sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

O afastamento de Fábio Veríssimo

Fábio Veríssimo cometeu dois erros graves na meia-final entre Benfica e Porto: não recomendou a marcação de um penálti a favor do Porto por falta de Rúben Dias, e não recomendou a anulação do primeiro golo do Porto por causa de uma falta de Óliver no início dessa jogada. O principal erro do jogo, aquele que mais protestos causou - o golo anulado ao Benfica por fora-de-jogo inexistente -, não lhe pode ser imputável: a decisão foi do árbitro assistente e o VAR só podia reverter a decisão caso existissem imagens claras que comprovassem o contrário. Não existindo, Fábio Veríssimo estava de mãos atadas.

É normal, para os padrões do futebol português, que Luís Filipe Vieira pedisse a cabeça de Veríssimo por se sentir gravemente prejudicado - sem motivos, convém relembrar - pela sua atuação. O que não é normal é que o Conselho de Arbitragem tenha anunciado, menos de 24 horas depois, que o árbitro seria afastado por um período indefinido - e sem dar quaisquer explicações sobre o critério que esteve por trás da decisão. Não explicando, ficámos todos sem perceber por que razão não foram afastados por um período indefinido outros árbitros responsáveis por outras decisões aberrantes do VAR a que já assistimos esta época. O CA, com esta atitude, humilhou publicamente o árbitro e deixou no ar a ideia de que foi apenas uma medida para agradar ao DDT do futebol português. O comunicado de apoio a Veríssimo que foi emitido no dia seguinte ao afastamento já veio tarde, porque o moral da história da decisão já tinha tido tempo suficiente para se entranhar na mente de adeptos, dirigentes e restantes árbitros.

Cá estaremos para ver quantos mais árbitros serão suspensos ou dispensados por tempo indeterminado no que restar da época. Considerando a qualidade média dos homens do apito, suspeito que não irão faltar oportunidades para avaliarmos a coerência do CA.

9 comentários:

  1. Na falta de outros meios, os DDT encontram no CA "a mão invisível" para avisar todos os árbitros de que não podem errar conbtra eles.

    "Tudo pela nação, perdão, instituição, nada contra a instituição"

    ResponderEliminar
  2. Há uns dias, vi na Tv um programa com J.Eduardo Moniz.Se ao avistar as primeiras andorinhas preconiza a primavera, qual gaivota em terra cria-nos a firme convicção de tempestade que se avizinha para os lados de carnide.

    ResponderEliminar
  3. Faz lembrar o vítor pereira naquele aberrante e inovador pedido público de desculpas ao benfic@. Mesmo sabendo bem o que esta casa gasta isto continua inacreditável.

    ResponderEliminar
  4. Se fosse em Inglaterra , tirariam logo 10 pontos ao Carnide por ameaça ao sector da arbitragem. " Doa a quem doer " se juntarmos a outras frases célebres neste caso do treinador " cuidado conosco pois temos 6 milhões atrás de nós " é deixar pra escumalha outras ameaças reais. Claro que o Veríssimo tinha-se que retirar. Imagino que tenha sido ameaçado doutras formas, pois os comunicados do Carnide são sempre a incitar a isso mesmo.
    O incrível é o CA ser tão conivente e vir com comunicados do tipo " vejam lá se não fazem isso muitas vezes, marotos. " Dando se a ideia que o CA e a Federação não são órgãos de controlo mas apenas simples grupos de amigos que se reúnem como o clube do Bairro para não deixar o barco afundar.
    O Carnide em Inglaterra era punido a cada 3 meses com a descida de divisão, tal a quantidade de ilegalidades e atitudes graves ( aqui pode sempre discutir se o grau, mas eu acho que são mesmo graves , pois qualquer outro clube não está na posição de ameacar como eles. Fosse o Feirense a vir com esta história do " doa a quem doer " ).
    Quanto á qualidade dos árbitros há bastantes razoáveis ( se compararmos com os ingleses p.ex onde quem acompanha a PL sabe do que falo, pelos erros técnicos e não pelo tipo de arbitragem que é bem mais positiva ). Mas depois há aqueles, á antiga que empatam o jogo a toda a hora , com pouco critério. De QQ forma é importante o Sporting fazer a defesa dos árbitros pois ninguém o fez. Já que reina a anarquia era interessante ver o Sporting a promover a defesa dos árbitros de uma forma qualquer que não cheira-se a nhanha como fazem os rivais também uma vez por outra.

    ResponderEliminar
  5. Caro O Artista do Dia, com o devido respeito e diferença de opinião por favor reveja o lance do primeiro golo com mais atenção e sem dificuldades verificará que a queda do jogador do Benfica é consequência de com o pé esquerdo, de modo involuntário, calcar a bola.

    ResponderEliminar
  6. *GRAVÍSSIMO*...

    Não há como "explicar" isto... se foi iniciativa do próprio árbitro, então ele PERDEU TODA A CREDIBILIDADE... se não foi É CRIME, mais 1 a juntar a 5 ou 6... e a impunidade só vai é matar o futebol português.

    ResponderEliminar
  7. Off the topic,
    Mestre faz aí um post sobre o avençado pedro Henriques.
    Isso é que era, para a respectiva actualidade.
    Aguardo
    SBraguistas

    ResponderEliminar
  8. O afastamento de Verissimo é um Infanticídio.

    ResponderEliminar
  9. Onde andam os defensores da classe??????????

    Com VAR não dá...as coisas não podem ser tão sérias!

    ResponderEliminar