.
    Neste ano de 2018 ainda não consegui ver o Sporting fazer 90 minutos de qualidade constante, a dominar o adversário é sem tremideiras (defensivas e ofensivas).

    Todos os jogos são feitos em dificulade, física e psicológica, com os habituais 45 minutos de avanço.
    As inúmeras exibições negativas justificam que a expectativa para o Dragão seja mínima.
    O mais certo é despedirmo-nos do campeonato esta sexta-feira...

    ResponderEliminar
  17. Mestre para quando correr com estes cancros vermelhos, que para aqui andam sempre a infectar o blogue.

    ResponderEliminar
  18. O Tiago Martins (de ontem) é um bandido !
    Não confundir com o outro Tiago Martins
    https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/fc-porto-mostra-os-12-pecados-de-tiago-martins-no-classico#&gid=1&pid=7

    Inacreditável como o Gelson leva amarelo por tirar a camisola nos festejos de um golo, quando ainda a semana passada o Coates não o levou pelo mesmo motivo (e se o tivesse levado era mais um constipado para para o jogo de ontem).

    É este tipo de critérios que não se compreende...

    Mas...
    Um treinador estratosferico (nem sei se está bem escrito...)
    Um plantel de sonho, que só em Janeiro gastou uma dúzia M€ em reforços
    Um presidente do mais exigente que alguma vez se viu...
    E só jogam isto ?!?

    Pouco,
    muito pouco...

    ResponderEliminar