segunda-feira, 19 de março de 2018

Fechando o ciclo em alta

Não se poderia desejar melhor forma de terminar um ciclo absolutamente infernal. Menos de 72 horas após ter disputado uma eliminatória da Liga Europa com direito a desgaste suplementar de um prolongamento, era natural que se temesse complicações adicionais de um adversário que sabe jogar, mas a realidade acabou por ser bem diferente: o Sporting fez uma excelente exibição e venceu de forma incontestável. A partida acabou por ser relativamente tranquila porque a equipa soube adaptar-se ao que o jogo ofereceu, e qualquer incerteza que tenha havido em relação ao resultado deveu-se, única e exclusivamente, à infelicidade no momento da finalização.




A exibição - pressão alta, velocidade de execução mais elevada do que tem sido norma e maior insistência na verticalização e no aproveitamento de toda a largura do campo para desmontar a defesa adversária. Tudo isto resultou uma das melhores exibições da época, com futebol agradável em largos períodos de tempo e na criação de um elevado número de ocasiões para marcar, ao mesmo tempo que se controlou quase sempre bem as iniciativas ofensivas adversárias.

Gelson - O (excelente) golo e a assistência para Dost foram, obviamente, os momentos altos da exibição de Gelson, mas não se limitou a isso. Para além da habitual disponibilidade defensiva, esteve também na origem de várias outras situações iminentes de golo, como a combinação com Coentrão na jogada em que o lateral rematou (intencionalmente) ao poste. O melhor em campo.

Dost de volta aos golos - regressou aos golos depois do jogo menos feliz realizado em Plzen, e assistiu Gelson com um amortecimento de bola açucarado. No entanto, há que dizer que não começou bem o jogo do ponto de vista da finalização, permitindo defesas a Cássio em duas situações em que, isolado, poderia e deveria ter feito melhor.

O Patrício é para as ocasiões - a única oportunidade do Rio Ave em todo o jogo surgiu no final da primeira parte, com um remate que embateu em Mathieu e, traiçoeiramente, mudou de trajetoria na direção da baliza junto ao poste. Remate que ia com selo de golo e que apenas não o foi devido a uma extraordinária parada da luva direita de Rui Patrício. Que. Época.

Outras menções honrosas - Piccini e Coentrão consistentes na defesa e atrevidos no apoio ao ataque; trabalho de Coates no segundo golo; muito William na segunda parte; mais uma boa exibição de Rúben Ribeiro; Bruno Fernandes a ser Bruno Fernandes; e, claro, a participação do apanha-bolas no primeiro golo.

Estatística interessante - há uma volta em que o Sporting não sofre golos em casa para o campeonato. A última equipa a marcar golos ao Sporting em Alvalade foi o Braga, o nosso próximo adversário.




Ferros e Cássio - mais uma vez, foi a finalização que não nos permitiu acabar mais cedo com as dúvidas no resultado, mas há que dizer que, desta vez, não houve muitos falhanços escandalosos. Muito mérito para Cássio, com várias defesas de grande categoria, e o excesso de pontaria aos ferros: quatro, divididas entre Fábio Coentrão e Bruno Fernandes.

Acuña a menos - entrou complicativo e poucas coisas lhe correram bem. O Sporting acabou por perder com a sua entrada, já que Rúben Ribeiro estava a fazer um bom jogo.



MVP: Gelson Martins

Nota artística: 4

Arbitragem: Rui Costa não tem jeito para isto. Um penálti por assinalar sobre Bruno Fernandes - há um toque subtil no seu pé, igual a muitos outros toques subtis noutras zonas do campo em que o árbitro marcou falta -, e várias faltas mal assinaladas. Nada que não se esperasse, infelizmente.



Finalmente, uma pausa na competição. É certo que metade do plantel vai estar ao serviço das seleções, mas mesmo esses interrompem a sequência ininterrupta de jogos de 3 em 3 dias. Um ritmo competitivo que causou mossas mas que não nos retirou de nenhuma das competições. Em abril há mais.

