segunda-feira, 19 de março de 2018

Ainda bem que não era um técnico do INEM

No Dragão não teria havido golo: não só seria provável que os apanha-bolas estivessem Missing in Action, como até poderia haver o azar adicional de, ao sair, a bola se ter dirigido para o buraco negro que é a zona dos técnicos do INEM... já se sabe que bola que lá entra é bola que não volta a ser vista.



15 comentários :

  1. No dragão ainda estavam agora à espera da bola... Mas olha que não eram sequer do INEM, deviam ser tipos que pagaram o bilhete mais baratucho, que os obriga a sentar em cima da arca onde trazem o farnel.

    ResponderEliminar
  2. Mestre, tenho a certeza de que será algo a ser reconsiderado na próxima AG da Liga... os apanha-bolas (especialmente os do Sporting) não podem "lançar" contra-ataques!!!

    ResponderEliminar
  3. Grande equipa de apanha-bolas que temos! Só falta encher o fosso com uma parede feita de material inflável virada para o campo....

    ResponderEliminar
  4. Nitidamente jogada estudada!! O JJ não dorme! E em grande no cumprimento ao lançador. Pena não ter feito referência na CI :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso até falou sobre o apanha bolas e como ele se tinha posicionado muito bem naquela jogada :)

      Eliminar
    2. Porra, não apanhei isso! tenho q procurar.

      Eliminar
    3. Fui ver e falou sim senhor! e aproveitou também a CI para usar um termo praticamente em desuso, a saber: exaustação. E quem não sabe que aprenda com ele, o grande JJ!

      Eliminar
  5. Se fosse um técnico do INEM que não fosse buscar a bola, para por na mão do menino, era...
    EXPULSO !

    ResponderEliminar
  6. A única forma limpa de ganhar fora das quatro linhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No capítulo de apanha-bolas estamos 10 anos à frente.

      Eliminar
  7. expresso 17 março 2018

    Jornalista pergunta:"Quando e porque razão pararam esses procedimentos de segurança?"

    Secretária de Estado da Justiça responde: "Desde outubro do ano passado (2017) que estávamos a colaborar profundamente com a PGR e com a PJ. E não acionámos determinadas matérias de propósito, porque só assim poderíamos chegar até à 'toupeira'"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Declarações muito relevantes, que podem significar que eles tem mesmo a faca e o queijo na mão para engravatar os infractores.

      Quanto ao resto, continua a fantochada do gabinete em crise, o processo de Paiva dos Santos a BdC por divulgação online de e-mails colocou Bruno de Carvalho como arguido e na comunicação social e blogues lampionicos está já tudo em celebração, agora já podem dizer que o presidente do Sporting também é arguido de alguma coisa, não é um processo de corrupção, fraudes ou trafico de influências, mas é arguido, porque meteu uns print screens no facebook...

      Eliminar
  8. Isto sim foi algo bonito de se ver, gostei particularmente da reação do JJ ao parabenizar o miúdo.

    Só é pena quando se abre notícias sobre futebol aparecerem uns bonecos a destilar ódio por todo o lado em vez de darem destaque a momentos como este.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  9. Não há dúvida que a paixão clubística esverdeada tolhe o pensamento e a isenção.
    Não haverá por aqui alguém honesto que reconheça que o lançamento foi feito 17 metros à frente em relação a onde a bola saiu e que o lançamento deveria ser repetido e o golo anulado?

    ResponderEliminar