terça-feira, 15 de maio de 2018

A montanha pariu um rato (pelo menos para já)

A montanha pariu um rato, pelo menos para já. 

Vamos esquecer-nos por um momento do circo mediático que se gerou no final da tarde de ontem e que se prolongou pela noite dentro. Depois de um jogo vergonhoso que nos privou de um objetivo importantíssimo e em vésperas de um outro também muito importante, é normal que o presidente tenha querido falar com os jogadores e equipa técnica. A reunião decorreu no estádio, em privado, e não no Facebook ou no Instagram. É assim que deve ser. 

Em paralelo a Comunicação Social foi armando a tenda do circo, instalando as bancadas e montando as barraquinhas das pipocas e do algodão doce, enquanto ia prometendo um espetáculo inesquecível. As "notícias" que começaram a circular garantiam que a equipa técnica tinha sido suspensa e que não estaria no Jamor, e que três jogadores (Rui Patrício, William Carvalho e Bruno Fernandes) tinham ameaçado não jogar a final da Taça caso essa suspensão se efetivasse. A Comunicação Social bem pode ter anunciado o Cirque du Soleil, mas os artistas não apareceram. A estrutura acabou por desabar ruidosamente quando, à saída do estádio, Bruno de Carvalho negou a suspensão da equipa técnica e afirmou que a reunião com os jogadores decorrera de forma normal. Acredito que seja verdade, porque até ver não houve nenhuma reação antagónica do lado dos jogadores. 

A um fim de tarde pródigo em especulações sucedeu-se uma noite de discussões assentes em premissas desmentidas oficialmente, o que é uma bela imagem daquilo em que se transformou o jornalismo e o comentário desportivo em Portugal. Lá mais para o final da noite a história foi alterada: de suspensão passou-se para uma transmissão verbal a Jorge Jesus da decisão de que lhe será instaurado um processo disciplinar. Vale o que vale, pela amostra do dia o melhor é mesmo ficarmos todos de pé atrás antes de tomar por certo qualquer notícia sem confirmação de nenhuma das partes diretamente envolvidas.

Comecei o texto com "A montanha pariu um rato, pelo menos para já.". Escrevi "pelo menos para já" porque estou totalmente convencido de que Bruno de Carvalho já não vê Jorge Jesus como a pessoa certa para o banco do Sporting e, como tal, não quererá que o treinador cumpra a última época de contrato com o Sporting. Confirmando-se este cenário, tenho a certeza de que Bruno de Carvalho não terá o mínimo interesse em pagar o último ano de contrato a Jorge Jesus. São 5, 6, 7, 8 ou 9 milhões (dependendo da cartilha) que farão muita falta ao orçamento do Sporting numa época em que não haverá Champions para forrar os cofres da SAD, pelo que não tenho dúvidas de que Bruno de Carvalho usará todas as armas à sua disposição para forçar uma rescisão "amigável" - mesmo que o processo para a alcançar seja tudo menos amigável. O Bruno mais "maluco" (roubando o termo utilizado pelo próprio presidente na recente entrevista ao Expresso) é o Bruno que avança para uma negociação que não aceita perder. Perguntem à banca, perguntem a Marco Silva, perguntem ao Inter e ao Leicester. Acredito que os próximos dias/semana não vão ser bonitos, mas é bem provável que leve a sua avante. A conta bancária do Sporting agradecerá, a reputação do clube se calhar nem tanto. Tranquilidade até o assunto estar encerrado, nem pensar.

Não vou agora entrar em comentários sobre se concordo ou não com a saída do treinador. Enquanto adepto, acho que devo fazê-lo apenas após o próximo domingo. Há uma competição importante para ganhar. Mas percebo que a direção não se possa dar a esse luxo: 2018/19 já está aí ao virar da esquina e terá de ser muito bem preparada para minimizar os efeitos do catastrófico 3º lugar em que ficámos. Vai ser uma espécie de regresso a um passado nada distante: ao contrário dos últimos anos, os nossos adversários vão ter um orçamento bastante superior ao nosso. Todos os milhões vão contar.

20 comentários:

  1. Enquanto não reintegrarem,o antigo coach mental, que trabalhava com os jogadofes, no primeiro ano de jesus, ou não arranjarem outro, este treinador, nunca terá sucesso no sporting clube de portugal, foi depois desse binómio ter acabado ao fim da primeira época, que tudo mudou para pior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é necessário reintegrar o Evandro Mota porque acho que a saída de JJ é um facto consumado, só falta saber as condições em que o fará.

      Eliminar
  2. Mestre,
    Totalmente de acordo.
    Ontem a blogosfera leonina e os comentadores de merda afectos ao Sporting entraram em histeria a crucificar BdC por fazer aquilo que lhe têm pedido há meses, resolver os problemas dentro de casa...

    Simplesmente triste e, o felizmente cada vez mais sintomático da bipolaridade em que vive Boa parte desta gente.

