quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

M*rdas que só mesmo connosco, nº 16: Crie o seu próprio protocolo

O ano de estreia de VAR no campeonato tem sido um processo de aprendizagem para todos aqueles que estão direta ou indiretamente envolvidos no fenómeno futebolístico: dirigentes, árbitros, treinadores, jogadores, jornalistas e adeptos. Em função da experiência que se foi adquirindo ao longo dos primeiros meses, foram surgindo novos esclarecimentos públicos sobre o âmbito de atuação do videoárbitro: o chamado protocolo.

O protocolo VAR é uma espécie de manual que estipula em que circunstâncias e em que termos pode haver recurso à tecnologia durante um jogo de futebol.

Sendo este um ano experimental, pode e deve haver tolerância para a existência de determinados tipos de lapsos que decorram de uma interpretação em circunstâncias mais complexas. Mas há limites para essa tolerância. Um erro grosseiro, não sujeito a interpretação, com VAR, significa apenas uma de duas coisas: ou o árbitro é incompetente ou o árbitro é desonesto. 

É por isso que o VAR é um pau de dois bicos para os árbitros. Para aqueles que querem fazer um bom trabalho, é uma ferramenta preciosa que permite uma tomada de decisão mais sustentada. Para aqueles que  estão na arbitragem com outros objetivos que não o cumprimento das regras, o VAR acaba por lhes roubar alguma liberdade para vislumbrarem o que não existiu ou fecharem os olhos ao que aconteceu. Uma má decisão tomada em tempo real podia sempre escudar-se na necessidade de julgar um lance no imediato e na capacidade de julgamento limitada ao campo de visão dos elementos da equipa de arbitragem (que podiam não estar no ângulo e distância ideais em relação ao local onde o caso aconteceu). Mas a existência de 7 ou 8 câmaras para consulta e a possibilidade de ter mais tempo para tomar uma decisão aniquila as desculpas que tantas vezes foram utilizadas pelos árbitros para justificar erros grosseiros.

Infelizmente, erros grosseiros continuam a acontecer, com mais frequência do que seria expectável. E de todos esses erros, o mais descarado aconteceu no Sporting - Feirense que se disputou este mês, quando o VAR Manuel Oliveira decidiu anular um golo limpo a Doumbia.



O protocolo do VAR sofreu uma certa evolução no que diz respeito ao ponto até que se deve recuar na análise da existência de alguma irregularidade num lance de golo: primeiro dizia-se que devia recuar até ao momento em que a equipa que marcou recuperou a bola; mais tarde passou a dizer-se que só deve recuar até ao início da vaga de ataque - entendendo-se por vaga de ataque a progressão continuada da equipa com posse de bola na direção da baliza adversária.

Num caso ou noutro, não existe qualquer justificação possível para que Manuel Oliveira tomasse a decisão que tomou, pois mandou anular um golo por causa de uma falta ocorrida antes da última posse de bola do Feirense. Em jeito de brincadeira, Manuel Oliveira decidiu, naquele momento, criar o seu próprio protocolo, mas a crua realidade é que cometeu um erro de tal forma escandaloso, que deveria ser suficiente para ser afastado da arbitragem em definitivo. Numa qualquer atividade que não o futebol, seria o suficiente para que os seus responsáveis nunca mais confiassem na sua competência ou boa vontade. Mas no futebol português, como é habitual em relação aos erros de arbitragem, a culpa morre solteira e é como se nada tivesse acontecido: Manuel Oliveira descansou uma semana e regressou aos relvados no fim-de-semana passado para arbitrar o Santa Clara - Gil Vicente. Afinal ainda há bons empregos...

17 comentários:

  1. "cometeu um erro de tal forma escandaloso, que deveria ser suficiente para ser afastado da arbitragem em definitivo." foi um erro a que pode ter sido induzido vendo imagens que pensou serem imediatamente antes do lance.
    Mas porque não usar o mesmo critério do afastamento para o Capela quando prolongou 4 minutos para compensar 19 segundos?
    Seja sério MdC, ao analisar um lance que vos pode ter prejudicado analise também aquele que vos beneficiou e muito. Seja sério (çe riu em crioulo).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando escreves a frase "seja sério" demonstras que continuas a não ter vergonha das ramas que te saem do cu. O nabo só pode ser colossal! para ti já não basta vaselina, já precisas também de muito analgésico. Veremos, num futuro próximo, qual a solidez dos nabos com que te vão municiando a peida. Siga a dança.

      Eliminar
  2. Só com vocês? É oficial, vivem mesmo num mundo à parte. heheh

    A única coisa que só com vocês é o choradinho quando as coisas correm mal. Deviam era preocupar-se com o apoio à vossa equipa, sexta-feira vão precisar, e segundo JJ, tem sido miserável.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No carnide a política, definitivamente, mudou! as paletes de jogadores foram substituídas por carradas de nabos. Nabos, vaselina e umas boas dumas caixinhas de comprimidos. É capaz de sair mais barato. O orelhas agradece.

