quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

M*rdas que só mesmo connosco, nº 14: Regras à la carte

O caso mais polémico do Sporting - Feirense de domingo passado terá direito a episódio próprio desta série daqui a uns tempos, mas o jogo teve um outro acontecimento que não merece passar despercebido.

Perto do final da primeira parte, ou seja, já depois de ter acontecido o grave erro a prejudicar o Sporting, e numa altura em que o jogo estava empatado, Fredy Montero faz um remate descaído para a esquerda na área do adversário que é intercetado por um defesa com a cabeça. No entanto, a velocidade da jogada e a abordagem do defesa com os braços abertos enganam o árbitro Luís Ferreira, que pensa ter havido corte com a mão e assinala grande penalidade. O VAR viria, e bem, a dar a indicação de que o corte foi limpo, pelo que o jogo teve que prosseguir com uma bola ao solo. No entanto, a bola ao solo foi efetuada... sem que nenhum jogador do Sporting estivesse por perto para a disputar. Desta forma se transformou uma jogada de ataque do Sporting numa posse de bola para o Feirense.


--- INTERLÚDIO ---

Não deixa de ser engraçado observar a vitalidade com que o defesa do Feirense que levou com a bola na cara protestou a decisão do árbitro... mas que, depois de o VAR ter revertido a decisão, tenha precisado de ser assistido durante vários minutos em pleno relvado, sem que o árbitro tivesse pulso para o pôr fora de campo. Os 6 minutos de descontos que o árbitro acabaria por dar foram uma anedota, face ao tempo que o jogo esteve parado: só aqui foram 4 minutos e meio, mais 3 minutos e meio no golo anulado a Doumbia, fora as outras interrupções para consulta do VAR e persistente anti-jogo do Feirense.

--- FIM DO INTERLÚDIO ---

Tudo isto é estranhamente familiar, pois há pouco mais de dois anos, no Sporting - Tondela (que teve também um erro de arbitragem gravíssimo (penálti e expulsão de Rui Patrício que deu o 0-1 para o Tondela), aconteceu um episódio praticamente idêntico... em que o árbitro era também Luís Ferreira. De tal forma idêntico, que vou reaproveitar o parágrafo escrito mais acima para o descrever, fazendo apenas os ajustes necessários.

Perto do final da primeira parteNo princípio da segunda parte, ou seja, já depois de ter acontecido o grave erro a prejudicar o Sporting, e numa altura em que o jogo estava empatado, Fredy MonteroBryan Ruiz faz um remate descaído para a esquerda na área do adversário que é intercetado por um defesa com a cabeça. No entanto, a velocidade da jogada e a abordagem do defesa com os braços abertos enganam o árbitro Luís Ferreira, que pensa ter havido corte com a mão e assinala grande penalidade. O VARfiscal-de-linha viria, e bem, a dar a indicação de que o corte foi limpo, pelo que o jogo teve que prosseguir com uma bola ao solo. No entanto, a bola ao solo foi efetuada... sem que nenhum jogador do Sporting estivesse por perto para a disputar. Desta forma se transformou uma jogada de ataque do Sporting numa posse de bola para o FeirenseTondela.



Mas neste caso ainda foi pior, pois Adrien Silva tentou disputar a bola ao solo, e foi impedido de o fazer pelo árbitro, o que vai contra o que as regras estipulam:


Como podem ver na imagem acima, o árbitro não pode decidir quem toma ou não toma parte na disputa de bola ao solo. Isto não é mais do que uma migalha na enxurrada de erros cometidos, mas é outro exemplo de como se vão inclinando os campos contra o Sporting. Vale tudo, mesmo mudar as regras... seja ao nível do que está estipulado no protocolo do VAR, seja numa simples bola ao solo.

(obrigado, Cantinho do Morais!)

Link para todos os posts desta série: AQUI.

12 comentários:

  1. Lance de ataque do Sporting? heheh

    Que eu saiba, vendo o vídeo, se o árbitro não tivesse apitado (tal como deveria ter acontecido) a bola ficaria na posse do feirense.