    Também acredito que JJ já não conte para a próxima época.
    As duas últimas épocas falam por si e seria digno para ele se saísse sem pedir qualquer indemnização relativa à última época de contrato por cumprir.
    Isso sim, seria de Sportinguista.
    Vamos ver se é...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um belo exemplo em como convém esperar um pouco antes de se começarem a rasgar as vestes.

      Sim, o JJ deveria reconhecer que os últimos dois anos não corresponderam às expectativas que existiam. Mas não acredito que o faça, na cabeça dele deve achar que a responsabilidade dos fracassos não é sua.

      Eliminar
    2. Se quando perde é incapaz de assumir a culpa achas que vai sair de livre vontade? Nunca na vida.

      Eliminar
    3. Ele no domingo andava a gritar na garagem de alvalade a dizer que o Sporting não tinha conquistado nada até ele ter chegado. Portanto é para veres a falta de noção da realidade dele.

      Eliminar
  3. Como parte totalmente desinteressada mas atenta a todas estas maluquices, consigo ver que os adeptos estão cada vez mais de costas viradas para os jogadores, o treinador, a equipa, o presidente, em suma, já não se revêm no clube. Sugestões:
    -extinguir este e fundar outro
    -passarem-se para o lado de lá da 2ª circular onde não terão destes problemas e brevemente poderão gritar novamente Campeões

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá o pó deve ser melhor, e não estou a falar do pó dos cachecóis.

      Eliminar
    2. Campeões da carregueira. Foste campeão o ano passado, entraste directamente na Champions e fizeste 0 pontos. Ficaste logo arrumado da taça da liga e da taça de portugal. Perdeste o campeonato e estiveste literalmente até à última jornada para ver se chegavas ao 2º lugar. E isto tudo com maior orçamento do Sporting. Continua na fanfarra.

      Eliminar
    3. Humm... Quer dizer que você revê-se na cartilha, no tráfico de influências, nos vouchers, emails, ataque ao segredo de justiça e afins? :D

      Quanto a nós, Sportinguistas, nós somos o Sporting. Não podemos estar de costas voltadas a nós próprios, por isso o seu patético argumento cai por terra. Vá antes rever o que os lampiões diziam quando perderam com o Basileia, quando acabaram a liga dos campeões com 0 pontos, quando perderam com o Porto, etc. Tem muito com que se entreter aí. :)

      Eliminar
    4. Não falem muito dos outros, vocês têm o Geraldes.
      Então é assim que se ganham títulos nas modalidades? Não basta ter um orçamento multimilionário?

      Eliminar
  4. A vitória na Taça de Portugal ganhou uma importância extrema.

    Está em jogo muito mais do que 1 título desportivo.

    O gabinete de crise e toda a comunicação social estão sedentos, e é importante termos um verão "tranquilo", para não tirar os holofotes do caso E-Topeira e principalmente do caso dos E-mails.

    É importante termos uma época de relativo sucesso desportivo, para que BdC ganhe autoridade para um verão que se prevê quente, também no que diz respeito ao mercado de transferências.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é absolutamente fundamental ganhar. Uma derrota poderá ter consequências desastrosas para todo o edifício do futebol.

      Eliminar
  5. "Sporting acusado de subornar arbitros" - Abola

    E sobre isto, Mestre? Também vai fazer 2 posts por dia? heheh

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver, vamos ver... já estive a ler, mas ainda não percebi se há ou não investigação na PJ.

      Eliminar
    2. Devias estar contente lampião, afinal "ajudámos" o teu clube a ganhar um jogo ao Porto.
      Coisa rara...

      Eliminar
    3. uma investigação do correio da manhã. lol mas ao contrário do carnide e vocês lampiões, a ser verdade que se tomem as devidas atitudes.

      Eliminar
    4. César Boaventura, que fez o jogo da mala do benfica e que foi desmascarado há uma ou duas semanas atrás e está agora a tentar atirar lama aos outros para parecerem todos sujos? Duvido muito do conteúdo das notícias, mas vamos aguardar. Se demorar como nos mil e um casos relacionados com LFV e o clube da Luz, provavelmente terei de esperar sentado.

      Eliminar
  6. Estamos no meio de uma guerra suja contra o SPORTING e os SPORTINGUISTAS em vez de defenderem o seu clube enterram quem o defende " Presidente, Nuno Saraiva etc." com unhas e dentes.

    ResponderEliminar
  7. Depois da atitude e comportamento da equipa na Madeira o BdC não podia esperar pelo final da taça para se reunir com treinadores e jogadores.
    Ontem ao ver a CS fiquei com a ideia que nunca nenhum treinador foi despedido por não ter cumprido os objectivos. Alguém me pode confirmar que esta situação de um presidente exigir resultados à equipa técnica é inédita?
    Tinha ideia que estas reuniões eram normais noutros clubes, tipo o FCP, com a diferença que em vez de acabarem com rumores de suspensão acabavam com um voto de confiança.

    ResponderEliminar