      Eliminar
  3. Claro que há bons empregos. Que o diga o vosso treinador. 8 milhões por ano e não tem que apresentar resultados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À laia do saudoso quid, cá vai um paste: No carnide a política, definitivamente, mudou! as paletes de jogadores foram substituídas por carradas de nabos. Nabos, vaselina e umas boas dumas caixinhas de comprimidos. É capaz de sair mais barato. O orelhas agradece.

      Eliminar
    2. Em 3 frentes. Um título já.
      O que é que o teu pode apresentar? Dois campeonatos roubados? Que nem sabe como ganhou (cá para mim até sabe.....) Recorde de 0 pontos da champions? Estar arredado de 3 competições antes do Natal? Isso é apresentar resultados?

      Eliminar
    3. é 20 milhões ano ... Limpos ganha menos que o Super Carrillo !!!! lol acéfalo

      Eliminar
  4. Bom dia. Ora bem... Se houve erro nesse lance foi do árbitro principal que não marcou uma falta obvia... E posteriormente ainda conseguiu marcar um pênalti de bola na cabeça... Querem mais vontade de ajudar do árbitro do que isso? Ainda choram!

    PS. Podia atualizar aquele do coisas que só acontecem com vocês com os descontos de Tondela... O árbitro interromper o jogo por vontade própria a 20s do final e dar 3m... E onde esteve o choro por o capela não deixar o gajo do Tondela disputar a bola ao solo... Você que tanto chora por um lance semelhante com o Adrien há uns anos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que já nem vale a pena fazer o paste. As ramas dizem tudo.

      Eliminar
  5. Credo. 4 respostas = 4 avençados.
    Pelo menos da para perceber a que horas cada um comeca a trabalhar ...

    ResponderEliminar
  6. Os 4 primeiros comentários são de gente paga para poluir. Nem os li, bastou-me ver quem os escreveu.

    Tiraram-me a vontade de comentar o post e por isso só tenho que vos felicitar por um serviço bem feito. Já agora, só vos ficava bem agradecer ao Mestre o que vos deixa ganhar, à conta dos sportinguistas.

    ResponderEliminar
  7. Parabéns MdC, conseguiste fazer o poker! Os primeiros quatro comentários são de lamps/avençados!

    Quanto ao próprio VAR, concordo que há espaço a melhorar e há critérios a limar e o protocolo deve ser mais cimentado. Já todos sofreram e beneficiaram do VAR este ano, há que apurar se a culpa é do protocolo ou de quem o faz cumprir.

    ResponderEliminar
  8. Um post em que não é citada uma única vez o nome de um clube rival, e mesmo assim os primeiros quatro comentários são de adeptos não do Sporting, que aproveitam todas as oportunidades para dizer que aqui só se fala dos seus clubes. Nos comentários todos aproveitam para desconversar:
    1 - Ah e tal, mas e o prolongamento?
    2 - Só choram, preocupem-se com o porto!
    3 - O JJ recebe uma fortuna!
    4 - O golo foi muito bem anulado porque errou anteriormente e depois ainda vos beneficiou.

    Obrigado caros co-leitores, nada como uma cartilha pela manhã, para nos animar num dia cinzento como o de hoje.

    Quanto ao post, é o mesmo de sempre, já não há muita coisa que me surpreenda. Bom trabalho Mestre!

    ResponderEliminar
  9. O Mestre não tem um bocado de palha para eles enfardarem logo de manhã ?.Os rabolhos nem dormem. Nunca acabem #Basileia 7 -Fifica 0 .E querem estes merdas serem campeões nacionais.

    ResponderEliminar
  10. Isto é um blogue afecto ao Sporting? Não parece, 4 comentários antes de publicar o meu, 4 comentários de lampiões aziados a comentar o que não sabem, não querem saber mas, sobretudo, não deviam meter o bedelho. Vão comentar os casos de vouchers, e-mails, dívidas ao BES, cartilhas, etc, e deixem-se, literalmente, de merdas e comentários "powered by cartilha" que não há pachorra.

    Quanto ao VAR já tudo foi dito. Mas aqui tenho que dizer que a culpa foi do árbitro por detrás do VAR, e não do árbitro do jogo, por isso até percebo que não se justificaria uma penalização induzida por quem tem as imagens e lhe chamou a atenção, mal, para uma falta que não poderia ser sancionada pelo VAR.

    ResponderEliminar
  11. hahah os 4 primeiros comentários são de lampiões com a 4ª classe a espumar da boca.

    A prova do teu bom trabalho Mestre

    ResponderEliminar