    É continuar a chorar e a lidar.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, e' melhor trocar o que anda a fumar por tabaco, que essas alucinacoes estao num nivel muito alto.

      Eliminar
    2. M, o vídeo está aí para quem quiser ver. heheh

      Quanto ao resto que o Mestre acrescentou, é mais do mesmo. Vive num mundo à parte, numa realidade diferente da nossa. heheh

      Antes de mais, a facilidade deste árbitro em marcar pênaltis a favor do Sporting é assustadora. Depois, não foi por falta de aviso que nenhum jogador do Sporting ficou perto da bola no momento da bola ao chão. O árbitro fartou se de chamar o Adrien (?).

      Resumindo: continue a chorar. heheh

      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Realmente só vocês para tentarem transformar um jogo em que o árbitro marcou tudo e mais alguma coisa para o Sporting em terem sido prejudicados...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, e' melhor trocar o que anda a fumar por tabaco, que essas alucinacoes estao num nivel muito alto.

      Eliminar
    2. Nuno eu já tinha referido isso, mas não adianta:
      --falta flagrante não marcada
      --penalti com uma bola na cara
      --Mathieu corta de pé em riste e o lance dá o segundo golo
      Mas o que interessa é que ele fique no Sporting até ao último suspiro
      https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRVWqhYa6pqc3X-E6pBjhgM2syf3UtzuIs9xkbxPiwY7EW5Nkxo
      Depois queixa-se que está novamente a engordar.

      Eliminar
  3. Eles bem tentam, mas nao nos farao cair. Unidos, contra tudo e contra todos, SPORTING!!

    ResponderEliminar
  4. Este com o Tondela foi uma das tais arbitragens circenses em Alvalade há duas épocas atrás, nesta mesma fase do campeonato. A padralhada dos vouchers estava ao rubro nessa altura. Agora também se está a esforçar com as armas que tem, mas já não é tão fácil... Já nem jantares há, pelo menos na Catedral da Cerveja... Embora possa haver um ou outro colinho numa qualquer boite com nome de bicho da selva.

    ResponderEliminar
  5. 2 pontos:
    1- qd o FCP foi roubado por varias vezes, nomeadamente contra voces plo VAR na taca da liga, nao vi aqui posts ou o CA a pedir desculpas... compensa ser calimero

    2-noutra toada, que tal um post sobre o mario reforco de inverno dos 3 grandes? sim, esse mesmo, o magico Horta, que ira por a bombar os meninos de carnide sem que nenhum controlo lhes possa apanhar...
    sim, pq sejamos serios, a jogarem so pro campeonato e com "suplementos" vai ser dificil para los

    ResponderEliminar
  6. No lance do feirense não há qualquer dúvida que houve um erro grave por parte do VAR, mas este último com o Tondela é mesmo a puxar os galões de calimero que tanto vos define: ora vejamos o lance foi bem ajuizado e existe depois essa tal regra que apontas e muito bem da bola ao solo, no entanto vê-se o Luis Ferreira a chamar o Adrien várias vezes para ir disputar esse lance, algo sempre resusado pelo jogador do Sporting. É suposto ele ficar ali à espera que o Adrien pare de fazer birra? Seja como for apontar esse lance como um exemplo de como o mundo está contra o Sporting é só mais uma prova em como vocês são de facto diferentes.

    ResponderEliminar
  7. Este Luis Ferreira (tal como o Manuel Mota e o Rui Costa) nem se esforçam por disfarçar... Fizessem eles metade ao carnide do que já fizeram ao Sporting e estavam já há muito tempo afastados da arbitragem... Curiosamente cá continuam, sempre prontos para apitar jogos do Sporting em fases decisivas da época

    ResponderEliminar
  8. Manu, o Porto foi prejudicado contra o SCP? Não vá á Multióticas que não é preciso

    ResponderEliminar