21 comentários:

  1. Tenho que discordar do Mestre! "como a combinação com Coentrão na jogada em que o lateral rematou intencionalmente ao poste."
    O Grande Coentro não quis ceder canto! Nessas situações é q se remata intencionalmente aos postes. :) Eu cá colocava uma vírgula nisso e pronto! :)
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, o que queria dizer era em contraposição à outra bola que mandou ao poste, mas que foi mais cruzamento do que remate. :)

      Eliminar
  2. Grande jogo do nosso Sporting. Concordo com a tua analise, mas tenho que salientar a pouca vergonha que é este Rui Costa como arbitro. Querem ver bom futebol ? Não pode ser com arbitros como o Rui Costa que vergonha, estava semprea a parar o jogo com muitas faltas que não existiram. Grande Sporting e mais uma vez uma arbitragem vergonhosa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não dá para mais. Com a época que está a fazer, será um escândalo se não for despromovido.

      Eliminar
    2. Arbitragem pavorosa Mestre, mas o lance do Bruno Fernandes era um escandalo se fosse penalty. Tenho dúvidas que haja toque sequer!

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Vitória muito importante para consolidar a moral da equipa. Nota-se que o Sporting tem um Grupo forte e unido.

    Agora há que dar descanso aos nossos guerreiros para limparem armas e se prepararem para o ataque aos guerreiros do Minho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Se eliminarmos o AM, será espetacular. Uma injeção de moral imensa.

      Eliminar
    3. Sou bem capaz de me enganar, mas com os regressos e com o descanso, desconfio que o Atlético de Madrid vai levar com um Sporting, se não igual, parecido ao que o Barça e a Juve tiveram q enfrentar. E se com os outros dois a coisa andou equilibradota, na volta com o AM já acaba a pender para o nosso lado.

      Eliminar
  5. Mestre permita-me discordar apenas no que toca ao Piccini. Francamente acho que acrescenta 0 em termos atacantes. Tudo lento e denunciado.

    ResponderEliminar
  6. Quando se coloca os artistas nos seus terrenos, tudo se torna mais fácil. Ontem, independentemente do resultado fizemos um jogo muito competente, onde o posicionamento do nosso meio campo, a jogar mais subido, não permitiu ao Rio Ave desenvolver o seu futebol. Assim, é mais fácil não sofrer golos e calafrios.Faltou dar um pouco de descanso ao Bruno Fernandes, mas como vêm aí as selecções, sempre dá para respirar eheh.
    Finalmente vimos o Wendel...pelos aplausos, não sou só eu que ando com curiosidade de ver o que pode emprestar à equipa, nomeadamente para aliviar o Bruno Fernandes.

    ResponderEliminar
  7. Muito bom Jogo do Sporting ontem, a fazer aquilo que tantas vezes não faz que é entrar a pressionar o adversário. Ficou demonstrado ontem que se esta equipa jogar sempre assim, as probabilidades de vencer o jogo aumentam substancialmente. Agora é só começar a acertar menos vezes no ferro... é que está da dar uma média de 1 golo por cada 50 remates... não há coração de adepto que aguente...

    ResponderEliminar
  8. Será que só eu é que reparei na macieza, excessiva lateralização e na pouca vontade de levar a bola para a frente do Rio Ave?
    Será porque temos um futuro novo treinador? E o Marcelo, tão autoritário noutras ocasiões e ontem simplesmente esforçado? Só faltava o jogo terminar com um atraso "à porto" como aconteceu com o Boavista e Tondela, mas não foi preciso, senão era bem capaz de aparecer uma Marcelada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ladras muito mas não enganas ninguém. Vais bater com os costados na 2ª liga e deixas de ganhar a mesada do Janela e só te restará ires dar ao rabinho para o Parque Eduardo VII.

      Eliminar
  9. MdC, liberte-se das amarras avençais que o prendem e faça lá um post do interesse de todos os sportinguistas, por exemplo sobre as declarações do Adrien " a culpa foi do Bruno" ou sobre as declarações do Bruno "a tradução só pode estar mal feita".
    Mas se não tiver coragem, tem sempre a hipótese de se debruçar sobre o desmascarado Clister do Café e dos blogues que ele gere na marginalidade, o mercado e o polvo ou sobre a YoungNetwork e as suas ligações ao Sporting e aos blogues atrás citados. Por enquanto, o seu Autista do Dia ainda vai ficando de fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/talisca-volta-a-atacar-vieira

      e porque não te focas na poia do teu clube?

      Eliminar
    2. Vem um palerma de ramas de fora falar em desmascarados. Andas com tudo à mostra imbecil.

      Eliminar
    3. 27 de Janeiro de 2017?
      Estás desactualizada J1904, ele até já renovou.

      Eliminar